Entretenimento

Harry Potter ganhará quatro novos livros digitais sobre saga de bruxos

Os livros digitais irão abordar as lições que Harry e seus amigos aprenderam em Hogwarts.
30/05/2019, 16h10

Há mais de duas décadas, a escritora J. K. Rowling publicava o primeiro livro da saga Harry Potter, que se tornou um fenômeno mundial. Agora, os fãs do bruxo mais famoso do mundo já podem comemorar: o site Pottermore, principal veículo com informações sobre a saga, anunciou o lançamento de quatro novos livros.

Os livros digitais irão abordar as lições que Harry e seus amigos aprenderam em Hogwarts. “Esses e-books foram adaptados do audiobook livro para ouvir Harry Potter: A History of Magic e são uma oportunidade de absorver os personagens e os curiosos incidentes da real história da magia de uma maneira mais compacta – perfeitos para o trem ou qualquer meio de transporte ‘trouxa’ não-bruxo que você preferir”, diz a descrição do site.

Os títulos dos livros são: Harry Potter: A Journey Through Charms and Defence Against the Dark Arts (Uma jornada através dos feitiços e da defesa contra as artes das trevas, em tradução literal), Harry Potter: A Journey Through Potions and Herbology (Uma jornada através de poções e herbologia), Harry Potter: A Journey Through Divination and Astronomy (Uma jornada através da adivinhação e astronomia) e Harry Potter: A Journey Through Care of Magical Creatures (Uma jornada através do cuidado de criaturas mágicas).

Os dois primeiros livros serão publicados em 27 de junho, enquanto os dois remanescentes ainda não possuem data de lançamento. Os e-books estarão disponíveis para compra pela Amazon, Apple e Kobo, nos idiomas inglês, francês, italiano e alemão.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Hidrelétrica de Serranópolis pode danificar sítios arqueológicos, diz MPF

O MPF afirmou que alagamento na região pode afetar diretamente os sítios arqueológicos com danos severos e irreversíveis.
30/05/2019, 16h14

O Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério Público do Estado de Goiás (MPGO) recomendaram que a Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Semad) suspenda o processo de licenciamento ambiental da Usina Hidrelétrica Estrela do Complexo Energético Taboca-Estrela, em Serranópolis, pois, segundo os órgãos, a construção pode causar o desaparecimento de sítios arqueológicos da região.

Os órgãos aguardam a apresentação do empresário responsável pelo complexo e da análise do Instituto do Patrimônio e Artístico Nacional (Iphan) sobre os impactos que o empreendimento pode causar naquela região. Vale ressaltar que entre os anos de 1975 a 1982 foram encontrados vários sítios arqueológicos no local, que atualmente são fontes de pesquisas, inclusive registrados no Cadastro Nacional de Sítios Arqueológicos (CNSA).

O MPF afirmou, através de perícias feitas na área, que o alagamento na região pode afetar diretamente os sítios arqueológicos com danos severos e irreversíveis, tornando os sítios impróprios para visitação.

Procurador afirma que área para instalação do complexo é incompatível com a preservação do patrimônio

O procurador da República Jorge Medeiros afirmou que é necessário que não sejam emitidas licenças prévias de Instalação e Operação (LP, LI, LO) para o complexo, pois a área para a sua implantação é incompatível com a preservação do Patrimônio arqueológico. Uma vez que a região possui sítios com pinturas rupestres e ossos de civilizações antigas que datam de mais de 10 mil anos.

Além de suspender o processo de licenciamento para a implantação do complexo, o MPF e o MPGO recomendaram o cancelamento imediato da audiência pública para ocorrer entre os dias 10 e 11 de junho em Itarumã e Serranópolis, devido ao estudo sobre os danos que o Complexo pode causar ao patrimônio arqueológico da região. Os órgãos solicitaram também que qualquer licença concedida ao empreendimento seja revogada.

O Dia Online entrou em contato com a Semad por telefone em busca de uma posicionamento sobre a recomendação do MPF e do MPGO e por meio de nota a Secretaria afirmou que estão sendo seguido os procedimentos legais para o licenciamento ambiental, além disso Semad informou que a empresa responsável pela usina apresentou um plano de salvamento dos sítios arqueológicos.

Confira a nota

“A Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável – SEMAD esclarece que o processo de licenciamento ambiental da Usina Hidrelétrica de Estrela está seguindo os trâmites legais normais. Na sequência das análises efetivadas até o momento foi marcada Audiência Pública para os dias 11 e 12 de junho de 2019 com intuito de fortalecer e articular os mecanismos e as instâncias democráticas de abertura de diálogo entre a SEMAD, a Est Energia S.A. (empreendedor) e a comunidade, promovendo assim, a participação social para o esclarecimento das questões técnicas do empreendimento bem como dos impactos ambientais, econômicos e sociais, assim como também para esclarecer as propostas apresentadas pelo empreendedor para mitigar e compensar os impactos ambientais que poderão ser gerados direta ou indiretamente pela atividade.

Além de conferir o direito à publicidade dos estudos, a audiência pública é o momento de materialização do direito constitucional de participação popular no processo de licenciamento ambiental do empreendimento de significativo impacto ambiental. É mais um momento em que a população poder fazer questionamentos e juntada de documentos que também servirão de base, juntamente com o EIA/RIMA, para análise da SEMAD quanto à aprovação ou não do projeto pretendido pela Est Energia S.A.

Quanto aos sítios arqueológicos identificados na área da UHE Estrela, o empreendedor apresentou Projeto de Salvamento Arqueológico e Plano de Educação Patrimonial ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN/Goiás, o qual fez análise e aprovou os estudos apresentados, bem como comunicou a SEMAD, em 2012, sobre aprovação dos mesmos e declarou que o empreendimento está apto a receber as licenças de Instalação e Operação.

Assim, a SEMAD, órgão responsável pela condução do licenciamento ambiental, cumpriu os procedimentos legais para a realização da audiência pública e entende que a suspensão das mesmas é impedir o exercício de cidadania da população nos debates socioambientais sobre o empreendimento.”

Via: MPGO 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Goiás pede "licença para calote" para não pagar dívidas aos bancos

Ação vai ser julgada pelo ministro Gilmar Mendes.
30/05/2019, 17h08

O governo de Goiás por meio da Procuradoria-Geral do Estado (PGE) entrou com uma ação civil ordinária (ACO), onde informa que Goiás não tem recursos em caixa para pagar os serviços das dívidas e honrar os compromissos consolidados como transferências constitucionais para saúde e educação e o pagamento da folha dos servidores públicos, que representa uma despesa de R$ 170 milhões. A ação foi protocolada junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) e será julgada pelo ministro Gilmar Mendes.

De acordo com uma rádio local, a ação foi protocolada no dia 13 de maio deste ano, acompanhada de um pedido de liminar para que a União não execute a contrapartida contra o Estado em caso de inadimplência.

O ministro Gilmar Mendes, afirmou na última segunda-feira (27/5) que pediu a manifestação da Advocacia-Geral da União (AGU), para se posicionar sobre o caso. Conforme a rádio a decisão da AGU foi tomada e anexada ao processo e cabe agora apenas ao ministro decidir sobre a ação.

Pedido de licença para calote tem prazo de validade

O pedido do Estado entretanto tem prazo de validade definido, e se encerra no momento que Goiás adentrar ao Plano de Equilíbrio Fiscal (PEF) do governo federal. Conforme veiculado pela rádio, a leia conhecida como Lei Mansueto, o plano era para ter sido encaminhado em abril pelo Ministério da Economia ao Congresso Nacional para socorrer os Estados com dificuldades financeiras, porém até hoje isso não foi feito.

Devido as dificuldades financeiras em Goiás, a PGE pediu que a contrapartida contratual não seja cumprida pela União, pois pode haver o bloqueio de repasses de transferências de impostos da União para o Estado, automaticamente.

De acordo com a publicação da rádio, no dia 7 de maio, o governador Ronaldo Caiado (DEM) se reuniu com o Ministério Público do Estado de Goiás (MPGO), Defensoria Geral do Estado, Tribunal de Justiça e Tribunal de Contas do Estado e a Assembleia Legislativo do Estado de Goiás (Alego), para entrar com a ação.

Via: Sagres Online 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Dia Gourmet

Lojas de bolo em Brasília: 9 charmosas opções para conhecer

Nada melhor que um bolinho para o café da manhã ou lanche da tarde! Muitas casas de bolo em Brasília oferecem sabores variados e produzidos com receitas caseiras! Um mais gostoso que o outro!
30/05/2019, 17h54

SePara garantir aquele café da manhã reforçado, nada melhor que um bom bolinho, não é mesmo? E por falar nisso, talvez não haja nenhuma receita que lembre tanto os tempos de infância quanto a de um bolo. Se você sente saudade dessa época, existem muitas casas de bolo em Brasília que resgatam essas memórias, oferecendo receitas caseiras para seus clientes, capazes de lembrar os velhos tempos.

Se já deu água na boca, confira a listinha especial que nós aqui do Portal Dia Online preparamos! São lojinhas perfeitas para o café da manhã ou lanche da tarde, ainda com algumas opções de bolos para festas. Confira!

Encontre as melhores casas de bolo em Brasília:

1 – Bolos do Flávio

Foto: Reprodução/ Bolos do Flávio

Considerada como uma das melhores casas de bolo em Brasília, foi uma das pioneiras na capital federal. Começou bem tímida e com poucos clientes, mas a qualidade e os sabores de seus bolos foram conquistando cada vez mais público e, convenhamos, nada melhor que a propaganda boca a boca.

Quem conhecia a casa logo recomendava para os amigos e a família. Não é à toa que se tornou uma das maiores da cidade, com unidades espalhadas por todos os cantos. No cardápio é possível encontrar opções para todos os gostos, desde aqueles sabores mais tradicionais, como o bolo de cenoura e chocolate, até os mais inventivos, como os de arroz e de churros.

Os mais pedidos da casa ficam por conta dos bolos de mandioca com requeijão e o de pé de moleque. É possível comprar a pronta entrega ou fazer sua encomenda. Para conferir os sabores disponíveis, basta clicar aqui.

Horário de atendimento: segunda a sexta, das 8h às 18h | sábado, das 8h às 17h45 (os horários podem ser diferentes de acordo com a unidade)

Telefones:

  • (61) 3242-1617
  • (61) 3383-1507
  • (61) 3568-4384
  • (61) 3563-1555
  • (61) 3387-2180

Endereços:

  • Asa Sul Comércio Local Sul 108 Bloco B Loja 1 – Asa Sul, Brasília – DF, 70200-050
  • Av. das Araucárias, 1395 – Águas Claras, Brasília – DF, 70297-400
  • Lote 16 – Loja 2, R. 37 Sul – Águas Claras, Brasília – DF, 72020-016
  • Taguatinga Norte QND 15 Lote Loja 05 – Taguatinga, Brasília – DF, 72120-130
  • Quadra 08, Bloco 12, Q 8 07 – Sobradinho, Brasília – DF, 71705-500

2 – Bolos da Vovó

Foto: Reprodução

A casa surgiu com a ideia de levar para seus clientes as delícias que lembram a infância, com saborosos bolos caseiros, feitos diariamente e sem adição de corantes, conservantes ou aromatizantes, tudo para garantir a qualidade e sabor.

As receitas são sempre as mais naturais e caseiras possíveis e cada bolo é feito como se fosse em casa, com todo o carinho para que saia do forno como se realmente fosse aquele bolinho de avó.

É possível encontrar variados sabores, mas ainda vale destaque para as tortas e pães da casa, que também são uma delícia! Ah, e para quem está de dieta ou para quem adotou o estilo de vida vegano, também é possível encontrar alternativas deliciosas! Sem dúvida, uma das melhores casas de bolo em Brasília! Vale a pena conhecer! Clique aqui e confira os sabores.

Horário de atendimento: segunda a sexta, das 7h30 às 19h | sábado, das 8h às 18h

Telefone: (61) 3541-0095

Endereço: SCLS Q. 310 – Bloco C – Lj 02, SHCS, Brasília – DF, 70363-530

3 – Maria de Fátima Cake Design

bolo em Brasília
Foto: Reprodução

Um lugarzinho diferente em Brasília, aqui você encontra um ambiente moderno e bem aconchegante. É ideal para quem pretende saborear os mais variados tipos de bolos, tortas, doces, bombons e ainda aproveitar aquele cafezinho no ponto.

Embora seja plenamente possível pedir seu lanche e degustar na casa, é válido mencionar que a loja é especializada em bolos decorados para casamentos e festas de aniversário, sendo possível encomendar do jeitinho que você quiser. Clique aqui e confira as opções disponíveis no café.

Horário de atendimento: segunda a sexta, das 9h às 18h | sábado, das 9h às 17h

Telefone: (61) 3368-9321

Endereço: Scrn 716 Bloco C – Loja 30, St. de Habitações Coletivas e Geminadas Norte 716 – Brasília, DF, 70770-630

4 – Bolo da Ivone

bolo em Brasília
Foto: Reprodução/ Bolo da Ivone

Também considerada como uma das melhores casas de bolo em Brasília, o lugar oferece boa variedade de sabores, trabalhando sempre com uma produção mais caseira e utilizando ingredientes frescos.

Além de opções mais tradicionais, os clientes ainda podem pedir bolos para festas, bem-casados, bem-nascidos, bolo no pote e deliciosos cupcakes, com a possibilidade de encomendas. Embora os preços sejam mais salgados, a qualidade dos produtos entregues justifica. Vale a pena experimentar! Clique aqui e conheça os produtos.

Horário de atendimento: segunda a sexta, das 8h às 18h | sábado, das 8h às 12h

Telefone: (61) 99236-3436

Endereço: Condomínio Village da Alvorado I, Rua C, Casa 09, SH Jardim Botânico Condomínio Vilage Alvorada I Mod C – Setor Habitacional Jardim Botânico, Brasília – DF, 71680-358

5 – Casa dos Bolos Café

bolo em Brasília
Foto: Reprodução

Para quem está em busca de um bom bolo em Brasília, aqui temos mais uma excelente opção. Com um ambiente simples mas bastante acolhedor, aqui os clientes encontram bolinhos caseiros deliciosos, com sabores variados e para os mais diversos gostos.

Você pode aproveitar para tomar aquele cafezinho no capricho e fazer um lanche completo. Destaque ainda para o atendimento da casa, sempre cordial e disposto a ouvir as sugestões dos clientes. Vale a pena conhecer!

Horário de atendimento: segunda a sexta, das 7h às 19h | sábado, das 8h às 17h

Telefone: (61) 3326-4442

Endereço: St. Sudoeste Q. Res. Sudoeste 4 Lote 01 Loja 14 – Sudoeste, Brasília – DF, 70675-400

6 – Fica, Vai Ter Bolo

bolo em Brasília
Foto: Reprodução

Aqui é possível ter uma experiência diferente com bolo em Brasília. A casa trabalha com receitas caseiras e visando sempre adotar uma proposta mais natural e que alcance a todos. Justamente por isso os bolos são produzidos sem leite, ainda com opções que não levam farinha de trigo e nem açúcar.

É tudo muito gostoso e os sabores são marcantes. Você ainda pode pedir um bom café para acompanhar. Vale a pena experimentar essas delícias!

Horário de atendimento: segunda a sexta, das 7h às 19h | sábado, das 8h às 14h

Telefone: (61) 3703-4700

Endereço:

Asa Sul Comércio Local Sul 213 C Loja 21 – Asa Sul, Brasília – DF, 70292-530

7 – Casa Gourmet

bolo em Brasília
Foto: Reprodução

Com um ambiente charmoso e bastante acolhedor, aqui é possível encontrar um lugarzinho perfeito para aquele café da manhã reforçado ou para um bom lanchinho da tarde. Com receitas caseiras, a casa conta com diversas opções de bolos, com diferentes recheios e coberturas ou as opções mais simples.

Como se não bastasse, ainda é possível pedir biscoitos, chocolates, salgados, caldos e o café que todo mundo ama. Tudo uma delícia!

Horário de atendimento: segunda a sábado, das 7h às 22h

Telefone: (61) 3543-9678

Endereço: Ed. Jequitibá 585 – Lote 585, Av. Jequitibá, Loja 01 – Águas Claras, Brasília – DF, 71937-000

8 – Bolos do Rei

bolo em Brasília
Foto: Reprodução

Excelente opção de loja de bolo em Brasília, aqui é possível encontrar um dos melhores custo-benefício da cidade. Com boa variedade de sabores, estão sempre macios e fresquinhos, garantindo uma experiência deliciosa.

Há sempre uma opção para cada gosto e o bolo de milho, embora seja um dos mais tradicionais, também é um dos mais gostosos. Vale a pena conhecer e experimentar!

Horário de atendimento: segunda a sexta, das 7h às 19h | sábado, das 7h às 16h30

Telefone: (61) 99120-6745

Endereço: Quadra 01 Bloco A – Ed. Cruzeiro Center, SRES – Cruzeiro / Sudoeste / Octogonal, Brasília – DF, 70640-515

9 – TiaLú Bolos

bolo em Brasília
Foto: Reprodução

Se você está em busca de bolo em Brasília para sua festa, principalmente no segmento de aniversário, aqui e o lugar certo! A casa funciona como uma doceria especializada em bolos, produzidos com ingredientes como pasta americana, chantilly, doces tradicionais e finos.

Ainda é possível encontrar cupcakes deliciosos, sem falar que os doces podem ser personalizados de acordo com o tema escolhido, ainda com pirulitos de chocolate. Uma delícia!

Horário de atendimento: segunda a sexta, das 8h às 18h

Telefone: (61) 99167-8071

Endereço: QE 44 Conjunto X Casa 13, Guará II, Brasília – DF, 71070-237

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Economia

Liminares do STF afetam investimentos no Brasil, diz presidente da Petrobras

Depois da decisão de Lewandowski, o ministro Edson Fachin decidiu suspender a venda de 90% da Transportadora Associada de Gás (TAG) - subsidiária da Petrobras, por US$ 8,6 bilhões.
30/05/2019, 18h13

O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, disse nesta quinta-feira, 30, que as liminares concedidas pelos ministros Ricardo Lewandowski e Edson Fachin – que atingiram diretamente os negócios da petroleira – causaram insegurança não só para a Petrobras, mas para o Brasil e a economia brasileira. Mesmo assim, Castello Branco afirmou estar confiante na “racionalidade e no senso de justiça” dos ministros do STF ao analisarem o tema de forma colegiada.

O Supremo iniciou nesta quinta-feira o julgamento em que decidirá se confirma ou não a liminar concedida pelo ministro Ricardo Lewandowski, que determinou que a venda de empresas públicas, sociedades de economia mista e de suas subsidiárias ou controladas exige prévia autorização legislativa, sempre que se trate de perda do controle acionário.

Depois da decisão de Lewandowski, o ministro Edson Fachin decidiu suspender a venda de 90% da Transportadora Associada de Gás (TAG) – subsidiária da Petrobras, por US$ 8,6 bilhões. O argumento de Fachin, que acolheu pedido feito pelos sindicatos dos petroleiros e de trabalhadores de refinarias, é que a venda dos ativos precisa passar por um processo de licitação.

De acordo com o presidente da estatal, os recursos que entram do plano de desinvestimentos são destinados a dois fins: pagamento de dívidas e investimento na exploração e produção de petróleo.

“A produção de petróleo da Petrobras está estagnada há 10 anos. Precisamos de bilhões de dólares para aumentar a produção de petróleo, mais ou menos US$ 20 bilhões por ano. E temos uma dívida de US$ 106 bilhões, além dos problemas que foram deixados no nosso fundo de pensão, na assistência médica de saúde. Enfim, a Petrobras precisa de dinheiro para saldar esses compromissos, se tornar uma empresa saudável, forte e investindo para gerar empregos no Brasil”, observou o presidente da petroleira.

Na avaliação de Castello Branco, o petróleo é “uma grande fonte de geração de riqueza” e a não concretização dos planos de desinvestimento da Petrobras “limita significativamente a exploração dessa riqueza natural em prol da sociedade brasileira”.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.