Saúde

Indiciada por estelionato, moradora do DF diz ter inventado câncer para não perder marido

Farsa começou há 5 anos. Aproveitando da situação, Telma Cristina, de 44 anos, pedia doações em dinheiro para supostos tratamentos.
13/03/2019, 10h05

A massoterapeuta Telma Cristina Saraiva, de 44 anos, moradora de Guará, no Distrito Federal, foi indiciada por estelionato pela Polícia Civil do DF, suspeita de fingir ter câncer para arrecadar dinheiro para arcar com falsos tratamentos. A mulher também enganou os três filhos, que têm de 15 a 20 anos, e os outros familiares. Quando a mentira foi descoberta, segundo as investigações, Telma disse que queria chamar atenção das pessoas que amava e salvar o casamento, pois o então companheiro havia pedido o divórcio.

Ainda de acordo com a PCDF, a mentira de Telma começou há cinco anos. O principal objetivo era evitar o fim do casamento. Com o passar o tempo, a mulher teria aproveitado da situação para conseguir doações em campanhas para comprar remédios e arcar com o tratamento. Ela dizia, em encontros de Organizações Não Governamentais (ONG) e pelas redes sociais, que já havia superado um câncer de mama e um Acidente Vascular Cerebral (AVC), agora lutava contra a doença no intestino.

Em setembro do ano passado, Telma foi vencedora do concurso Miss Superação, onde emocionou a todos com o discurso sobre sua luta contra os cânceres. A massoterapeuta chegou a receber, além de doações em dinheiro para os supostos tratamentos, peças de roupas, cestas básicas e até tratamento em um SPA. Nas redes sociais, com a #telmamisssuperacao, ela aparece em fotos de palestras motivacionais a mulheres que lutam contra algum tipo de câncer. Portanto, seu perfil oficial está fora do ar.

Mulher fingiu ter câncer por 5 anos

De acordo com o delegado Wislley Salomão, que investiga o caso, a mentira de Telma foi desfeita em 2018, pelos parentes, que já suspeitavam da farsa. Eles relataram que nunca a viram com sintomas das doenças que dizia ter. A mulher enganou também o marido e os três filhos, que mobilizados, chegaram a raspar os cabelos em apoio ao tratamento dela. A família não registou queixa, mas o marido já pediu a separação.

Apesar de todos esses anos de tratamento, Telma não apresentou nenhum laudo médico que comprovasse a doença. “Ela fingia ir ao tratamento no hospital, mas com o tempo, a família ficou muito desconfiada. Ao ser descoberta, disse que mentiu porque queria chamar a atenção de quem a amava e, ainda, por não querer perder o marido (que à época, ameaçava pedir o divórcio)”, explicou o delegado ao Correio Braziliense.

A denúncia contra Telma chegou à Coordenação de Repressão aos Crimes Contra o Consumidor, a Propriedade Imaterial e a Fraudes (Corf) na última semana, por meio da ONG Vencedoras Unidas. Ela frequentava o lugar desde outubro de 2018, onde chegou pedindo ajuda para pagar remédios quimioterápicos. Mesmo oferecendo o nome de um suposto médico que a tratava, as integrantes do grupo desconfiaram da atitude da mulher.

ONG denunciante repudia atitude de mulher que fingiu ter câncer

Por meio do perfil oficial no Facebook, a ONG Vencedoras Unidas repudiou o ocorrido e reafirmou que não compactua com a disseminação de informações falsas. “Em respeito às verdadeiras mulheres que lutam pela vida contra o câncer, a Associação Vencedoras Unidas está tomando todas as medidas protetivas necessárias. A Associação reitera o compromisso de continuar seus trabalhos primando sempre pela credibilidade das informações e respeito à vida, que são os pilares da ONG desde sua criação, em 2017”, conclui o texto.

Imagens: Correio Braziliense 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Economia

Dólar vira e sobe com demanda de importador e tesourarias de bancos

Às 10h00, o dólar à vista subia 0,46%, a R$ 3,8333.
13/03/2019, 10h33

O dólar passou a subir e renovava máximas na manhã desta quarta-feira, 13, após ter iniciado a sessão em baixa no mercado doméstico, estendendo perdas acumuladas em cerca de 1,80% nas últimas três sessões. “Ficou barato e o importador compareceu na compra, além de que algumas tesourarias estão partindo para um movimento de recomposições de posições”, comenta Jefferson Rugik, diretor superintendente da Correparti.

A inversão de sinal para o lado positivo ocorreu ainda após a divulgação de dados mistos da economia americana, há pouco. As encomendas de bens duráveis nos Estados Unidos subiram 0,4% em janeiro ante dezembro – na terceira alta mensal consecutiva e contrariando a expectativa de analistas consultados pelo Wall Street Journal, que previam queda de 0,6%. Além disso, o resultado geral das encomendas de dezembro foi revisado em leve alta, de ganho de 1,2% para avanço de 1,3%, na mesma base comparativa.

De outro lado, o índice de preços ao produtor (PPI) dos Estados Unidos subiu 0,1% em fevereiro ante janeiro, abaixo da alta de 0,2% esperada por analistas. O núcleo do PPI, que exclui as categorias de alimentos, energia e serviços de comércio, também avançou 0,1% em fevereiro ante o mês anterior. Neste caso, a projeção também era de acréscimo de 0,2%. Na comparação anual, o PPI subiu 1,9% em fevereiro e seu núcleo registrou alta de 2,5%.

Os agentes de câmbio operam ainda na expectativa pela instalação da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, marcada para o início da noite (19 horas), por onde deve começar a tramitar a reforma da Previdência.

Também aguardam uma nova votação no Parlamento britânico, que ontem rejeitou mais um acordo de Brexit proposto pela primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May. Com isso, hoje, os parlamentares britânicos irão votar sobre a opção de realizar um Brexit sem acordo. A data final para que o Brexit seja implementado é dia 29 de março.

Às 10h00, o dólar à vista subia 0,46%, a R$ 3,8333. O dólar futuro para abril estava em alta de 0,50%, a R$ 3,8355.

Imagens: InfoMoney 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

Tiroteio em escola pública de São Paulo deixa pelo menos oito feridos

Crianças estão entre as vítimas.
13/03/2019, 10h41

Integrantes do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar de São Paulo estão na manhã de hoje (13) na Escola Estadual Raul Brasil, no Jardim Imperador, em Suzano, na Grande São Paulo, após informações de que um tiroteio no local deixou pelo menos oito pessoas feridas, inclusive crianças.

Informações preliminares indicam que o caso ocorreu por volta das 10h. Houve correria.

Há diversas viaturas do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar no local.

Imagens: Mundo ao Minuto 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Homens trocavam medicamento alucinógeno por sexo com menor, em Ceilândia

O esquema foi descoberto quando a mãe da menina de 13 anos encontrou fotos sensuais dela em um motel com homens mais velhos.

Por Ton Paulo
13/03/2019, 10h49

A Polícia Civil do Distrito Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira (13/3) em Ceilândia, entorno de Brasília, uma operação para prender um grupo de homens que dava drogas alucinógenas a uma menor de idade em troca de sexo com ela. O esquema foi descoberto quando a mãe da menina de 13 anos encontrou fotos sensuais dela em um motel com homens mais velhos.

Conforme informações de um jornal local, a ação policial foi batizada de Operação Mercúrio e teve expedidos três mandados de prisão. A investigação é conduzida pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA)

Os três homens alvos da operação são suspeitos de manter relações sexuais com a adolescente de 13 anos. Em troca da conjunção carnal, os homens forneciam à menina o medicamento controlado Rohypnol

Operação deflagrada na manhã desta quarta-feira (13/3) tem como alvo três homens suspeitos de manter relações sexuais com uma adolescente de 13 anos em troca de medicamento controlado e com efeito alucinógeno, o Rohypnol. A adolescente estaria viciada na droga, por isso aceitava a troca.

Este medicamento induz o sono de forma rápida e intensa, tendo também efeito de redução da ansiedade, anticonvulsivante (combate as convulsões) e relaxante muscular. Ainda são efeitos de sua administração redução do desempenho psicomotor (maior dificuldade para realizar atividades mentais e motoras), com diminuição dos reflexos e da atenção, e ocorrência de amnésia (falha de memória). Usado de forma incorreta e sem prescrição médica, a droga pode ter efeitos alucinógenos.

O crime de Ceilândia foi descoberto pela mãe da menor

Não operação deflagrada pelos policiais civis da DPCA , além dos três mandados de prisão temporária foram cumpridos também sete mandados de busca e apreensão em Ceilândia. Também foram apreendidos drogas e aparelhos eletrônicos.

Segundo as apurações, o crime foi descoberto pela mãe da garota. Ao pegar o celular da filha, ela viu imagens sensuais da menor em motéis acompanhada de homens mais velhos. A DPCA conseguiu chegar a sete suspeitos que trocavam mensagem com a adolescente, que seria viciada na droga Rohypnol.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

Vídeo exclusivo mostra momentos de pânico durante tiroteio em escola de Suzano, SP

No vídeo, obtido com exclusividade pela nossa reportagem, os estudantes gritam em desespero, enquanto ao fundo se ouvem barulhos de mais tiros.

Por Ton Paulo
13/03/2019, 12h01

Um vídeo obtido com exclusividade pela reportagem do Dia Online mostra os angustiantes momentos de pânico dos alunos de uma escola de Suzano, São Paulo, a Escola Estadual Raul Brasil, durante o tiroteio ocorrido na manhã desta quarta-feira (13/3), por volta de 9h30. Dois adolescentes usando máscaras de caveira entraram no colégio atirando contra funcionários e estudantes, deixando oito mortos e cometendo suicídio logo em seguida.

No vídeo, obtido com exclusividade pela nossa reportagem, os estudantes gritam em desespero, enquanto ao fundo se ouvem barulhos de mais tiros. No chão, é possível ver as imagens chocantes de corpos das vítimas, pré-adolescentes alunos da escola.

Os estudantes correm em pânico, e por todo lado o que se vê é sangue e corpos. A todo momento, durante o vídeo, é possível ouvir o barulho de mais disparos sendo feitos.

A capitão Cibele, da comunicação da PM, disse que pouco antes dos disparos na escola, a polícia foi chamada para outra ocorrência com arma de fogo, perto dali. “Mas ainda não podemos precisar se os casos estão relacionados. Policiais estavam indo para esse primeiro chamado e ouviram gritos das crianças. Foram então até a escola, onde os dois criminosos acabaram se matando”, disse ela.

Segundo a Polícia Militar, todo o efetivo da 1ª Companhia do 32º Batalhão de Suzano foi destacado para ir até o local. As equipes da Guarda Civil Metropolitana e do Samu foram enviados para a escola.

Muitas crianças se feriram e não resistiram aos ferimentos. Não se sabe, porém, o número exato de atingidos. Os helicópteros Águia 15 e 17, do Grupamento Aéreo da Polícia Militar, também foram deslocados à ocorrência.

Foram confirmados pela polícia, até agora, 10 mortes (incluindo os dois adolescentes autores do ataque).

Veja o vídeo do momento do tiroteio na escola de Suzano, em São Paulo

Devido às fortes imagens do vídeo, ele foi editado para poder ser publicado. Ainda assim, alertamos que o conteúdo do vídeo pode causar forte mal-estar.

Veja abaixo:

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.