Goiás

Dirigente da OS que gere o HUGO recebe salário de R$ 33 mil

Lei proíbe que dirigente ou qualquer outro conselheiro da Os tenha alguma remuneração.
12/05/2019, 13h23

Yuri Pinheiro é o presidente do Instituto Haver e recebe como Superintendente-geral do Hospital de Urgência de Goiânia (HUGO). Entretanto a legislação proíbe essa prática. Diante dos fatos mencionados o Ministério Público do Estado de Goiás (MPGO) solicitou documentos documentos para investigar o médico Yuri Vasconcelos Pinheiro que é presidente do Conselho de Administração do Instituto Haver e como tal não deve receber remuneração de qualquer natureza.

Apesar da proibição por lei, Yuri encontrou uma forma de receber um salário de R$ 33 mil do HUGO, cuja gestão é feita pela Organização Social (OS) Instituto Haver. No mês de janeiro de 2019 a prestação de contas mostrada no Portal da Transparência indicou o demonstrativo de vencimentos dos servidores registrados sob o regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), modalidade de remuneração em que os custos finais de cada trabalhador chegam a praticamente o dobro para o empregador.

Assim, um colaborador que tem R$ 33 mil de remuneração custa para os cofres públicos o equivalente a R$ 66 mil. Ocorre que nesse mesmo mês de janeiro Yuri Pinheiro constava no site do Instituto Haver, no mesmo Portal da Transparência e no Estatuto Social como presidente do Conselho de Administração. A legislação que regula as Organizações Sociais é enfática quanto à vedação de que dirigentes recebam salários.

Lei proíbe que o dirigente da OS que gere o Hugo ou qualquer conselheiro receba qualquer remuneração

A Lei 9.637, que regulamenta as OSs proíbe expressamente que dirigentes, conselheiros e membros da direção da OS tenham qualquer remuneração e ainda determina que “os conselheiros eleitos ou indicados para integrar a diretoria da entidade devem renunciar ao assumirem funções executivas”.

Yuri Pinheiro montou o Instituto Haver em meados do ano passado após negociar com o então governador José Éliton um contrato emergencial para fazer a gestão do HUGO, durante a crise com o Instituto Gerir, que deixou o hospital quase moribundo. Mas, Yuri não se limitou a dar para si próprio um salário de R$ 33 mil. Ele indicou a secretária do Haver, Ana Maria Pereira Monteiro de Alarcão, para também receber uma sinecura do HUGO.

Ela foi contratada para a sugestiva função de controladora institucional com direito a um salário de R$ 30 mil. Ana Maria é esposa de Eurico Monteiro de Alarcão, que era superintendente do Haver e responsável por todos os contratos com fornecedores e prestadores de serviço, assinando documentos e representando a OS em negociação com o Ministério Público do Trabalho (MPT), sem que tivesse legitimidade para isso.

É que Eurico Alarcão, o professor, como é conhecido, é réu em uma ação de improbidade administrativa transitada em julgado e não poderia exercer qualquer função pública. Seu filho, Érick Rodrigues e Alarcão, também ganhou um cargo de gerente de tecnologia da informação e comunicação com salário de R$ 16 mil. Todos sob o regime da CLT.

Um promotor de Justiça ouvido pela reportagem disse que o assunto requer investigação profunda e imediata para impedir o prosseguimento da possível ilegalidade. Documentos relativos ao Instituto Haver, sua composição, seus dirigentes e os servidores do HUGO foram requisitados para instruir a investigação.

A reportagem entrou em contato com o Instituto Haver responsável pela gestão do HUGO, que por meio de nota afirmou que não recebeu nenhuma solicitação oficial do MPGO, e que caso seja feita, a mesma será respondida prontamente pela Os. Na nota, a organização informou que todos documentos sobre à gestão e prestação de contas estão disponíveis no site do Instituto e da Transparência.

Confira a nota

“O INSTITUTO HAVER informa que ainda não recebeu nenhuma solicitação oficial do Ministério Público Estadual e que, caso seja feita, será prontamente respondida, como é prática do Instituto.O INSTITUTO HAVER ressalta ainda que todo os documentos relativos à gestão e prestação de contas estão, desde sempre, disponíveis no site do Instituto e da Transparência.”

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Aparecida É Show encerra neste domingo com show de Léo Magalhães

Último dia de festa será marcado com homenagem para as mães e presença de embaixador de Israel.
12/05/2019, 14h21

O encerramento do Aparecida é Show 2019 será marcado por muitas surpresas. Além do show do cantor Leo Magalhães e da final do rodeio, o público presente será agraciado com um prato típico israelense, o Shakeshuka, que será preparado pelo Embaixador de Israel no Brasil, Yossi Shelley como presente ao aniversário de Aparecida de Goiânia. Haverá ainda entrega de flores para as mamães que prestigiarem a festa.

O embaixador está em Aparecida de Goiânia deste sábado, 11, e assistiu ao show da cantora Naiara Azevedo. “Yossi veio prestigiar o aniversário de Aparecida de Goiânia, que completou 97 anos de fundação neste dia 11 e dar um presente para os aparecidenses que é este prato delícioso”, comentou o prefeito Gustavo Mendanha.

O prato, que é feito com tomate e ovos, será servido para as primeiras pessoas que entrarem no espaço da festa. Programação – De acordo com a organização, os portões serão abertos às 18h e a entrada é gratuita, assim como aconteceu nos dias anteriores. A entrega das flores e a distribuição do alimento estão previstas para acontecer por volta das 18h30 e a final do rodeio de montaria em touros terá início às 20h.

Leo Magalhães deve subir ao palco principal para fechar a última noite de shows às 22h. Transmissão – Quem não puder ir ao show, a Prefeitura de Aparecida está transmitindo o evento pela internet por meio das redes sociais, pelo Canal da Cidadania e pelo site O Dia Online.

“Nosso objetivo é comemorar o aniversário de nossa cidade proporcionando momentos de lazer para a população que ajuda na transformação e no crescimento do município”, pontuou o prefeito Gustavo Mendanha.

Homenagem às mães Como tradiçãoo Aparecida É Show sempre se encerra no Dia das Mães e, aproveitando o momento, o prefeito Gustavo Mendanha irá recepcionar as primeiras mamães que chegarem ao Centro de Cultura e Lazer José Barroso.

Elas receberão rosas das mãos do gestor municipal que estará acompanhado do embaixador de Israel e de todo seu secretariado municipal. Os vereadores da cidade também marcarão presença neste momento.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Confusão em festa de Escola acaba com adolescente morto, em Goianésia

Jovem suspeito de matar o adolescente e esfaquear outro na festa, teve ajuda do pai para fugir do local do crime.
12/05/2019, 15h31

O que era para ser a comemoração da festa junina da Escola Luiz César de Siqueira Melo, em Goianésia, terminou em tragédia na noite do último sábado (11/5), em um clube da cidade, após um adolescente, de 15 anos, ser morto a facadas e outro jovem de 16 esfaqueado após um empurrão com outro rapaz dentro da festa.

O caso foi registrado pelo delegado Marco Antônio Maia, que afirmou a um Jornal local, que a confusão teve início após um empurrão no meio da multidão e as vítimas discutirem devido ao incidente. O suspeito de matar um dos meninos esfaqueados e ferir o outro saiu de perto das vítimas e voltou momentos depois armado com uma faca e esfaqueou os dois.

Depois de esfaquear os duas vítimas, o indivíduo contou com a ajuda do pai para fugir do local do crime. O adolescente de 15 anos não resistiu aos ferimentos e morreu no local, enquanto o outro rapaz foi socorrido e levado a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município, e seu estado de saúde é regular.

Suspeito de matar o adolescente foi identificado, mas não foi encontrado pela polícia

A polícia afirmou que o suspeito de estaquear os outros adolescentes na confusão já foi identificado. Após a identificação do rapaz, a equipe esteve na casa do jovem, porém o mesmo não foi encontrado na residência. A polícia trabalha agora para fazer a apreensão do suspeito do crime.

A Escola usou sua página no Facebook para se posicionar sobre o ocorrido. Na mensagem a instituição de ensino afirma estar sem palavras para descrever a tragédia e que a festa contava com esquema de segurança, com a presença da Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO), mas que os esforços feitos para promover as festividades não foram suficientes para evitar a tragédia.

Confira a nota da Escola

“A Escola Luiz César está de luto!

Ontem, durante as festividades da nossa tradicional festa alusiva às festas juninas, houve uma fatalidade e em meio a uma confusão envolvendo alguns adolescentes, inclusive nossos alunos, um deles veio a óbito numa tragédia que não temos palavras para descrever.Nossa escola procura desenvolver valores como empatia, respeito, solidariedade e amor ao próximo ,nossos alunos são formados para uma vida harmoniosa em sociedade.

Nossa festa contava com esquema de segurança, inclusive a presença da Polícia Militar, infelizmente nossos esforços não foram bastante para evitar que uma tragédia acontecesse.

Toda comunidade escolar Família Luiz César se une nesse momento à família do nosso amado aluno Marcos Vinícius no luto e na dor imensurável de perder um filho.

Estamos de luto…Amanhã não haverá expediente.”

Via: O Popular 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Mundo

Ataque a igreja católica na Burkina Faso deixa seis mortos

É o segundo ataque à comunidade cristã do país em duas semanas.
12/05/2019, 15h53

Autoridades afirmam que atiradores atacaram uma igreja católica em Dablo, na Burkina Faso, e deixaram seis mortos na manhã deste domingo, 12. É o segundo ataque à comunidade cristã do país em duas semanas.

O prefeito da cidade, Boucary Zongo, e uma testemunha contaram à Reuters que os fiéis chegavam para a missa das 9h quando cerca de 20 homens se aproximaram atirando. Entre as vítimas está o padre da igreja. O responsável pela comunicação do governo acrescentou que um centro de saúde foi incendiado e locais de venda de álcool, destruídos.

A estabilidade na Burkina Faso tem sido afetada pela ação de grupos jihadistas, como o Estado Islâmico e al Qaeda, na fronteira com o Mali. Eles almejam espalhar sua influência entre os países da região, ao sul do deserto do Sahara.

Entre as táticas adotadas pelo grupo, está o sequestro de estrangeiros. Dois soldados franceses foram mortos em uma operação para resgatar quatro pessoas feitas reféns.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Corpo de bebê é encontrado dentro de sacola, em Goiânia

Polícia trabalha para encontrar a mãe da criança.
12/05/2019, 16h58

Na manhã deste domingo (12/5) em que é comemorado o dia das Mães a Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO) teve que atender uma ocorrência, em que o corpo de um bebê de apenas seis meses foi encontrado dentro de uma sacola, no Setor Novo Horizonte, em Goiânia.

O Dia Online entrou em contato com o Tenente Iury Cruvinel, comandante do 7º Batalhão da Polícia Militar (7ºBPM) em busca de mais detalhes sobre o caso.

“Nós fomos acionados por volta das 8h30 através do Copom, após receber uma denúncia do encontro de um feto, na manhã de hoje”, conta o Comandante.

O Tenente afirmou que após receber a denúncia, uma equipe da PM se deslocou até o local, para verificar a veracidade das informações. “Nossa equipe foi ao local, ao chegamos lá, encontramos o corpo de um bebê de aproximadamente seis meses do sexo feminino, dentro de uma sacola”, explica o Tenente Cruvinel.

Após a constatação do corpo do bebê ter sido abandonado, a polícia fez o isolamento da área e aguardou a chegada do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBMGO), Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO) e do Instituto Médico Legal (IML) para remoção do corpo.

O caso vai ser investigado pela Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH), que vai tentar encontrar a mãe da criança, e descobrir a razão dela ter abandonado a filha, dentro de um sacola em um matagal.

Em dezembro do ano passado, uma mulher abandonou o corpo de um bebê dentro de uma mochila

No final da manhã do dia 17 de dezembro de 2018, o corpo de um bebê do sexo masculino foi encontrado dentro de uma mochila, no Setor Sudoeste, em Goiânia. Uma catadora de material reciclável que buscava material para o sustento da família, abriu a mochila e encontrou o corpo da criança em estado avançado de decomposição e chamou a polícia.

Na ocasião testemunhas relataram que uma mulher não identificada passou pela rua em que o corpo foi encontrado e deixou a mochila próximo a uma árvore. A catadora então ao ver a mochila abandonada, buscou encontrar algum material que pudesse vender, mas para sua surpresa ali estava o corpo de uma criança.

Após um mês do abandono do corpo, a polícia divulgou imagens da suspeita de deixar a mochila com o corpo do bebê próximo a árvore. Entretanto, a mulher ainda não foi identificada e presa pela polícia.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.