Educação

Seduc lança programa para equiparar idade e série de repetentes e reingressantes

Conforme a pasta, há casos de alunos que estão cursando o 6º ano do Ensino Fundamental com 15 anos de idade.

Por Ton Paulo
03/06/2019, 11h16

A Secretaria Estadual de Educação (Seduc) lança nesta segunda-feira (3/6) um programa com foco no Ensino Fundamental das escolas públicas de Goiás para combater e corrigir distorções escolares. O objetivo é equiparar idade e série de alunos repetentes e reingressantes. Conforme a pasta, há casos de alunos que estão cursando o 6º ano do Ensino Fundamental com 15 anos de idade, o que configura uma distorção idade/ano escolar.

O projeto, batizado de Aprender para Avançar, é uma iniciativa da Superintendência de Ensino Fundamental (SEF) da Seduc. Ele terá sua aula inaugural na tarde de hoje, 14h, no Colégio Estadual Roberto Civita, no Residencial Katia, em Goiânia.

Durante o lançamento, conforme a Seduc, alunos, professores e pais ou responsáveis pelos estudantes “terão a oportunidade de conhecer melhor como funcionará o programa, seu conceito e sua forma de atuação”. Ainda de acordo com a Secretaria, a proposta do programa é corrigir distorções escolares (correções de fluxo), principalmente nos anos finais do Ensino Fundamental (6º ao 9º ano).

“Encontramos muitos casos de alunos que estão cursando o 6º ano do Ensino Fundamental com 15 anos. A ideia é justamente ajudar estudantes em casos como este para que consigam avançar para o ano escolar compatível com sua idade”, explica Carla Mendonça Lisboa Bernardes, gerente do Ensino Fundamental.

O objetivo com a implantação deste programa é combater a exclusão de estudantes ‘multirrepetentes’ ou que abandonaram os estudos por algum tempo. De acordo com a Seduc, há casos também que oportunizam aos alunos cursarem dois anos letivos em um ano, com possibilidade de avanço de acordo com o desempenho.

No Brasil, 14% dos estudantes em anos iniciais estão em distorção escolar, diz Censo

A Secretaria de Edução informa que o projeto se baseou em dados estatísticos que mostram a necessidade de implantação do programa no combate à defasagem escolar.

Segundo dados do Censo Escolar de 2017, trazidos pela Seduc, cerca de 14% dos estudantes nos anos iniciais e 29% nos anos finais do Ensino Fundamental encontram-se em distorção escolar no Brasil. Segundo o Inep (Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais, em Goiás 18,4% dos estudantes das redes municipal e estadual, totalizando 164.836 alunos, vivenciam essa realidade da distorção idade/ano.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Economia

Tarifa de água e esgoto em Goiás fica 5,79% mais cara a partir de julho

Valores variam de R$ 6,36 R$ 13,45, de acordo com a categoria.
03/06/2019, 11h22

A tarifa de água e esgoto em Goiás ficará mais cara a partir do dia 1º de julho. A resolução com reajuste de 5,79% foi publicada pelo Conselho Regulador da Agência Goiana de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos (AGR), no dia 31 de maio no Diário Oficial do Estado de Goiás.

De acordo com a publicação, os reajustes recaem sob as tabela tarifária vigente em julho de 2018. Na resolução, a AGR ressalta que a Companhia de Saneamento de Goiás (Saneago) deverá disponibilizar no site e postos de atendimento para consulta dos clientes interessados a tabela com os novos valores.

Novas tarifas de água e esgoto em Goiás

Conforme a resolução, os novos valores afetam as contas de categorias residencial normal, comercial, industrial e pública. O reajuste é válido exclusivamente às tarifas da empresa Saneago. Veja abaixo os novas tarifas a serem cobradas mensalmente:

  • Categoria Residencial Social R$ 6,36/mês
  • Categoria Residencial Normal R$ 13,45/mês
  • Categoria Comercial I R$ 13,45/mês
  • Categoria Comercial II R$ 6,72/mês
  • Categoria Industrial R$ 13,45/mês
  • Categoria Pública R$ 13,45/mês

Atualmente, de acordo com tabela divulgada no site oficial da Saneago, atuante em 255 cidades goianas, os valores das tarifas são de R$ 6.32 para categorias residencial normal e comercial II; e R$ 12,71 para as demais categorias.

Projeto pede fim da cobrança de tarifa básica na conta de água em Goiás

Em abril deste ano, foi apresentado na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) um projeto de lei que pede o fim da cobrança da tarifa básica na conta de água, em Goiás. A proposta altera a Lei 14.939, de 15 de setembro de 2014, que regulamenta o serviço em todo o estado.

De autoria do deputado estadual, Cairo Salim (Pros), a matéria pode dar um “alívio no bolso” dos consumidores. Atualmente, conforme consta na justificativa do projeto, pela lei estadual, a taxa é baseada em custo mínimo fixo necessário para amortização, operação e manutenção do sistema disponibilizado.

O deputado acredita que deveria ser paga pela concessionária. “Não é certo o consumidor pagar por valores que não sejam aqueles correspondentes ao que efetivamente utilizou. Essa responsabilidade de arcar com manutenção e operação do sistema de saneamento deve recair sobre a empresa”, defende Cairo Salim (Pros).

A proposta segue em tramitação na Casa.

Via: AGR Saneago 
Imagens: Parlamento Europeu 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Economia

Projeção do PIB do Brasil cai pela 14ª vez seguida

A expectativa de alta para o PIB em 2019 caiu pela 14ª semana consecutiva e passou de 1,23% para 1,13%, conforme o Relatório de Mercado Focus.
03/06/2019, 11h25

A expectativa de alta para o Produto Interno Bruto (PIB) em 2019 caiu pela 14ª semana consecutiva e passou de 1,23% para 1,13%, conforme o Relatório de Mercado Focus. Há quatro semanas, a estimativa de crescimento era de 1,49%. Para 2020, o mercado financeiro manteve a previsão de alta do PIB em 2,50%. Quatro semanas atrás, estava em 2,50%.

A projeção do BC para o crescimento do PIB em 2019 é de 2,0%. Esse porcentual foi atualizado no Relatório Trimestral de Inflação (RTI) de março.

No Focus desta segunda-feira, 3, a projeção para a alta da produção industrial de 2019 foi de 1,47% para 1,49%. Há um mês, estava em 1,76%. No caso de 2020, a estimativa de crescimento da produção industrial permaneceu em 3,00%, igual ao visto quatro semanas antes.

A pesquisa Focus mostrou ainda que a projeção para o indicador que mede a relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB para 2019 passou de 56,20% para 56,28%. Há um mês, estava em 56,30%. Para 2020, a expectativa foi de 58,40% para 58,55%, ante 58,30% de um mês atrás.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Entretenimento

Morre, aos 33 anos, a atriz Gabi Costa, de 'Órfãos da Terra'

Ela foi encontrada desacordada em sua casa, chegou a ser levada ao hospital, mas não resistiu.
03/06/2019, 11h28

No ar como Nazira na novela Órfãos da Terra, a atriz Gabi Costa morreu neste domingo, 2, no Rio, em decorrência a uma parada cardiorrespiratória, segundo sua assessoria de imprensa. Ela foi encontrada desacordada em sua casa, chegou a ser levada ao hospital, mas não resistiu. A atriz tinha 33 anos.

“Gabi Costa era doadora de órgãos e estará sempre viva em nossas lembranças e na memória daqueles que terão uma nova chance em seu gesto”, diz trecho da nota divulgada pela assessoria da atriz.

Na novela das 6 da Globo, sua personagem era mulher do médico Faruq (Eduardo Mossri). Antes desse trabalho, Gabi já havia feito participações na série Nada Será Como Antes, nos humorísticos Aventuras do Didi, Zorra Total e Tapas & Beijos e nas novelas O Rebu, Sol Nascente e na série Malhação.

Imagens: Gshow 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Esportes

Fifa define o Catar como sede do Mundial de Clubes nos dois próximos anos

Os torneios serão realizados em dezembro deste ano e no mesmo mês de 2020 e servirão também como teste para a Copa do Mundo de 2022, que será disputado na mesma época do ano (de 21 de novembro a 18 de dezembro).
03/06/2019, 13h42

A Fifa definiu nesta segunda-feira, após uma reunião de seu Conselho em Paris, que o Catar será a sede das duas próximas edições do Mundial de Clubes. Os torneios serão realizados em dezembro deste ano e no mesmo mês de 2020 e servirão também como teste para a Copa do Mundo de 2022, que será disputado na mesma época do ano (de 21 de novembro a 18 de dezembro).

“(Mundial de Clubes) Será um grande evento teste. Nós tentaremos utilizar o máximo possível dos equipamentos (estádios) da Copa do Mundo, mostrando diversas facetas de como sediaremos a competição”, disse Hassan Al-Thawadi, chefe do Comitê Organizador da Copa de 2022, nesta segunda-feira, logo após a reunião do Conselho da Fifa.

As duas edições serão disputadas no atual formato, que acontece desde 2005 e tem o Real Madrid como atual tricampeão. Serão os campeões das seis confederações continentais (América do Sul, Europa, América Central e do Norte, Ásia, Oceania e África), mais um representante do país-sede (geralmente o campeão nacional local). Antes do Catar, Japão, Emirados Árabes Unidos e Marrocos receberam o Mundial de Clubes do modo como hoje é disputado.

Para a edição de 2019, Liverpool (Inglaterra, Europa), Esperancé (Tunísia, África), Hienghène Sport (Nova Caledônia, Oceania), Monterrey (México, América Central e do Norte) e Al-Sadd (Catar, país-sede) são os cinco times já garantidos na competição. Faltam os representantes da América do Sul (campeão da Copa Libertadores) e da Ásia (vencedor da Liga dos Campeões).

As duas edições no Catar deverão marcar a despedida do formato atual da competição, que a partir de 2021 poderá passar a ser disputado a cada 4 anos, com 24 clubes. Após mais de um ano de estudos, a Fifa conseguiu em março deste ano aprovar o novo formato de disputa do Mundial de Clubes. Mas a Associação de Clubes da Europa (ECA, na sigla em inglês) se posicionou publicamente contra a nova competição, afirmando que nenhuma de suas 232 equipes pretende participar do torneio.

No caso da América do Sul, para os Mundiais de 2019 e 2020, se classificam os campeões dos respectivos anos – nesta temporada, os clubes brasileiros ainda na disputa são Palmeiras, Flamengo, Cruzeiro, Grêmio, Internacional e Athletico-PR. A partir de 2021, caso vingue a proposta do novo formato da competição, a Conmebol teria direito a seis vagas – os critérios de classificação ainda não estão definidos.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.