Goiás

Na vida do crime desde criança, adolescente é assassinado a tiros, em Goiás

Pai, mãe e avô teriam sido assassinados nos últimos anos.
21/05/2019, 18h16

O adolescente João Carlos de Souza Silva, de 14 anos, foi assassinado a tiros, no Setor Vida Nova, na periferia de Trindade, na Região Metropolitana de Goiânia, em Goiás, na noite de domingo (21/5).

O adolescente é conhecido pelos policiais militares e civis no município. Apreendido desde os 11 anos flagrado cometendo atos infracionais, foi levado à Central de Flagrantes de Trindade pelo menos duas vezes este ano.

O adolescente já foi flagrado cometendo furtos e, pouco tempo depois, roubos, venda de drogas e um latrocínio.

Em algumas ocorrências, Joãozinho, como era chamado, se irritava com os policiais. Por isso acabou com passagens, também, por desacato.

Crimes na infância: assassinado a tiros era suspeito de matar motorista em assalto, em Goiás

Joãozinho ainda era suspeito de participar  de um assalto que terminou com a morte de um motorista de caminhão que fazia entrega em um supermercado.

Segundo a Polícia, Joãozinho e outro adolescente, montados em uma bicicleta, abordaram o motorista Deuzelino Francisco da Conceição, de 56 anos, na tarde do dia 29 de outubro de 2015.

O motorista fazia uma entrega na Rua Luiz Iassum Iabagata, nas proximidades de onde Joãozinho seria morto quatro anos depois.

Conforme a Polícia Militar divulgou à época, um dos adolescentes sacou a arma e anunciou o assalto. O motorista disse que não tinha dinheiro e foi baleado. Deuzelino morreu dentro do caminhão.

Os pais do adolescente foram assassinados sob suspeita de envolvimento com o crime. O avô dele também foi assassinado há três meses.

“Era um perdidinho”, comenta um agente da Central de Flagrantes por telefone.

Joãozinho foi morto enquanto conversava com um amigo em cima de sua bicicleta, uma “monark” preta. Ele vestia uma desgastada camisa do Goiás Esporte Clube.

Cercado por curiosos de uma rua próxima de onde teria matado o motorista, o jovem foi filmado e fotografados. As imagens circularam pelas redes sociais.

O delegado que investiga o caso, titular do Grupo de Investigações de Homicídios (GIH) de Trindade, informou ao Dia Online que não comentaria o caso. “Não falo de casos durante sua investigação”, disse ao telefone.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Padrasto é preso suspeito de abusar das enteadas, em Morrinhos

Segundo as investigações os abusos ocorreram durante o mês de abril deste ano.
21/05/2019, 18h49

O padrasto de duas crianças de cinco e oito anos respectivamente foi preso preventivamente na tarde desta terça-feira (21/5), suspeito de abusar sexualmente das enteadas, em Morrinhos, a 128 quilômetros de Goiânia. O mandado de prisão contra o suspeito identificado apenas pelas inicias do nome N.A.R, de 40 anos, foi cumprido pela equipe do delegado Fabiano Jacomellis. De acordo com a polícia, em abril deste ano foi quando os abusos contra as enteadas foram praticados pelo padrasto das meninas.

Desde então a polícia investiga o crime de estupro de vulnerável cometido pelo suspeito contra as crianças. Após ser informada da prática ilícita, a polícia colheu os depoimentos das meninas, e que durante os levantamentos, foi possível reunir um grande número de provas para confirmar os relatos dos abusos sexuais sofridos pelas crianças.

Com os elementos da investigação, a polícia pediu pela prisão preventiva do padrasto N.A.R, que foi acatada pelo Poder Judiciário de Morrinhos. Após receber a notificação para prender o suspeito, a equipe policial cumpriu a ordem judicial na tarde de hoje. Após ser preso preventivamente até a conclusão do inquérito policial, o padrasto das criança foi levado para a unidade prisional da cidade.

Outro caso em que o padrasto foi preso suspeito de abusar das enteadas foi registrado em Janeiro na Cidade Ocidental

Em janeiro deste ano, o padrasto de duas meninas de 8 e 10 anos foi preso suspeito de estuprar as crianças na Cidade Ocidental, a 192 quilômetros de Goiânia, no Entorno do Distrito Federal (DF). Conforme reportagem publicada pelo Dia Online a polícia teve conhecimento do caso após as meninas relatarem serem vítimas do padrasto em um Centro de Assistência Social do município.

Na ocasião o delegado Daniel Marcelino confirmou a história e que a mãe das meninas acompanhada das filhas e pelo Conselho Tutelar da cidade, compareceram a delegacia para prestar depoimento sobre o caso.

Daniel Marcelino afirmou à época que o suspeito aproveitava o momento que a mãe das meninas estava ausente para cometer o crime. “Ele entregava o celular para elas ficarem brincando e aproveitava o momento para cometer os estupros”, relatou o delegado.

De acordo com o investigador, os exames comprovaram os abusos. Na primeira oportunidade o suspeito fugiu, mas acabou preso dias depois pela polícia e foi indiciado pelo estupro de vulnerável.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Esportes

Times rebaixados neste ano não poderão jogar Libertadores e Sul-Americana em 2020

Por este polêmico critério adotado agora pela Conmebol, clubes que hoje estão nas Séries B e C do Campeonato Brasileiro, por exemplo, não poderão jogar a Libertadores de 2020 mesmo que conquistem o título da Copa do Brasil.
21/05/2019, 19h14

Por meio de nota oficial publicada nesta terça-feira em seu site, a Conmebol revelou os critérios de elegibilidade que definiu para que os clubes filiados à entidade possam disputar as edições de 2020 da Copa Libertadores e da Copa Sul-Americana. E entre os cinco itens que listou como obrigatórios a serem cumpridos pelos times trouxe como principal novidade o fato de que apenas equipes que estiverem figurando na primeira divisão de seus respectivos torneios nacionais, no próximo ano, poderão estar presentes nas duas principais competições do continente.

No penúltimo item desta pequena lista de exigências, a direção de competições de clubes do órgão sul-americano revelou que, para estarem aptos a participar destas Copas, os clubes precisarão “estar disputando o torneio nacional de sua associação membro na divisão principal da competição em 2020 (ou seja, não ter descendido de divisão no torneio nacional)”.

Por este polêmico critério adotado agora pela Conmebol, clubes que hoje estão nas Séries B e C do Campeonato Brasileiro, por exemplo, não poderão jogar a Libertadores de 2020 mesmo que conquistem o título da Copa do Brasil. Nas oitavas de final da atual edição deste último torneio estão presentes três times que hoje fazem partem da terceira divisão nacional: o Paysandu, o Juventude e o Sampaio Corrêa.

Essa nova condição de elegibilidade imposta pela Conmebol promete causar muita polêmica entre os clubes da América do Sul e também entre as entidades nacionais. A CBF, por exemplo, deverá questionar essa decisão da entidade sul-americana, pois entende que a Copa do Brasil é um torneio de “divisão principal”, embora seja uma competição disputada paralelamente à Série A do Campeonato Brasileiro.

Há vários casos de times que disputaram a Libertadores em uma mesma temporada na qual estavam integrando a segunda divisão de seus respectivos torneios nacionais. O Palmeiras, por exemplo, disputou a Série B em 2013 enquanto dividiu atenção com o principal interclubes da América do Sul, pois garantiu vaga na competição continental ao conquistar a Copa do Brasil em 2012.

O Criciúma, em 1992, o Santo André (2005), o Paulista (2006), outros três campeões da Copa do Brasil, o Jorge Wilstermann (2011), da Bolívia, e o Santiago Wanderers (2018), do Chile, foram clubes que também participaram da Libertadores enquanto não faziam parte das divisões de elite de seus países.

CASOS ATUAIS – Vale lembrar também um caso envolvendo um time neste ano: o Tigre, que ficou muito próximo de assegurar classificação ao principal torneio do continente após golear o Atlético Tucumán por 5 a 0 no duelo de ida da final da Copa da Superliga da Argentina, cujo campeão tem direito a um posto na competição sul-americana. Porém, pela nova regra da Conmebol, não poderia ingressar na mesma com este provável título por ter sido rebaixado à segunda divisão do Campeonato Argentino nesta mesma temporada.

Já o Independiente de Campo Grande, time do Paraguai que caiu para a segunda divisão do seu país na temporada passada, está participando da atual edição da Copa Sul-Americana. A situação desta equipe pode ser considerada esdrúxula, pois o clube assegurou lugar no torneio continental ao terminar o Campeonato Paraguaio em oitavo lugar, mas acabou sendo rebaixado pelo critério de média de pontos obtidos na competição.

OUTRAS EXIGÊNCIAS – Os outros quatro itens listados pela entidade que rege o futebol da América do Sul como exigências ou condições para poder disputar os dois principais interclubes do continente no próximo ano são os seguintes: “Ter se qualificado para a competição por mérito desportivo”; “O descumprimento de uma sanção ou suspensão que, na opinião da Conmebol, o impeça de participar da Libertadores e/ou da Sul-Americana”; “Ter obtido a licença de clube da Conmebol emitido por sua associação membro”; e remeter em tempo e forma (corretas) a Carta de Conformidade e Compromisso”, documento estabelecido como obrigatório para os times filiados à entidade.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Trânsito

Acidente dentro de túnel de viaduto deixa três motociclistas feridos, em Goiânia

Motociclista tentou fazer uma ultrapassagem, invadiu a contra mão e colidiu com outro veículo que gerou um efeito cascata dentro do túnel.
21/05/2019, 20h01

Um acidente dentro do túnel do viaduto da GO-060, no Setor Ipiranga, próximo ao Terminal Padre Pelágio, deixou ao menos três motociclistas feridos, no início da noite desta terça-feira (21/5), em Goiânia.

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBMGO) foi acionado para atender a ocorrência e socorrer as vítimas. Segundo as informações dos Bombeiros, o acidente ocorreu no horário de pico, momento que um motociclista tentou fazer uma ultrapassagem, invadiu a contra mão e acabou colidindo com outro veículo ao qual a corporação não soube informar se era uma outra moto ou carro.

Após colidir com outro veículo, o motociclista que não teve a identidade revelada caiu com a mota e gerou um efeito cascata dentro do túnel do viaduto, onde outras seis motocicletas colidiram com a primeira, dificultando o trânsito na região.

Três motociclistas ficaram feridos no acidente, um foi levado para o Hugol e dois para o Crof

De acordo com os Bombeiros, três pessoas ficaram feridas no acidente, porém não foi possível determinar a gravidade de suas lesões. A Corporação afirmou também que a vítima que aparentava estar mais grave foi encaminhada para o Hospital de Urgências da Região Noroeste Governador Otávio Lages de Siqueira (Hugol), enquanto os outros dois feridos foram levados para o Centro de Referência em Ortopedia e Fisioterapia (Crof).

Um vídeo gravado por populares que acompanharam o atendimento dos Bombeiros mostra de perto o estrago causado pelo acidente veja o vídeo: 

Dia Online tentou entrar em contato por telefone com a assessoria do Hugol em busca de informações sobre a gravidade das lesões do motociclista levado para ao Hospital e seu estado de saúde, porém até a publicação desta matéria as ligações não foram atendidas. A reportagem também buscou informações com o Crof, porém nenhuma das ligações foram atendidas.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

Após matar ex-namorada, ex-militar invade igreja de Paracatu e atira contra fiéis

Quatro pessoas morreram. Os crimes ocorreram na noite desta terça-feira (21/5), no interior de Minas Gerais.
22/05/2019, 08h12

Depois de matar a ex- namorada com um golpe de faca no pescoço, um homem invadiu uma igreja evangélica e matou três fiéis a tiros, sendo duas mulheres e um homem. Os crimes ocorreram na noite desta terça-feira (21/5), em Paracatu, no interior de Minas Gerais. O autor do ataque, identificado como Rudson Aragão Guimarães, de 39 anos, um ex-militar das Forças Armadas, foi contido depois de ser baleado pela polícia; ele segue internado em estado grave.

Conforme apurado pela Polícia Militar mineira, Rudson foi até a casa da mãe dele, onde estavam sua irmã e sua ex-namorada, identificada como Heloísa Vieira Andrade, de 59 anos. No local, portando uma faca, ele atacou Heloísa com um golpe no pescoço. Ela morreu antes antes da chegada do socorro.

Em seguida, o suspeito entrou na Igreja Batista Shalom, localizada no Bairro Bela Vista, próximo ao local do primeiro crime, e atirou contra os fiéis. Dois idosos morreram com tiros na cabeça. Momentos depois, ele pegou uma outra mulher como refém, mas a matou logo após a chegada da polícia e uma negociação sem sucesso.

As vítimas foram identificadas como Rosângela Albernaz, de 50 anos; Marilene Martins de Melo Neves, de 52 anos; e Antônio Rama, de 67 anos, pai do pastor Evandro Rama, que celebrava o culto no momento do ataque.

Ex-militar teria matado ex-namorada e fiéis, em Paracatu, durante surto psicótico

Informações preliminares apontam que Rudson pode ter cometido os crimes durante um surto psicótico. Testemunhas relataram que ele era frequentador da igreja, mas parou de ir depois de ter problemas com drogas; eles também disseram que o homem se queixava de ouvir ‘vozes’. Portanto, a motivação do crime ainda é desconhecida. Também não se sabe a relação do suspeito com as outras vítimas mortas no ataque.

No momento do ocorrido, ao menos 20 pessoas estavam presentes no culto. Segundo o porta-voz da PMMG, major Flávio Santiago, o massacre poderia ter sido maior, uma vez que Rudson, munido com uma garrucha, estava com mais seis munições intactas.

Internado em estado grave

Para conter a ação criminosa, policiais atiraram na região da clavícula do suspeito, que estava com uma refém. O ex-militar foi socorrido e encaminhado para o hospital da cidade em estado grave. Rudson continua internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), onde já sofreu duas paradas cardiorrespiratórias.

Após tomarem conhecimento da internação do homem, populares tentaram invadir a unidade de saúde, mas foram contidos pela polícia.

Imagens: O Tempo 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.