Entretenimento

Fim de semana em Goiânia tem Thiago Ventura e muito mais

Além de Thiago Ventura, o fim de semana ainda conta com Gabriel Gava, Queen Experience In Concert e muito mais!
07/06/2019, 14h22

O fim de semana em Goiânia promete ser agitado! Para quem já começa a curtir nesta sexta, dá para aproveitar um bom show de humor com Thiago Ventura, um dos comediantes mais populares do momento e que se apresenta no Madre Esperança Garrido. Mas para quem curte aquele sertanejo de qualidade, também rola show de Gabriel Gava.

E se você está em busca de um rolê mais cult, o Cine Cultura recebe até domingo uma Mostra de Cinema Europeu, o melhor é que a entrada é gratuita para as sessões estrangeiras. E para quem busca por uma experiência musical intensa, o Teatro Rio Vermelho recebe n domingo o Queen Experience In Concert, que promete reviver a Era Queen em um show cheio de energia e memória! Imperdível!

Para ficar por dentro de mais detalhes sobre esses e outros eventos, confira a listinha especial que preparamos abaixo! Com certeza encontrará aquele rolê que mais combina com você!

Confira o que fazer neste fim de semana em Goiânia:

1 – Mostra de Cinema Europeu, no Cine Cultura

Foto: Reprodução

Se você está em busca de uma experiência diferente para curtir neste fim de semana em Goiânia, ir até o Cine Cultura pode ser a melhor opção. Até domingo (9/06), o lugar recebe a Mostra de Cinema Europeu, com filmes produzidos na Croácia, Itália, Hungria, Chipre, Espanha, Suécia e França.

Em sessões comerciais durante todos os dias de Mostra, ainda serão exibidos dois filmes brasileiros. Nesta sexta (7/06), a primeira sessão acontece às 16h30, sendo que sábado e domingo tem início às 15h.

A entrada é gratuita, no entanto, as sessões comerciais custam R$ 8 (inteira) e R$ 4 (meia), pagamento feito apenas no dinheiro. O Cine Cultura pede ainda que o público facilite o troco, evitando o uso de notas altas. Vale a pena conferir!

2 – Stand up de Thiago Ventura, no Teatro Madre Esperança Garrido

Foto: Reprodução

Já sabe o que vai fazer neste fim de semana em Goiânia? Caso ainda não tenha se programado, aqui vai uma dica incrível para curtir com a galera! No dia 7 de junho (sexta), o humorista Thiago Ventura se apresenta na capital trazendo o show “Pokas”, que promete divertir bastante o público presente.

O espetáculo está previsto para acontecer no Teatro Madre Esperança Garrido, com sessões às 19h, 21h e uma extra às 22h45. Você já pode garantir seu ingresso pelos pontos de vendas físicos ou online, pelo site Original Ingressos. Vale lembrar que os lugares estão sendo preenchidos muito rápido e se você não pretende perder, o ideal é comprar logo o seu!

Para conferir mais detalhes, basta conferir o evento em nossa agenda cultural clicando aqui.

3 – Show de Gabriel Gava, na boate Santafé Hall

Foto: Reprodução

Se você está em busca de um rolê para curtir neste fim de semana, aqui vai uma boa dica! Nesta sexta, 7 de junho, Goiânia recebe o cantor sertanejo Gabriel Gava, que se apresenta na boate Santafé Hall a partir das 22h10. O show promete ser bem intimista, contando com os maiores sucessos de Gava.

O público poderá esperar por uma noite cheia de energia, para começar o fim de semana com o pé direito! Para ter acesso ao evento com um valor mais em conta, o ideal é colocar seu nome na lista por meio do site oficial da boate.

Para conferir mais detalhes, basta conferir o evento em nossa agenda cultural clicando aqui.

4 – Show da banda Venosa, no Bolshoi Pub

Foto: Reprodução

Para deixar a noite desta sexta ainda mais animada, o Bolshoi Pub recebe a banda Venosa, com o melhor do pop rock nacional e internacional. Os ingressos antecipados saem a R$ 50, comprando pelo site Meu Bilhete ou na portaria da casa a partir das 9h. Na portaria, no momento do evento, o ingresso sai a R$ 60 (valores referentes a meia entrada).

Para comprar seu ingresso online, basta clicar aqui.

5 – Show de Aurélie e Verioca, no Teatro Sesc Centro

Foto: Reprodução

Duas mulheres em cena e o mundo ao redor. Apaixonada pela música brasileira, a dupla francesa propõe neste terceiro disco autoral um olhar profundamente humano sobre o que nos conecta: nossos medos e lutos, mas também nossa fé e alegria.

O show acontece no Teatro Sesc Centro nesta sexta, a partir das 20h. Os ingressos custam R$ 11,50 (meia) e R$ 23 (inteira), com preços especiais para conveniados e trabalhadores do comércio. Compre o seu clicando aqui.

6 – Espetáculo: Histórias Mal Contadas, no Teatro Sesc Centro

Foto: Reprodução

Marinês e Hipotenusa descobriram uma boa brincadeira na arte de recontar histórias. Com trocadilhos, rimas e representações, as palhaças parodiam algumas das clássicas narrativas infantis e seu universo fantástico, trazendo uma mensagem especial sobre a importância da leitura para o desenvolvimento do imaginário infantil e o aprendizado por meio do lúdico. O fim de semana em Goiânia também abre as portas para as crianças!

O show acontece no Teatro Sesc Centro neste sábado, com duas sessões, uma às 15h e outra às 17h. Os ingressos custam R$ 7,50 (meia) e R$ 15 (inteira), com preços especiais para conveniados e trabalhadores do comércio. Para comprar seu ingresso da sessão às 15h, clique aqui. Para a sessão das 17h, aqui.

7 – Queen Experience, no Teatro Rio Vermelho

Foto: Reprodução

Levando aos palcos do Teatro Rio Vermelho o maior tributo das Américas à banda Queen, o show conta com nada menos que 25 integrantes, onde uma verdadeira orquestra se apresenta sob a regência de um maestro no palco, em um show que certamente ficará marcado na memória.

A experiência In Concert busca não apenas fazer um simples tributo, mas sim uma imersão musical de alto padrão que alia o rock com a música erudita, uma mistura que há tempos já faz muito sucesso nos meios do Rock N Roll, assim como nos dvds do Kiss e Metallica in Concert. O perfil, o vocal e o físico semelhantes do vocalista impressionam a todos, fazendo o público viver uma noite mágica com o revival de uma das maiores bandas de todos os tempos. O fim de semana em Goiânia promete!

O show acontece no domingo, a partir das 21h. Os ingressos custam entre R$ 50 a R$ 150 e você pode comprar o seu clicando aqui.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

Segurança é baleado em assalto no Shopping Metrô Itaquera

Em 2016, outro vigilante já havia sido baleado em uma tentativa de assalto no shopping.
07/06/2019, 14h48

Um segurança foi baleado após um assalto a uma loja do Shopping Metrô Itaquera, em Itaquera, zona leste de São Paulo, na manhã desta sexta-feira, 7. Até o momento, ninguém foi preso.

O assalto foi anunciado por volta das 10h50, segundo a Polícia Militar. Não há informação de quantos criminosos participaram do roubo.

O grupo teria baleado um segurança terceirizado e fugido em seguida. A vítima foi socorrida ao Hospital Santa Marcelina, também em Itaquera.

Apesar da ocorrência, o shopping continuou funcionando normalmente nesta sexta-feira.

O caso foi registrado no 64.º Distrito Policial (Cidade AE Carvalho), de acordo com a PM.

Em nota, o Shopping Metrô Itaquera afirma que “prestou atendimento de primeiros socorros” ao segurança e “encaminhou a vítima ao hospital mais próximo”.

Também diz colaborar com as autoridades para “esclarecimento dos fatos”.

Em 2016, outro vigilante já havia sido baleado em uma tentativa de assalto no shopping.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Deputado propõe criação de 'Sine' para pessoas com deficiência em Goiás

O projeto, voltado ao acesso de pessoas com deficiência ao mercado de trabalho, é de autoria do deputado estadual Amilton Filho (SD).

Por Ton Paulo
07/06/2019, 15h14

Dados recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que o desemprego no Brasil já bate a marca de 12,5%, atingindo cerca de 13,2 milhões de pessoas. E se já é difícil para uma pessoa sem deficiência conseguir emprego, essa dificuldade para alguém que possui algum tipo de necessidade especial é ainda maior. Nesse cenário, um deputado de Goiás apresentou um projeto de lei que propõe a criação de uma central de empregos, uma espécie de “Sine” para pessoas com deficiência (PcD).

O projeto é de autoria do deputado estadual Amilton Filho (SD), e já está na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa de Goiás, a Alego. De acordo com o parlamentar, a proposta vem justamente para facilitar o acesso da PcD ao mercado de trabalho. “Vejo empresas buscando a contratação de pessoas com deficiência, até pagando anúncios em rádio, mas tendo dificuldades de encontrá-las, justamente porque o acesso delas ao mercado de trabalho é mais difícil”, explica.

Ainda segundo o parlamentar, as PcD atendem a requisitos especiais no mercado, o que demanda um atendimento à parte. “Pessoas com necessidades especiais precisam de um atendimento diferenciado, pois atendem a requisitos de vagas específicas de trabalho. Essa central será uma maneira de democratizar o acesso ao emprego no Estado”, destaca Amilton, autor do projeto 133/2019.

Conforme projeto, central de empregos funciona como ‘Sine’ para pessoas com deficiência em Goiás

Segundo o deputado Amilton Filho, a central de empregos para PcD funcionaria como uma espécie de Sistema Nacional de Emprego, o Sine, e facilitaria tanto para a PcD quanto para a empresa para preencher uma vaga disponível. “Seria uma espécie de Sine, funcionando dentro do Vapt-Vupt, seria de grande auxílio para as pessoas que têm necessidades especiais e buscam por um emprego”, comenta.

Entre as atribuições da central estão a confecção de levantamentos sobre vagas disponíveis e o envio de notificações aos indivíduos em busca de emprego e que tenham se cadastrado previamente. Empresas interessadas na contratação de pessoas com necessidades especiais também serão cadastradas no sistema e as prefeituras poderão oferecer benefícios para empregadores que contratarem PcD.

O projeto, que se encontra na CCJ, tem na relatoria o deputado Hélio de Sousa.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Adolescente é morto estrangulado no Case Vera Cruz, em Goiânia

Suspeito do crime é outro adolescente que estava na cela com a vítima.
07/06/2019, 15h35

Um adolescente de 15 anos foi morto dentro do Centro de Atendimento Socieducativo (Case) Vera Cruz, em Goiânia, na noite da última quinta-feira (6/6). Segundo as informações divulgadas pela polícia, o principal suspeito do crime é um adolescente de 17 anos, que dividia a cela com a vítima.

O menor foi apreendido em flagrante pela Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH) por crime análogo a homicídio qualificado e levado para a Delegacia de Apuração de Atos Infracionais (Depai) que investiga o caso.

Em nota enviada à imprensa a Secretaria de Desenvolvimento Social de Goiás (SEDS-GO) confirmou que adolescente morreu às 19h20 e que a causa da morte vai ser esclarecida por meio de inquérito instaurado pela Depai.

Suspeito do crime afirmou a polícia que vítima cometeu suicídio, mas perícia apontou que o adolescente foi assassinado

O delegado titular da DIH, Francisco José Silva, afirmou em entrevista ao G1 que o suspeito apresentou diversas contradições em seu depoimento e que a vítima teria cometido suicídio. Porém, após a perícia da Polícia Técnico-Científica constatou que não se tratava de suicídio e sim de homicídio.

“A perícia constatou que o sulco ao redor do pescoço do jovem era horizontal e com uma profundidade uniforme, estava no meio do pescoço e não houve interrupção na região da nunca, que é compatível com estrangulamento e não suicídio”, explica o delegado.

Franciso José afirmou que devido as contradições apresentadas pelo suspeito, o adolescente confessou ter estrangulado a vítima até a morte e que recebeu a ordem de um outro colega, que também é menor, internado em outra ala do Case. Segundo a publicação o menor infrator não revelou o nome do interno que ordenou o assassinato.

Após confessar o crime, o suspeito afirmou que usou uma corda para estrangular o companheiro de cela, mas a corda não foi encontrada.

Via: G1 
Imagens: G1 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Técnica de enfermagem e familiares são indiciados por sequestro em maternidade de Goiânia

Elenita quis presentear a prima que perdeu o filho no sexto mês de gestação levando o recém-nascido deixado para adoção.
07/06/2019, 16h10

A técnica de de enfermagem Elenita Aparecida Lucas Corrêa, de 41 anos, foi indiciada pela Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO) sequestrar um bebê de apenas cinco dias da maternidade Nascer Cidadão, em Goiânia. Além de Elenita, outras três pessoas da família também foram indiciadas pelo crime.

O delegado do caso Wellington Lemos informou que o grupo não premeditou o crime, mas agiram de maneira coordenada para ficar com a criança em um lar substituto. Elenita, a tia, a prima e o marido da prima de Elenita chegaram a ser presos no dia do crime, entretanto durante audiência de custódia os familiares da técnica de enfermagem foram liberados temporariamente, enquanto Elenita permanece detida.

Na ocasião, a defesa dos acusados informou que Elenita quis ajudar a prima e o bebê. Enquanto os advogados dos outros envolvidos afirmou que eles não tinham conhecimento da ação de Elenita. Os quatros respondem por subtração de incapaz.

Delegado afirmou que técnica de enfermagem não recebeu dinheiro ou vantagem para levar a criança

A técnica de enfermagem vai responder também por ter colocado a vida do bebê em risco, pois a criança estava recebendo tratamento médico e foi retirada da maternidade, colocada dentro de um baú em uma moto e transportado por 50 quilômetros até a casa da tia de Elenita.

Em entrevista ao G1 o delegado do caso afirmou que não houve oferta em dinheiro ou alguma vantagem para que a criança fosse retirada da maternidade. Conforme as informações divulgadas no dia do crime, Elenita queria presentear a prima, que estava grávida e perdeu o filho no sexto mês de gestação.

Em relação à mãe do recém-nascido, que abandonou o filho na maternidade, a mesma não vai ser indiciada criminalmente e informou durante depoimento que deixou o filho para adoção, pois não tinha condições financeira para criá-lo.

Via: G1 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.