Goiás

Caiado vai a Brasília e intercede para fortalecimento da Vila São Cottolengo

Acompanhado do padre Marco Aurélio, governador teve audiência com ministro da Saúde, que sinalizou apoio à instituição filantrópica.
06/06/2019, 19h06

Com o intuito de fortalecer a Vila São Cottolengo em Trindade, na região metropolitana da capital, o governador Ronaldo Caiado (DEM) esteve nesta quinta-feira (6/6) em Brasília com diretor-presidente da instituição, padre Marco Aurélio Martins para interceder a favor da Vila. Os dois participaram de uma audiência com o ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta, a quem solicitou apoio para a instituição.

Após a audiência com o ministro, Caiado afirmou que a instituição precisa do apoio do governo federal para continuar fazendo o trabalho. “Atualmente 340 pessoas estão abrigadas na Vila São Cottolengo, que foram deixadas na instituição sem o apoio da família”, lembra o governador.

Conforme Caiado o ministro da Saúde orientou ao governador e ao diretor-presidente da Vila a buscar apoio junto ao Ministério da Cidadania e ao ministro Osmar Terra. A unidade chegou a fechar as portas no início de 2019, devido a falta de repasse dos recursos federais e estaduais do ano anterior.

Vila São Cottolengo chegou a fechar as portas no início do ano

Em uma ação rápida para que a unidade não ficasse fechada, o governo de Goiás empenhou à Secretaria de Saúde para resolver a pendência deixada pela gestão passada. Durante as negociações foi firmado um acordo com o governo estadual e a Vila São Cottolengo voltou a funcionar normalmente.

Mandetta afirmou durante a audiência desta tarde que reconhece o valor social da Vila e a importância dela para o sistema de saúde. O ministro informou também que a instituição vai ser alvo de uma auditoria por parte do Ministério para verificar os repasses feitos a unidade nos anos anteriores.

O padre Marco Aurélio que participou da audiência agradeceu ao empenho do ministro e do governador para manter a instituição com as portas abertas. “Nós ainda vamos colher os frutos dessa reunião para salvar a nossa instituição, uma obra que tem 68 anos de existência é importante não apenas para Goiás, mas para o Brasil, pois recebe pessoas de várias regiões do país”, explica o diretor-presidente da Vila.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Esportes

Modelo que acusa Neymar de estupro falta ao depoimento pela 4ª vez

"Estou vindo à delegacia pela primeira vez como advogado da Najila Trindade. Eu preciso tomar conhecimento. Ela estará aqui nesta sexta-feira", disse o advogado.
06/06/2019, 19h39

Najila Trindade, modelo que acusa Neymar de estupro, não compareceu ao depoimento que estava marcado para as 16 horas desta quinta-feira, na 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, em Santo Amaro (SP). Foi a quarta ausência da modelo após intimações da delegacia. Ela já havia sido convocada para prestar esclarecimentos no sábado, segunda e terça-feira.

De acordo com o advogado Danilo Garcia, que esteve na delegacia nesta quinta-feira, a modelo vai comparecer nesta sexta-feira, às 11h. Investigadores descartam a condução coercitiva da modelo, situação em que o intimidado é obrigado a se apresentar.

“Estou vindo à delegacia pela primeira vez como advogado da Najila Trindade. Eu preciso tomar conhecimento. Ela estará aqui nesta sexta-feira”, disse o advogado.

Najila registrou um Boletim de Ocorrência como vítima de estupro que teria sido cometido pelo jogador em Paris, no dia 15 de maio, em Paris. Antes de prestar esclarecimentos, Najila concedeu entrevista ao SBT, nesta quarta-feira à noite, detalhando a acusação de estupro. Para os investigadores ela se expôs.

Na entrevista, Najila afirmou que a discussão com Neymar começou pelo uso de preservativos. Na visão da modelo, a relação consensual virou ato de estupro quando Neymar teria se tornado agressivo.

“A partir do momento que falei ‘não podemos’. Quando ele me virou, ele já foi cometendo o ato. Ele não falou ‘eu não trouxe, mas eu tô a fim’. Não. Ele ficou calado. Para mim, ele tinha entendido. A partir do momento que ele me segurou violentamente, me batendo, ele estava me obrigando”, diz a modelo, que afirma que a relação ocorreu sem preservativo.

De acordo com os advogados de defesa, Najila não compareceu nesta quinta em função de uma tentativa de arrombamento que teria ocorrido no apartamento em que ela vive na zona sul de São Paulo. A administradora do imóvel não confirmou a informação. De acordo com o proprietário, Marcus Picconi, a funcionária da limpeza costuma deixar a porta aberta.

O médico Luiz Eduardo Campedelli, que assina o laudo médico de Najila, compareceu à delegacia para prestar esclarecimentos.O médico gastroenterologista registrou “arranhaduras, hematomas em absorção e estrias em região de ambos os glúteos”. Ele saiu da delegacia sem dar entrevistas.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Usina Fotovoltaica é inaugurada pela UFG e Enel, em Goiânia

De acordo com o secretário, a previsão é uma economia de 10% por ano na conta de energia.
06/06/2019, 20h38

Após firmar uma parceria com a Enel Distribuição Goiás, a Universidade Federal de Goiás (UFG) inaugurou nesta quinta-feira (6/6) a usina fotovoltaica do Câmpus Samambaia. A inauguração ocorre durante a Semana Nacional do Meio Ambiente e um dia após o dia mundial do Meio Ambiente.

Segundo informações divulgadas por um portal de notícias local, a Enel fez um investimento de R$ 7,6 milhões para construção da usina, que tem mais de 2.440 placas solares, em uma área de 4.730m². O projeto de eficiência energética vai gerar uma economia de 2.575,9 MWh/ano, que é bastante para alimentar 1.450 clientes residências com consumo médio de 150KWh por um ano.

A usina fotovoltaica vai ser monitorada de maneira remota pela distribuidora, a partir do momento que ela esteja operando integralmente. Isso vai ocorrer no momento que o consumo de energia na UFG for menor que a capacidade de geração da usina sola, o que estiver passando vai ser redistribuído para a Enel e vai gerar crédito de energia para que a mesma seja injeta e reduzia o valor da conta do cliente.

Projeto para instalação da Usina Fotovoltaica foi selecionado pela ANNEl no ano passado

Os prédios da Biblioteca Central, do Centro de Eventos, da Escola de Música e Artes Cênicas (Emac) e o Centro de Aulas da Escola de Engenharia, com o último situado na Praça Universitária, em Goiânia, receberam as placas solares.

O responsável pela eficiência energética da Enel Distribuição Goiás Adriano Faria e afirmou que além dos benefícios com a economia de energia e da demanda no horário de ponta do sistema elétrico, a intenção é implementar o projeto em toda universidade e conscientizar as pessoas quanto ao uso sustentável dos recursos naturais.

No ano passado, a proposta foi selecionada em uma chamada pública, pois atendia os requisitos da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). Os programas conforme o periódico precisam ser voltados para ações que envolvam consumo consciente de energia, eficiência energética nas instalações elétricas e atividades educacionais.

O Secretário de Infraestrutura da UFG, Marco Antônio de Oliveira, lembra que além da economia que a Usina Fotovoltaica vai proporcionar a universidade, o projeto vai substituir aproximadamente 25 mil lâmpadas da UFG, por lâmpadas de LED. De acordo com o secretário, a previsão é uma economia de 10% por ano na conta de energia.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Trânsito

Carro invade muro de casa e deixa avó e neta gravemente feridas, em Anápolis

Idosa e criança foram encaminhadas ao Huana e Hugol, respectivamente. Acidente ocorreu no fim da tarde desta quinta-feira (6/6), na Vila Fabril.
07/06/2019, 08h01

Um carro de passeio invadiu o muro de uma casa e deixou duas pessoas gravemente feridas, sendo elas avó e a neta, uma bebê. O acidente ocorreu no fim da tarde desta quinta-feira (6/6), na Vila Fabril, em Anápolis, na Região Metropolitana de Goiânia.

De acordo com informações com a Polícia Militar da cidade, o carro havia batido em outro veículo de pequeno porte, perdido o controle e invadido o muro da residência. A idosa e a bebê foram atropeladas pelo carro e socorridas com ferimentos graves. Ainda conforme a corporação, os motoristas dos dois veículos envolvidos não apresentavam sinal de embriaguez.

Os primeiros socorros foram prestados pelo Corpo de Bombeiros. Segundo publicação do Portal 6, um jornal local, com a gravidade dos ferimentos, a criança foi encaminhada para o Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), em Goiânia. A idosa foi socorrida e levada ao Hospital Estadual de Urgências de Anápolis Dr. Henrique Santillo (Huana).

O Dia Online tenta contato com as unidades de saúde para saber o quadro atualizado das pacientes.

Caminhão invade muro casa e deixa casal ferido, em Anápolis

Em março deste ano, um caminhão desgovernado invadiu uma casa e deixou duas pessoas feridas, no Conjunto IAPC, em Anápolis. O muro da residência foi atingido e os escombros caíram sobre dois moradores que estavam no local.

A mulher, Maria Divina Barbosa, de 45 anos, foi socorrida com algumas escoriações e levada para o Hospital Municipal Jamel Cecílio, em Anápolis. A segunda vítima, Nilton marques Araújo, de 46 anos, foi encaminhado para o Hospital Estadual de Urgências de Anápolis Dr. Henrique Santillo (HUANA), também com escoriações e dores nas pernas.

Ainda segundo a corporação, quando a equipe chegou até a casa o motorista do caminhão já havia se retirado do local, mas momentos depois se apresentou à uma equipe da Polícia Militar.

Imagens: Anápolis Notícias 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Política

Bolsonaro diz na Argentina que criação de moeda única 'é 1º passo para um sonho'

Presidente disse também que tem uma proposta "embrionária" para que os países da América do Sul se reúnam com o presidente americano, Donald Trump.
07/06/2019, 08h23

O presidente Jair Bolsonaro afirmou na manhã desta sexta-feira, 7, que foi dado na Argentina o primeiro passo em direção a uma moeda única no Mercosul. “É o primeiro passo para um sonho de uma moeda única. Como aconteceu o euro lá atrás, pode acontecer o peso real aqui”, disse ao deixar o hotel onde estava hospedado em Buenos Aires. Bolsonaro volta nesta manhã para o Brasil.

“Meu forte não é economia, mas acreditamos no feeling, na bagagem, no conhecimento e no patriotismo do Paulo Guedes, ministro da Economia, nessa questão também”, afirmou.

Questionado sobre a possibilidade de o anúncio do projeto ser uma manobra eleitoral do governo de Mauricio Macri, Bolsonaro mudou de assunto e voltou a falar que ninguém quer que a América do Sul “flerte com o comunismo, o socialismo”. “Infelizmente isso aconteceu na nossa querida Venezuela”, disse.

Macri tentará a reeleição em outubro contra uma chapa formada por Cristina Kirchner, candidata à vice, e Alberto Fernández. Com a Argentina passando por mais uma crise econômica, a imagem de Macri está bastante abalada. O anúncio da moeda comum pode ser usado para melhorar sua popularidade.

Bolsonaro disse ainda que deixava como mensagem final aos argentinos um pedido para que Deus os ilumine nas eleições de outubro, repetindo o que já havia dito em duas ocasiões na quinta-feira (6). Em discursos ao lado de Macri, o dirigente brasileiro havia mostrado seu apoio a Macri.

O presidente disse também que tem uma proposta “embrionária” para que os países da América do Sul se reúnam com o presidente americano, Donald Trump. Ele não citou, porém, quais seriam os objetivos dessa reunião.

“Vamos agora costurar essa possibilidade dos países da América do Sul, de centro-direita, conversar com Trump.”

STF

Bolsonaro parabenizou o Supremo Tribunal Federal (STF) pela decisão tomada nesta quinta-feira em plenário que permite a venda de subsidiárias estatais sem a necessidade de aprovação no Congresso.

“As empresas mãe ainda terão de passar pelo Parlamento. Não deixou de ser um avanço. Parabéns. Meus cumprimentos ao Supremo Tribunal Federal, que agiu com patriotismo, contrário à política anterior que havia no Brasil nessas questões econômicas. O viés ideológico para se fazer negócio vai deixando de existir”, afirmou.

Imagens: Folha de São Paulo 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.