Goiás

Em Acreúna, PRF frustra roubo de carreta em andamento e liberta refém

Conforme a PRF, o veículo seria entregue em Goiânia e o proprietário era mantido refém em Várzea Grande (MT).

Por Ton Paulo
07/06/2019, 11h51

Agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), em conjunto com a Polícia Militar do Mato Grosso, impediu o roubo de um caminhão que estava em andamento na tarde da última quinta-feira (6/6) na BR-060, no município de Acreúna, sudoeste goiano. Conforme a PRF, o veículo seria entregue em Goiânia e o proprietário era mantido refém em Várzea Grande (MT).

Tudo aconteceu durante uma fiscalização de rotina nas proximidades de Acreúna, quando PRF parou um caminhão e solicitou a documentação ao condutor. O motorista do veículo, então, informou que não possuía nenhum documento. Questionado pelos policiais rodoviários sobre origem e destino da viagem, ele acabou entrando em contradição, levantando suspeitas por parte dos agentes.

Os policiais entraram em contato com os familiares do proprietário do caminhão no estado de Santa Catarina, e foram informados de que o homem abordado não era autorizado a dirigir o veículo. A família informou ainda que o caminhoneiro havia ido até Várzea Grande para pegar um frete, mas não entrava em contato há dois dias.

Durante as diligências o suspeito recebeu uma ligação em que era questionado se já havia deixado a carreta em Goiânia, no local combinado. Neste momento, os policiais concluíram que tratava-se de um roubo em andamento e deram voz de prisão ao homem.

Criminosos que faziam o roubo de carreta em Acreúna faziam o motorista de refém

Na ligação recebida pelo suspeito do comparsa, ele informou que estava sendo preso, fazendo com que os criminosos libertassem o proprietário do veículo, que era mantido refém desde a última terça-feira (4/6).

A PRF acionou a polícia militar de Várzea Grande, que localizou a vítima e, a partir das informações compartilhadas entre as polícias, prendeu parte de uma organização criminosa composta por nove integrantes com idades entre 18 e 35 anos.

Com eles, os policiais militares encontraram uma arma de uso restrito, rádio digital, 13 celulares e certa quantia em dinheiro. O bando, cinco homens e quatro mulheres, foi conduzido à central de flagrantes em Várzea Grande.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Economia

Gasolina aumenta 7,17% em Goiânia; produto representa item de maior impacto no IPCA

Em maio, a gasolina ficou 2,60% mais cara em todo o país.
07/06/2019, 11h55

Os combustíveis pesaram mais no bolso das famílias em maio, mas as passagens aéreas mais baratas evitaram uma alta maior no gasto com transportes. O grupo Transportes saiu de uma elevação de 0,94% em abril para um aumento de 0,07% em maio, dentro do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A gasolina ficou 2,60% mais cara em maio, item de maior impacto individual no IPCA, uma contribuição de 0,11 ponto porcentual.

Houve alta no preço em todas as regiões pesquisadas, desde um aumento de 0,50% na Região Metropolitana de Porto Alegre até 7,17% no município de Goiânia.

Por outro lado, as passagens aéreas passaram de uma alta de 5,32% em abril para uma queda de 21,82% em maio, o maior impacto individual negativo no mês, -0,10 ponto porcentual.

“Eu olhei a série histórica, é comum queda de passagens aéreas no mês de maio. Cai todos os meses de maio”, ressaltou Pedro Kislanov da Costa, analista do Sistema Nacional de Índices de Preços do IBGE.

O preço do etanol caiu 0,44% em maio, enquanto o óleo diesel aumentou 2,16%.Os ônibus intermunicipais subiram 0,45%, em função de reajustes em Fortaleza e Salvador.

O ônibus urbano aumentou 0,18%, devido a reajustes em Goiânia e Salvador.

O metrô ficou 0,17% mais caro, devido ao reajuste no Rio de Janeiro.

Imagens: Mídia Max 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Entretenimento

Jennifer Aniston conta bastidores de foto histórica do elenco de 'Friends'

Atriz contou que a foto foi feita em uma viagem a Las Vegas (EUA) antes de a série estrear.
07/06/2019, 12h00

Durante o programa The Ellen Show da última quarta-feira, 5, Jennifer Aniston fez revelações sobre uma foto histórica do elenco de Friends, antes de o seriado se tornar um sucesso mundial. A imagem viralizou após publicação feita pela atriz Courtney Cox, no Instagram. Jennifer Aniston contou que a foto foi feita em uma viagem a Las Vegas (EUA) antes de a série estrear.

“Jimmy Burrows, nosso diretor, disse: ‘Quero levar o elenco para Vegas’. E ele nos levou pra jantar no Spago, no Caesars Palace, um lugar bem chique”, lembrou a atriz.

Ao longo da viagem, o diretor fez um discurso, em uma espécie de “previsão” do sucesso de Friends. “Ele disse: ‘Esse mundo pode ser muito dark e vocês devem ficar juntos e cuidar uns dos outros’. Nós levamos isso a sério, óbvio. Depois, ele nos entregou uns centavos e disse: ‘Agora vão jogar no cassino, porque esta será a última vez que vocês vão entrar num cassino anonimamente. Não tínhamos noção do que ele estava falando, mas com certeza essa foi a última vez que conseguimos”, revelou Jennifer Aniston.

Imagens: Terra 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Viciado em Nutella é preso após diversos furtos do doce, em Goiás; vídeo

Em vídeos, homem aparece furtando potes do produto durante um mês. Ele ainda ostentava o doce nas redes sociais.
07/06/2019, 12h38

Rafael Barros Silva tem uma obsessão que terminou o levando para a cadeira nesta quinta-feira (6/6). Após diversos roubos de Nutella a um supermercado, os proprietários repassaram para a Polícia Civil de Uruaçu, em Goiás, imagens que mostram homem furtando diversos potes do produto.

Durante um mês, Rafael ia ao estabelecimento diariamente, segundo o delegado Rafhael Barboza, para furtar potes do doce. No dia 24 de maio deste ano, Rafael aparece desconfiado no corredor de uma sessão às 14h53. Com um boné amarelo, enfia uma latinha de Nutella debaixo da camiseta listrada.

Sete dias depois, no dia 31 de maio, Rafael é ainda mais ousado. Aparece no supermercado duas vezes. Às 10h07, o viciado em Nutella é flagrado uniformizado e com uma trena grudada na calça jeans. Ele pega o produto e vai para um lugar com menor movimento. Ali esconde o pote.

Homem viciado em Nutella é preso após diversos furtos, em Goiás; vídeos
Homem postava fotos do produto roubado. Foto: Facebook.

Oito horas depois, às 17h55, Rafael reaparece. De boné branco e chinelas, volta a furtar o creme de avelã com cacau e leite mais popular do mundo. Não parece se preocupar com o monitoramento de câmeras.

Veja vídeo de homem furtando Nutella, em Uruaçu

Desconfiados de que o homem não pararia de furtar o supermercado, os funcionários decidiram agir. Quando o homem cometeu seu último furto na quinta-feira (7/6), os policiais civis foram acionados e conseguiram abordá-lo.

Na casa de Rafael, os policiais encontraram potes na geladeira. Viciado, ele ainda ostentava o luxo de comer todo dia o produto e postava fotografias no Facebook.

Conforme o gerente do supermercado contou para a Polícia, Rafael teria causado um prejuízo em torno de R$ 1 mil.

Viciado em Nutella, homem tem várias passagens por furto em Goiás

Além de ter sido preso em flagrante, Rafael era foragido do sistema prisional desde dezembro de 2016. Ele aproveitou o semiaberto e nunca mais voltou.

Segundo o delegado, Rafhael Barboza, disse ao Portal Dia Online, o viciado em Nutella tem passagens por furto, estelionato e Maria da Penha.

“Ele tem várias passagens por furto. Agora acreditamos que ele pare”, diz o delegado.

Homem viciado em Nutella é preso após diversos furtos, em Goiás; vídeos
Rafael preso. Reprodução/ Facebook

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Servidores da Secretaria de Educação de Goiás são alvos de nova operação da polícia

A primeira fase da Operação Mákara foi deflagrada em maio deste ano.

Por Ton Paulo
07/06/2019, 12h52

A Polícia Civil cumpriu, na manhã desta sexta-feira (7/6), mandados em três municípios goianos no âmbito da segunda fase de uma operação que visa apurar crimes e fraudes, relacionados a processos licitatórios, envolvendo servidores da Secretaria de Educação de Goiás (Seduc) e empresários.

Conforme a polícia, a segunda fase da Operação Mákara cumpriu, até agora, 17 mandados de busca e apreensão contra atuais e ex-servidores da Seduc e empresários do setor de Construção Civil. Os mandados foram cumpridos nas cidades de Goiânia, Aparecida de Goiânia e São Luís de Montes Belos, todas em Goiás.

A Operação Mákara apura crimes relacionados a fraudes em processos licitatórios de obras públicas da Seduc. As investigações apontam organização criminosa composta por servidores públicos e empresários que, há cerca de 8 anos, atuam nas licitações de forma fraudulenta, em combinação de resultados e mediante pagamento de propina.

A Polícia Civil também representou pelo afastamento do cargo do Gerente de Fiscalização da secretaria, e um dos mandados de busca e apreensão foi cumprido na residência do ex-superintendente de Infraestrutura do órgão.

Durante o cumprimento dos mandados foram apreendidos diversos computadores, celulares, pen drives, valores em dinheiro e documentos que reforçam os indícios da prática dos crimes investigados. Os investigados devem responder por Crime contra a Ordem Tributária, Crime contra a Administração Pública, Fraude em Licitações, Organização Criminosa e Lavagem de Dinheiro.

1ª fase da operação que apura fraudes envolvendo servidores da Secretaria de Educação de Goiás

A primeira fase da Operação Mákara foi deflagrada pela Polícia Civil no dia 22/5, quarta-feira, e também teve como alvo empresas do ramo da construção civil que atuam em obras públicas realizadas em Goiânia e servidores da Seduc.

Os resultados da ação foram apresentados na ocasião pela Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra a Ordem Tributária (DOT). Na casa do superintendente de infraestrutura da Seduc foram encontrados R$ 80 mil reais em espécie, em moeda nacional e estrangeira.

A reportagem do Dia Online entrou em contato com a Seduc, que prometeu um posicionamento. Mas até o fechamento desta matéria, nenhuma manifestação foi recebida.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.