Entretenimento

Mulher se casa com ela mesma em Minas Gerais e atrai seguidores da 'sologamia'

"A vida que segue sempre é bem acompanhada do amor próprio", escreveu uma internauta.
28/05/2019, 16h20

A empresária Jussara Couto, de 38 anos, casou-se consigo mesma no último domingo, 26, em Belo Horizonte, Minas Gerais. Ela se tornou a primeira pessoa a fazer um casamento sologâmico – ou seja, de um membro só – no Brasil.

O evento ocorreu em uma praça da capital mineira para celebrar o amor próprio, com a presença de amigos e familiares. Ao som de Tocando em Frente, de Almir Sater, e vestida de noiva, com um buquê nas mãos, a mulher subiu em um altar improvisado e falou palavras de autoestima e aceitação.

A iniciativa chamou a atenção dos usuários do Instagram, que não economizaram elogios ao falar de Jussara. “A vida que segue sempre é bem acompanhada do amor próprio”, escreveu uma internauta. “Você é exemplo para muitas pessoas que não se amam, que não sabem o quanto são maravilhosas”, disse outra.

Por outro lado, alguns internautas não gostaram da ideia. “Isso é para tirar dinheiro de gente narcisista, que deseja mandar recado para um ex-companheiro nas redes sociais e ostentar, ser o centro das atenções. Isso está longe de ser autoestima”, criticou uma mulher. “É narcisismo, não é casamento. Não me chamem para isso pelo bem da humanidade”, reclamou outra.

Clique aqui

O que é a sologamia?

A ‘noiva’ e sua amiga Daniele Cerqueira, ambas profissionais da área de eventos, criaram a organização Eu Comigo, especializada em casamento sologâmico. “A cerimônia não é feita para substituir alguém, ou porque a pessoa não quer se relacionar com outra no futuro”, explica a dupla na página do Instagram. “O auto casamento pode ser qualquer coisa, desde um simples ritual no quarto de alguém até uma celebração mais luxuosa”, completa.

Esperançosas com a iniciativa, as empresárias acreditam que as pessoas que trabalham na indústria de casamentos terão que pensar em serviços para os ‘sologamistas’ nos próximos anos.

Clique aqui

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Presos em Luziânia membros do Comando Vermelho que pedem autorização para matar policiais

Em uma das conversas, integrante do grupo afirma ter autorização, mas que só pode matar os policiais após o dia 30.
28/05/2019, 16h26

Dois homens que integram o Comando Vermelho (CV) foram presos pela Coordenação de Repressão a Homicídios e de Proteção à Pessoas do Distrito Federal (CHPP-DF), nesta terça-feira (28/5) em Luziânia, no Entorno do Distrito Federal (DF), suspeitos de pedirem autorização para matar policias militares no Pará.

De acordo com uma matéria publicada pelo Correio Braziliense, os pedidos de autorização foram descobertos em conversas gravadas entre os integrantes da facção com os líderes, encontradas nos celulares dos presos.

Durante a conversa entre os membros da facção, um deles cita a viatura da PM na região que teria matado membros do grupo. “Mano se a gente pedia a permissão pro ti lá. Se nois pode dar esse ataque lá e matar todos esses vermes, dentro da viatura, só que eu tava afim que a tia, os tios dessem o aval, tá ligado”, diz um dos presos em um áudio.

Áudio de membro do Comando Vermelho indica que integrantes só vão poder matar policias após o dia 30

Em entrevista ao periódico, o delegado-chefe da (CHPP-DF) Fernando Cesar Costa, afirmou que as mensagens eram destinadas à Manoel Barbosa dos Santos Júnior, conhecido como Junior Doido e para um outro integrante do CV do Pará. O pedido de autorização para matar policiais foi efetuado há três dias, ou seja no último sábado.

Em outro trecho da conversa entre eles, um dos membros do grupo afirma que recebeu a autorização para matar os policiais. “É o seguinte, nóis só pode matar depois do dia 30. Foi dado prazo pros caras que nóis não pode matar nenhum segurança pública até dar o prazo que o comando passou. A gente vai se organizando até lá. Quando chegar a hora, quando acabar o prazo, tu já viu, mano. Vamos meter fogo nele”, explica o integrante do CV.

Júnior doido foi preso durante a Operação Cronos II e era foragido da Justiça do Pará. Ainda conforme a publicação do jornal, Júnior é acusado de matar três policiais do Pará. Conforme o delegado, mesmo distante o integrante continuava a ordenar as execuções de seus desafetos no Pará.

Imagens: Correio Braziliense 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Empresa de Catalão é proibida de recusar passe livre liberado pelo Cras

Empresa afirma que carteiras do Cras são emitidas sem critério e por isso não acatou recomendação do MPGO.
28/05/2019, 17h11

Uma liminar do Ministério Público do Estado de Goiás (MPGO) proíbe a Transporte Coletivo Duarte Ltda (Transduarte) recusar usuários do transporte coletivo com passe livre no serviço rodoviário municipal, e as carteiras emitidas pelo Centro de Referência Social (Cras) ou de outro órgão designado pela Secretaria de Promoção e Assistência Social às pessoas com deficiência, em Catalão.

A liminar foi concedida pela juíza Nunziata Stefania Valenza Paiva, que determinou a substituição imediata e gratuita pelas carteiras magnéticas fornecidas pela empresa, caso necessário para a população ater acesso ao transporte público. A decisão da magistrada estabeleceu ainda multa de R$ 1 mil diária, em caso de descumprimento da medida.

A ação contra a empresa foi proposta pelo promotor de Justiça, Cláudio Braga Lima, e informou que o órgão recebeu reclamações de passageiros que possuem isenção legal no pagamento da tarefa, que a Transduarte não aceitava as carteiras fornecidas pelo Cras para o uso do transporte.

Empresa proibida de recusar o passe afirmou que documento emitido pelo Cras não tem validade

Os usuários afirmaram que procuraram a empresa para conseguir os cartões magnéticos e ter acesso ao transporte, entretanto conforme os passageiros, a empresa negou o passe livre que é um direito deles. Para não conceder o passe, a Transduarte afirmou que o documento municipal não tem validade, e que essa é uma argumentação feita também pelos motoristas da empresa.

Em sua denúncia, o promotor afirma que o Cras é o órgão responsável por analisar e deferir os pedidos de isenção, com a emissão de laudo do SUS e parecer da assistência social que atesta a carência econômica, para emitir as carteiras do passe livre para o transporte coletivo no município.

Antes de obter a liminar, o MPGO recomendou a empresa que aceitasse os documentos emitidos pelo Cras, pois é considera ilegal a prática da empresa de definir os usuários que se enquadram no conceido de pessoa com deficiência, que cabe apenas ao município. A Transduarte todavia não acatou a recomendação, e alegou que os documentos do Cras eram emitidos sem critérios.

Via: MPGO 
Imagens: MPGO 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Entretenimento

Lojas de brinquedos em Goiânia: opções para presentear a garotada

Brinquedos para presentear a criançada, para todos os gostos, estilos e idades.
28/05/2019, 17h35

Há algum tempo as brincadeiras de criança eram vistas apenas como um bom passatempo, que servia quase exclusivamente para que gastassem suas energias. Hoje, sabemos o quão importante é o ato de brincar e criar situações imaginárias, tanto para o desenvolvimento cognitivo da criança, quanto para seu aprendizado e socialização. Justamente por isso as lojas de brinquedos em Goiânia buscam sempre inovar, trazendo artigos que além de servirem como uma boa distração, ainda auxiliam no processo educativo.

Portanto, se você está em busca das melhores lojas da cidade para fazer a alegria da criançada, podemos dar uma ajudinha! Preparamos uma lista com alternativas que oferecem boa variedade, com brinquedos para todas as idades e necessidades. Dá uma olhada!

Encontre as melhores lojas de brinquedos em Goiânia:

1 – Playn’joy Brinquedos

lojas de brinquedos em Goiânia
Foto: Reprodução

Considerada como uma das melhores lojas de brinquedos em Goiânia, a Playn’joy conta com as principais novidades do mercado para a criançada. Além disso, ainda é possível encontrar alternativas que prezam pelo desenvolvimento infantil, com brinquedos que unem as crianças e os pais, no ato de brincar e aprender ao mesmo tempo.

É possível encontrar boa variedade, com opções para todos os gostos, necessidades e idades. Sem falar que a loja ainda oferece um excelente atendimento e preços mais acessíveis. Vale a pena conhecer! Clique aqui e confira mais detalhes.

Horário de atendimento: segunda a sábado, das 9h às 20h

Telefone: (62) 3432-5815

Endereço: Av. T-4, 82 – St. Bueno, Goiânia – GO, 74230-035

2 – Lilliput Brinquedos

lojas de brinquedos em Goiânia
Imagem ilustrativa: Pixabay

Atuando no mercado há quase 15 anos, a Lilliput é uma das principais referências entre as lojas de brinquedos em Goiânia. Por ali é possível encontrar boa variedade para crianças de todas as idades, desde brinquedos educativos até os mais recreativos.

Como se não bastasse, ainda é possível encontrar produtos destinados ao uso do bebê, além de calçados, roupas e artigos de papelaria. Para quem prefere comprar do conforto de casa, a loja ainda oferece vendas por telefone ou pelo site, com possibilidade de retirada na loja ou recebimento em casa. Clique aqui e confira.

Horário de atendimento: segunda a sexta, das 8h30 às 18h / sábado, das 8h30 às 12h

Telefone: (62) 98508-6025

Endereço: R. JGO 1, QD 01 – LT 07 – Jardim Gramado, Goiânia – GO, 74583-720

3 – Atacadista Estrela Mar

lojas de brinquedos em Goiânia
Foto: Reprodução

Também entrando na lista entre as melhores lojas de brinquedos em Goiânia, o lugar oferece boa variedade, para todas as necessidades e gostos. O melhor é que os preços são bem em conta e a equipe do local está sempre preparada para ajudar na escolha do presente ideal. Vale a pena conhecer!

Horário de atendimento: segunda a sexta, das 8h às 18h / sábado, das 8h às 12h

Telefone: (62) 3224-3592

Endereço: Av. Anhanguera, 6288 – St. Aeroporto, Goiânia – GO, 74075-010

4 – Bakana Toys

lojas de brinquedos em Goiânia
Foto: Reprodução

Presente no mercado desde 2007, a loja é uma das maiores no segmento de brinquedos e utilidades em Goiânia, sendo considerada ainda como a maior atacadista e varejista do mercado da cidade. Por aqui é possível encontrar brinquedos para todas as idades e finalidades, desde bonecas até carrinhos, casinhas e muito mais. Vale a pena conhecer!

Horário de atendimento: segunda a sexta, das 8h às 18h / sábado, das 8h às 13h

Telefone: (62) 3213-0570

Endereço: Avenida Anhanguera, 4361 – St. Central, Goiânia – GO, 74043-011

5 – Toyteca Brinquedos

lojas de brinquedos em Goiânia
Foto: Reprodução

Excelente loja para comprar brinquedos para os pequenos. Por aqui é possível encontrar carrinhos, bonecas, jogos de tabuleiro e muito mais. A loja oferece as principais novidades do mercado, com boa variedade e com os precinhos bem acessíveis.

Horário de atendimento: segunda a sábado, das 9h às 20h

Telefone: (62) 3995-3820

Endereço: Av. T-9, Num 3881, Galeria Kalluf Center, Sala05 – Jardim Planalto, Goiânia – GO, 74333-010

6 – Girafa Brinquedos

lojas de brinquedos em Goiânia
Foto: Reprodução

A loja nasceu para suprir uma necessidade de Goiânia, que até o momento ainda não contava com nada tão inovador no segmento de brinquedos. Inaugurada em 2010, a loja conta com boa variedade de produtos e, diferente dos lugares mencionados anteriormente, a loja é especializada em brinquedos para playgrounds e cercadinhos, como escorregadores, piscinas de bolinhas, balancinhos e muito mais.

No entanto, ainda é possível encontrar bonecas, bichinhos de pelúcia, casinhas e muito mais! Os produtos são de alta tecnologia, garantindo qualidade e durabilidade. Clique aqui e confira os brinquedos disponíveis.

Horário de atendimento: segunda a sexta, das 8h às 18h / sábado, das 8h às 12h

Telefone: (62) 3247-0407

Endereço: 1772, Av. Castelo Branco – St. Coimbra, Goiânia – GO, 74530-010

7 – Mr Toy Brinquedos

lojas de brinquedos em Goiânia
Foto: Reprodução

Localizado no Shopping Cidade Jardim, o Mr Toy também é uma excelente opção entre as lojas de brinquedos em Goiânia. Fora a comodidade de estar dentro de um shopping, a loja oferece um atendimento diferenciado, focado em auxiliar os clientes a encontrarem exatamente o que buscam.

Os brinquedos da loja são bem variados e é possível encontrar artigos para todas as necessidades, destinados a crianças de todas as idades. É a pedida perfeita para presentear a garotada!

Horário de atendimento: segunda a sábado, das 9h às 22h / domingo, das 14h às 20h

Telefone: (62) 3087-2757

Endereço: Shopping Cidade Jardim – Av. Nero Macedo, 400 – Lojas 188 – Cidade Jardim, Goiânia – GO, 74423-250

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Estudante morre após ser estuprada em leito de UTI de hospital em Goiânia

A jovem morreu no domingo. Suspeito ainda não foi preso.
28/05/2019, 18h07

Um funcionário da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital Goiânia Leste é investigado após denúncia de estupro a uma jovem de 21 anos internada em um leito. A paciente, com crises convulsivas, morreu no domingo (26/5), conforme publicado pelo jornal O Popular.

Paula Meotti, da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam), investiga o caso. Para o Portal Dia Online, a delegada não quis dar detalhes da investigação.

“A gente não está comentando para não atrapalhar”, disse ela, sem especificar qual era a função do funcionário da Unidade de Terapia.

Hospital em que funcionário é suspeito de estuprar paciente ainda não se pronunciou

A reportagem procurou a assessoria de imprensa do hospital, mas a recepcionista disse que a comunicação é feita diretamente com a administração da unidade de saúde.

Com desconfiança, a administração do hospital disse por telefone que a responsabilidade do que ocorre na UTI é de uma terceirizada. “Não sei o nome da empresa, mas são sócios”, disse a administradora.

A ligação foi transferida e uma mulher disse que uma administradora da UTI poderia comentar. “Mas ela está fora”, se limitou a dizer.

O caso foi descoberto após um laudo cadavérico concluir que a jovem sofreu violência sexual durante a internação.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.