Dia Gourmet

Comida árabe em Brasília: 11 lugares para conhecer

Brasília oferece diversos espacinhos que contam com o que há de melhor da comida árabe!
06/05/2019, 15h36

Bastante apreciada e difundida pelo Brasil, a comida árabe ganha cada vez mais admiradores. Representa uma das gastronomias mais amplas e diversas do mundo, carregada de muito tempero e sabores marcantes. Suas especiarias são os principais destaques e o carneiro, frango e laticínios são alguns dos ingredientes mais utilizados. Se você é mais um fã dessa cozinha e está em busca de um bom restaurante árabe em Brasília, podemos ajudar!

Nós aqui do Portal Dia Online preparamos uma listinha especial, com os melhores restaurantes da capital brasileira para se deliciar com seus pratos preferidos da gastronomia árabe. Curioso? Então dá uma olhada!

Conheça os melhores restaurantes de comida árabe em Brasília:

1 – Marzuk Empório Árabe

Foto: Reprodução

O Marzuk representa um dos melhores destinos para quem está em busca do que há de melhor da comida árabe em Brasília! Por ali, além de um ambiente incrível e que oferece riqueza de detalhes, os clientes podem apreciar um resgate do que existe de mais tradicional na culinária árabe, com todos os temperos, sabores e receitas originais e centenárias.

Os ingredientes utilizados são sempre da mais alta qualidade e escolhidos a dedo, sem falar que a casa conta com fabricação artesanal de seus pães, garantindo ainda mais sabor!

No cardápio é possível encontrar boa variedade, desde os tão queridos quibes e kaftas, até charutinhos de folhas e sobremesas típicas. Vale a pena conhecer! Clique aqui e confira o menu da casa!

Horário de atendimento: segunda a sexta, das 9h às 20h / sábado, das 9h às 18h

Telefones:

  • (61) 3202-0329
  • (61) 3443-0329

Endereços:

  • SCRN 708/709 Bloco A – Loja 57, Setor Comercial Residencial Norte 708/709, St. de Habitações Coletivas e Geminadas Norte Comércio Residencial Norte 708/709 – Asa Norte, Brasília – DF, 70741-610
  • Q SHCS CL QUADRA 106 BLOCO B LOJA 31 106 SUL, Asa Sul Comércio Local Sul 106 BL B LOJA 31 – Asa Sul, Brasília – DF, 70345-520

2 – Empório Árabe

Foto: Reprodução

Também considerado como uma das melhores opções de restaurante árabe em Brasília, o ambiente foi completamente planejado para que os clientes tenham aquela sensação de estarem, de fato, em um lugarzinho das Arábias, já que quase tudo realmente veio de Líbano.

É um lugar único na capital brasileira, onde é possível contar com eventos e experiências multissensoriais. Isso porque, além de experimentar o que há de mais gostoso da comida árabe, o cliente ainda tem a oportunidade de celebrar a cultura da região durante as noites de dança do ventre (Rafla – primeira e última sexta do mês), degustação às cegas (Noite dos Sentidos) ou rodízios (Sahtein – quinta e domingo, no jantar). Clique aqui e confira o cardápio.

Horário de atendimento: todos os dias, das 10h30 às 00h

Telefones:

  • (61) 3363-3101
  • (61) 3443-0329
  • (61) 3436-0063

Endereços:

  • SCHS CL, Qd. 215, Asa Sul Comércio Local Sul 215 BL A – Asa Sul, Brasília – DF, 70297-400
  • Q SHCS CL QUADRA 106 BLOCO B LOJA 31 106 SUL, Asa Sul Comércio Local Sul 106 BL B LOJA 31 – Asa Sul, Brasília – DF, 70345-520
  • Villa Mall – Av. das Castanheiras, 1060 – Águas Claras, Brasília – DF, 71900-100

3 – El Minieh Lounge e Comida Árabe

Foro: Reprodução

Mais uma excelente opção para quem está em busca da autêntica comida árabe em Brasília! O ambiente é simples mas bastante agradável, fazendo com que todos sejam bem acolhidos.

Enquanto isso, o cardápio oferece boa variedade de pratos, agradando até os gostos mais exigentes. É tudo uma delícia, sendo possível encontrar rodízios variados. Vale a pena conhecer!

Horário de atendimento: segunda a quinta, das 11h às 14h30 e das 17h às 00h / sexta e sábado, das 11h às 14h30 e das 17h às 2h

Telefone: (61) 3547-9964

EndereçoQNB 18 Lote 1 Loja 1 e 2, Taguatinga Norte, Brasília – DF, 72125-180

4 – Árabe Gourmet

Foto: Reprodução

Restaurante árabe de peso em Brasília, boa parte das receitas presentes no cardápio são de família, preparadas com bastante carinho e atenção. O ambiente é bastante acolhedor, com um espaço moderno com mais de 200 lugares distribuídos no salão térreo e na charmosa área externa.

Um bom diferencial da casa é o Menu Degustação, que custa apenas R$ 59,90 e é servido em três etapas aos clientes. Vale a pena conhecer! É tudo uma delícia! Clique aqui e conheça o cardápio.

Horário de atendimento: terça a quinta, das 12h às 22h / sexta e sábado, das 12h às 22h30 / domingo, das 12h às 21h

Telefone: (61) 3554-0133

Endereço404/405, SHIGS 713 Bl. A, loja 11 – Asa Sul, Brasília – DF, 70238-510

5 – Arabetto Mistura Árabe

comida árabe / Brasília / restaurante árabe
Foto: Reprodução

Para quem está em busca de boa comida árabe, o Arabetto também entra para a lista de boas opções. Com boa variedade de pratos e saladas, os clientes encontram um ambiente com aquele climinha familiar, perfeito para levar a galera!

Além de deliciosas opções no cardápio, ainda é possível contar com serviço de delivery, podendo desfrutar de tudo isso no conforto de sua casa.

Horário de atendimento: segunda a sábado, das 11h45 às 23h / domingo, das 12h às 15h

Telefone: (61) 3032-5010

EndereçoCLSW 102 BLOCO B LOJA 2, St. Sudoeste Superquadra Sudoeste 102 – Cruzeiro / Sudoeste / Octogonal, Brasília – DF, 70670-512

6 – Tayoubi Culinária Árabe

comida árabe / Brasília / restaurante árabe
Foto: Reprodução

Para quem está em busca de um restaurante árabe em Brasília que ofereça bom custo-benefício, este representa uma das melhores alternativas. Com ambiente agradável e bom atendimento, é possível desfrutar de um cardápio com variedade considerável, onde se encontram quibes, esfihas, charutinhos de folhas e doces tradicionais da comida árabe. Vale a pena conhecer!

Horário de atendimento: segunda a sábado, das 8h às 20h

Telefone: (61) 98303-5760

EndereçoBL A – loja 25 – Asa Sul, Brasília – DF, 70354-510

7 – O Árabe do Brasil

comida árabe / Brasília / restaurante árabe
Foto: Reprodução

Com o Árabe do Brasil você encontra as melhores opções da comida árabe através de um cardápio completo e de qualidade. É possível se deliciar com esfihas, pastéis e muito mais, com destaque para as saladinhas. O ambiente é bastante familiar e aconchegante, ideal para levar aquela turma que você gosta!

Horário de atendimento: segunda a sábado, das 10h às 23h / domingo, das 12h às 22h

Telefone: (61) 3361-8283

Endereço: SMAS Trecho 1 – Guará, Brasília – DF, 71219-900

8 – Kibe House

comida árabe / Brasília / restaurante árabe
Foto: Reprodução

Restaurante árabe self-service, também entra para a lista entre as melhores opções em Brasília. Por aqui é possível encontrar variedade de pratos preparados com receitas tradicionais ou com aquele toque brasileiro que todo mundo adora.

O ambiente é casual e bastante descontraído perfeito para curtir durante a noite, por exemplo, ou no almoço. Destaque para os quibes e saladas da casa!

Horário de atendimento: segunda a sábado, das 10h às 22h /

Telefone: (61) 3328-5618

EndereçoSDN CNB – Conjunto A – Asa Norte, Brasília – DF, 70077-900

9 – Salim Sou Eu

comida árabe / Brasília / restaurante árabe
Foto: Reprodução

Localizado bem pertinho do centro de Brasília, o restaurante oferece uma autêntica, saudável e saborosa comida árabe, preparada sempre com os melhores temperos importados do Líbano, que captam o verdadeiro sabor da comida típica.

Seja para almoçar ou jantar, por ali é possível contar com um ambiente casual e agradável, decorado em cores ricas e com tradicionais artefatos regionais, fazendo com que os clientes tenham aquela sensação de estarem em um pedacinho do Oriente Médio. Clique aqui e confira o cardápio.

Horário de atendimento: terça a sábado, das 12h às 15h e das 18h às 21h

Telefone: (61) 3224-2226

Endereçosetor de clube sul – trecho 02 – conj 34 – bloco c – Asa Sul, Brasília – DF, 70200-002

10 – Manara

comida árabe / Brasília / restaurante árabe
Foto: Reprodução

Com um ambiente simples e não muito grande, é possível encontrar um dos melhores custo-benefício da capital. Embora não carregue consigo tantos adereços, o cardápio é incrível e oferece deliciosa comida árabe, preparadas sempre com muito carinho e cuidado. O rodízio da casa também é bom, oferecendo preços acessíveis. Excelente restaurante árabe!

Horário de atendimento: segunda a sábado, das 11h30 às 15h

Telefone: (61) 98177-0584

EndereçoSt. de Habitações Coletivas e Geminadas Norte Comércio Residencial Norte 706/707 Loja 60 – Asa Norte, Brasília – DF, 70740-650

11 – Zahia

comida árabe / Brasília / restaurante árabe
Foto: Reprodução

O Zahia é a opção perfeita para quem é apaixonado pela comida árabe mas que também adora um bom cafezinho! O lugar funciona como cafeteria e restaurante, especializado no que há de melhor da cozinha árabe caseira, oferecendo também happy hours e um ambiente bastante descontraído.

Horário de atendimento: segunda a sábado, das 11h30 às 22h30

Telefone: (61) 3201-6121

EndereçoAvenida Shopping, CLSW 301 Bloco B, loja 1, Brasília – DF, 70673-602

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Política

Assembleia de Roraima tem 2.600 comissionados para 24 deputados

O deputado Chico Mozart (PRP) é o campeão dos comissionados com 44 funcionários diretamente vinculados a seu gabinete.
06/05/2019, 15h54

Planilha da Assembleia Legislativa de Roraima entregue ao Ministério Público do Estado aponta que a Casa tem 24 deputados e 2.684 funcionários – uma média de 111 servidores para cada parlamentar. Do total, 2.609 (ou 97,2%) são comissionados e 75 (2,7%) são efetivos. O deputado Chico Mozart (PRP) é o campeão dos comissionados. Tem 44 funcionários diretamente vinculados a seu gabinete.

Depois, na lista dos que mais empregam comissionados, estão a deputada Aurelina Medeiros (Podemos), com 43, e os deputados Jânio Xingu (PSB), com 42, e Soldado Sampaio (PC do B), com 41. Os parlamentares Ione Pedroso (SD) e Odilon (Patriotas) têm 39 comissionados, cada um.

Roraima, na fronteira com a explosiva Venezuela de Nicolás Maduro, tem cerca de 570 mil habitantes, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A capital Boa Vista abriga aproximadamente 375 mil pessoas, mais da metade da população do Estado.

O orçamento para 2019 ainda não foi sancionado pelo governador, o bolsonarista Antonio Denarium. Em 2018, a despesa estimada com a Assembleia Legislativa de Roraima foi de R$ 217 milhões.

A Assembleia de São Paulo tem um custo estimado de R$ 1,3 bilhão para 2019. Segundo dados da Transparência paulista, o Palácio Nove de Julho, no Ibirapuera, tem 2.514 servidores comissionados e 618 efetivos para 94 deputados estaduais.

A Promotoria de Roraima abriu em março deste ano um procedimento para apurar se houve nomeação excessiva de comissionados desde janeiro. O Ministério Público investiga também se a Assembleia cometeu irregularidades ao nomear os funcionários em detrimento de servidores aprovados em concurso público.

“Verifique-se no endereço eletrônico da Assembleia Legislativa do Estado de Roraima listagem de servidores da aludida Casa Legislativa, identificando a proporção entre servidores efetivos e comissionados”, determinou o promotor de Justiça Adriano Ávila em ofício no dia 20 de março.

A resposta da Assessoria Jurídica da Promotoria foi enviada cinco dias depois. “Certifico que, atendendo a determinação do promotor de Justiça Adriano Ávila, em horários diferentes dos dias 20, 21, 22 e 25 de março de 2019, tentamos acesso ao ‘portal da transparência’ da Assembleia Legislativa do Estado de Roraima do órgão com fim de obter listagem de servidores do órgão, contudo não obtemos sucesso em realizar conexão.”

No dia 23 de abril, em nota à reportagem, a Assembleia informou que seu Portal da Transparência estava fora do ar por “problemas tecnológicos e mudança nos sistemas de gestão e plataforma de processamento de dados”.

Segundo a Assembleia, “foram mantidas todas as publicações em Diário Oficial como garantia de segurança das informações”. “Em 10 dias, no máximo, estará tudo atualizado”, afirmou a Casa.

Com o Portal da Transparência fora do ar, não é possível acessar dados sobre os funcionários nem valores dos salários e onde eles estão alocados. Até a sexta-feira, 3, o site não havia voltado a funcionar.

Os dados

De acordo com planilha dos comissionados, do total de 2.609 empregados neste regime, 36 estão em cargos cedidos “com ou sem ônus”. O restante (2.573) está diretamente vinculado à Assembleia.

Os números que foram entregues estão atualizados até o dia 15 de abril. Ainda consta da planilha o ex-deputado Brito Bezerra (PP), que tomou posse como conselheiro do Tribunal de Contas de Roraima no dia 2 de abril. A deputada Ângela Portella (PSC) assumiu sua cadeira.

A Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor e da Cidadania do Ministério Público do Estado de Roraima (MPRR) recebeu na última semana denúncia relatando desproporcionalidade no quadro de servidores comissionados e efetivos da Assembleia Legislativa do Estado de Roraima.

Porém, após análise prévia, encaminhará a demanda à Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público, a qual tem atribuição para acompanhar o caso.

Defesas

A reportagem fez contato por e-mail e por telefone com a Assembleia de Roraima. Foram diversas tentativas entre quinta-feira, 2, e sexta-feira, 3. Da mesma forma, tentou falar com os deputados citados na matéria, sem sucesso, O espaço está aberto para manifestação da Casa e dos parlamentares.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Suspeito de assassinatos na Casa da Acolhida em Goiânia é detido, mas nega

Africano e brasiliense foram encontrados mortos na manhã deste domingo.
06/05/2019, 15h58

Por meio de denúncia anônima a Polícia Miliar do Estado de Goiás (PM-GO) encontrou homem suspeito de duplo assassinato na Casa da Acolhida, no Setor Campinas, em Goiânia. Ele foi conduzido à Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DEIH), mas nega autoria do crime.

Como não foi detido em flagrante, o suspeito deve ser liberado.A reportagem não conseguiu contato com a defesa do suspeito.

O africano Mohamed Alie Jalloh, de 25 anos, e o brasiliense Emanuel de Barros Cezario, de 35, foram encontrados mortos na Casa da Acolhida deitados na cama em que dormiam na manhã de domingo (5/5).

Até o início da tarde desta segunda-feira (6/5),  os corpos das vítimas continuavam no Instituto Médico Legal (IML) de Goiânia.

O corpo do africano Mohamed estava com uma perfuração profunda no pescoço, conforme o delegado Klayter Camilo Resende Farinha disse durante o plantão ao Dia Online. O brasiliense Emanuel Barros foi morto asfixiado.

A delegada responsável pela investigação Magda D´Avila não atendeu às ligações, mas um agente informou que o suspeito seria ouvido nesta tarde.

Dois suspeitos, que dividiam quarto com as vítimas, simularam uma briga e foram expulsos da unidade que acolhe pessoas em situação de rua da capital.

No quarto em que foram encontrados, tem capacidade para quatro pessoas.

A reportagem busca mais informações.

Casa da Acolhida em que morreram africano e brasiliense é de responsabilidade da Prefeitura

Com capacidade para atender em torno de 240 pessoas, distribuídas em quartos em 3 andares, a Casa da Acolhida é um dos serviços sociais da Prefeitura de Goiânia.

No primeiro andar, existe uma recepção, cozinha, refeitório e banheiros. No segundo andar, o espaço é reservado aos homens solteiros, com uma sala de televisão, banheiros, espaço para a realização de curativos que se façam necessários. No terceiro andar, o espaço é reservado às famílias e mulheres e também conta com uma sala de televisão, banheiros e uma brinquedoteca para as crianças.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Caixa Econômica lidera ranking de reclamações no Procon Goiás em abril

De acordo com o Procon Goiás, a divulgação do ranking tem como objetivo dar conhecimento ao consumidor goiano sobre as empresas mais demandadas junto ao setor de atendimento.

Por Ton Paulo
06/05/2019, 16h13

O Procon Goiás divulgou na última semana o ranking das 50 empresas que tiveram o maior número de reclamações registradas junto ao órgão durante o mês de Abril de 2019. A Caixa Econômica Federal figurou em primeiro lugar na lista, seguida pela empresa de aviação Avianca (antiga Ocean Air).

De acordo com o Procon Goiás, a divulgação do ranking tem como objetivo dar conhecimento ao consumidor goiano sobre as empresas mais demandadas junto ao setor de atendimento.

A lista é composta por duas tabelas: a primeira, denominada Ranking Geral, é composta por todos os atendimentos prestados, sejam eles atendimentos preliminares, simples-consultas, cartas de informações preliminares (CIP’s), solicitações de cálculos, fiscalizações, pré-atendimentos de problemas que não são atribuições do Procon (Extra Procon), e também os termos de reclamação administrativa.

Já a segunda, denominada “Ranking de Processos Instaurados”, é composta somente pelos processos administrativos instaurados, ou seja, pelas empresas que, conforme o Procon Goiás, esgotaram todas as tratativas pré-processuais.

Além disso, o órgão quer fazer com que os consumidores avaliem os riscos ao contratar uma determinada empresa. A partir dos dados é possível levar ao conhecimento de todos quantos atendimentos, quantas reclamações (processos) e qual a representatividade disto na estatística do órgão.

Dos 5 primeiros colocados no ranking de abril do Procon Goiás, 3 são bancos; Caixa Econômica figura em primeiro lugar

Na lista divulgada pelo Procon Goiás, estão empresas do ramo de telefonia, financeiro, têxtil, turismo, educação, entre outros. Os cinco primeiros lugares ficaram, respectivamente, com: Caixa Econômica Federal, Avianca (antiga Ocean Air), Banco Itaúcard, Banco Bradesco e Tim S/A.

Confira a lista completa clicando aqui.

A reportagem do Dia Online entrou em contato com a Caixa Econômico Federal, que disse “valoriza a opinião dos clientes e a usa como subsídio para melhoria e modernização do atendimento”. Veja abaixo:

“A Caixa Econômica Federal informa que valoriza a opinião dos clientes e a utiliza como subsídio para melhoria e modernização de todos os seus processos de atendimento. Esclarece ainda que revisa permanentemente seus serviços e produtos, priorizando a redução das reclamações e o aumento da solução em todos os canais, internos e externos.”

Via: Procon Goiás 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Laudos do IML descartam que menina morreu em função de abusos, em Aparecida de Goiânia

Delegada afirmou que teve acesso aos laudos e que neles não há registros de agressões ou abusos.
06/05/2019, 16h20

A morte da menina Anny Gabriely Silva Sousa, de 2 anos e nove meses, na madrugada desta segunda-feira (6/5) no Hospital de Urgências de Aparecida de Goiânia (Huapa), segue um mistério. Pois o caso foi registrado pelo plantão da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM), com a suspeita de que a menina teria sido agredida e abusada sexualmente, porém os laudos não registraram até o momento nenhuma lesão no corpo da criança.

Entretanto, o caso é investigado pela Delegacia Estadual de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) que teve acesso aos laudos dos exames feitos pelo Instituto Médico Legal (IML) de Aparecida.

A delegada da DPCA, Ana Elisa Martins afirmou ao Dia Online que os laudos não detectaram nenhuma lesão no corpo da criança ou abuso, mas que é preciso fazer outros exames para descobrir a causa da morte da criança.

“Os peritos estão colhendo outros materiais para analisar e fazer o exame anátomo patológico e outros exames, para identificar se no corpo da criança há outros materiais biológicos”, explica a delegada.

Médicos que atenderam a menina relataram agressões e suspeitaram que ela foi vítima de abusos sexuais

A ocorrência foi registrada no último domingo (5/6), após os pais da menina levarem a criança para receber atendimento médico. Anny Gabriely foi atendida na Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) Flamboyant, com suspeita de parada cardíaca. Foi feito todo procedimento de reanimação e a menina foi encaminhada para o Huapa, mas infelizmente veio a óbito na madrugada de hoje.

Alguns familiares lembraram também que a menina estava passando mal na manhã de domingo, e se tratando de uma leishmaniose ou calazar, que é transmitida pelo mosquito-palha. Entretanto a mãe não desconfiou que poderia se tratar de um suposto abuso sexual.

Conforme nota divulgada pela Secretaria de Saúde de Aparecida de Goiânia, os médicos ao atenderem à criança, alegaram que Anny Gabriely apresentava sinais de violência e chamaram a polícia para atender a ocorrência e registrar o caso.

A DPCA agora aguarda o resultado dos outros exames, para identificar as causas das morte da pequena. O corpo de Anny Gabriely vai ser sepultado no cemitério de Aparecida de Goiânia.

Confira a nota

“A Secretaria de Saúde de Aparecida esclarece que a criança chegou na tarde deste domingo, 5, na UPA Flamboyant, acompanhada dos pais e em situação de parada cardiorrespiratória. Foi prontamente atendida, mas não resistiu. Diante de indícios de violência sofrida pela paciente, a equipe da unidade tomou todas as medidas cabíveis e acionou a polícia. A causa da morte será investigada e determinada em laudo do Instituto Médico Legal.”

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.