Goiás

Professor Tatão entregará novo prédio do câmpus Goianésia nesta sexta-feira, 14

E para fechar a programação, na segunda-feira, 17, acontecerá o Vestibular de Medicina 2019/2.
12/06/2019, 15h52

Com a presença do governador Ronaldo Caiado (DEM), e outras autoridades, além de toda administração superior e de diretores dos cursos, o professor Tatão inaugura na próxima sexta-feira (14/6) às 14h30 o câmpus de Goianésia da Universidade de Rio Verde (UniRV).

O novo prédio está sendo construído em uma área de mais de 5 mil m², situado no km 02 da rodovia GO 438, sentido município de Santa Rita do Novo Destino, de fácil acesso e em uma área privilegiada.

Professor Tatão afirmou que foram investidos mais de R$ 7 milhões no câmpus

De acordo com o professor Tatão o câmpus vai contar com 10 salas de aula, 10 de tutoria, administração, laboratórios de informática e de habilidades médicas, biblioteca, quadras, auditórios e estacionamento com 500 vagas, além de uma área de preservação ambiental. O professor Tatão afirmou que foram investidos mais de R$ 7 milhões na unidade que vai ser inaugurada na próxima sexta-feira.

E para fechar a programação, na segunda-feira, 17, acontecerá o Vestibular de Medicina 2019/2. Foram 1.300 inscritos de 16 estados, uma concorrência de 21 por vaga. Os estados com maior número de inscritos foram: Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso, Minas Gerais e Tocantins.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Homem é morto a tiros em chácara, em Alexânia

Não há informações sobre a autoria ou motivação do crime.
12/06/2019, 16h54

Um homem foi morto a tiros na manhã desta quarta-feira (12/6) em uma chácara no município de Alexânia, no Entorno do Distrito Federal (DF). A vítima foi identificada como Márcio Alonso de Oliveira Lima e foi encontrado ainda com vida na porteira da propriedade rural pelos donos da chácara, chegou a ser socorrido, mas não resistiu e morreu no hospital.

Segundo o relato da Polícia Militar (PM) no Registro de Atendimento Integrado (RAI) das forças policiais, a polícia foi chamada por volta das 8h45 de hoje. Conforme consta no RAI, a equipe policial foi acionada por meio do Centro de Operações da Polícia Militar (Copom).

Ao chegar na chácara a polícia encontrou Paulo Cesar Gomes Belo e José Caetano, que informaram aos policias que na manhã desta quarta-feira, ao se deslocarem para a propriedade rural, avistaram um VW/Gol de cor branca na porteira da chácara, com o motor funcionado e um homem caído no chão.

Homem foi encontrado com vida e socorrido pelo SAMU

Segundo o relato dos proprietário, o corpo era de Márcio Alonso e o mesmo estava sangrando na região da nuca. Conforme as informações da polícia, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgências (SAMU) foi chamado para socorrer a vítima e o encaminhou a vítima para o hospital, mas Márcio não resistiu e morreu.

Após encontra Márcio caído e sangrando, a delegada Silzani Lucia foi informada sobre o caso e compareceu ao local em busca de outras informações sobre o ocorrido. A polícia afirmou que momento depois a filha de Márcio esteve no local e convidou a delegada para entrar na residência onde o pai morava. De acordo com o RAI, dentro da casa os policiais encontraram uma arma de fogo calibre 38 carregada com cinco munições dentro de uma caixa de sapatos, além do revólver outros pertences da vítima foram encontrados dentro da casa.

A polícia afirmou também que a perícia esteve no local mais tarde, e que a princípio a Márcio foi morto com dois tiros, um na mão e outro na cabeça. A perícia esteve no local para o procedimento e encontrou uma folha de cheque no valor de R$ 14 mil, mais R$ 107 em espécie e o carro. Após a perícia no local, o veículo foi entregue a filha dele. De acordo com a polícia ainda não há informações sobre autoria e motivação do crime.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Dia Gourmet

8 lugares para se deliciar com uma boa pamonha em Brasília

Além de deliciosas e variadas pamonhas, ainda é possível encontrar receitas feitas com milho, caldos, salgados e muito mais!
12/06/2019, 17h17

Típica da região Centro-Oeste, a pamonha é um dos quitutes mais apreciados pela população local, tendo o milho como um de seus principais ingredientes. Atualmente, restaurantes, pamonharias, bares e todos os locais que incluem a receita em seu cardápio buscam inovar, trazendo diferentes versões dessa delícia, que pode ser encontrada em variações de sal e doce. Se você está em Brasília e é simplesmente apaixonado por uma boa pamonha, podemos te ajudar a encontrar as melhores da cidade.

Nós aqui do Portal Dia Online preparamos uma listinha com as melhores pamonharias da capital federal. É sempre possível encontrar uma opção para cada gosto, sem falar que os lugares ainda apostam em outras comidas, principalmente naquelas feitas com milho. Os caldos também estão sempre presentes. Confira!

Encontre as melhores opções para comer uma boa pamonha em Brasília:

1 – Pamonha Caipira

pamonha em Brasília
Foto: Reprodução

Uma das mais tradicionais pamonharias em Brasília, conta com três unidades e oferece ambientes simples e familiares, perfeitos para ir com a família ou reunir um pequeno grupo de amigos.

A casa serve opções variadas de pamonhas, sendo de doce ou sal, com diferentes recheios. Uma das mais pedidas é a de frango e também a de queijo com goiabada. Sempre vêm quentinhas e saborosas, vale a pena experimentar!

Além disso, ainda é possível encontrar salgados, com destaque para a coxinha e o empadão goiano, cural, e caldos deliciosos.

Horário de atendimento: terça a sábado, das 14h às 23h | domingo, das 16h às 23h (os horários podem ser diferentes de acordo com a unidade)

Telefones:

  • (61) 3484-0010
  • (61) 3973-1313

Endereços:

  • St. Central 11 CL 9/11 1 – Gama, Brasília – DF, 72405-610
  • Av. das Castanheiras, 980 – Águas Claras, Brasília – DF, 71900-100
  • Rua 210 – Lote 40 – Piso 03 – Loja 3016 – Taguatinga Shopping, QS 1 – Águas Claras, Brasília – DF, 71950-904

2 – Pamonha Pura

pamonha em Brasília
Foto: Reprodução

Se você é apaixonado por pamonha, a rede Pamonha Pura também pode ser uma excelente escolha! Por ali é possível encontrar um cardápio bem diverso, abrangendo diferentes versões doces e salgadas.

Ainda é possível encontrar outras comidas feitas a base de pamonha e derivadas do milho, sem falar nos deliciosos salgados e caldos da casa.

Como se não bastasse, ainda é possível pedir aquele creme de fruta, suco, ou a sobremesa que mais lhe agradar. O ambiente é bastante agradável e acolhedor, com atendimento diferenciado. Para conferir o cardápio, basta clicar aqui.

Horário de atendimento: todos os dias, das 16h às 23h (os horários podem ser diferentes de acordo com a unidade)

Telefones:

  • (61) 3962-8888
  • (61) 3028-4348
  • (61) 3399-1259
  • (61) 3962-8866
  • (61) 3257-9444

Endereços:

  • St. D Norte QND 1 LOTE 16 – Taguatinga, Brasília – DF, 72120-010
  • CSE 06 LOTE 14, St. E Sul CSE 6 – Taguatinga, Brasília – DF, 72025-020
  • Lote 07, SH Arniqueiras ADE Águas Claras – Águas Claras, Brasília – DF, 71987-540
  • QS 404 – Samambaia Norte, Brasília – DF, 72318-550
  • QI 33 Cl 15, Guará II QI 33 Cl Pedro Teixeira, Bl A – Guará, Brasília – DF, 71065-330

3 – Pamonharia Mineira

pamonha em Brasília
Imagem ilustrativa: Reprodução/ Guia da Cozinha

Com um ambiente simples e de clima bastante familiar, a pamonharia serve diversas delícias com receitas vindas direto de Minas. A pamonha da casa é extremamente saborosa, bem temperada e farta, com opções doces e salgadas em diferentes versões.

Também é possível encontrar outros pratos feitos a partir do milho, sem falar na pamonha assada, que também é uma delícia e conquista qualquer paladar.

Horário de atendimento: segunda a sábado, das 9h às 22h

Telefone: (61) 3388-7383

Endereço: Praça São Sebastião, Quadra 70 Lote 9, DF, St. Tradicional Q 70 – Planaltina, Brasília – DF, 73330-152

4 – Milho Verde Pamonharia e Restaurante

pamonha em Brasília
Foto: Reprodução

Oferecendo para seus clientes um ambiente simples e familiar, aqui é possível encontrar uma pamonha deliciosa em Brasília. Apenas para se ter ideia, são 12 sabores, em versões doces e salgadas, com um dos melhores preços da capital federal.

Tudo é preparado com ingredientes frescos e de qualidade, garantindo excelência no sabor. Além disso, a casa ainda funciona como restaurante e conta com buffet completo no horário de almoço.

Ainda é possível contar com outros pratos feitos a partir do milho, sem falar que a casa ainda oferece self-service de caldos.

Horário de atendimento: todos os dias, das 12h às 23h

Telefone: (61) 3304-1007

Endereço: SRIA II (Polo de Moda) Polo de Modas Lote 8 – Guará, Brasília – DF, 71070-513

5 – Pamonharia da Roça

pamonha em Brasília
Foto: Reprodução

Oferecendo um ambiente espaçoso e agradável, os clientes encontram no lugar um cardápio bem variado, com diversas comidas com carnes, além de caldos saborosos, cafés e é claro, as tão queridas pamonhas.

No entanto, vale destacar que não é possível encontrar uma variedade tão grande quanto em outras pamonharias, já que a casa trabalha apenas com os sabores mais tradicionais. Apesar disso, as pamonhas são sempre gostosas e bem temperadas, servidas no ponto.

Para quem não está em busca de novas descobertas e gosta das versões mais simples, vale muito a pena conhecer e experimentar! Sem falar que os preços são bem acessíveis.

Horário de atendimento: todos os dias, das 11h às 00h

Telefone: (61) 3397-4330

Endereço: Rua 4A, Lote 2, Chácara 1A – Vicente Pires, DF, 72005-105

6 – Pamonha do Lico

pamonha em Brasília
Foto: Reprodução

Embora conte com um espaço reduzido, o lugar é bem agradável, perfeito para ir com um amigo tomar aquele lanchinho da tarde. A pamonha da casa é uma delícia, garantindo o famoso tempero mineiro.

Além de pamonhas variadas, ainda é possível encontrar outras comidinhas preparadas a base de milho, sem falar nos salgados, que também são muito gostosos.

Horário de atendimento: todos os dias, das 9h às 21h

Telefone: (61) 3478-1200

Endereço: Rodovia Df-003 Epia – Conj A – Bloco G – Loja 18 – Posto Colorado, SPMN – Setor Habitacional Taquari, Brasília – DF, 71551-705

7 – Pamonhão Kalú

pamonha em Brasília
Foto: Reprodução

Tradicional pamonharia da Asa Norte, também funciona como restaurante e serve um buffet variado no horário de almoço, com carnes e comidas para todos os gostos.

Apesar disso, um dos pontos fortes da casa ainda fica por conta de suas pamonhas, que atraem clientes de todas as regiões. Vale a pena experimentar!

Horário de atendimento: terça a domingo, das 11h30 às 22h30

Telefone: (61) 3273-7967

Endereço: Asa Norte 105 D – Asa Norte, Brasília – DF, 70742-520

8 – Ki Pamonha

pamonha em Brasília
Foto: Reprodução

Lanchonete bastante tradicional na região de Taguatinga, os clientes encontram boa variedade de lanches e pamonhas, com sabores que agradam até aos gostos mais exigentes.

Apenas para se ter ideia, é possível encontrar pamonha com frango e até com chocolate. Tudo uma delícia! Além disso, a casa ainda serve caldos, cuscuz, empadão, tapiocas, omeletes, cural de milho, bolo frito de milho e queijo minas.

Horário de atendimento: todos os dias, das 11h às 22h

Telefone: (61) 3522-3734

Endereço: Csb 07 lote 6 loja 1, St. B Sul CSB 7 – Taguatinga, Brasília – DF, 72015-575

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Justiça proíbe Prefeitura de Caldas Novas de promover shows e outros eventos

Medida é liminar e visa sanar os débitos do município com os fornecedores.
12/06/2019, 19h01

Conhecida pelas águas quentes e pelo Caldas Country Show que este ano está marcado para ocorrer nos dias 15 e 16 de novembro, a cidade de Caldas Novas a 152 quilômetros de Goiânia, foi proibida de promover qualquer show artístico, eventos de inauguração, entrega de bens adquiridos ou publicidade, a não ser aquelas de utilidade pública, enquanto não pagar os fornecedores.

A proibição é do Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO) que acatou uma liminar do Ministério Público do Estado de Goiás (MPGO). Segundo o juiz da Comarca de Caldas de Novas, o município está proibido de quebrar a ordem cronológica dos pagamentos aos fornecedores municipais, conforme contratos administrativos fechados com empresas particulares ou atrasar a quitação dos débitos em mais de 30 dias, que viola os artigos 5º e 40 da Lei de Licitações.

Na ação movida pelo MPGO, ele lembra que as condutas vão contra os princípios administrativos da impessoalidade e da moralidade, por preferir efetuar o pagamento de determinados fornecedores. Segundo o órgão a maneira de agir do município fere o direito fundamental da transparência das ações governamentais.

De acordo com o relator do processo, medida quer conter o gasto do dinheiro público no município

O desembargador Orloff Neves Rocha, que é o relator do processo, afirmou que as medidas tem como objetivo conter o gasto desenfreado do dinheiro público, e que o mesmo deve ser remetido ao saneamento das contas do município que não sou poucos. Ainda conforme o desembargador a gestão de Caldas Novas tem um agravante confirmado pela Prefeitura, que informou ainda estar quitando os restos a pagar de 2015.

Dia Online entrou em contato por telefone com a Prefeitura de Caldas Novas, em busca de um posicionamento sobre a decisão que proíbe a promoção de shows e outros eventos na cidade e aguarda uma resposta do município.

Via: MPGO 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Política

Juíza substituta de Moro diz que também foi alvo de hacker

Em nota divulgada na tarde desta quarta-feira, 12, Hardt confirmou a invasão e informou que "não verificou informações pessoais sensíveis que tenham sido expostas".
12/06/2019, 19h24

A juíza federal Gabriela Hardt, substituta do ex-juiz Sergio Moro na Operação Lava Jato, também teve seu aplicativo Telegram invadido por hackers. A invasão teria ocorrido no mesmo período em que os aparelhos telefônicos de procuradores da República foram alvos de ataques cibernéticos criminosos.

Hardt impôs ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pena de 12 anos e 11 meses na ação envolvendo o sítio de Atibaia, pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Trata-se da segunda condenação de Lula na Lava Jato em Curitiba.

Em nota divulgada na tarde desta quarta-feira, 12, Hardt confirmou a invasão e informou que “não verificou informações pessoais sensíveis que tenham sido expostas”.

A invasão foi comunicada à Policia Federal que apura as invasões. Hardt diz na nota que “entende que a invasão de aparelhos de autoridades públicas é um fato grave que atenta contra a segurança de Estado e merece das autoridades brasileiras uma resposta firme”. Responsável por substituir Moro e o atual titular da 13.ª Vara Federal em Curitiba, Luiz Antônio Bonat, a magistrada afirmou esperar “que o Poder Judiciário, do qual faz parte, perceba tal gravidade e adote medidas firmes para repelir tais condutas”.

Nesta quarta-feira, 12, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, enviou ofício ao diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Leite Valeixo, solicitando a unificação da investigação em relação aos ataques cibernéticos criminosos. A Procuradoria-Geral da República afirma “considerar necessário adotar uma linha de investigação que possa esclarecer, além do modo de atuação criminoso, os motivos e eventuais contratantes de um ataque cibernético sistemático contra membros do MPF, principalmente aqueles que atuam nas Forças-Tarefa da Lava Jato do Rio de Janeiro e Curitiba”.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.