Brasil

Justiça decreta prisão de suspeito de matar ator de 'Chiquititas'

Usado por Matias para fugir do local dos assassinatos, um Volkswagen Up, de cor vermelha e com a placa clonada, foi localizado pelos investigadores na tarde de terça.
12/06/2019, 14h07

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) decretou na noite da terça-feira, 11, a prisão temporária do comerciante Paulo Cupertino Matias, de 48 anos, suspeito de matar a tiros o ator Rafael Henrique Miguel, de 22, e os pais dele, João Alcisio Miguel, de 52, e Miriam Selma Miguel, de 50. O crime aconteceu neste domingo, 9, e desde então Matias está foragido.

A decisão é assinada pela juíza Débora Faitarone, do 1º Tribunal do Júri de São Paulo. Na terça, agentes da Polícia Civil fizeram buscas no bairro do Jardim Pedreira, na zona sul de São Paulo, região onde o crime aconteceu, para tentar localizar o comerciante.

Usado por Matias para fugir do local dos assassinatos, um Volkswagen Up, de cor vermelha e com a placa clonada, foi localizado pelos investigadores na tarde de terça. O carro havia sido abandonado na Avenida Batista Maciel, próxima à Estrada do Alvarenga.

No dia do crime, Rafael foi encontrar com a namorada, Isabela Tibcherani, de 18 anos, em uma praça perto da casa dela. Depois, o casal foi levado pelos pais do garoto até a casa de Matias, que é pai de Isabela.

Justiça decreta prisão de suspeito de matar ator de 'Chiquititas
Foto: Reprodução

Segundo as investigações, Matias não aceitava o relacionamento entre a filha e o ator. Descrito como “possessivo”, o comerciante não deixava Isabela sair de casa e a “vigiava de perto”, de acordo com familiares.

Ainda do lado de fora do portão, Rafael e os pais foram baleados pelo comerciante e morreram na hora. Matias fugiu logo em seguida.

O caso é investigado pelo 98º Distrito Policial (Jardim Miriam). Matias deve responder por três homicídios qualificados, por motivo torpe. Ele já tinha passagem pela polícia por furto, roubo, agressão e ameaça.

Rafael ficou conhecido ainda criança por protagonizar um comercial de sucesso, em que pedia para a mãe comprar brócolis e chicória. Na TV, também interpretou o personagem Paçoca na novela Chiquititas, do SBT, transmitida entre 2013 e 2015. Atualmente, ele dava aulas de inglês.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

MPF investiga coação em sindicância que apura tortura em unidade do exército, em Jataí

Segundo o ministério, durante a gravação o capitão afirma que é típico do homem “descer a porrada”, como se aquilo fosse comum ocorrer naquele meio.
12/06/2019, 14h20

Uma ação civil pública (ACP) foi protocolada pelo Ministério Público Federal (MPF) em desfavor da União, para investigar as denúncias de coação de testemunha em práticas reincidentes de tortura contra recrutas do Exército da unidade de Jataí,  a 327 quilômetros de Goiânia. O MPF exige na ação que o capitão seja afastado da sindicância imediatamente e que sejam aplicadas medidas administrativas de forma preventiva a outros três oficiais da unidade.

De acordo com o órgão, os oficiais estão praticando diversas irregularidades para impedir a investigação sobre as práticas de tortura contra recrutas do Exército Brasileiro (EB), durante um treinamento do 41º Batalhão de Infantaria Motorizada, em Jataí. O MPF investiga o caso, após 11 recrutas com idades entre 18 e 19 anos darem entrada no Hospital das Clínicas em abril deste ano, após passarem pelos treinamentos físicos.

Segundo os familiares dos jovens relataram ao ministério, os rapazes foram submetidos a uma série de exercícios e a agressões dos instrutores. Os parentes dos recrutas ainda informaram ao órgão que a unidade demorou a informá-los sobre a entrada dos rapazes na unidade hospitalar.

Após os recrutas pararem no hospital, foi instaurada uma sindicância para apurar as denúncias. Entretanto, o MPF afirma o processo que era para investigar a situação que levou os recrutas ao hospital vem sendo utilizada para inibir as testemunhas, ao invés de conseguir informações para esclarecer o caso. O procurador da República Jorge Medeiros afirmou que “não há outro objetivo a não ser obstruir as investigações, por medo imposto as testemunhas”.

Em áudio capitão afirmou durante sindicância que é típico do homem “descer a porrada”

O MPF afirmou que as provas encontradas são robustas e contundentes, com destaque para um áudio gravado por um familiar de um dos recrutas. Durante o processo de sindicância instaurado na unidade, onde o capitão questiona ao jovem “quem procurou o MPF ou a imprensa” após o rapaz dar entrada no hospital da cidade. Segundo o ministério, durante a gravação o capitão afirma que é típico do homem “descer a porrada”, como se aquilo fosse comum ocorrer naquele meio.

Após ter ciência do áudio, o ministério recomendou que o recruta fosse afastado, porém a recomendação não foi atendida pelo EB, que proporcionou o aumento das intimidações contra o jovem. Conforme o órgão, além do áudio, o capitão teria intimidado os médicos militares para eles fornecerem por meios não oficiais os contatos dos profissionais de saúde do hospital que atenderam os recrutas. Segundo o MPF, a intenção do comandante era coagir os profissionais por terem procurado o ministério e a imprensa.

Com base nas informações levantadas durante as investigações, o MPF pediu o afastamento do capitão e que a União adote medidas administrativas contra outros três oficiais da unidade. O MPF requereu também que a sindicância seja suspensa até a análise e sua anulação. Além disso o MPF, pediu a condenação da União por danos morais coletivos de R$ 5 milhões em favor do Fundo de Direitos Difusos (FNDD).

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Dia Gourmet

Caldos em Brasília: 12 melhores opções para conhecer

Nada melhor do que se deliciar com os melhores caldos em Brasília para aquecer os dias mais frios!
12/06/2019, 15h08

Convenhamos, não há nada mais convidativo para espantar o frio do que um bom caldo quentinho, não é mesmo? Basta a temperatura ameaçar cair um pouquinho, que a ideia já vem em mente. Embora os caldos realmente combinem com os dias mais frios, não tem como dispensar essas delícias, independente do quanto os termômetros estejam marcando. Portanto, se você está em Brasília e bateu aquela vontade de saborear um bom caldo, podemos te ajudar!

Nós aqui do Portal Dia Online preparamos uma listinha com as melhores opções da capital federal. São restaurantes, bares, pamonharias, lanchonetes e até cafeterias que servem essas delícias, com variedade para todos os gostos. Como se não bastasse, alguns lugares ainda adotam uma proposta vegetariana, para que todos possam aproveitar! Confira!

Lugares para tomar bons caldos em Brasília:

1 – Potiguar Caldos

Foto: Reprodução

O Potiguar Caldos é uma das melhores opções para quem pretende tomar aquele caldinho no capricho em Brasília! Presente na capital federal desde 2001, é uma das principais referências, servindo diversas opções, que incluem variações de caldos de carne, frango, frutos do mar e outros sabores, sem contar que ainda é possível contar com opções vegetarianas.

Vale lembrar ainda que todos os caldos acompanham pão ou torrada e cheiro verde, sendo que o cliente ainda pode optar por mais adicionais.

E para quem está em busca de uma refeição mais completa, ainda é possível contar com entradas saladas, espetinhos, pratos montados, porções, petiscos e muito mais, sem falar nos drinques da casa. Tudo é bastante saboroso e ainda rolam promoções semanais. Para conferi-las, basta clicar aqui. São diversas unidades espalhadas pela cidade.

Horário de atendimento: domingo a quinta, das 12h às 00h | sexta e sábado, das 12h à 1h (os horários podem ser diferentes de acordo com a unidade)

Telefones:

  • (61) 3254-4527
  • (61) 3541-7037
  • (61) 3357-5074
  • (61) 3342-1747
  • (61) 3541-7037
  • (61) 3034-0571
  • (61) 3012-6490
  • (61) 3547-9590
  • (61) 3551-3701
  • (61) 3012-6490

Endereços:

  • Avenida Castanheira, Lote 980, Bloco A s/n – Águas Claras, Brasília – DF, 71908-540
  • St. D Norte QND 39 – Taguatinga, Brasília – DF, 72120-390
  • QN 210 Conj. A – Samambaia Sul, Brasília – DF, 70297-400
  • St. Sudoeste Superquadra Sudoeste 504 – 34, Brasília – DF, 70673-641
  • QNB 08 ESQUINA LOTE 39, Taguatinga Norte QNB 8 – Taguatinga, Brasília – DF, 72115-080
  • St. L Norte QNL 8 CONJUNTO A LOTE 17 – Taguatinga, Brasília – DF, 72155-801
  • St. O QNO 2 – Ceilândia, Brasília – DF, 72250-207
  • St. D Norte QND 24 – Taguatinga, Brasília – DF, 72120-320
  • Asa Sul Comércio Local Sul 215 Bloco C Loja 37 – Asa, Brasília – DF, 70295-530
  • Av. Parque Águas Claras – Águas Claras, Brasília – DF, 70297-400
  • QNO 02 CONJUNTO G LOTE 27, St. O QNO 2 – CEILANDIA, Brasília – DF, 72250-207

2 – Green’s Restaurante Natural

Foto: Reprodução

Para quem leva um estilo de vida mais saudável e busca por estabelecimentos que seguem a mesma linha, o Green’s é uma excelente opção. Com um ambiente harmonioso e bastante acolhedor, o lugar oferece alimentos naturais, integrais e orgânicos, tudo para garantir e estimular uma alimentação saudável.

O forte da casa fica por conta de seus sanduíches naturais, que são realmente deliciosos. Mas além disso, ainda é possível encontrar um buffet completo no almoço, saladas, grelhados, açaí na tigela e caldos extremamente saborosos. Embora o cardápio de caldos não seja extenso, vale a pena experimentar, ainda mais por ser uma opção mais natural. Clique aqui e confira o cardápio à la carte da casa.

Horário de atendimento: segunda a sexta, das 8h às 22h | sábado e domingo, das 8h à 16h (os horários podem ser diferentes de acordo com a unidade)

Telefones:

  • (61) 3326-0272
  • (61) 3321-5039

Endereços:

  • Quadra 302, BL B, Asa Norte Comércio Local Norte 302 Loja 07 – Asa Norte, Brasília – DF, 70723-500
  • Cls 202 Bl C s/n 4, Asa Sul Comércio Local Sul 202 – Asa Sul, Brasília – DF, 70232-535

3 – Naturetto Família

Caldos em Brasília
Foto: Reprodução

Presente em Brasília desde 1996, o Naturetto é uma das principais referências em restaurante e pizzaria, servindo boa variedade de pratos e aperitivos.

Desde o início a proposta da casa era a de oferecer uma alimentação mais saudável a seus clientes, sem perder o bom sabor. À medida que o tempo foi passando, houve ainda a oportunidade de adotar linhas de alimentação vegetariana, o que possibilitou ampliar o atendimento ao público.

Hoje, adotando a culinária italiana, é possível encontrar um cardápio variado e que agrada a todos os gostos, sem deixar de lado a proposta mais natural. Além de pizzas, petiscos, massas e bebidas, a casa ainda serve caldos simplesmente deliciosos, com a opção de rodízio. Vale muito a pena experimentar! Clique aqui e confira o cardápio.

Horário de atendimento: segunda a sábado, das 19h às 23h

Telefone: (61) 3321-6546

Endereço: Asa Sul Comércio Local Sul 403 Bloco C Loja 22, Asa Sul Comércio Local Sul 403 – Asa Sul, Brasília – DF, 70237-530

4 – Boteco do Juca

Caldos em Brasília
Foto: Reprodução

Com um ambiente agradável e bem descontraído, o Boteco do Juca representa mais uma excelente opção para quem pretende tomar bons caldos em Brasília! No mercado desde 1999, o local foi concebido nos moldes dos tradicionais botecos do Rio de Janeiro.

Por ali é possível encontrar um cardápio rico, com comidinhas para todos os gostos e momentos. Dá para pedir aquele petisco no capricho acompanhado de uma boa cerveja gelada, ou ainda aproveitar o rodízio completo, que é formado por pizzas, massas e é claro, deliciosos caldos. Acontece todos os dias, a partir das 18h30.

No entanto, se você não quiser participar do rodízio, pode pedir seu caldo individual, de acordo com suas preferências. É tudo uma delícia e os preços são em conta. Clique aqui e confira o cardápio da unidade da 405 Sul.

Horário de atendimento: todos os dias, das 11h30 às 00h (os horários podem ser diferentes de acordo com a unidade)

Telefones: 

  • (61) 3242-9415
  • (61) 3541-4944

Endereços:

  • Asa Sul Comércio Local Sul 405 s/n Loja 4 – Asa Sul, Brasília – DF, 70239-510
  • CLS, 413, Bloco A, Loja 02, SHCS, Brasília – DF, 70296-510

5 – Caldo do Zé

Caldos em Brasília
Foto: Reprodução

Aqui você encontra um ambiente bem simples e familiar, mas sem dúvida, a casa também serve um dos melhores caldos em Brasília! Preparados sempre com ingredientes de qualidade e temperos na medida certa, é possível encontrar boa variedade.

Vale destacar ainda o atendimento do lugar, que é sempre muito bom e atencioso, sem falar nos preços, considerados como um dos melhores da cidade. Vale a pena uma visita para experimentar essas delícias!

Horário de atendimento: segunda a sábado, das 19h às 23h

Telefone: (61) 98564-8473

Endereço: Cruzeiro Novo Q. 801 – Cruzeiro / Sudoeste / Octogonal, Brasília – DF, 70655-810

6 – Morggana’s

Caldos em Brasília
Foto: Reprodução

Também reservando um ambiente simples e acolhedor, o lugar está no mercado há mais de 15 anos e é uma das principais referências para quem pretende tomar caldos deliciosos e de qualidade.

Preparados sempre com ingredientes frescos, o cardápio é variado e é sempre possível encontrar aquele caldo que mais lhe agrada. A casa ainda oferece rodízio, para aqueles que pretendem realmente aproveitar.

Além disso, ainda é possível contar com serviço self-service durante o almoço, com refeições completas e boas saladas.

Horário de atendimento: terça a domingo, das 11h às 00h

Telefone: (61) 3383-2767

Endereço: Guará II QI 29 Cl T – Guará, Brasília – DF, 71065-200

7 – Rei do Caldo

Caldos em Brasília
Foto: Reprodução

Lugar bastante tradicional, é uma das principais referências para quem pretende se deliciar com bons caldos em Brasília. O atendimento é bastante cordial e os pedidos não costumam demorar muito para sair, o que é uma vantagem em relação a outros lugares.

No cardápio, boa variedade de caldos, porções, petiscos, sanduíches e lanches em geral. O preço também é justo! Vale a pena conhecer!

Horário de atendimento: todos os dias, das 10h às 23h

Telefone: (61) 3308-5165

Endereço: Vila Vecentina Q 13 – Planaltina, Brasília – DF, 73320-090

8 – Moreno’s Restaurante

Caldos em Brasília
Foto: Reprodução

Com um ambiente bem familiar, o restaurante serve um buffet diversificado durante o horário de almoço, com comidinhas para todos os gostos. Tudo é preparado com cuidado para garantir o sabor caseiro.

Durante a noite, rola aquele rodízio de caldos que todo mundo adora, com boa variedade. Vale a pena experimentar!

Horário de atendimento: segunda a sábado, das 11h às 23h | domingo, das 11h às 15h

Telefone: (61) 3425-2937

Endereço: Asa Norte Superquadra Norte 102 CLN 102 BL C – Asa Norte, Brasília – DF, 70722-530

9 – Panelha Velha Restaurante

Caldos em Brasília
Foto: Reprodução

O restaurante é mais uma boa alternativa para quem pretende comer bem e pagar pouco. Durante o almoço é possível encontrar um dos melhores buffets da região, com comida caseira e boa variedade. Destaque ainda para as saladas sa casa, que é possível servir à vontade ou montar a sua.

Durante a noite rola rodízio de caldos e sopas, sempre bem preparados e saborosos. Para que a experiência fique ainda melhor, é possível escolher entre mesinhas externas ou internas.

Horário de atendimento: segunda a sexta, das 11h30 às 14h30 e das 18h às 21h30

Telefones: 

  • (61) 3242-0513
  • (61) 3532-1651
  • (61) 98433-4839

Endereços:

  • SEPS Quadra 705/905 Bloco B Loja 2/8 – Asa Sul, Brasília – DF, 70390-055
  •  Loja 48 Bloco C, St. de Habitações Coletivas e Geminadas Norte 716 – Asa Norte, Brasília – DF, 70770-630
  • St. D Norte QND 13 loja 2 – Taguatinga, Brasília – DF, 72125-090

10 – Pamonha Pura

Caldos em Brasília
Foto: Reprodução

A rede é, sem dúvida, uma boa escolha para comer pamonhas, pratos derivados do milho e tomar caldos. Com um cardápio repleto de boas opções, é sempre possível encontrar aquela que mais te agrada.

Vale lembrar que além dos caldos diversos, ainda é possível pedir pamonhas com diferentes recheios e sabores, desde as salgadas até as doces.

Além disso, a casa ainda oferece cremes, sucos sobremesas e muito mais. O ambiente é acolhedor e o atendimento é diferenciado. Clique aqui e confira o cardápio.

Horário de atendimento: todos os dias, das 16h às 23h (os horários podem ser diferentes de acordo com a unidade)

Telefones:  

  • (61) 3962-8888
  • (61) 3028-4348
  • (61) 3399-1259
  • (61) 3962-8866
  • (61) 3257-9444

Endereços:

  • St. D Norte QND 1 LOTE 16 – Taguatinga, Brasília – DF, 72120-010
  • CSE 06 LOTE 14, St. E Sul CSE 6 – Taguatinga, Brasília – DF, 72025-020
  • Lote 07, SH Arniqueiras ADE Águas Claras – Águas Claras, Brasília – DF, 71987-540
  • QS 404 – Samambaia Norte, Brasília – DF, 72318-550
  • QI 33 Cl 15, Guará II QI 33 Cl Pedro Teixeira, Bl A – Guará, Brasília – DF, 71065-330

11 – Martinica Café

Caldos em Brasília
Foto: Reprodução

Tradicional café em Brasília, conta com um cardápio variado e que vai muito além da bebida. É possível contar com lanchinhos fartos, tortas e saladas, doces, sucos, sem falar nas boas opções de caldos servidos por ali. Vale muito a pena fazer uma visita!

Horário de atendimento: todos os dias, das 17h às 00h

Telefones: 

  • (61) 3326-2357
  • (61) 3047-8843

Endereços: 

  • SCLN 303 Bloco A Loja 04, Asa Norte Comércio Local Norte 303 – Asa Norte, Brasília – DF, 70735-510
  • SCN Quadra 05 Bloco A, Setor Comercial Norte Q 5 – Asa Norte, Brasília – DF, 70715-900

12 – Restaurante Girassol

Caldos em Brasília
Imagem ilustrativa: Reprodução/ Dicas de Mulher

Aqui temos um restaurante vegetariano já bastante reconhecido na capital federal. Além de oferecer boa variedade em alimentos naturais e orgânicos, a casa ainda preza pela qualidade de seus serviços, oferecendo atendimento de qualidade, assim como os pratos servidos.

Ainda é possível contar com três variedades de caldos, sempre preparados com cuidado e ingredientes frescos. Vale a pena conferir!

Horário de atendimento: segunda a sexta, das 18h às 20h | sábado, das 8h às 15h30

Telefone: (61) 3242-1542

Endereço: Loja 15 e 16, Asa Sul Comércio Local Sul 409 – Asa Sul, Brasília – DF, 70258-520

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Economia

Empréstimo de R$ 780 mi da Prefeitura de Goiânia junto à Caixa é aprovado em comissão

O crédito, de R$ 780 milhões de reais, é um dos maiores já solicitados pela Prefeitura de Goiânia.

Por Ton Paulo
12/06/2019, 15h10

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara Municipal de Goiânia aprovou, na manhã desta quarta-feira (12/6), a contratação de um empréstimo no valor de R$ 780 milhões de reais da Prefeitura de Goiânia junto à Caixa Econômica Federal (CEF). A aprovação na comissão se deu por unanimidade, e a proposta agora segue para votação em plenário.

O crédito é considerado um dos mais altos já solicitados, e será destinado para o Financiamento à Infraestrutura (Finisa). De acordo com a assessoria da Câmara, o secretário de Finanças, Alessandro Melo, esteve na reunião atendendo convite da presidente da CCJ para responder questionamentos dos vereadores

O secretário justificou que a Prefeitura vai economizar cerca de R$188 milhões fazendo empréstimo junto a um banco brasileiro, em real, do que os já realizados pela gestão anterior, cotados em dólares com o Banco Andino e o Banco Credit Suisse.

Empréstimo da Prefeitura de Goiânia junto à Caixa seria para SmartCity e mobilidade urbana

Segundo o secretário de Finanças do município, o objetivo da Prefeitura com o empréstimo de R$ 780 milhões é custear projetos de modernização tecnológica destinando R$ 150 milhões para implantação do SmartCity, recuperar o sistema de mobilidade urbana empregando R$ 400 milhões no recapeamento de 630 quilômetros de vias em diversos bairros da capital.

Ainda de acordo com Melo, do restante do valor, R$ 50 milhões serão utilizados, de acordo com o projeto enviado, para aquisição de caminhões para a limpeza urbana; R$ 30 milhões para a construção do viaduto na Marginal Botafogo com a Jamel Cecílio; R$ 14 milhões para a obra na avenida 136 com a 2ª Radial. A Prefeitura destinará R$ 44 milhões para pavimentar os Residenciais Antônio Barbosa, Della Pena, Paulo Pacheco I e II, Monte Pascoal, Park Solar e London Park. Além desses haverá criação de praças e construção de pontes.

Melo foi questionado sobre o valor dos recursos destinados à SmartCity e respondeu que o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) doou projeto para o Município para a viabilização desse recurso tecnológico em Goiânia e que há necessidade dos recursos para começar a implantar.

A matéria segue agora para votação em plenário.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

CCJ do Senado aprova projetos que derrubam decreto de armas; tema vai a plenário

Agora, o tema deverá passar pelo plenário do Senado e pela Câmara.
12/06/2019, 15h16

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou os projetos que anulam o decreto de armas assinado pelo presidente Jair Bolsonaro. Agora, o tema deverá passar pelo plenário do Senado e pela Câmara. Há um requerimento de urgência para que as propostas sejam apreciadas ainda nesta quarta-feira, 12, no plenário do Senado.

Em maio, o presidente Jair Bolsonaro assinou um decreto facilitando o porte de armas de fogo para uma série de 19 categorias, entre elas políticos, caminhoneiros e moradores de área rural. Duas semanas depois, ele alterou o documento com uma série de modificações determinando que somente profissionais que exerçam atividades profissionais consideradas “de risco”, podendo ser vítimas de delito ou sob grave ameaça, poderão portar armas. Pelo texto, também será preciso comprovar a efetiva necessidade do porte.

A Constituição Federal permite que o Congresso derrube um decreto presidencial que ultrapasse o poder regulamentar ou que trate de algo limitado exclusivamente ao Legislativo. Neste caso, o projeto de decreto legislativo precisa passar pelo Senado e pela Câmara para ser aprovado. Os projetos de decreto legislativo foram apresentados pelos senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP), Fabiano Contarato (Rede-ES), Eliziane Gama (Cidadania-MA) e pela bancada do PT.

Na votação, os senadores da CCJ rejeitaram, por 15 votos a nove, o relatório do senador Marcos do Val (Cidadania-ES), que era favorável ao ato presidencial por entender que o decreto foi feito dentro das balizas da lei e é eficaz à segurança pública. Para Marcos do Val, somente um “cidadão de bem armado” tem condição de impedir um “cidadão de mal armado”. “A gente se assusta com isso com a nossa cultura, mas depois de 20 anos de estudo nos Estados Unidos eles entenderam que são os professores que têm capacidade e autonomia de arma para parar um atirador ativo”, declarou.

Somente PSL e DEM se posicionaram favoráveis ao decreto presidencial. Os senadores Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) e Rogério Carvalho (PT-SE) apresentaram relatórios alternativos contra a flexibilização do porte de armas. O argumento é que o presidente extrapolou o poder regulamentar ao editar um decreto contra o Estatuto do Desarmamento.

Debate

A discussão foi acalorada com frases de efeito, além de argumentos jurídicos. Parlamentares contrários ao decreto de Bolsonaro reagiram a declarações feitas por governistas. “Quando a arma que mata defende a liberdade e o direito de viver, os anjos choram, mas não condenam”, disse o senador Flávio Bolsonaro (PSL-SP), citando uma frase pintada no muro de um batalhão de polícia.

“Deus é contra as armas, mas fica do lado de quem atira melhor”, comentou o líder do PSL no Senado, Major Olimpio (SP), citando uma “máxima na história da humanidade”. Ele lamentou a possibilidade de o Congresso derrubar o decreto. “Hoje é festa na quebrada, é festa de bandido.” A senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA) citou um versículo da Bíblia como resposta a Olimpio: “Embainha a tua espada, porque todos os que lançarem mão da espada, à espada morrerão”.

Nos bastidores, também houve discussão. “Arma foi concebida para matar”, disse o senador Eduardo Girão (Pode-CE) a Flávio Bolsonaro. “Para defender”, rebateu o parlamentar do PSL.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.