Goiás

Mãe mata filha de 1 ano a marretadas e coloca fogo no corpo, em Goiânia

A mulher utilizou uma marreta e quebrou crânio, pernas e braços da menina. Caso ocorreu no Parque Santa Rita, em Goiânia.

Por Ton Paulo
21/02/2019, 12h23

Um crime chocante foi registrado na manhã desta quinta-feira (21/2), no Setor Parque Santa Rita, em Goiânia. Segundo a Polícia Militar (PM), uma mulher teria matado a própria filha, de 1 ano e 8 meses, com golpes de marreta. Não bastando, a mulher teria ainda colocado fogo no corpo da criança após matá-la.

Conforme apurado pela reportagem do Dia Online, a mãe foi identificada como Alessandra Fiuza Neves. A principal suspeita é que a mulher sofra de problemas psicológicos.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a corporação foi acionada para atender a uma ocorrência de incêndio no local informado, na Rua SR1 do Parque Santa Rita. Entretanto, no meio do caminho, foram informados que o incêndio já havia sido controlado, e que havia uma vítima. Só depois foi constatado que o incêndio na verdade tratou-se de uma tentativa da mulher de colocar fogo em um monte de entulho no quintal de casa.

De acordo com informações da Polícia Militar (PM), a mulher utilizou uma marreta e quebrou crânio, pernas e braços da menina. Depois, ela jogou a criança no monte de entulho no quintal da residência e ateou fogo.

A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros ainda estão no local do crime. A mãe, que estava em estado de choque, foi levada ao Cais do Bairro Goiá. Após atendimento, ela será encaminhada para a Central de Flagrantes da Polícia Civil.

Além de caso no Parque Santa Rita, um homem foi preso depois de matar o próprio filho de 6 meses com um tiro

Em setembro do ano passado, um pai foi preso suspeito de matar o próprio filho, um bebê de 6 meses, em Luziânia, no Entorno do Distrito Federal, na madrugada de quarta-feira (12/9).

O homem teria dado um tiro à queima-roupa, com a arma encostada no peito da criança, enquanto ela estava no berço. De acordo com a delegada Caroline Matos, que apurou o caso à época, ele disse que havia ingerido bebida alcoólica e consumido maconha e, por isso, não se lembrava do ocorrido.

Segundo a delegada, a mãe que contou que ele queria manter relações sexuais com ela. Diante da negativa, ele teria buscado a arma. Primeiro ameaçou de morte a mãe, depois apontou para o bebê. Ela diz que pediu calma, e que ele perguntou se ela duvidava que ele tinha coragem. Então, teria atirado.

Ele foi autuado por homicídio e pela posse da arma. A delegada disse descartar, em um primeiro momento, o envolvimento da mãe no crime.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Corpo de estudante de medicina é encontrado em cachoeira na Chapada dos Veadeiros, em Alto Paraíso de Goiás

Daniel estava com um grupo de amigos quando se afogou na Cachoeira da Carioca.
21/02/2019, 14h34

O corpo do estudante de medicina do Rio de Janeiro, Daniel Chagas Dalpian, de 22 anos, foi encontrado na manhã desta quinta-feira (21/2) na Cachoeira da Carioca, no Distrito de São Jorge em Alto Paraíso de Goiás, no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros.

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBMGO) afirmou que o Daniel estava em uma viagem com um grupo de amigos, quando se afogou na Cachoeira na tarde da última quarta-feira (20/2). Conforme a corporação, os amigos do estudante relataram que o jovem estava nadando quando o volume de água aumentou e arrastou o Daniel. Além de ser arrastado pela correnteza o rapaz caiu de uma cachoeira e não foi mais visto pelos amigos.

De acordo com os bombeiros, os amigos de Daneil chamaram a corporação para iniciar as buscas pelo rapaz ainda na noite de ontem, por volta das 18h45. A corporação afirmou que iniciou aos trabalhos, mas devido a chuva que caía na região as buscas por Daniel foram suspensas e retomadas hoje.

Corpo do estudante de medicina foi encontrado a 10 metros de profundidade

Os mergulhadores retomaram os trabalhos no poço em que Daniel foi visto pela última vez, percorrendo o trajeto da correnteza e por volta das 10h25 o corpo do jovem foi encontrado a 10 metros de profundidade.

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) se manifestou por meio de nota publicada em seu site na manhã de hoje, após o corpo de Daniel ser encontrado pelos Bombeiros. Na nota o ICMBio lamenta a morte do rapaz que morreu afogado após uma queda acidental na base da Cachoeira das Cariocas. Além de lamentar o incidente, o instituto afirmou que se solidariza com os familiares e amigos de Daniel.

Confira a nota do Instituto

“Com muito pesar, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) informa a ocorrência de um acidente fatal numa cachoeira no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros (GO), na quarta-feira (20). Segundo informações, o estudante Daniel Chagas Dalpian, de 22 anos, sofreu uma queda acidental no poço situado na base da Cachoeira das Cariocas, aproximadamente às 13h de ontem.O Corpo de Bombeiros foi acionado prontamente, e esteve local avaliando as circunstâncias do acidente e preparando o mergulho de busca e salvamento.

No início da manhã de hoje (21/02) as buscas foram retomadas, com equipe composta por bombeiros militares de Goiás, brigadistas/ICMBio, analista ambiental do PNCV/ICMBio e guias locais especialistas em busca e salvamento. Às 10:22h o corpo da vítima foi encontrado, no mesmo local do acidente. A brigada em atuação, comandada pelo Sargento Leonel (CBMGO), é composta por mergulhadores experientes na região da Chapada dos Veadeiros.

O gestor do Parque, Fernando Tatagiba, e toda a equipe, prestaram o apoio nas buscas pelo visitante. A Polícia Civil foi informada, para trâmites necessários à liberação do corpo. A equipe do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros e a direção do ICMBIo lamentam imensamente o ocorrido e se solidarizam com familiares e amigos de Daniel Dalpian.”

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

"Parecia ser amorosa com os filhos", diz amiga de mulher que matou filha de 1 ano a marretadas, em Goiânia

A profissional de Educação Física e vendedora Alessandra Fiuza Neves, de 33 anos, matou a própria filha, de 1 ano e 8 meses, a marretadas. Caso aconteceu hoje (21/2), em Goiânia.

Por Ton Paulo
21/02/2019, 15h57

A diarista Maria (nome fictício) mal conseguiu trabalhar nesta quinta-feira (21/2). A mulher ainda está em estado de choque depois que recebeu a notícia de que sua amiga, Alessandra Fiuza Neves, de 33 anos, matou a marretadas a própria filha de 1 ano e 8 meses, hoje no setor Parque Santa Rita, em Goiânia. Maria conta que ainda está absorvendo o fato, uma vez que sempre viu a amiga como uma mulher “extrovertida e amorosa com os filhos”.

Em entrevista exclusiva ao Dia Online, Maria conta que Alessandra e ela são amigas próximas. “Sempre ia na casa dela, a gente cozinhava juntas, malhava juntas na mesma academia. Eu jamais esperava por isso”. A diarista conta que Alessandra é formada em Educação Física, e já chegou a substituir o professor na academia que frequentam. Entretanto, sua principal fonte de renda seria a revenda de produtos como roupas e sapatos.

Segundo Maria, a extrema vaidade de Alessandra foi algo que sempre chamou a atenção da amiga. “Ela é muito vaidosa, muito. Se cuida demais, do corpo, tudo. Mas depois que ela teve a filha, mudou muito”, revela. Maria conta que Alessandra vinha tomando já há algum tempo medicamentos para emagrecer, uma vez que a mulher havia ganhado muito peso desde que teve a filha.

Alessandra teve dois filhos: um menino de 8 anos e a menina, de 1 ano e 8 meses, que foi morta pela própria mãe. Entretanto, uma coisa chama a atenção: segundo Maria, Alessandra escondeu a segunda gravidez de todos até onde pôde. Maria conta que, mesmo convivendo diariamente com Alessandra, só foi saber que a amiga estava grávida no sétimo mês de gestação. “Ela escondeu até onde deu, mas todo mundo comentava, desconfiava que ela estava grávida mas ela não falava nada”, lembra.

Segundo Maria, Alessandra teve um relacionamento conturbado com o pai da filha. Ela conta que Alessandra se separou do homem quando ainda estava grávida. Reatou um tempo depois, ainda durante a gravidez, rompendo definitivamente depois. O motivo da primeira separação teria sido, segundo a amiga de Alessandra, traição por parte dele.

Alessandra não aparentava ter problemas mentais, conta a amiga

Uma das principais hipóteses com a qual a polícia trabalha no caso do assassinato da criança pela própria mãe, é a de que Alessandra sofre de problemas psicológicos. Entretanto, essa possibilidade parece ser ligeiramente refutada pela amiga.

Maria conta ao Dia Online que nunca percebeu nada de anormal na amiga, nem qualquer distúrbio ou transtorno mental. Perguntada se a amiga tomava algum medicamento controlado, Maria responde: “Que eu saiba, a única coisa que ela tomava era remédio para emagrecer”.

A última vez que Maria viu a amiga antes do terrível acontecido, segundo ela, foi no supermercado há cerca de 20 dias. A mulher reafirmou que não percebeu nada de suspeito nela ou nas crianças. “Ela é muito extrovertida. Mesmo assim, se estivesse fingindo, a gente perceberia pelas crianças, criança não mente. Mas eles sempre estavam bem, ela era muito amorosa com eles. Parecia muito amorosa com os filhos. Nunca notei nenhum sinal de maus-tratos, nada. Nunca.”, finaliza.

Crime ocorrido em Goiânia, no Parque Santa Rita, chocou pelos requintes de crueldade

A profissional de Educação Física e vendedora Alessandra Fiuza Neves matou a própria filha, de 1 ano e 8 meses, com golpes de marreta. Não bastando, a mulher colocou fogo no corpo da criança após matá-la. Crime foi registrado na manhã desta quinta-feira (21/2).

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a corporação foi acionada para atender a uma ocorrência de incêndio no local informado, na Rua SR1 do Parque Santa Rita. Entretanto, no meio do caminho, foram informados que o incêndio já havia sido controlado, e que havia uma vítima. Só depois foi constatado que o incêndio na verdade tratou-se de uma tentativa da mulher de colocar fogo em um monte de entulho no quintal de casa.

De acordo com informações da Polícia Militar (PM), a mulher utilizou uma marreta e quebrou crânio, pernas e braços da menina. Depois, ela jogou a criança no monte de entulho no quintal da residência e ateou fogo.

Alessandra, que estava em estado de choque quando foi detida, foi levada ao Cais do Bairro Goiá. Após atendimento, ela foi encaminhada para a Central de Flagrantes da Polícia Civil.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Bebê de oito meses morre ao ficar preso entre o berço e a parede, em Goiânia

A mãe da criança afirmou aos policiais que amamentou o filho e foi fazer as tarefas da casa e quando voltou encontrou o bebê preso entre o berço e a parede.
21/02/2019, 16h15

Um bebê de apenas oito meses morreu na manhã desta quinta-feira (21/2) após cair do berço e ficar preso entre o móvel e a parede da casa onde mora com os pais, no Setor São Carlos, em Goiânia.

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBMGO) foi chamado para atender a ocorrência e encontrou a criança inconsciente. O menino chegou a ser socorrido, mas infelizmente morreu a caminho do hospital. Além dos Bombeiros, a Polícia Civil e a Polícia Militar do Estado de Goiás (PCGO e PMGO) também estiveram no local.

De acordo com o Relatório de Atendimento Integrado (RAI), a PM relatou que o pai da criança saiu cedo para trabalhar e que deixou o filho com a mãe em casa. Conforme a polícia, a mãe contou que amamentou o bebê e o colocou no berço e foi fazer as tarefas de casa, quando voltou no quarto encontrou a criança presa entre o berço e a parede.

A Polícia afirmou que a mãe da criança ligou para o marido e avisar sobre o acidente, e em seguida chamou os bombeiros para atender a ocorrência. Policiais civis da Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH) estiveram no local e estão levantado mais informações sobre o caso. A princípio a polícia trata o caso como um acidente, mas espera o laudo da perícia que vai determinar as causas da morte da criança.

No início deste mês um bebê de dois meses morreu asfixiado após a mãe embriagada deitar por cima da criança

Na madrugada do dia 7 deste mês, um bebê de dois meses morreu asfixiado, em Piranhas, a 310 quilômetros da capital, após a mãe chegar embriagada de uma confraternização e deitar na mesma cama com a criança. O delegado Marlon Luz que efetuou a prisão da jovem afirmou que jovem deitou por cima da criança durante a noite e acordou assustada com o bebê gelado.

Na ocasião, o delegado estabeleceu multa de um salário mínimo, pois não era recomendado o encarceramento da mulher, devido ela estar transtornada com o caso. O exame cadavérico do bebê comprovou que a criança morreu acidentalmente por asfixia após a mãe deitar na mesma cama e rolar para cima do bebê.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Entretenimento

20 opções para curtir em um fim de semana em Goiânia

Parques, clubes, bares e muito mais para curtir seus finais de semana na capital!
21/02/2019, 16h31

Dizem as más línguas que Goiânia é uma cidade pequena, que não há muito para se fazer por aqui. De fato, quando comparada a outras cidades grandes pode deixar um pouco a desejar no que tange o lazer, mas devemos sim dar uma oportunidade para nossa querida capital. É possível encontrar excelentes opções para se divertir por aí, seja você uma pessoa diurna ou noturna. Portanto, se você vive passando seu fim de semana em Goiânia enfurnado dentro de casa, esta listinha poderá te ajudar a encontra um programinha diferente.

Aqui você encontrará lugares para ir com a família, com os amigos e até mesmo sozinho, caso seja de sua preferência. É hora de acabar com aquele estigma de que não há o que fazer na cidade! A grande questão é que existem alternativas para todos os gostos, basta ter ânimo para sair de casa! Confira!

Como aproveitar o fim de semana em Goiânia durante o dia?

Para aqueles que preferem aproveitar durante o dia, a capital goiana conta com diversas opções de entretenimento para todos os gostos. Muita gente acredita que não há nada para fazer, o que não é verdade. Embora Goiânia seja uma cidade pequena e pouco movimentada comparada a grandes metrópoles pelo país, ainda é possível se divertir com os amigos e com a família.

É possível encontrar shoppings, restaurantes, cinemas, museus, clubes e parques, estes que por sinal, são considerados o ponto forte da cidade. Perfeitos para passar uma tarde tranquila, organizar um piquenique com a galera e curtir a brisa suave que vem de seus lagos. Nada melhor para esquecer um pouco a rotina estressante do dia a dia. Confira abaixo alguns dos principais parques da cidade e reserve um tempinho para uma visita!

1 – Parque Vaca Brava

fim de semana em Goiânia
Foto: Reprodução/ Facebook Parque Vaca Brava

O Parque Sulivan Silvestre, mais conhecido como Parque Vaca Brava, representa um dos melhores destinos para quem pretende curtir o fim de semana em Goiânia. Um dos maiores e mais bonitos da cidade, conta com cerca de 79.800 m², onde os visitantes ainda podem contar com um charmoso bosque e um belo lago.

Ali se encontra variedade em fauna e flora, embora os pássaros sejam sempre os mais vistos. Para quem adora o contato com a natureza, é uma excelente opção!

Endereço: Av. T-10, s/n – St. Bueno, Goiânia – GO, 74210-240

2 – Lago das Rosas

fim de semana em Goiânia
Foto: Reprodução

E o parque Lago das Rosas é simplesmente o pioneiro de Goiânia. Construído ainda na década de 40, possui atualmente 315 mil m², também entrando para a lista de um dos maiores da cidade. O parque é marcado por estruturas que carregam consigo traços em art déco, estilo arquitetônico escolhido para dar vido às primeiras construções da cidade.

Os visitantes conseguem ter bastante contato com a natureza, já que as árvores estão por todos os lados. Também é perfeito para a prática de algumas atividades, já que por ali é possível encontrar uma estação de ginástica e enorme pista para caminhada, tanto na área externa quanto interna do parque.

Vale lembrar que também é ideal para levar as crianças, já que dá para aproveitar os pedalinhos e o Zoológico de Goiânia possui acesso pelo Lago das Rosas. Vale a pena passar uma tarde no lugar!

Endereço: Alameda das Rosas, 957 – St. Oeste, Goiânia – GO, 74110-060

3 – Bosque dos Buritis

fim de semana em Goiânia
Foto: Reprodução/ Apontador

O Bosque dos Buritis é simplesmente um dos mais bonitos cartões postais da cidade. Por ali é possível encontrar pistas externa e interna para caminhada, estação de ginástica, mirante, museu de artes, um parque infantil e até mesmo um espaço multifuncional para eventos. Para quem quer realmente aproveitar um fim de semana em Goiânia desfrutando de paz e calmaria, este é o destino certo!

Endereço: Av. Assis Chateaubriand – St. Oeste, Goiânia – GO, 74115-040

4 – Jardim Botânico

fim de semana em Goiânia
Foto: Reprodução

Ainda procurando por contato com a natureza? Apenas para que você tenha ideia, o Jardim Botânico é simplesmente a maior unidade de conservação ambiental da cidade, contando com nada menos que um milhão de metros quadrados.

Há uma vasta área onde a visitação não é permitida, no entanto, as pessoas ainda possuem acesso a lugares completamente encantadores, como o lago, trilhas ecológicas, e um lindo borboletário. Vale a pena conhecer e passar algumas horas do seu dia por ali!

Endereço: Av. Botafogo, 2981-3105 – St. Pedro Ludovico, Goiânia – GO

Vá a um clube!

5 – Clube Jaó

fim de semana em Goiânia
Foto: Reprodução

Quando o assunto é clube em Goiânia, o Jaó é um dos principais lembrados. Presente na capital desde 1962, oferece diversas atividades para seus visitantes. É possível encontrar um parque aquático completo, destinado para adultos e crianças, com piscinas e tobogãs de variados tamanhos.

Mas para os que preferem se divertir de outras formas, ainda dá para aproveitas as quadras de futebol e de tênis, a sauna, os bares e restaurantes, sem falar no salão de sinuca. A estrutura é ampla e bem equipada para atender as necessidades de todos, garantindo sempre a segurança! É excelente para quem quer curtir um bom fim de semana em Goiânia!

Horário de funcionamento: terça a sexta, das 8h às 20h / sábado e domingo, das 8h às 19h

Telefone: (62) 3269-8026

Endereço: Av. Quitandinha, 600 – St. Jao, Goiânia – GO, 74673-060

6 – Goiânia Park

fim de semana em Goiânia
Foto: Reprodução

Com opções de lazer para todas as idades, o Goiânia Park conta com um completo parque aquático, com piscinas adulto e infantil, oferecendo ainda um espaço temático para as crianças com um playground super divertido. Como se não bastasse, há toboáguas e escorregadores gigantes para todo mundo curtir!

Também é uma excelente opção para os amantes da natureza, já que conta com amplas áreas verdes que permitem maior contato com o meio ambiente. É simplesmente perfeito para relaxar e renovar as energias.

Horário de funcionamento: sábado e domingo, das 9h às 17h

Telefone: (62) 3231-1150

Endereço: Av dom Pedro II n 360 Setor sítio Recreio mansões do campus – Chácaras de Recreio Samambaia, Goiânia – GO, 74691-210

7 – SESI – Clube Ferreira Pacheco

fim de semana em Goiânia
Foto: Reprodução

O Ferreira Pacheco também é um dos mais queridos pelos goianienses e representa a escolha perfeita para quem deseja curtir o fim de semana em Goiânia. Suas atrações vão desde as tão amadas piscinas até grandes tobogãs e quadras poliesportivas.

Além disso, ainda é possível encontrar áreas livres para camping, churrasqueira e sauna, sem falar na possibilidade de locar quadras e campos para jogos particulares.

Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 8h às 21h, sábado e domingo, das 8h às 17h

Telefone: (62) 3265-0100

Endereço: Av. João Leite, 915 – Santa Genoveva, Goiânia – GO, 74670-040

Os shoppings também são boas opções!

8 – Passeio das Águas Shopping

fim de semana em Goiânia
Foto: Reprodução

E este é um dos mais queridinhos pela população, sendo um dos principais destinos para um fim de semana em Goiânia. Considerado como o maior do Centro-Oeste, possui nada menos que 280 mil m² em sua área total, sem falar que o estacionamento garante mais de 4 mil vagas!

Inspirado em temas que lembram elementos da natureza, como água e borboletas, seu projeto é inovador e diferente do que a cidade já estava acostumada no quesito shopping. É possível encontrar áreas de lazer e entretenimento, sem contar os espaços para cultura e claro, alimentação. Ideal para quem pretende fazer compras, passear ou pegar um cineminha.

Horário de funcionamento: segunda a sábado, das 10h às 22h / domingo, das 14h às 20h

Telefone: 4003-7840

Endereço: Av. Perimetral Norte, 8303 – Lot. Mansoes Goianas, Goiânia – GO, 74445-360

9 – Flamboyant Shopping Center

fim de semana em Goiânia
Foto: Reprodução/ Revista Estreia

Pioneiro na capital, foi inaugurado no comecinho na década de 80 e simplesmente revolucionou o conceito de “compras” que a população da cidade tinha até então. Com mais de 270 lojas, se apoia em valores culturais e artísticos, oferecendo excelentes opções para seu público.

É perfeito para quem pretende comprar, passear, se divertir ou também pegar um cinema.

Horário de funcionamento: segunda a sábado, das 10h às 22h30 / domingo, das 12h às 20h

Telefone: (62) 3546-2000

Endereço: Av. Dep. Jamel Cecílio, 3300 – Jardim Goiás, Goiânia – GO, 74810-907

10 – Shopping Cerrado

fim de semana em Goiânia
Foto: Reprodução/ CCP

Embora seja um dos mais recentes shoppings da cidade, já é considerado como um dos destinos preferidos para quem pretende curtir o fim de semana em Goiânia, ou mesmo pretende fazer algo durante o meio de semana.

Inaugurado em 2016, trouxe um projeto inovador e de bastante comodidade para os moradores de uma região em pleno desenvolvimento. De fácil acesso, foi desenvolvido para agradar desde o mais simples até o mais exigente gosto, oferecendo estrutura e serviços de qualidade.

Vale lembrar que ainda conta com um projeto paisagístico maravilhoso, possibilitando que seus clientes tenham um contato maior com a natureza. Se você ainda não conhece, vale muito a pena!

Horário de funcionamento: segunda a sábado, das 10h às 22h / domingo, das 14h às 20h

Telefone: (62) 3621-2611

Endereço: Av. Anhanguera, 10790 – Aeroviario, Goiânia – GO, 74435-090

Vá aos museus!

11 – Museu Goiano Professor Zoroastro Artiaga

fim de semana em Goiânia
Foto: Reprodução

Fundado no ano de 1946, é um dos museus mais antigos de Goiânia, ganhando tal nome como homenagem ao professor Zoroastro Artiaga, que foi seu primeiro diretor. O acervo do local é formado por documentos históricos, antigos utensílios, peças antigas, objetos relacionados aos índios do Brasil Central, entre outros.

Destaque também para sua estrutura arquitetônica que foi desenvolvida no estilo de art déco, que marcou as primeiras construções da capital. Vale a pena fazer uma visita! Se encontra na Praça Cívica!

Horário de funcionamento: terça a sexta das 9h00 às 17h00 / sábado e domingo das 9h00 às 15h00

Telefone: (62) 3201-4675

Endereço: Praça Dr. Pedro Ludovico Teixeira, 13 – St. Central, Goiânia – GO, 74083-010

12 – Museu de Arte Contemporânea de Goiás (MAC)

fim de semana em Goiânia
Foto: Reprodução

Localizado no Centro Cultural Oscar Niemeyer, é sem dúvida um dos mais belos museus de Goiânia. Frequentemente o local recebe exposições de sucesso que permanecem ali por temporadas. Vale lembrar que recentemente também ganhou um acervo próprio. Sem dúvida, um belo destino para visitar durante um fim de semana em Goiânia!

Horário de funcionamento: terça a sexta das 9h00 às 17h00 / sábado e domingo das 11h00 às 17h00

Telefone: (62) 3201-4933

Endereço: Chácaras Alto da Glória, Goiânia – GO, 74884-801

13 – Museu Pedro Ludovico

fim de semana em Goiânia
Foto: Reprodução

O prédio do museu representa um verdadeiro marco para a história arquitetônica de Goiânia, já que representa o início de uma era moderna, onde houve a ruptura com o passado colonial que ainda perpetuava por estas terras.

Construído entre os anos de 1934 e 1937, conta com um acervo diverso e diferente, remetendo à vida familiar e pública daquele que foi responsável pela fundação da cidade: Pedro Ludovico Teixeira. Por ali é possível encontrar alguns de seus pertences pessoais, documentos históricos e mobiliário.

Horário de funcionamento: segunda a sexta das 9h00 às 17h00 / sábado e domingo das 9h00 às 15h00

Telefone: (62) 3201-4678

Endereço: R. 25, 66 – St. Sul, Goiânia – GO, 74015-100

E o que fazer durante a noite em um fim de semana em Goiânia?

Se você é uma criatura noturna, também pode desfrutar de excelentes opções oferecidas pela capital. Esqueça essa história de que não há nada para fazer durante as noites do fim de semana em Goiânia! O único ponto que vale a pena ser mencionado, no entanto, é que os melhores lugares se encontram concentrados em setores considerados mais nobres da cidade.

Se estiver em busca de bares ou pubs, por exemplo, os setores Marista e Bueno são as melhores opções. É claro que sempre é possível encontrar lugares bacanas longe dali, mas a vida noturna da capital gira em torno desses bairros. Tendo isso em mente, confira abaixo alguns dos melhores destinos para curtir em seus dias de folga!

Bares e boates em Goiânia

14 – Boteco Posto 15

fim de semana em Goiânia
Foto: Reprodução

Bastante famoso por seu happy hour, o Boteco Posto 15 é uma das melhores alternativas para curtir as noites de um fim de semana em Goiânia. No cardápio, pratos que abrangem desde a cozinha brasileira até a japonesa, oferecendo ainda excelentes promoções nas cervejas. Com um climinha descontraído, é ideal para levar os amigos!

Horário de funcionamento: segunda a quinta, das 17h00 à 1h / sexta a domingo, das 11h30 à 1h

Telefone: (62) 3931-0909

Endereço: R. 15, 1896 – St. Marista, Goiânia – GO, 74150-150

15 – Alabama Bar

fim de semana em Goiânia
Foto: Reprodução

Perfeito para descontrair com os amigos, serve um cardápio variado de comidas e bebidas, tudo ao som do que há de melhor da música sertaneja. Localizado no Setor Marista, é um dos melhores do estilo na cidade!

Horário de funcionamento: terça a sexta, das 18h às 3h / sábado e domingo, das 12h às 3h

Telefone: (62) 3999-0222

Endereço: Alameda Dom Emanuel Gomes, 150 – St. Marista, Goiânia – GO, 74175-040

16 – Cantinho Frio

fim de semana em Goiânia
Foto: Reprodução

Localizado no Setor Leste Universitário, o local funciona como um restaurante e barzinho, oferecendo um ambiente bastante aconchegante e confortável, com um climinha bem familiar e perfeito para ir com os amigos ou parentes.

No cardápio é possível encontrar deliciosos pratos, porções e petiscos. E é claro que a cerveja geladinha também não falta, possibilitando ainda a pedida de outros drinques. Vale a pena!

Horário de funcionamento: todos os dias, das 11h à 1h

Telefone: (62) 3202-4831

Endereço: R. 228, 53 – Setor Leste Universitário, Goiânia – GO, 74610-140

17 – Vai Tomá no Kuka Bar

fim de semana em Goiânia
Foto: Reprodução

Para que adora um bom rock and roll, o Kuka é um dos melhores lugares para curtir. Com uma decoração encantadora e baseada no estilo musical, bem como em temas de motocicletas, o lugar é perfeito para tomar aquela gelada com os amigos.

O cardápio ainda inclui diversos petiscos e porções, com destaque para o pastel da casa, que é famoso por seu tamanho enorme e capaz de matar qualquer fome!

Horário de funcionamento: terça a quinta, das 19h às 3h / sexta e sábado, das 19h às 5h / domingo, das 19h à 1h

Telefone: (62) 3942-7221

Endereço: Rua C 30 n.º 18 – Qd. 32 – Lt 10 – Jardim América – Jardim America, Goiânia – GO, 74265-200

18 – Roxy

fim de semana em Goiânia
Foto: Reprodução/ Facebook Roxy

Uma das mais ecléticas boates em Goiânia, a Roxy é perfeita para aproveitar ao máximo o fim de semana em Goiânia. A casa recebe os mais diversos públicos, contando com programação musical variada, abrindo espaço para o techno, pop, hip hop, trap e é claro, muito funk. Se você procura diversão, é o lugar certo!

Horário de funcionamento: quarta a domingo, das 23h às 5h

Telefone: (62) 98138-0008

Endereço: R. 87, 536 – St. Sul, Goiânia – GO, 74093-300

19 – Bolshoi Pub

fim de semana em Goiânia
Foto: Reprodução / Bolshoi Pub

O Bolshoi é para aqueles que preferem apreciar um showzinho mais intimista enquanto desfruta dos melhores drinques e petiscos. A casa é tradicionalíssima na cidade, recebendo muito rock e MPB.

Artistas de renome nacional e internacional passam pela casa frequentemente. Apenas para que você tenha ideia, CJ Ramone, Eddie Taylor, Paul Dianno, JJ Jackson, dentre outros, já passaram por ali. Clique aqui e confira os próximos eventos.

Horário de funcionamento: quarta e quinta, das 20h às 2h / sexta e sábado, das 21h às 4h

Telefone: (62) 3241-0731

Endereço: R. T-53, 1140 – St. Bueno, Goiânia – GO, 74215-150

20 – Diablo Pub

fim de semana em Goiânia
Foto: Reprodução

Fundada em 2012, a Diablo nasceu com a proposta de acolher a cena underground e alternativa da cidade, sempre garantindo muita diversão para seu público. No entanto, após algumas reformas a boate passou a priorizar outros estilos também, abrindo as portas até mesmo para o funk. É uma boa pedida para quem pretende curtir uma pista de dança no fim de semana em Goiânia!

Horário de funcionamento: quinta a sábado, das 22h às 5h

Telefone: (62) 99977-7678

Endereço: R. 91, 632 – St. Sul, Goiânia – GO, 74083-150

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.