Economia

Regras mais rígidas para concurso público entram em vigor neste sábado

Ministério da Economia analisará necessidade de contratações.
01/06/2019, 17h00

Estabelecidas por decreto editado em março, as novas regras para a realização de concursos públicos entram em vigor hoje (1º). Caberá ao Ministério da Economia analisar e autorizar todos os pedidos de concursos públicos na administração federal direta, nas autarquias e nas fundações.

Agora, o Ministério da Economia levará em conta 14 critérios para autorizar a realização de concursos. Um deles é a evolução do quadro de pessoal nos últimos cinco anos pelo órgão solicitante, com um documento que deve listar movimentações, ingressos, desligamentos, aposentadorias consumadas e estimativa de aposentadorias para os próximos cinco anos.

O ministério também avaliará o percentual de serviços públicos digitais ofertados pelo órgão. O governo quer que os órgãos invistam em soluções tecnológicas para simplificar o acesso aos serviços públicos, de forma a atender melhor à população e reduzir a necessidade de pessoal.

Todos os anos, os órgãos federais encaminham os pedidos para a realização de concursos até 31 de maio. Após esse prazo, a Secretaria de Gestão e Desempenho de Pessoal (SGP) examina todas as demandas, de acordo com as prioridades e necessidades do governo. O resultado desse processo é levado em conta na elaboração do Orçamento do ano seguinte, que é enviado ao Congresso no fim de agosto.

Somente após a análise, o Ministério da Economia autoriza o concurso, por meio de portarias no Diário Oficial da União. Cada órgão ou entidade federal estará liberado para organizar o concurso conforme o número de vagas liberadas.

O Artigo 169 da Constituição condiciona a admissão ou a contratação de pessoal à autorização específica da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que define metas e prioridades para o Orçamento. Discutido pelo Congresso ao longo dos últimos quatro meses do ano, o Orçamento Geral da União reserva os recursos para as contratações.

Imagens: UOL 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Ponte metálica na GO-060 será interditada neste domingo (2) para manutenção

Tráfego no local será suspenso a partir das 7h. A normalização deve ocorrer ainda no domingo (2/6).
01/06/2019, 18h00

A ponte metálica instalada na GO-060, entre Israelândia e Fazenda Nova, no interior de Goiás, será interditada temporariamente neste domingo (2/6), para uma manutenção programada pela 23ª Companhia de Engenharia de Combate do Exército Brasileiro. O tráfego no local deve ser suspenso a partir das 7h. A previsão para normalização é às 12h, podendo ser liberada antes. Serão realizados serviços de manutenção e ampliação das rampas de acesso à ponte, com o objetivo de dar mais segurança aos usuários que transitam pela região.

De acordo com a Companhia de Engenharia, o canteiro de obras foi montado neste sábado (1º/6) para que a manutenção ocorra de forma mais breve possível. O domingo também foi escolhido pela menor quantidade de veículos que transitam na região no fim de semana. A ponte metálica está instalada na altura do quilômetro 184 da rodovia.

Opção de trajeto

Para os motoristas que passam pela região, a alternativa será desviar para Fazenda Nova – Bacilândia – Jaupaci – Israelândia e retornar para a GO-060. São aproximadamente 45 quilômetros de desvio.

Uma equipe do Comando de Policiamento Rodoviário (CPR) da Polícia Militar de Goiás estará no local para auxiliar no bloqueio na rodovia, indicando que o trecho estará interditado, durante o período de manutenção.

Ponte metálica foi instalada na GO-060 após interdição

O trecho da GO-060 entre Israelândia e Fazenda Nova, foi interditado na madrugada do dia 10 de março pelo Corpo de Bombeiros de Goiás (CBMGO), devido ao rompimento de um bueiro na via, por conta das fortes chuvas na região.

Após o bloqueio total do trecho, o governador Ronaldo Caiado, decretou situação de emergência. Doze cidades do interior do estado foram afetadas, sendo elas: Amorinópolis, Arenópolis, Baliza, Bom Jardim de Goiás, Caiapônia, Diorama, Doverlândia, Iporá, Israelândia, Jaupaci, Palestina de Goiás e Piranhas.

A ponte metálica foi cedida pelo Exército Brasileiro ao Governo de Goiás como medida provisória. A estrutura será substituída por uma permanente.

Via: GOINFRA 
Imagens: Sagres Online 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Suspeito de manter a namorada presa em banheiro de boate abandonada é preso, em Goiatuba

Suspeito é apontado como autor da tentativa de homicídio de uma mulher esfaqueada mais de 30 vezes em Anápolis.
02/06/2019, 14h14

O suspeito de agredir e manter a namorada adolescente presa dentro do banheiro de um clube abandonado, em Goiatuba foi preso pela polícia no último sábado (1/6). Além do crime contra a menor, o jovem de 22 anos pode ser o responsável pelo tentativa de homicídio d uma mulher com 30 facadas com quem teve um relacionamento antes da adolescente.

Responsável pela prisão do rapaz e pela investigação do caso, o delegado Patrick Carniel afirmou que o casal morava em Anápolis, porém a adolescente começou um outro relacionamento e sem aceitar ser trocado, o suspeito esfaqueou a mulher que sobreviveu mesmo após ser esfaqueada pelo jovem 37 vezes.

De acordo com o delegado, após o crime, o jovem pegou a adolescente e a levou para Goiatuba, e começaram a morar dentro do banheiro de um clube abandonado.

“Quando ele saia, colocava uma corrente no banheiro para manter ela presa. Por cerca de dois meses ela ficou lá. Não havia comida, nada no banheiro para ela. A vítima também relatou que era agredida e chegava a desmaiar”, explicou o delegado a um jornal local.

Namorada presa dentro do banheiro da boate aproveitou que companheiro dormiu e esqueceu a porta aberta para fugir

A adolescente conseguiu fugir do banheiro da boate que era mantida prisioneira na última sexta-feira (31/5), após o namorado adormecer e esquecer a porta aberta. A moça durante a fuga encontrou duas pessoas para quem pediu ajuda que a levaram até a delegacia. Segundo a publicação do periódico a adolescente foi entregue aos pais,, em Anápolis.

A polícia começou a investigar o caso assim que recebeu a denúncia e a buscar pelo jovem. Durante consulta no registro da Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO), os policiais descobriram que havia um mandado de prisão em aberto em desfavor do rapaz, suspeito de tentar matar uma mulher em Anápolis.

O jovem negou as acusações e tentou culpar a adolescente de esfaquear a mulher em Anápolis. O rapaz foi preso e vai responder por cárcere privado e lesão corporal praticados contra a menor e por tentativa de feminicídio, referente ao crime praticado em Anápolis.

Via: G1 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Mundo

Estatal russa Rostec retira equipe de defesa da Venezuela

A informação foi dada por uma pessoa próxima ao ministério de Defesa da Rússia.
02/06/2019, 14h35

A estatal russa Rostec, que atua nos setores de aviação, eletrônicos e armamento, anunciou neste domingo a retirada de seus principais consultores de defesa da Venezuela. A empresa, que treinou tropas e orientou o país em contratos de compra de armas, reduziu seu pessoal na Venezuela para apenas doze funcionários, de um total de aproximadamente 1.000 no auge da cooperação entre Moscou e Caracas, alguns anos atrás. A informação foi dada por uma pessoa próxima ao ministério de Defesa da Rússia.

A retirada gradual de funcionários da Rostec da Venezuela deve-se à falta de novos contratos e à aceitação de que o regime de Maduro não tem mais dinheiro para continuar pagando por outros serviços da companhia, segundo fontes. A Rússia está entre os maiores apoiadores internacionais de Maduro, mas a redução da presença de Rostec mostra os limites do alcance da Rússia no país sul-americano em um momento em que Moscou enfrenta dificuldades econômicas. Nos últimos anos, a Venezuela foi um dos maiores clientes de Moscou na região.

A retirada de funcionários permanentes e temporários da Rostec é um revés para Maduro, que frequentemente se refere ao apoio da Rússia e da China como sinal de que outras potências mundiais estão dispostas a ajudá-lo em seu confronto com os EUA. Uma pessoa próxima ao governo russo disse que a Rostec ponderou os benefícios políticos de apoiar Maduro contra as crescentes responsabilidades econômicas do regime russo. “Eles acreditam que a luta está sendo perdida”, disse a fonte.

O último grande contrato que Rostec cumpriu com a Venezuela foi a construção de um centro de treinamento para operar helicópteros militares, em março. Até o final do ano passado, a empresa ainda operava contratos relacionados ao fornecimento de mísseis e sistemas de defesa aérea para o país latino americano, mas os pagamentos foram interrompidos, segundo fonte próxima ao Ministério da Defesa da Rússia.

A Rostec tem enfrentado seus próprios problemas financeiros desde que os EUA, em 2017, começaram a sancionar países que mantivessem relações com a indústria de armas da Rússia. Desde então, vários países atrasaram suas compras de armas russas. Fonte: Dow Jones Newswires.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Saída de pista deixa dois mortos, em Rubiataba

Mulher que estava no carro chegou a ser socorrida com vida, mas morreu no hospital.
02/06/2019, 15h52

Um acidente envolvendo uma saída de pista na manhã deste domingo (2/6) terminou com a morte de um casal, no KM 28 da GO-434, em Rubiataba, a 220 quilômetro de Goiânia. O Dia Online conversou com o Sargento Farias responsável pela comunicação Batalhão do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBMGO) de Ceres, que atendeu a ocorrência.

De acordo com o sargento, a equipe foi chamada por volta das 07h15 para atender ao um acidente de grave na rodovia. Segundo o militar não houve colisão com outro veículo, e a corporação acredita que no momento do acidente, o condutor perdeu o controle do carro e colidiu com uma árvore às margens da GO.

A equipe de socorrista ao chegar ao local do acidente encontrou duas vítimas, uma fatal e outra em estado grave. Os bombeiros com apoio do Serviço do Atendimento Móvel de Urgências (SAMU) trabalhou para socorrer a vítima em estado grave, uma mulher, que foi levada para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade de saúde.

Corpo do condutor do veículo ficou preso às ferragens

O Sargento Farias afirmou que devido a força do impacto, o condutor do veículo ficou preso as ferragens e as equipes que atuaram no acidente, precisaram fazer o trabalho de desencarceramento do rapaz. Após retirar o corpo das ferragens do carro, a equipe dos bombeiros deixou a vítima aos cuidados do Instituto Médico Legal (IML).

A equipe que trabalhou no acidente fez a contenção de um óleo lubrificante e combustível que estava fazendo do carro para um córrego na região em que o veículo colidiu com a árvore. De acordo com o Sargento Farias,

De acordo com o Sargento Farias no local há uma pequena nascente, e equipe precisou fazer a contenção do óleo e lubrificante que estavam escoando do carro para evitar um dano ambiental maior a nascente do córrego.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.