Educação

Instituições têm até segunda para manifestar interesse no ProUni

A formalização é obrigatória para aquelas que desejam participar do programa tanto no caso de primeira adesão quanto de renovação.
17/05/2019, 18h59

As instituições de educação superior que desejarem participar da edição do Programa Universidade para Todos (ProUni) do segundo semestre deste ano têm até o dia 20 para manifestar interesse, por meio do Sistema Informatizado do ProUni, o SisProUni, na internet. A formalização é obrigatória para aquelas que desejam participar do programa tanto no caso de primeira adesão quanto de renovação.

Após a manifestação de interesse, a adesão ao ProUni deverá ser feita até o dia 27. A adesão é facultativa apenas para as mantenedoras que não têm registro no Cadastro Informativo de Créditos não Quitados do Setor Público Federal (Cadin). Também não é obrigatória a renovação das que comprovarem a quitação de tributos e contribuições administrados pela Receita Federal.

O número de bolsas a serem ofertadas em cada curso pelas instituições será informado nos termos de adesão ou aditivos. As informações constam do edital do programa, publicado no final de abril, no Diário Oficial da União.

O ProUni concede bolsas de estudo integrais e parciais em cursos de graduação e sequenciais de formação específica, em instituições privadas de educação superior. Em contrapartida, as instituições recebem isenção de tributos.

Na primeira edição deste ano foram ofertadas 243.888 bolsas de estudo em 1.239 instituições particulares de ensino. Do total de bolsas, 116.813 eram integrais e 127.075 parciais, de 50% do valor das mensalidades.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

Suspeito de tentar matar a ex-mulher e a filha é preso em Goiânia

O rapaz correu atrás da ex-mulher, colocou fogo no colchão e a trancou dentro de casa junto com a filha de três anos.
17/05/2019, 20h12

Um jovem, de 21 anos, foi preso na última quinta-feira (16/5) suspeito de tentar matar a mulher e a filha, de três anos, no fim do mês de março deste ano, após colocar fogo no colchão e trancar as vítimas dentro da casa, com o colchão em chamas, no Itapoã, no Distrito Federal (DF).

A delegada Jane Klébia, da 6ª Delegacia de Polícia (DP) no Paranoá, responsável por investigar ao caso afirmou que o suspeito estava escondido na casa de um amigo em Goiânia.

“Nós tínhamos informações de que ele tinha parentes e amigos em Goiânia, e por meio tecnológicos conseguimos encontrar ele na casa de um amigo. Desde o dia do crime nós pedimos a prisão preventiva dele, em virtude da gravidade do caso, e o juiz havia expedido o mandado”, explicou a delegada a um portal de notícias local.

Antes de colocar fogo no colchão e trancar a ex-mulher com a filha na casa, suspeito correu atrás dela com uma faca

A delegada afirmou também que a dupla tentativa de feminicídio no fim do mês de março praticada pelo rapaz, é mais um caso, em que o marido não aceita a separação. No dia do crime Jane Klébia afirma que o suspeito pegou uma faca e correu atrás da vítima, que tentou fechar uma porta, mas acabou com a mão presa pelo suspeito.

“Ela conseguiu correr para área, enquanto ele ateou fogo no colchão do quarto e abriu todas as bocas de gás do fogão. Vizinhos da família notaram a fumaça e conseguiram tirar mãe e filha de dentro da casa”, narrou a delegada.

A delegada afirmou que após o crime e ser salva pelos vizinhos com a filha, a ex-mulher do rapaz prestou depoimento e afirmou que havia sido ameaçada por ele, caso ela procurasse a polícia. De acordo com a delegada, diante da gravidade do caso, o suspeito deve ficar um bom tempo na cadeia e a ex-companheira conseguiu uma medida protetiva para impedir que ele se aproxime dela, caso ele não respeite a determinação, a mulher deve procurar a polícia imediatamente.

Via: G1 
Imagens: G1 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Entretenimento

Raul Gil promoverá concurso de covers de Sandy e Junior no SBT

No sábado de estreia, participarão as duplas Natiare e Antonio, com As Quatro Estações e Larissa e Marlon com Quando Você Passa.
17/05/2019, 20h34

O quadro 100% Sandy e Junior, que promoverá um concurso entre covers da dupla Sandy e Junior, estreia no Programa Raul Gil que vai ao ar no próximo sábado, 18, no SBT.

De acordo com a emissora, o quadro é aberto a “pessoas de todas as idades que gostem de cantar ou se pareçam com a dupla”, e abordará tanto a parte infantil quanto a adulta da carreira dos irmãos.

Os participantes disputarão um prêmio de R$ 10 mil (em barras de ouro, é claro, como manda a ‘tradição’ na emissora de Silvio Santos).

No sábado de estreia, participarão as duplas Natiare e Antonio, com As Quatro Estações e Larissa e Marlon com Quando Você Passa.

Confira abaixo o anúncio do quadro 100% Sandy e Junior no Programa Raul Gil:

Clique aqui

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

PRF e autoridades fazem ato pelas vítimas de João de Deus, em Abadiânia

A data foi escolhida uma vez que hoje se comemora o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes.

Por Ton Paulo
18/05/2019, 09h42

Agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em parceria com diversos representantes de autoridades e entidades municipais, estaduais e federais, realizam na manhã deste sábado (18/5), no município de Abadiânia, um ato de solidariedade às centenas de vítimas do médium João de Deus. O dia foi escolhido uma vez que hoje se comemora o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes.

O ato, que acontece na BR-060, no perímetro urbano de Abadiânia, ocorre em solidariedade às vítimas que denunciaram João Teixeira. O evento conta com ações de conscientização, falas de autoridades, panfletagem, distribuição de material educativo para caminhoneiros e demais ocupantes de veículos que passam pelo local.

Conforme a PRF, Abadiânia foi escolhida uma vez que o caso “João de Deus” é reconhecido como o maior crime sexual em série no mundo. Mais de 380 vítimas – dentre elas crianças, adolescentes e mulheres – foram violadas sexualmente por um único homem ao longo de quase quatro décadas.

Também participam do ato membros do Fórum Goiano de Combate à Violência e à Exploração Sexual Infanto-Juvenil e da Rede de Atenção a Crianças, Adolescentes, Mulheres e Idosos em Situação de Violência de Goiânia, compostos por gestores, professores, assistentes sociais, psicólogos, promotores de Justiça, policiais, artistas e profissionais de diversas instituições.

De acordo com Fabrício Rosa, da PRF, serão soltos, simbolicamente, mil pombos. “Queremos mostrar que Abadiânia é uma cidade da paz, uma cidade boa, que não pode ser marcada pelas coisas que aconteceram aqui”, diz o agente. Ele também contou que serão plantadas 380 árvores, em homenagem às vítimas de João de Deus.

O evento deve durar até o meio-dia.

Data de ato em solidariedade às vítimas de João de Deus tem profundo simbolismo

O 18 de maio é o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes. Segundo a PRF, “é uma data de luta, escolhida em memória da menina Araceli, de 8 anos, que foi raptada, estuprada e brutalmente assassinada em Vitória (ES), em 1973. É uma data que tem como objetivo despertar na sociedade a importância de “dizer não” e de não aceitar nenhum tipo de violência contra nossas crianças e adolescentes”.

A corporação relembra ainda que em 2017, o Disque 100 – do Ministério dos Direitos Humanos, registrou 15.707 denúncias de violência sexual contra crianças e adolescentes no país. Por sua vez, a Polícia Rodoviária Federal registrou e existência de 2.487 pontos vulneráveis à exploração sexual contra crianças e adolescentes, em 2018, sendo 185 em Goiás. Esse número é superior ao do penúltimo levantamento da polícia, que registrava 175 pontos em Goiás.

saudade

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Homem é preso após extorquir e agredir idosa de 77 anos, em Piracanjuba

O suspeito é usuário de drogas e desempregado.

Por Ton Paulo
18/05/2019, 10h37

Um homem suspeito de extorquir e agredir uma idosa de 77 anos de idade foi preso no município de Piracanjuba, a 90 quilômetros de Goiânia. O suspeito é usuário de drogas e desempregado.

De acordo com o delegado responsável pela prisão, Leylton Barros, o agressor e a vítima eram vizinhos. O delegado conta que o homem teria começado a exigir dinheiro da mulher idosa, fazendo ameaças caso ela não lhe desse dinheiro.

O delegado ainda conta que o homem, que é usuário de drogas, viu a idosa como uma vítima fácil para extorquir.

Entretanto, depois de alguns meses sendo extorquida, a idosa disse ao suspeito que não tinha mais dinheiro para dar a ele. Poucos dias o suspeito agrediu a mulher idosa, que foi encontrada inconsciente dentro de casa. Ela por uma internação no hospital de quase uma semana.

A situação foi confirmada pelo delegado, que contou que a agressão veio depois que a idosa disse ao suspeito que não tinha mais dinheiro. Em depoimento à Polícia Civil, a idosa confirmou a identidade de seu agressor como sendo o vizinho, e revelou ainda que ela já vinha sendo vítima de chantagem por parte dele há vários meses.

A suspeita apurada pela polícia agora é se o homem teve ajuda de outra pessoas nas agressões à idosa.

Homem que agrediu idosa em Piracanjuba foi denunciado por vizinhos da vítima

De acordo com a Polícia Civil, os fatos ocorreram no ano passado, porém a denúncia só foi realizada há dois meses por vizinhos da idosa.

O delegado revela que todas as evidências apontam para o homem como principal suspeito do crime, mas o que resta é apurar se mais alguém está envolvido.

O suspeito, que já tem passagens por crimes patrimoniais e tráfico de drogas, foi detido e levado para o presídio de Piracanjuba. Ele irá responder por lesão corporal grave e extorsão.

Via: G1 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.