Goiás

Mais de uma tonelada de maconha é apreendida em Jataí; veja vídeo

Carro que transportava as drogas foi roubado no Paraná.
03/05/2019, 15h54

Dois homens foram presos na manhã desta sexta-feira (3/5) e uma carga de mais de uma tonelada de maconha apreendida, em Jataí, durante uma operação de rotina da Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO).

Portal Dia Online conversou como o Capitão Sílvio, que deu mais detalhes sobre a prisão dos suspeitos e a apreensão dos entorpecentes. “A apreensão ocorreu na GO-184 em Jataí, no trecho que liga o município a Serranópolis. Nós estávamos em uma operação de rotina, e no momento de algumas diligências encontramos o veículo do modelo Renaut/Oroch em atitude suspeita”, explica o Capitão.

De acordo com o militar, a equipe avisou ao Tático, que também participava da operação, e repassou as características do veículo. “O Tático fez o acompanhamento da pick up e deu ordem de parada ao condutor, que não obedeceu e tentou fugir do local. Durante a fuga ele perdeu o controle do veículo vindo a colidir com árvores às margens da rodovia. Ele ainda tentou fugir a pé, mas os policiais efetuaram sua prisão”, conta o Capitão.

Veja o vídeo dos policiais retirando as drogas da pick up:

Carro usado para o transporte da maconha

O condutor da pick up foi identificado como Marlon Gonçalves, de 21 anos, e receberia o equivalente a R$ 20 mil para fazer o transporte da carga. Conforme as informações levantadas pela polícia após a abordagem, foi constatado que o veículo foi roubado no Paraná este ano.

Segundo as informações da polícia, um outro veículo que seguia cinco quilômetros a frente do carro com o entorpecente também não obedeceu a ordem de parada dos policiais. Entretanto, após fazer o acompanhamento do carro do modelo Fiat/Uno, os policiais conseguiram efetuar a prisão do segundo indivíduo.

O segundo envolvido foi identificado como Jederson Viada da Silva, de 24, o mesmo estava trabalhando como batedor e iria receber R$ 10 mil para o trabalho. O Capitão afirmou que a carga de maconha vinha do Mato Grosso do Sul e seria distribuída em Goiânia. Os suspeitos foram presos, os veículos e a carga de entorpecentes apreendidos, o caso foi encaminhado a Polícia Civil de Jataí.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Último suspeito de desaparecer com jovem em Santa Helena é preso

Todos os envolvidos confessaram participação no crime.
03/05/2019, 16h58

Um caso intrigante ainda tem chamado a atenção da população de Santa Helena de Goiás, região sudoeste do Estado. No dia 7 de abril deste ano, o jovem Murilo Alves Martins, desapareceu após se encontrar com outros quatro rapazes. Os suspeitos de estarem com o jovem foram presos, o último deles na noite da última quinta-feira (2/5) na casa da sua mãe no município, após se esconder em Goiânia.

Os suspeitos de envolvimento no crime foram identificados como Sillas Alves Vieira, Delmi Eterno da Silva de Oliveira, Matheus Alves da Silva e Waster da Sailva Camargo. Conforme as investigações, os quatro estiveram com Murilo no dia que o rapaz desapareceu e desde então não foi mais visto.

Murilo foi visto com os suspeitos dentro de um carro do modelo volkswagen/gol de cor Branca, antes de desaparecer. A partir do momento que o rapaz não deu mais notícias, o caso foi denunciado à polícia, que iniciou as buscas para encontrar Murilo.

Carro em que o jovem estava com os suspeitos foi encontrado em um matagal

Entretanto, um dia após o desaparecimento, a única coisa que a polícia conseguiu encontrar no meio de um matagal, foi o veículo usado pelos suspeitos e com marcas de sangue. Na ocasião, o Dia Online conversou com o delegado Danillo Proto responsável pela investigação, que chegou a afirma que a possibilidade de encontrar Murilo com vida era mínima na época.

No início das buscas um dos suspeitos foi preso pela polícia, afirmou apenas que teria alugado o veículo e entregue o carro a terceiros. Os outros envolvidos foram presos durante as investigações conduzidas pelo delegado Danillo Proto, em busca da prisão dos suspeitos e encontrar o corpo da vítima.

O último a ser preso foi Waster na noite de ontem, o mesmo havia estava se escondendo em Goiânia e retornou a Santa Helena na última quinta-feira. Conforme as declarações, os quatro envolvidos confessaram participação no crime e vão ser indiciados por homicídio. Danillo Proto vai conceder uma entrevista coletiva na próxima segunda-feira (6/5) para dar mais detalhes sobre o caso e a prisão dos quatro envolvidos.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Entretenimento

Rodeio Show de Senador Canedo divulga atrações para 2019

Nomes como Leonardo, Gustavo Mioto e Naiara Azevedo já estão confirmados!
03/05/2019, 17h02

O Rodeio Show de Senador Canedo, um dos eventos mais aguardados da agenda anual da cidade, já possui data definida e diversas atrações divulgadas para 2019, deixando o público cada vez mais ansioso. Em sua 11º edição, o evento acontece entre os dias 24 de maio e 2 de junho, mais uma vez, acompanhando o aniversário da cidade, que acontece no dia 1 de junho, deixando a festa ainda mais alegre e com aquele tom de comemoração.

Assim como em edições anteriores, a Antiga Estação Ferroviária será responsável por sediar o evento, que é conhecido por muitos como “Pecuária de Senador Canedo”, já que além dos shows, também é possível contar com a tradicional festa de peão que também atrai boa porcentagem do público.

Rodeio Show de Senador Canedo acontece pouco depois do Aparecida é Show e da famosa Pecuária de Goiânia, funcionando como uma despedida para os fãs do sertanejo. Pelo fato de as três cidades estarem bem próximas, é normal encontrar canedenses, aparecidenses e goianienses em qualquer uma delas, sempre com o objetivo de aproveitar ao máximo as festas que estão entre as mais aguardadas de Goiás.

Confira abaixo as atrações para o Rodeio Show de Senador Canedo 2019

Rodeio Show de Senador Canedo 2019
Foto: Reprodução

O Rodeio Show de Senador Canedo contará com atrações de peso para 2019, com grandes nomes da cena sertaneja. Os mais aguardados são Leonardo e Naiara Azevedo, que por sinal, foi a última atração a ser divulgada até o momento. Quem abre a festa é o cantor Gustavo Mioto, que promete um show cheio de energia e com os maiores sucessos de sua recente carreira.

Confira abaixo a programação já divulgada:

  • 24 de maio (sexta) – Gustavo Mioto
  • 25 de maio (sábado) – Jefferson Moraes
  • 26 de maio (domingo) – Hugo e Guilherme
  • 29 de maio (quarta) – Diego e Victor Hugo
  • 30 de maio (quinta) – Cleber e Cauan
  • 31 de maio (sexta) – Leonardo
  • 1 de junho (sábado) – Naiara Azevedo (aniversário de Senador Canedo)
  • 2 de junho (domingo) – Di Paullo e Paulino

Os valores dos ingressos ainda não foram divulgados pela organização do Rodeio Show de Senador Canedo 2019. No entanto, vale lembrar que na edição de 2018 o evento teve os portões abertos em seu primeiro e último dia. Nos demais, foi cobrado valor de R$ 20 para ter acesso. A previsão é que para este ano os valores não fujam muito dessa média.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

Irmão do ex-governador Marconi Perillo estava em avião que partiu ao meio no Mato Grosso

Aeronave já havia registrado problemas em outras ocasiões.
03/05/2019, 18h44

O irmão do ex-governador do Estado de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), Antônio Perillo estava em uma avião que caiu e partiu ao meio, na manhã desta sexta-feira (3/5) no Mato Grosso. Apesar do susto a família relatou a um Jornal local, que o irmão do ex-gestor passa bem.

Vânia Perillo afirmou que ligou para o irmão logo após o acidente e que o mesmo estava bem, mas muito assustado com o ocorrido. Conforme a publicação, o piloto da aeronave precisou fazer um pouso forçado, no aeroporto de Vila Rica, a 1,2 mil quilômetros da capital Cuiabá em função de uma pane.

Além do piloto que foi obrigado a fazer o pouso forçado devido a pane na aeronave e o irmão de Marconi Perillo, um amigo de Antônio que é advogado também estava no avião no momento do acidente. A Polícia Civil do Mato Grosso (PC-MT) afirmou que os dois passageiros foram socorridos e levados uma unidade de saúde da cidade, onde receberam os primeiros cuidados e foram liberados em seguida. O piloto por sua vez saiu do acidente sem nenhum ferimento.

Avião com irmão do ex-governador já havia apresentado problemas em outras ocasiões

Os familiares ficaram deseperados após receber a notícia do acidente com Antônio Perillo, afirmou Vânia, mas que foi traquilizada pela cunhada, quando afirmou que o irmão estava bem e a única preocupação era que ele havia batido a cabeça e iria passar por exames para verificar se não havia uma lesão mais grave.

O avião de pequeno porte em que o irmão do ex-governador viajava, fazia o trajeto para Vila Rica, mas devido a uma pane o piloto precisou fazer um pouso forçado e ao arremeter para pousar, o monomotor partiu ao meio e atravessou a BR-158 caindo do outro lado da rodovia.

Segundo informou a polícia, a aeronave já estava apresentado problemas. Os investigadores do acidente lembraram que na última quinta-feira (2/5) o avião precisou fazer dois pousos forçados em outras duas fazendas do estado.

Via: G1 
Imagens: G1 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

Célula do PCC monitorava rotina de autoridades de SP para fazer atentado

A Polícia Militar apreendeu cerca de R$ 1 milhão em cédulas na operação. Também informou ter apreendido drogas e armas.
03/05/2019, 19h01

Uma célula do Primeiro Comando da Capital (PCC) vinha monitorando os hábitos de “agentes públicos”, promotores de justiça e policiais, anotando horários e locais que frequentavam. Essa célula estava no centro da Operação Joboia, deflagrada nesta sexta-feira, 3, que resultou na prisão de 44 pessoas em 20 cidades do Estado de São Paulo. A principal suspeita do Ministério Público Estadual é que essa célula tinha missão de planejar ataques para responder à transferência dos líderes da facção criminosa para presídios federais, ocorrida há três meses.

A ação não alcançou todos os objetivos e, segundo a Polícia Militar, até o fim da tarde desta sexta ainda havia buscas sendo feitas. Dos 50 mandados de prisão que seriam cumpridos nesta sexta, 17 suspeitos não foram capturados. Além das 33 prisões por mandado, os mais de 500 policiais que participaram da ação fizeram 11 prisões em flagrante, por crimes como tráfico de drogas e porte de armas, de suspeitos que passarão agora por audiências de custódia. Entre os flagrantes, foram quatro detidos na cidade de São Paulo, cinco em Ribeirão Preto e dois em Sorocaba.

Em entrevista coletiva realizada na sede do Ministério Público Estadual na tarde desta sexta, o subprocurador-geral de Justiça de São Paulo, Mário Luiz Surrubbo, afirmou que o enfrentamento a essa célula que colhia informações sobre as autoridades foi pensado para ocorrer em paralelo a outras investigações contra a facção, tocadas pelas unidades regionais do Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de São Paulo, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, Sorocaba e Santos.

“O trabalho visava a desarticular ações de rua da facção e uma das forças-tarefa, instalada no âmbito do Gaeco da capital, acabou também realizando um trabalho, que hoje foi muito produtivo, que desarticula uma célula da facção que procurava trabalhar e fazer levantamentos para futuros atentados contra a vida de agentes públicos, promotores de justiça e outros”, disse o subprocurador.

Surrubbo não informo o nome de nenhum dos possíveis alvos da facção nem informou os nomes dos presos. Ele também não informou quais tipos de mandados de prisão foram cumpridos (se eram temporários, com prazo determinado, ou preventivos, sem preza preestabelecido). Também não informou em quais regiões estavam os 17 alvos que conseguiram escapar.

O subprocurador destacou que foram cumpridos ainda 30 mandados de busca e apreensão que resultaram na apreensão de documentos da quadrilha. “Esse material é importantíssimo”, afirmou Sarrubbo.

A Polícia Militar apreendeu cerca de R$ 1 milhão em cédulas na operação. Também informou ter apreendido drogas e armas.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.