Goiás

Família oferece R$ 2 mil para quem encontrar bancário desaparecido em Pirenópolis

Evaldo Borges Leal, de 57 anos, está sumido desde o dia 6 de fevereiro, quando saiu para caminhar e não voltou mais.
20/02/2019, 08h29

A família do bancário aposentado, Evaldo Borges Leal, de 57 anos, oferece, a partir de agora, R$ 2 mil de recompensa para quem encontrá-lo. O homem, que é morador do Distrito Federal, está desaparecido desde a manhã do dia 6 de fevereiro, em Pirenópolis, cidade turística de Goiás; ele saiu da casa de uma tia, onde descansaria por uns dias, e não voltou mais.

Nesta quarta-feira (20/2), completam-se 15 dias de buscas. Segundo o Corpo de Bombeiros da cidade, Evaldo já foi procurado na região de mata e no rio, agora as buscas se concentram em povoados próximos a Pirenópolis. A corporação dispõe para as buscas 11 militares e dois cães farejadores.

Ao Dia Online, Francineide Leal, irmã de Evaldo, contou que a recompensa já é uma medida de desespero da família. “A gente achou que se falasse da recompensa as pessoas iriam prestar mais atenção em quem vai passar perto delas né, ai se encontrarem com ele vão chamar as autoridades ou ligar para nós. A recompensa já é desespero mesmo, ele está há dias sem nada, sem documento, sem comida”, desabafa.

Buscas por bancário desaparecido em Pirenópolis

Ainda de acordo com Francineide, nesta terça-feira (19/2), duas ligações apontaram locais onde o bancário foi visto por moradores. “Duas pessoas me ligaram. Me informaram que ele foi visto por dois homens dentro do Rio das Almas, próximo ao Camping Raízes, eles falaram com ele e ele disse que tava perdido”, explica. Na ligação, os homens informaram também que insistiram para que ele saísse da água, estava chovendo.

“A outra pessoa que me ligou agorinha mesmo foi a dona Lurdes lá do Jardim Taquaral, vizinha da minha tia onde ele tava quando sumiu. Ela falou com a menina do Fórum que o viu numa fazenda também lá perto desse Camping Raízes. Então três pessoas viram ele por lá né. Os bombeiros estão lá, meus irmãos e muita gente que quer ajudar a encontrá-lo”, conta Francineide.

Desaparecimento de bancário em Pirenópolis

Evaldo Borges Leal, de 57 anos, está desaparecido desde a última quarta-feira (6/2) depois de viajar do Distrito Federal, onde mora, para Pirenópolis, região turística de Goiás. Ele saiu da casa de veraneio da família por volta das 8h30 para fazer uma caminhada e desde então não foi mais visto. O bancário aposentado, quando saiu da residência, usava uma camisa gola polo verde, bermuda jeans e chinelo.

Quem tiver informações sobre o paradeiro de Evaldo pode entrar em contato com a família pelos seguintes números: (61) 9 9536-1881; (61) 9 8219-6354; (61) 9 8181-4032; (62) 9 9355-0840; (61) 9 8219-6354; ou (61) 9 8485-1864.

Imagens: Facebook 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Governo Caiado se manifesta sobre ação do MP que pede bloqueio de contas do Estado

Por meio de nota, a PGE alegou "escassez de recursos" e disse que a discussão da questão é limitada ao campo da economia, e não do direito.

Por Ton Paulo
20/02/2019, 08h31

O Governo Caiado, através da Procuradoria-Geral do Estado de Goiás (PGE), se manifestou na noite de ontem (19/2) sobre a recente ação movida pelo Ministério Público de Goiás (MP-GO) que pede o bloqueio de R$ 763 milhões das contas do Estado para pagamento dos salários atrasados dos servidores. Por meio de nota, a PGE alegou “escassez de recursos” e disse que a discussão da questão é limitada ao campo da economia, e não do direito.

A nota foi divulgada pela assessoria do Governo na última terça-feira, depois que o MP-GO, na pessoa da promotora Carmen Lúcia Santana de Freitas, divulgou que estava pedindo o bloqueio do valor de R$ 763 milhões de reais das contas do Estado para pagar os servidores ativos e inativos, que ainda esperam receber o pagamento do salário de dezembro.

Nela, a PGE argumenta que há uma “escassez de recursos” no Estado, e que “o pagamento de salários é a maior prioridade do momento” para o Governo.

Leia abaixo a nota na íntegra:

“Nota à imprensa

A Procuradoria-Geral do Estado de Goiás (PGE) aguarda ser notificada sobre a ação civil pública para se manifestar no processo. Entretanto, a Procuradora-Geral, Juliana Diniz Prudente, enfatiza que o pagamento de salários é a maior prioridade do momento e que o Governo tem se desdobrado para conseguir quitar a folha. A realidade, pontua a procuradora, é que há escassez de recursos, estando a discussão mais no campo da economia pois o direito ao pagamento dos salários é indiscutível.”

Entenda a ação movida pelo MP contra o Governo Caiado referente às contas do Estado

A ação movida pelo MP-GO, na pessoa da promotora Carmen Lúcia Santana de Freitas, pede o bloqueio de R$ 763 milhões de reais das contas do Estado de Goiás para o pagamento de salário de servidores, referente a dezembro do ano passado, em atraso. Na ação, a promotora chega a citar relatos recebidos de servidores desesperados pelo não pagamento dos salários.

Na ação, consta que o bloqueio do valor em questão é o suficiente para pagar os servidores ativos e inativos, que ainda esperam receber o pagamento do salário de dezembro. A promotora, na ação, ressalta a necessidade de imediato “pagamento da dívida com pessoal referente a folha de pagamento do mês de dezembro de 2018 e do 13º salário dos aniversariantes do mês de dezembro de 2018”. A promotora solicita ainda a manutenção do pagamento em dias do salário dos servidores estaduais.

A promotora critica também a insistência do Governo em parcelar os salários. “Ocorre que, a despeito da necessidade de o Estado de Goiás, pessoa jurídica de direito público interno, honrar com seus compromissos financeiros, o Governo do Estado insiste em parcelar a dívida com pagamento de pessoal em cinco vezes, em que pese a não concordância dos servidores públicos”, argumenta.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Homem é morto a pauladas durante briga de família, em Castelândia; pai é suspeito 

Idoso, pai da vítima e principal suspeito, teria tentado proteger a filha e o genro de agressões; crime ocorreu na noite desta terça-feira (19/2).
20/02/2019, 09h46

Um homem, que não teve idade e nome revelados, foi morto a pauladas na noite desta terça-feira (19/2), em Castelândia, município da região Sul de Goiás. O crime ocorreu durante uma briga em família, onde a vítima teria ameaçado a irmã e o cunhado, e para protegê-los, um idoso de 78 anos, pai do homem, teria o acertado com um golpe.

De acordo com informações da Polícia Militar, o homem que morreu é usuário de drogas e vizinhos relataram que por diversas vezes ele teria agredido o pai. Nesta terça-feira, quando chegou em casa, ele estava aparentemente transtornado. Portanto, o motivo da discussão não foi revelado.

Pai é suspeito de matar filho para defender filha e genro, em Castelândia

Ao notar que o filho, munido com um pedaço de pau, além de xingar e ameaçar, partiu com violência para cima da irmã e do cunhado, o idoso interviu na briga, levou uma paulada no braço. Em seguida, também com um pedaço e madeira o idoso acertou o homem com um golpe, possivelmente em legítima defesa.

O homem caiu, mas ao se levantar começou a agredir o pai, que revidou com outros golpes. Após o ocorrido, o pai da vítima fugiu do local. Segundo a PM, já foram feitas buscas na região, mas o idoso ainda não foi localizado.

A morte do homem é investigada pela Polícia Civil de Goiás (PCGO).

Castelândia

Na última segunda-feira (18/2), o prefeito de Castelândia, Marco Antônio Carlos (PSD), foi preso temporariamente durante a Operação Nova Geração do Ministério Público do Estado de Goiás (MPGO), que apura o pagamento de propina a empresários no município.

Além do gestor municipal, o vereador e ex-presidente da Câmara, Izaac Lopes de Oliveira(PPS), o secretário de Transportes da cidade, Gustavo Campos dos Santos, o servidor público Pedro Antônio de Oliveira e os empresários Iris Domingos da Costa e Gilberto Almeida Leles também foram presos na operação.

Conforme o MPGO, durante a ação que terminou com a prisão dos suspeitos, foram cumpridos mandados de busca e apreensão na prefeitura e na Câmara Municipal, além de nos endereços dos empresários presos.

Imagens: Flickr 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

MP-GO prende ex-prefeito João de Deus em Água Fria por suspeita de desvio de recursos públicos

O ex-prefeito de Água Fria, João de Deus Silva Carvalho, e o vereador Roberto Márcio Morais são suspeitos de desviar mais de meio milhão de reais.

Por Ton Paulo
20/02/2019, 09h55

O Ministério Público de Goiás (MP-GO) deflagrou na madrugada desta quarta-feira (20/2) uma operação que apura desvios de recursos públicos na realização de espetáculos musicais no município de Água Fria, Entorno de Brasília, a 340 quilômetros de Goiânia, entre os anos de 2013 e 2014. Estão sendo cumpridos nove mandados de prisão e dez de busca e apreensão. Entre os presos estão o ex-prefeito da cidade João de Deus Silva Carvalho e o vereador Roberto Márcio Morais de Castro, além de servidores públicos e empresários, suspeitos de desviar mais de meio milhão de reais.

Segundo informações do Ministério Público, a ação, que foi batizada de Operação Show de Horrores, é coordenada pelo promotor de Justiça Rafael Simonetti, com apoio do Centro de Inteligência do MP-GO e das polícias Civil e Militar. O Centro de Inteligência do MPDFT também prestou apoio à operação.

O nome da operação, Show de Horrores, foi escolhido em razão das investigações terem apontado que membros da administração municipal à época (2013 e 2014), integram um esquema que realizava desvios de recursos públicos na realização de espetáculos musicais na cidade. Conforme o promotor Rafael Simonetti, a quadrilha teria desviado mais de 500 mil reais.

MP-GO prende ex-prefeito João de Deus em Água Fria por suspeita de desvio de recursos públicos
Foto: MP-GO

Procurada pela reportagem do Dia Online, a Prefeitura Municipal de Água Fria disse que por enquanto não vai se manifestar sobre a operação.

Ex-prefeito João de Deus, de Água Fria, já foi preso em outra ocasião

Essa não é a primeira vez que o ex-prefeito de Água Fria, João de Deus, é preso por suspeita de desviar recursos públicos. No dia 21/02 do ano passado, João de Deus foi preso na “Operação Cheque-Mate”, deflagrada pelo Ministério Público e pela Polícia Civil de Goiás. Segundo a investigação, ele era suspeito de integrar uma quadrilha que desviava recursos da prefeitura de Água Fria de Goiás em 2015, quando era prefeito do município.

João de Deus, dois ex-secretários de Finanças e um contador do município tiveram, na ocasião, a prisão temporária decretada pelo juiz Carlos Gustavo Fernandes de Moraes, da 1ª Vara Criminal de Planaltina.

Iniciadas em 2015, as investigações apontaram que a Secretaria de Finanças de Água Fria estava sendo utilizada pelos ex-secretários da pasta para a prática de fraudes. Eles emitiam cheques em nome de um servidor, sem o seu conhecimento, com recursos do município.

A suspeita era de que a quadrilha forjava contratos de prestação de serviços e emitia cheques com base nos valores dos contratos, utilizando, para isso, um servidor da prefeitura como “laranja”, o que possibilitava que os valores obtidos com a compensação dos cheques fossem apropriados por eles.

A reportagem do Dia Online não conseguiu contato com a defesa do ex-prefeito João de Deus.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Tecnoshow 2019 apresenta palestras e inovações no setor do agronegócio

Com palestras, exposições, produtos e serviços diversos, a feira Tecnoshow 2019 é uma excelente oportunidade para o setor do Agronegócio. Confira os detalhes e participe!
20/02/2019, 10h15

O empresário do campo, seja ele pequeno, médio ou grande produtor, pode contar anualmente com a Tecnoshow – feira desenvolvida pela cooperativa COMIGO, voltada para o setor do agronegócio. Desde 2008 sob a mesma direção, o evento vem crescendo de forma significativa, representando atualmente uma das principais referências em feiras do gênero no país. A Tecnoshow 2019, por sua vez, vem para reafirmar sua importância, trazendo em sua grade palestras, exposições, produtos e outras diversas alternativas para o mundo do agronegócio.

Na edição de 2018 foram 550 expositores, R$ 2,5 bilhões em comercialização e um público superior a 106 mil pessoas. Para este ano as expectativas estão ainda maiores. Prevista para ocorrer entre os dias 8 a 12 de abril, na cidade de Rio Verde/GO, a feira já possui a diversidade como sua marca registrada.

Por ali os produtores podem encontrar variados maquinários e equipamentos com as mais avançadas tecnologias, sem contar que ainda podem conferir apresentações de dinâmicas para todas as atividades agropecuárias e ainda desfrutar da oportunidade de conhecer novas cultivares e pesquisas desenvolvidas para o manejo de pragas e doenças.

Ainda no setor da agropecuária, são apresentados exemplares dos melhores reprodutores e matrizes de gado leiteiro e de corte de bovinos, equinos, equídeos e ovinos. A Tecnoshow 2019 sem dúvidas, proporcionará excelentes momentos para os presentes, que poderão adquirir novos produtos e ainda aprender a otimizar suas técnicas no campo

Programação da Tecnoshow 2019

Vale lembrar que o evento conta com uma programação recheada de palestras técnicas e econômicas, doações de mudas de árvores nativas, circuito ambiental, exposição de veículos, instituições financeiras, produtos e serviços diversos para o agronegócio e alternativas de renda.

Nomes como Nelson de Sá (IRRIGER), Rubens Koit Nagata (Giro Agro), Robson de Paula (Pioneer) e muitos outros, estarão presentes palestrando sobre suas áreas de domínio. Para conferir a programação já agendada, basta clicar aqui.

Atualmente, a feira já conquistou enorme prestígio, atraindo expositores e visitantes de todos os cantos do Brasil e até mesmo de outros países. Para conferir informações detalhadas sobre a feira, acesse o site oficial da Tecnoshow Comigo clicando aqui.

Via: Tecnoshow 
Imagens: Sim Notícias 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.