Brasil

Intoxicação por monóxido de carbono causou morte de família brasileira no Chile

Previsão é de que o translado dos corpos ocorra na segunda-feira, 3 de junho.
01/06/2019, 10h44

Intoxicação por monóxido de carbono foi a causa da morte de seis brasileiros da mesma família, em 22 de maio, em Santiago, no Chile. Eles inalaram o gás tóxico que vazou do sistema de aquecimento do prédio onde estavam hospedados durante férias na capital chilena.

Segundo informações repassadas pelo advogado da família, Mirivaldo Campos, o gás vazou do sistema de aquecimento do prédio – e a principal hipótese é que tenha vindo do chuveiro. O prédio, no bairro turístico de Bellas Artes, tinha mais de 50 anos e o apartamento não era vistoriado há 15.

O apartamento foi alugado pela família por meio de uma plataforma online, o Airbnb. A viagem a Santiago era um presente para a adolescente Karoliny Nascimento, que completaria 15 anos dois dias depois da tragédia.

Karoliny, o irmão Felipe Nascimento, de 13, a mãe Débora Nascimento, de 38, e o pai Fabiano de Souza, de 41, morreram. As outras vítimas foram o irmão e a cunhada de Débora, Jonathas Kruger Muniz, de 30 anos, e Adriane Padilha Kruger.

Pouco antes de morrer, Débora enviou mensagens de áudio a parentes no Brasil. Nas gravações, ela pede socorro e relata que o filho Felipe já estava “roxo”. Diz ainda que também estava sentindo dores nas articulações e que a emergência estava demorando a chegar. Autoridades chilenas investigam negligência da polícia.

“Não consigo mais, minhas articulações também estão parando e ficando roxas. E essa ambulância não chega. Acho que nós todos estamos contaminados por um vírus, Raquel, que paralisa as articulações e dá vômito. Não sei o que vai ser de nós.”

Velório

A previsão é de que o translado dos corpos ocorra na segunda-feira, 3. O velório dos seis será aberto ao público e ocorrerá no ginásio de esportes da Univali, em Biguaçu, na terça. O enterro está previsto para as 17 horas, no Cemitério de São Miguel, também em Biguaçu, município da Grande Florianópolis, onde Fabiano, Débora e os filhos moravam.

Quem são as vítimas em Santiago

Fabiano de Souza

Tinha 41 anos. Pai de Felipe e Karoliny e marido de Débora Muniz Nascimento de Souza. Trabalhava como pedreiro e pescador. Morava em Biguaçu (SC).

Débora Muniz Nascimento

Mãe de Felipe e Karoliny, tinha 38 anos. Trabalhava como professora. Gostava de viajar e compartilhava nas redes fotos de passeios em família.

Karoliny Nascimento

Tinha 14 anos. Filha de Débora e Fabiano. Completaria 15 anos nesta sexta-feira. A viagem a Santiago foi realizada em comemoração pelo seu aniversário

Felipe Nascimento

Tinha 13 anos. Filho Débora Muniz Nascimento e Fabiano de Souza. Foi o primeiro a apresentar os sintomas da intoxicação pela inalação de gás.

Jonathas Nascimento

Tinha 30 anos. Irmão de Débora e padrinho de Karoliny – a quem presenteou com a viagem. Era chefe de RH o Instituto Adventista de Tecnologia.

Adriane Kruger

Casada com Jonathas. Era de Goiânia e morava em Hortolândia (SP), com o marido. Publicou na véspera imagem de um passeio em Santiago.

Imagens: G1 Bahia 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Trânsito

Alteradas rotas de 19 linhas da Região Metropolitana de Goiânia; veja mudanças

Os novos trajetos são de linhas que saem ou passam pelos Terminais Padre Pelágio, Araguaia, Senador Canedo, Terminal Praça da Bíblia e Bandeiras.
01/06/2019, 12h11

Rede Metropolitana de Transportes Coletivos (RMTC) alterou a rota de 19 linhas do transporte público que atendem Goiânia e a Região Metropolitana. As mudanças, que ocorreram nos dias 22 e 29 de maio, correspondem a ampliação de rota, novos horários e desativação de pontos. Os novos trajetos são de linhas que saem ou passam pelos Terminais Padre Pelágio, Araguaia, Senador Canedo, Terminal Praça da Bíblia e Bandeiras.

Confira abaixo as mudanças nas rotas das linhas 151, 343, 037, 134, 717, 933, 273, 278, 330, 213 e 284, que entraram em vigor no dia 29 de maio:

  • Linha 151 – Terminal Padre Pelágio / Res. Jardim Petrópolis

Ganha um novo modo operacional, que atende a extensão do Jardim Petrópolis saindo do Terminal Padre Pelágio. O modo operacional passará pela Rua Maceió e avenidas Tupiniquins e Tupinambás, e terá quatro viagens diárias, às 05:45, 11:40, 12:55 e 18:37.

  • Linha 343 – PC Campus / Orlando de Morais

Deixa de atender as ruas Tote Barbosa e Aimorés, no Conjunto Shangry-Lá, e passa a atender a Av. Antônio Barbosa, no sentido Res. Orlando de Morais.

  • Linhas 037, 042, 134, 717 e 933

Deixam de atender o ponto 4420, na Av. Perimetral Norte, no Setor Cândida de Morais, e passam a atender dois novos pontos nesta área, sendo eles: 8270 e 8271.

  • Linhas 273, 278 e 330

Têm seus trajetos alterados para atender a Faculdade Evangélica de Senador Canedo, na Rua JM-32. Os pontos 5497 e 5499, na Rua JM-26, serão desativados.

  • Linha 213

Passará a atender o Setor Village dos Ipês, em Hidrolândia. Os pontos 2132, 2134, 6983, 6985, 6987, 2141, 1213 e 2144 serão desativados na ida, e os novos pontos 8261, 8262, 8263, 8264 e 8265 serão incluídos no itinerário. De segunda a sábado, a linha sai do Terminal Bíblia, e aos domingos tem partida do Terminal Araguaia.

  • Linha 284

Tem seu atendimento ampliado no centro de Nova Fátima, contemplando agora um trecho maior da Rua do Comércio, a Rua Pedro Cardoso e a Avenida Central.

Linhas de ônibus alteradas no dia 22 de maio

De acordo com publicação da RMTC, uma semana antes, no dia 22 de maio, outras sete linhas tiveram seus trajetos modificados, sendo elas: 283, 313, 574, 578, 601, 602 e 603. Veja a seguir as novas rotas:

  • Linha 283 – Terminal Senador Canedo / GO-020 / Flamboyant

A linha 283 via Flamboyant terá seu trajeto estendido até o Colégio Militar nos horários de pico.

  • Linha 313 – Terminal Pç. da Bíblia / Aldeia do Vale / Via Aeroporto

O trajeto passará pela Av. Vera Cruz, com destino ao T. Bíblia, e atenderá os pontos 2748, 2749, 2750 e 8113.

  • Linha 574 – Terminal Bandeiras / Forteville

Tem novo ponto de embarque e desembarque na Av. Seringueiras, no Residencial Forteville, com o número 607.

  • Linha 578 – Terminal Bandeiras / Centerville / via Talismã

Tem o itinerário alterado e passa a atender o Residencial Aquários II. A linha também atende dois novos pontos: 784, no sentido Terminal Bandeiras e o 7736, no sentido Residencial Centerville.

  • Linhas 601, 602 e 603

Essas linhas seguirão pela Av. 85 até a Rua 143, próximo à Praça do Ratinho, e retornarão pela Rua 14 para a Av. 85.

Via: Rmtc Rmtc 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

Em vídeo, companheira de mãe que matou e esquartejou filho conta detalhes do crime

Rhuan Maycon da Silva Castro, de 9 anos foi assassinado na noite desta sexta-feira (31/5), em Samambaia Norte, no Distrito Federal.
01/06/2019, 13h51

Rosana Auri da Silva Candido, de 27 anos, e Kacyla Priscyla Santiago Damasceno Pessoa, 28, foram presas depois de matar e esquartejar o menino Rhuan Maycon da Silva Castro, de 9 anos. O crime ocorreu na noite desta sexta-feira (31/5), em Samambaia Norte, no Distrito Federal.

Na delegacia, Rosana, que é mãe de Rhuan, confessou o crime e revelou ter planejado a morte do filho para se livrar de contato com a família do pai dele. A companheira da mulher também confessou participação e revelou detalhes do crime bárbaro. “Ela queria que ele desaparecesse”, declarou.

No vídeo, divulgado pelo Jornal Metrópoles, Kacyla Priscyla conta que tudo que elas fizeram contra Rhuan foi planejado por Rosana. Em sua versão, a mulher disse que já tinha se arrependido, mas ainda assim auxiliou a companheira. “Ela ficou brigando comigo. Disse que ia fazer sozinha. Então, eu só auxiliei”. Kacyla contou ainda que o objetivo era se livrar totalmente do menino, sem deixar rastros. “Ela não queria devolver [a criança para o pai], nem dar para ninguém. Queria isso, se livrar dele.”

Assista abaixo o trecho da confissão:

Mãe matou filho por não querer mais vínculos com o pai dele: “foi a solução”

Em outro vídeo, também divulgado pelo Metrópoles, a mãe do menino conta que matá-lo foi a solução que passou pela cabeça. Ela alega que, durante o relacionamento com o pai de Rhuan, ela foi vítima de agressões tanto dele quanto do pai dele, seu ex-sogro.

As apurações, de responsabilidade da 26ª Delegacia de Polícia, onde estão presas, apontam que elas planejavam o crime há algum tempo. Rhuan seria morto no mês passado; elas usariam veneno. A intenção era desaparecer com a criança antes de elas se mudarem para um novo endereço. Ainda de acordo as as investigações, há um ano, a mãe teria cortado o órgão genital do menino; ela também confessou a agressão.

O crime bárbaro

Segundo informações da polícia do DF, o menino teria sido morto enquanto dormia. Após matá-lo a facadas, as mulheres esquartejaram o corpo da criança. Para “sumir” com o corpo, o plano era assar a pele na churrasqueira da casa e jogar a carne no vaso sanitário. Os ossos seriam triturados, de acordo com depoimento de Kacyla. Mas o plano não deu certo devido ao cheiro forte.

O próximo passo foi colocar os pedaços dentro de duas mochilas e descartar em um bueiro, mas a atitude das mulheres chamou atenção de um grupo de moradores. A polícia foi acionada e as duas foram presas em casa.

Na residência, estava outra criança, de 8 anos, filha da companheira da mãe do menino assassinado. A Polícia disse que a menina percebeu o que ocorria, mas ficou quieta, fingindo que dormia. As mulheres disseram que não tinham intenção de matá-la.

Mulheres fugiram do Acre com as crianças

Elas informaram à polícia que não tinham a guarda das crianças, uma vez que haviam fugido do Acre, onde moravam, sem o consentimento dos pais delas. A menina está sob os cuidados do Conselho Tutelar, em um abrigo no DF.

Imagens: G1 Distrito Federal 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Economia

Sebrae Goiás abre inscrições para credenciamento de consultores e instrutores

As empresas aprovadas no processo de credenciamento integrarão o cadastro de empresas prestadoras de serviços de instrutoria ou consultoria do Sebrae.
01/06/2019, 14h40

Estão abertas as inscrições para o Credenciamento de Empresas para integrarem o Cadastro Nacional de Empresas Prestadores de Serviços de Consultoria e Instrutoria do Sebrae Goiás. As inscrições podem ser realizadas de 13 de maio a 05 de julho de 2019.  Para saber todos os detalhes e realizar inscrição acesse o edital no site do Sebrae Goiás www.sebraego.com.br.

O valor da inscrição é de R$ 200,00 e poderá ser feita através de boleto bancário ou cartão de crédito ou débito. O pagamento por boleto poderá ser realizado até o dia 30/06/2019. Já o pagamento via cartão débito/crédito poderá ser realizado até o dia 05/07/2019. As empresas candidatas poderão fazer inscrição para atuação em até cinco áreas de conhecimento. Em caso de dúvida, enviar email no endereço: Array>[email protected]

Segundo Seila Maia Lemos Guimarães, coordenadora da Unidade de Gestão de Credenciados do Sebrae Goiás, o processo de credenciamento consiste em duas etapas: inscrição e habilitação jurídica e qualificação técnica e regularidade fiscal. “As empresas aprovadas no processo de credenciamento integrarão o cadastro de empresas prestadoras de serviços de instrutoria ou consultoria do Sebrae, não existindo número mínimo ou máximo de empresas credenciadas, que irão prestar serviços quando demandadas”, explica a coordenadora

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Esportes

Brasil vai sediar Copa do Mundo Sub-17

Até agora, 23 das 24 equipes participantes já estão confirmadas.
01/06/2019, 15h07

O Brasil vai sediar a Copa do Mundo de Futebol Sub-17. A competição será disputada entre os dias 26 de outubro e 17 de novembro deste ano. A Federação Internacional de Futebol (Fifa) confirmou as datas das partidas nessa sexta-feira (31), após visita de inspeção ao país. Os locais e toda a programação de jogos serão confirmados antes do sorteio, que foi marcado para o dia 11 de julho na sede da Fifa, em Zurique, na Suíça.

O secretário-geral adjunto da Fifa, o croata Zvonimir Boban, valorizou o sucesso recente do Brasil ao receber eventos esportivos de grande porte. O dirigente da entidade máxima do futebol ressaltou o esforço feito pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para sediar o torneio.

“Nos últimos anos, o Brasil sediou com sucesso uma série de competições, incluindo a Copa do Mundo de Futebol em 2014 e as Olimpíadas de 2016. Temos certeza de que, juntas, a experiência do Brasil e a paixão dos torcedores vão contribuir para o sucesso da Copa do Mundo Sub-17 Fifa 2019”.

Presenças confirmadas

Até agora, 23 das 24 equipes participantes já estão confirmadas. Falta apenas o quarto representante da CAF, confederação que representa o futebol da África e que inclui Angola, Camarões e a Nigéria.

*Com informações da CBF

Imagens: rediff.com 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.