Goiás

Mulher que planejava ir embora de Goiás é morta após namorado descobrir viagem 

Corpo de Leidiana Paulina da Conceição, de 36 anos, foi encontrado pelo filho, um adolescente de 16 anos. Eles viajariam para o Piauí, estado natal, neste domingo (26/5).
25/05/2019, 16h09

Um adolescente de 16 anos encontrou a mãe morta dentro de casa nesta sexta-feira (24/5), em Itumbiara, na região Sul de Goiás. O principal suspeito do crime é o namorado da vítima, identificado como Erivan Rodrigues de Almeida, de 50 anos, que teria matado Leidiana Paulina da Conceição, de 36, depois que descobrir que ela e o filho planejavam, voltar para o Piauí, estado natal, sem ele.

De acordo com informações da Polícia Civil de Goiás (PCGO), Leidiana foi morta com golpes de faca. Horas após o crime, o suspeito foi localizado tentando fugir para Uberlândia, em Minas Gerais. Ele foi preso pela polícia mineira ainda na sexta-feira (24/5).

Adolescente encontra mãe morta dentro de casa, no interior de Goiás

Leidiana Paulina, de 36 anos, foi encontrada morta dentro de casa, no quarto do casal, pelo filho, um adolescente de 16 anos. Segundo relato do menor, apenas ele, a mãe e Erivan tinham as chaves do apartamento. O três haviam de mudado do Piauí para a cidade goiana há sete meses. A mulher e o filho viajariam neste domingo (26/5).

Depois de ser preso, Erivan confessou o ter cometido o feminicídio, de acordo com boletim de ocorrência, mas não deu detalhes do crime. Se condenado, ele pode pegar de 12 a 30 anos de prisão.

Caso de feminicídio no país

Até março deste ano, segundo levantamento do Jornal O Globo, foram registrados no país mais de 200 feminicídios consumados e mais de 130 tentativas. A média registrada era de um caso a cada quatro horas e 31 minutos nos primeiros 64 dias de 2019.

De acordo com dados oficiais dos órgãos de Segurança Pública, em 76% dos casos as mulheres são assassinadas pelo atual ou o ex-companheiro, que não aceitam o fim do relacionamento. No ano passado, no Brasil, foram computados 1.173 feminicídios; número 12% maior em relação a 2017.

Um relatório da Organização das Nações Unidas (ONU) aponta que cerca de 50 mil mulheres são vítimas de feminicídio por ano.

Imagens: Facebook 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Entretenimento

Morre, no Rio de Janeiro, aos 84 anos, a atriz Lady Francisco

Ela estava internada desde o dia 5 de maio no Hospital Unimed, no Rio, após uma queda que ocasionou fratura de fêmur.
25/05/2019, 16h57

A atriz Lady Francisco morreu neste sábado, 25, aos 84 anos. Ela estava internada desde o dia 5 de maio no Hospital Unimed, no Rio Janeiro, após uma queda que ocasionou fratura de fêmur. Informações sobre a morte da artista foram confirmadas pelo site Gshow, da Globo, emissora na qual a atriz trabalhou e fez um de seus últimos trabalhos foi em Malhação, no ano passado.

Lady Francisco nasceu Leyde Chuquer Volla Borelli Francisco de Bourbon, no dia 7 de janeiro de 1935, em Belo Horizonte. Ela iniciou sua carreira na televisão nos anos 1970, chegando a uma longa carreira, de mais quase 50 anos. Sua primeira aparição na telinha foi na extinta TV Tupi, na novela Jerônimo, o Herói do Sertão.

Entre seus trabalhos, atuou nas novelas Cuca Legal (1975), como Berta Lamar, e esteve na primeira versão de Pecado Capital (1975). Integrou o elenco de Escrava Isaura (1976), O Feijão e o Sonho (1976), Locomotivas, em 1977, O Pulo do Gato, em 1978, e Glacê, em 1979.

Imagens: UOL 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Saúde

Próximo ao fim da campanha, Saúde de Goiás alerta para vacinação contra gripe

De acordo com últimos dados, apenas 74,19% das pessoas que integram os grupos prioritários foram vacinadas. A meta é alcançar ao menos 90% até 31 de maio.
25/05/2019, 17h40

A menos de uma semana para o fim da campanha nacional, a Secretaria de Saúde de Goiás (SES-GO) alerta para a importância da vacinação contra a gripe. De acordo com dados computados até a última quinta-feira (23/5), apenas 74,19% das pessoas que integram os grupos prioritários foram vacinadas. O objetivo, segundo a pasta, é imunizar, até o dia 31 de maio, pelo menos 90% das pessoas que integram os grupos de risco.

O percentual de imunizações realizadas desde o dia 10 de abril, início da campanha de vacinação, é considerado baixo pelas autoridades de saúde. Em alerta, a gerente de Imunização e Rede de Frio da SES-GO, Clarice Carvalho, pede para que a população considerada vulnerável compareça em um dos postos de saúde localizados em todos os municípios goianos para receber a dose que protege contra os vírus da Influenza (H1N1, H3N2 e B).

Vacinação contra a gripe em Goiás

Ao todo, em Goiás, 1.830.408 pessoas devem ser imunizadas. De acordo com a SES, a intenção é que pelo menos 1.647.408 dessas pessoas procurem um dos 907 postos de vacinação fixos instalados em todo o estado. Na capital, as vacinas estão disponíveis em 74 postos de vacinação. O objetivo é imunizar no mínimo 90% (404.610 pessoas) do público-alvo até o encerramento da campanha, em 31 de maio.

Integram os grupos prioritários estabelecidos pelo Ministério da Saúde crianças de 6 meses até 5 anos de idade, gestantes e puérperas (mulheres com até 45 dias após o parto), trabalhadores da saúde, idosos, pessoas que apresentam comorbidades, professores, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional. Ainda conforme a Saúde de Goiás, apenas os indígenas e as puérperas superaram a meta estabelecida para a vacinação. Os demais grupos estão com coberturas abaixo de 90%.

Clarice Carvalho reforça que a Influenza é uma infecção viral aguda que afeta o sistema respiratório. É altamente transmissível e sujeita a se transformar em epidemias sazonais. “A vacina reduz as internações, complicações e mortes decorrentes das infecções pelo vírus da influenza”, ressalta.

Imagens: G1 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Esportes

Ex-jogador é preso por fraudes em borderôs de jogos no Distrito Federal

Esquema fraudava o valor da arrecadação total para pagar menos impostos e um aluguel menor da praça desportiva.
26/05/2019, 13h51

Uma operação da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) terminou com a prisão do ex-jogador de futebol Roni, de 42 anos, no último sábado (25/5) dentro de um camarote do Estádio Mané Garrincha no Distrito Federal (DF). A ação investiga fraudes nos boletins financeiros (borderôs) de partidas no Distrito Federal (DF).

A operação foi batizada de Episkiros, cumpriu 15 mandados de busca e apreensão e contou com o apoio da Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO).

De acordo com a publicação de um jornal local, os mandados de busca e apreensão foram cumpridos em endereços ligados ao ex-jogador que atualmente trabalha como empresário, nas cidades de Goiânia, Aparecida de Goiânia, Brasília e Luziânia.

Roni por meio de sua empresa organiza partidas de equipes fora de seus estádios. Durante o acordo, o clube mandante recebe um determinado valor pelo jogo e os responsáveis pela organização ficam com parte dos lucros.

O ex-jogador acompanhava a partida do Campeonato Brasileiro da Série A, entre Botafogo x Palmeiras, que terminou com vitória da equipe paulista por 1 a 0, no momento que foi preso e de acordo com o periódico o jogo entre cariocas e paulistas foi organizado desta maneira.

Empresa do ex-jogador inseria dados falsos no borderô para pagar um valor menor de imposto e no aluguel do estádio

A PCDF afirmou que a operação investiga fraudes nos borderôs dessas partidas. Segundo as investigações, há indícios de estelionato majorado, associação criminosa, falsidade ideológica e sonegação fiscal. A polícia afirmou também que no boletim financeiro dos jogos dados falsos eram inseridos, com a informação de uma arrecadação menor, para pagar um valor menor de impostos e um valor mais em conta do aluguel do estádio, calculados levando em consideração a arrecadação total.

Responsável pela investigação, o delegado Adriano Sales Valente, afirmou que outros jogos em que o grupo do ex-jogador esteve envolvido na organização também vão ser investigados, não apenas os promovidos no Distrito Federal.

“O problema não é a venda de ingresso, a questão é que falta a declaração de ingressos vendidos. Então nós vamos analisar os materiais apreendidos e ouvir os investigados e continuar a investigação”, explica o delegado.

Via: O Popular 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Mundo

Terremoto é registrado no Alto Amazonas do Peru

Em um tuíte, o presidente peruano Martín Vizcarra pediu calma e disse que autoridades estavam monitorando as áreas atingidas.
26/05/2019, 14h10

Um terremoto com magnitude preliminar de 8,0 graus foi detectado no Alto Amazonas do Peru no início da manhã deste domingo, de acordo com o Serviço Geológico dos Estados Unidos. O terremoto teria tido uma profundidade de 110 quilômetros e ocorrido às 2h41 no horário local(4h41 de Brasília), a 80 quilômetros a sudoeste do distrito de Lagunas. O Instituto Geofísico do Peru diz que a magnitude foi de 7,5 graus e a profundidade, de 141 quilômetros.

Não houve notícias sobre mortes imediatamente após o terremoto, embora algumas construções tenham desabado e cortes de energia tenham sido noticiados em algumas cidades.

Em um tuíte, o presidente peruano Martín Vizcarra pediu calma e disse que autoridades estavam monitorando as áreas atingidas. O prefeito de Lagunas, Arri Pezo, disse à rádio local RPP que o terremoto foi sentido com muita força por lá, mas que não era possível se movimentar pela cidade por causa da escuridão. Na capital, Lima, pessoas correram de suas casas com medo.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.