10/maio/2018 18h05

Carlinhos Cachoeira é preso em condomínio de luxo em Goiânia

O contraventor foi condenado a seis anos e oito meses de prisão, em segunda instância, pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.
contraventor - 10/maio/2018 18h05

Foi preso por volta das 17h10 desta quinta-feira (10/5) o contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira. O mandado de prisão foi cumprido por policiais da Delegacia de Capturas de Goiânia.

Cachoeira estava na casa de um irmão em um condomínio fechado na Capital. Após a prisão, Carlinhos Cachoeira foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) para exame de corpo de delito.

De acordo com o delegado, Fabrício Madruga, titular da Delegacia de Capturas, Cachoeira não resistiu à prisão e, após ser informado sobre o cumprimento da determinação, a família entrou em contato com a equipe policial para avisar onde o contraventor estava.

O delegado também explica quais são os próximos passos da polícia agora que Carlinhos Cachoeira está preso. “A respeito da transferência, agora é esperar o juiz autorizar”, explica. Confira a entrevista completa:

Por determinação da Secretaria de Segurança Pública, Carlos Augusto está preso na Delegacia de Homicídios de Goiânia e à disposição do Poder Judiciário. Ainda não se sabe se Cachoeira cumprirá a pena em Goiânia ou no Rio de Janeiro.

A prisão do bicheiro foi determinada pelo ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Nefi Cordeiro na última sexta-feira (4/5).

A condenação está relacionada com o caso que foi investigado na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Bingos, em 2004, que apurou o uso de casas de bingo para lavagem de dinheiro.

Na época, o então assessor da Casa Civil da Presidência da República Waldomiro Diniz foi exonerado do cargo após divulgação de uma fita de vídeo em que aparecia pedindo propina a Cachoeira.

Saiba mais sobre o caso: 

Carlinhos Cachoeira tem prisão determinada por ministro do STJ

Carlinhos Cachoeira pode voltar à prisão a qualquer momento

Por: Thyélen Lorruama