Goiás

Vídeo mostra momento que clientes de uma clínica são assaltados, em Bela Vista de Goiás

Até o momento nenhum suspeito foi preso, polícia vai usar as imagens de segurança para identificar os assaltantes.
10/01/2019, 16h00

Dois homens fizeram o limpa durante um assalto a uma clínica de exames médicos, no setor Central, da cidade de Bela Vista de Goiás, a 45 quilômetros de Goiânia, na tarde da última quarta-feira (9/1). O arrastão dentro da unidade foi registrado pelas imagens de segurança da empresa.

O vídeo, gravado pela câmera de segurança da clínica, mostra o momento em que os dois suspeitos entram na unidade e anunciam o assalto. As imagens mostram que um dos assaltantes está de camisa branca e uma calça bege e com um revólver em mão, enquanto o segundo com camisa cinza e calça jeans tira o capacete e começa a pegar bolsa de cliente por cliente.

Enquanto o segundo suspeito aborda cada um dos clientes na clínica, o primeiro que está armado, aborda a atendente. Um homem e uma outra funcionária são abordados, a segunda atendente fica de fora e só depois percebe que a empresa esta sendo assaltada e o cliente volta para dentro da sala que havia acabado de deixar. Após o assalto, os dois suspeitos deixam a clínica levando os produtos do roubo.

Veja o vídeo do arrastão:

Até o momento, nenhum dos suspeitos do roubo à clinica foi preso

Após a fuga dos suspeitos, as atendentes da clínica chamaram a Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO) que compareceu a unidade para pegar as informações sobre o roubo. Segundo a polícia, os dois indivíduos adentraram unidade por volta das 14h e deram voz de assalto.

Conforme o Relatório de Atendimento Integrado (RAI) os suspeitos levaram da clínica o equivalente a R$ 1.250 reais, o celular e documentos de um cliente, além de R$ 400 reais de uma outra mulher que estava na clínica no momento do assalto.

De acordo com RAI da PM, depois do roubo os dois suspeitos fugiram em uma moto prata e até o momento ninguém foi preso. A polícia vai usar as imagens das câmeras de segurança para identificar os suspeitos e efetuar as prisões.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Entretenimento

O que fazer em Brasília: 12 destinos incríveis para visitar

Procurando o que fazer em Brasília? Preparamos uma listinha com excelentes destinos para você visitar e conhecer mais sobre a história da capital. Confira!
10/01/2019, 16h36

Brasília é uma cidade repleta de traços, cores e paisagens belíssimas. Um dos maiores atrativos da capital fica por conta de suas construções, obras da genialidade de Oscar Niemeyer, Burle Marx e Athos Bulcão, que são autores das mais bonitas obras arquitetônicas da cidade. A partir daí, já podemos imaginar que o título de patrimônio da humanidade, dado pela Unesco para a capital, não foi concedido à toa. E se você está turistando e procurando o que fazer em Brasília, podemos te ajudar!

Nós aqui do Portal Dia Online preparamos uma listinha especial, com diversos lugares para você conhecer na capital do Brasil. É possível encontrar lugares para relaxar e também para conhecer um pouquinho mais sobre a história da cidade. Certamente você encontrará um destino que combine melhor com o que procura. E o melhor, boa parte deles têm acesso gratuito! Confere aí!

1 – Conhecer o Jardim Botânico de Brasília

O que fazer em Brasília
Foto: Reprodução

Se você está procurando o que fazer em Brasília, visitar o Jardim Botânico é sem dúvida um dos passeios que não deve ficar de fora de seu roteiro. O ambiente proporciona momentos de lazer contemplativo, descanso e até mesmo aprendizado.

Apenas para que você tenha noção da importância do lugar, ele é responsável por salvaguardar uma das maiores unidades de conservação em perímetro urbano presentes no Brasil, preservando uma importantíssima área do cerrado, onde se encontram diversas nascentes que alimentam a Bacia do Paranoá, que resulta no abastecimento de boa parte da população local.

São cerca de 500 hectares abertos à visitação, onde o público pode participar de trilhas para caminha e ciclismo, entre elas, é possível citar a Trilha Labiata, Trilha Mater, Trilha Ecológica e Trilha Krahô.

É um dos melhores passeios para curtir na capital, principalmente quando se tem a companhia de amigos ou da família. Nada melhor do que fazer um delicioso piquenique por ali, aproveitando a sombra das frondosas árvores. Vale a pena conhecer! Para conferir mais detalhes, você pode acessar o site do Jardim Botânico clicando aqui!

Telefone para mais informações: (61) 3366-5597

Endereço: Smdb Conjunto 12 – Lago Sul, Brasília – DF, 71680-001

2 – Visitar o Centro Cultural Banco do Brasil – CCBB

O que fazer em Brasília
Foto: Reprodução

O CCBB do DF se encontra no Edifício Tancredo Neves, prédio este que foi projetado pelo grande Oscar Niemeyer, sendo inaugurado no ano de 1993. No entanto, já no finalzinho da década de 1990, parte do prédio passou por reformas para abrigar as instalações do CCBB, com o intuito de inserir a capital do país no roteiro nacional dos grandes eventos e produções culturais.

Foi de fato inaugurado apenas em 12 de outubro de 2000, representando a terceira instituição cultural mais visitada do Brasil e a 38ª no mundo, segundo dados da publicação inglesa The Art Newspaper, de abril de 2014.

O complexo oferece para seus visitantes uma estrutura moderna e potente, que conta com galerias de arte contemporânea, cinema e ainda é possível encontrar um café. Frequentemente conta com programações especiais. É um dos destinos certos para quem busca o que fazer em Brasília.

Horário de funcionamento: terça a domingo, das 9h às 21h

Telefone: (61) 3108-7600

Endereço: St. de Clubes Esportivos Sul Trecho 2 – Edifício Tancredo Neves, Brasília – DF, 70200-002

3 – Conhecer o Lago Paronoá

O que fazer em Brasília
Foto: Reprodução

Entre os principais pontos turísticos de Brasília, se encontra o Lago Paranoá. O lugar é simplesmente lindo e diversos estabelecimentos (a exemplo de restaurantes) se encontram em suas proximidades. O lugar é considerado por muitos como a “praia particular” da cidade, garantindo vistas realmente paradisíacas.

A composição entre o lago e tudo que o rodeia faz do ambiente um excelente destino para levar os amigos e a família. Para quem adora tirar boas fotos, certamente a paisagem ajudará bastante!

4 – Visitar a Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida

O que fazer em Brasília
Foto: Reprodução

Este foi o primeiro monumento a ser criado em Brasília, também com autoria de Oscar Niemeyer. Sua estrutura foi finalizada no ano de 1960, onde aparecia apenas a área circular de 70 metros de diâmetro, de onde se elevam 16 colunas de concreto.

Apesar disso, o lugar foi inaugurado apenas em 31 de maio de 1970. Na praça de acesso ao templo é possível encontrar quatro esculturas feitas em bronze, com 3 metros de altura e representando os evangelistas.

O interior da catedral é completamente envidraçado, o que garante um aspecto quase divino ao ambiente, encantando até mesmo os mais descrentes por toda sua beleza. Para conferir mais detalhes, acesse o site do local clicando aqui.

Telefone para mais informações: (61) 3224-4073

Endereço: Esplanada dos Ministérios lote 12 – Brasília, DF, 70050-000

5 – Ir ao Pontão do Lago Sul

O que fazer em Brasília
Foto: Reprodução

Já falamos sobre as maravilhas de visitar o Lago Paranoá, mas agora é hora de dar valor também ao que o ambiente em si oferece para seu público. Para quem procura o que fazer em Brasília, não pode deixar de visitar o Pontão do Lago Sul, que se localiza ao longo do lago.

No local é possível encontrar de tudo um pouco, desde alamedas de palmeiras até restaurantes, cafés, e vistas paradisíacas para a Ponte JK. Para aqueles que adoram boas fotos, é possível também encontrar lindos espaços de convivência.

Horário de funcionamento: terça a quinta, das 7h à 1h / sexta e sábado, das 7h às 2h / domingo e segunda, das 7h às 00h

Telefone para mais informações: (61) 3364-0580

Endereço: Lago Sul, Brasília – DF, 70297-400

6 – Santuário Dom Bosco

O que fazer em Brasília
Foto: Reprodução

Criado pelo arquiteto Carlos Alberto Naves, o Santuário homenageia o padroeiro de Brasília (São João Belchior Bosco). Representando uma das igrejas mais conhecidas da capital, sua beleza e monumentalidade ficam explícitas em seus 12 vitrais de tonalidade azul em degradê, representando toda a beleza dos céus da cidade.

O santuário é uma verdadeira obra de arte, sendo que as luzes do dia ainda são responsáveis por dar diferentes iluminações para a igreja a cada hora do dia. Vale muito a pena conhecer e se encantar com sua imponência.

Telefone para mais informações: (61) 3223-6542

Endereço: SEPS Quadra 702 Asa Sul, St. de Habitações Individuais Geminadas Sul 702 Bloco B – Asa Sul, Brasília – DF, 70330-710

7 – Palácio do Itamaraty

O que fazer em Brasília
Foto: Reprodução

Procurando o que fazer em Brasília? Que tal conhecer o Palácio do Itamaraty? Também projetado por Oscar Niemeyer, o prédio foi inaugurado em 1970 e funciona como a sede do Ministério das Relações Exteriores.

Uma visita ao local vale como uma visita a um museu, levando em consideração a importância e história dos artigos por ali encontrados. Apenas para que você tenha ideia, seus salões possuem obras de grandes artistas brasileiros ou naturalizados como tal, a exemplo de Athos Bulcão, Bruno Giorgi, Alfredo Volpi, Maria Martins, Mary Vieira, Iberê Camargo e tantos outros. Sem contar que o mobiliário e tapeçaria do local também são um espetáculo à parte.

As visitas são guiadas e é importante ligar com antecedência para agendar a sua. Possui duração de uma hora gratuita, sendo possível conhecer os 3 andares do palácio. As visitas são oferecidas em português, inglês e francês, sendo possível acomodar até 15 pessoas em cada grupo.

Para fazer o seu agendamento é preciso fornecer informações como dia, horário e idioma desejado; quantidade de visitantes; nome e número de telefone de cada um deles. É importante ainda mencionar que em dias úteis, não é permitida a entrada de visitantes usando bermudas, shorts, regatas, vestidos ou saias curtas, e chinelos.

Horários de visitas: em dias úteis e aos fins de semana acontecem às 9h, 11h, 14h, 15h e 17h

Telefone para agendamentos e mais informações: (61) 2030-8051

Endereço: Zona Cívico-Administrativa BL H – Brasília, DF, 70170-900

8 – Memorial JK

O que fazer em Brasília
Foto: Reprodução/ Turistando no Mundo

O Memorial conta com um excelente acervo histórico e cultural sobre o ex-presidente e a ex-primeira dama. É possível encontrar diversos artigos que pertenciam ao casal, com destaque também para a biblioteca, que é uma reprodução da que existiu na residência de JK, com livros que ganhou da rainha da Inglaterra e de outras figuras ilustres.

Para os visitantes portadores de deficiência física, o Memorial JK oferece diversas rampas de acesso, banheiros adaptados e um elevador interno que garante acesso ao 2º piso. Já no estacionamento, é possível encontrar amplo espaço para carros e ônibus, sendo possível ainda encontrar o último carro de JK, um Ford Garage LTD, 1974.

Horários de visita: terça a domingo, das 9h às 18h

Ingressos: inteira R$ 10 / crianças e idosos pagam meia

Telefone para mais informações: (61) 3225-9451

Endereço: Zona Cívico-Administrativa Praça do Cruzeiro – Lado Oeste, Brasília – DF, 70070-300

9 – Parque Nacional de Brasília

O que fazer em Brasília
Foto: Reprodução/ Jornal de Brasília

Para quem pretende recarregar as energias, este é um dos passeios mais recomendados em Brasília. O lugar é simplesmente lindo e conta com diversas piscinas naturais, tudo isso em meio a natureza, garantindo paisagens deslumbrantes.

Horário de funcionamento: todos os dias, das 8h às 16h

Telefone para mais informações: (61) 3233-4553

Endereço: s/n, Sman – Zona Industrial, Brasília – DF, 70635-800

10 – Cine Drive-in

O que fazer em Brasília
Foto: Reprodução

Se estiver procurando o que fazer em Brasília e quiser vivenciar uma experiência diferente, a dica é para que vá ao Cine Drive-in. É um dos maiores cinemas ao ar livre de toda a América Latina (também é um dos últimos), comportando até 500 carros que podem se acomodar confortavelmente em frente ao telão. São exibidos filmes bastante atuais! O local conta com torre de som e estação de rádio FM, vale a pena conferir!

Você pode conferir a programação clicando aqui!

Ingressos: segunda a quinta, R$ 26 inteira e R$ 13 meia / sexta a domingo e feriados, R$ 28 inteira e R$ 14 meia

Telefone para mais informações: (61) 3273-6255

Endereço: Trecho 1 Centro Desportivo Presidente Médice, SRPN Trecho 1 – Asa Norte, Brasília – DF, 70757-120

11 – Museu do Catetinho

O que fazer em Brasília
Foto: Reprodução/ EBC

Embora seja bem pequeno quando comparado a outros museus, o Catetinho representa um excelente passeio para quem pretende conhecer um pouquinho mais da história de Brasília. O lugar conta com um acervo que ajuda a remontar os primeiros passos da capital. Vale a pena visitar!

Horário de funcionamento: terça a domingo, das 9h às 17h

Telefone para mais informações: (61) 3338-8803

Endereço: SMPW Km 0 – Trevo do Gama, Brasília – DF, 71745-000

12 – Museu Correios

O que fazer em Brasília
Foto: Reprodução

E esta é mais uma excelente opção para quem não perde a oportunidade de conhecer mais sobre a história de Brasília, sendo que aqui ainda é possível conhecer um pouquinho mais sobre o início dos Correios. Este é um centro de cultura localizado no meio do setor comercial sul, sempre apresentando exposições de artistas renomados e, por vezes, de origens brasilienses.

Horário de funcionamento: terça a sexta, das 10h às 19h / sábado e domingo, das 14h às 18h

Telefone para mais informações: (61) 2141-9276

Endereço: Setor Comercial Sul Q. 4 Bloco A Edifício Apollo – Asa Sul, Brasília – DF, 70304-915

Imagens: Turistando no Mundo EBC 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

Dois suspeitos de matar e esquartejar família de bolivianos no Brasil são presos

Prisão temporária foi decretada pela Justiça, na noite desta quarta-feira, 9.
10/01/2019, 16h37

Dois suspeitos de terem participado da morte de um casal de bolivianos e do filho deles foram presos, após terem a prisão temporária decretada pela Justiça, na noite desta quarta-feira, 9. Os corpos das vítimas, que estavam desaparecidas desde 23 de dezembro, foram encontrados esquartejados na noite de terça, 8, em uma casa de Itaquaquecetuba, na Grande São Paulo.

De acordo com a Polícia Civil, os suspeitos negaram a participação direta no crime, mas entraram em contradição durante seus depoimentos. A prisão foi autorizada para evitar a fuga deles.

Os suspeitos Miguel Alvaro Bautista Silva e Roberto Kally Javier, são amigos do principal suspeito, Gustavo Vargas Arias, que está foragido e também teve a prisão decretada. Arias é cunhado de Irma Morante Sanizo, de 38 anos, uma das vítimas. Ela e o marido, Jesus Reynaldo Condori Sanizo, de 39 anos, eram donos de uma pequena confecção no Brás, em São Paulo. O filho do casal, Gian Abner Morante Condori, de 8 anos, também foi assassinado.

Arias veio da Bolívia para trabalhar com as vítimas e, de acordo com o delegado Eliardo Amoroso Jordão, a principal hipótese é de que o crime teve motivação financeira.

O cunhado estava interessado em assumir os negócios da família e teria pedido ajuda aos suspeitos. Para um deles, Sanizo devia cerca de R$ 1,8 mil. Jordão espera a prisão de Arias para esclarecer como e onde o crime aconteceu. Acredita-se que os três foram mortos em São Paulo, tiveram os corpos cortados, colocados em malas e levados para a casa alugada em Itaquaquecetuba.

A investigação apontou que Arias se encontrou com um dos suspeitos no dia 7 de janeiro, quando já tinha deixado de fazer contato com a própria família.

Segundo o delegado, o cônsul da Bolívia esteve na delegacia, em Itaquaquecetuba, para tomar ciência das investigações e confirmou que toda a polícia boliviana está buscando o suspeito. É dado como certo que ele fugiu para o país vizinho.

Os corpos do casal e da criança foram encontrados esquartejados e enrolados em camadas de plástico, no interior de três malas grandes, no banheiro da casa. O imóvel tinha sido alugado por Arias com o pretexto de servir como depósito de máquinas de confecção. Até a tarde desta quinta-feira, 10, a família não tinha decidido se o sepultamento seria em São Paulo ou na Bolívia.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Educação

Prefeito Iris Rezende anuncia aumento salarial para professores de Goiânia

O reajuste já será pago na folha referente ao mês de janeiro.

Por Ton Paulo
10/01/2019, 16h40

O prefeito de Goiânia, Iris Rezende, anunciou nesta quinta-feira (10/1), um aumento de 4,17% no piso salarial de 2019 dos professores da rede municipal de Ensino. De acordo com informações da Prefeitura, o reajuste contempla o salário-base, gratificação de regência e auxílio locomoção dos cerca de 10 mil docentes da rede. O reajuste já será pago na folha referente ao mês de janeiro e antecipa definição nacional para correção do salário da categoria.

Segundo informações da assessoria do Paço Municipal, para Iris Rezende, o aumento “representa o reconhecimento da gestão municipal ao trabalho realizado pelos professores de Goiânia”. O prefeito afirmou que, conforme as possibilidades do Município de Goiânia, será garantida a valorização dos “mestres e a melhoria das condições de trabalho nas escolas”.

Ainda segundo informações da Prefeitura, o pagamento do piso salarial obedece a Lei 11.738/2008, cujo texto garante o vencimento mínimo aos profissionais da educação básica com formação em magistério, nível médio, para jornada de até 40 horas semanais.

Os professores em início de carreira, com carga horária e formação equivalentes ao definido pela lei do piso, passam a receber vencimentos a partir de R$ 2.568,32 mais gratificação de regência no valor de R$ 650,41 e auxílio locomoção de R$ 532,85.

O impacto na folha de pagamento será de 28 milhões anuais. A iniciativa reflete a constante preocupação da Prefeitura de Goiânia em valorizar o profissional da área da educação. No final de 2018, os docentes receberam o retroativo referente à diferença do piso salarial de 2014.

Enquanto Iris Rezende dá aumento salarial para professores do Município, Caiado propõe parcelamento dos salários dos servidores do Estado

Enquanto os servidores da Educação do Município obtêm reajuste salarial, os do Estado tentam receber os salários atrasados referentes a dezembro.

Na quinta-feira (3/1), representantes de vários sindicatos de servidores públicos estaduais se reuniram com o governador do Estado de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), e a secretária da Fazenda, Cristiane Alkmin Junqueira Schmidt e deputados estaduais para discutir a questão do pagamento dos salários referentes ao mês de dezembro de 2018. Na reunião, que ocorreu no Palácio Pedro Ludovico, foi proposto aos líderes dos sindicatos um parcelamento para para pagamentos dos atrasados, proposta essa rejeitada por eles.

A reunião durou pouco mais de duas horas e foi realizada a portas fechadas no Palácio. A presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação em Goiás (Sintego), Bia de Lima, chegou a postar um vídeo em suas redes sociais no dia, onde comentou a decisão de recusar o parcelamento dos salários de dezembro. “O governador fez questão de chamar as entidades pra mostrar a difícil realidade financeira do Estado, que não é novidade pra nós. No entanto, apresentou a proposta de parcelar o salário de dezembro. Nós não concordamos com isso e dissemos isso pra ele, que não tem acordo nessa possibilidade”.

A presidente disse ainda que outra saída será buscada, e uma nova audiência foi marcada para o dia 17 de janeiro.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Economia

Missão do governo federal vai determinar se Goiás pode entrar no Regime de Recuperação Fiscal (RRF)

Análises dos orçamentos de 2018 e 2019 e outros requisitos vão mostrar se Goiás pode aderir ao regime.
10/01/2019, 17h09

Uma equipe do Ministério da Economia, vai vir a Goiás na próxima segunda-feira (14/1) e fica no Estado até quarta-feira (16/1). A visita desta equipe foi confirmada pela Secretária de Estado da Fazenda de Goiás, Cristiane Schmidt. A missão do governo federal vai determinar se Goiás pode entrar no Regime de Recuperação Fiscal (RRF).

A visita da equipe do governo federal, vai trabalhar durante os três dias, para levantar dados que serão enviados ao Ministro de Economia, Paulo Guedes. O trabalho vai ser feito ao lado da secretária de fazenda de Goiás, e tem como principal objetivo analisar os orçamentos no Estado dos anos de 2018 e 2019.

Levantamento vai determinar se Goiás atende as condições para entrar no Regime de Recuperação Fiscal

Com o levantamento feito pela missão, o governo federal busca verificar se o Goiás tem condições de ser incluído no RRF. A Secretaria da Fazenda (Sefaz) divulgou um cronograma dos trabalhos, o primeiro dia vai ser marcado pela apresentação do processo orçamentário do Estado e as projeções de receita do Estado para 2019.

De acordo com a secretaria, o segundo dia vai ser para análise dos pagamentos dos servidores do Estado e da dívida pública do Estado. No último dia da missão em Goiás, a pauta abordada vão ser os padrões contábeis adotados em Goiás. A Sefaz quer através da visita, encontrar uma maneira de fazer os trabalhos conforme a Secretaria do Tesouro Nacional tem trabalhado.

Uma das tratativas do governador Ronaldo Caiado (DEM) é que o Estado possa aderir ao RRF, para aliviar os juros e amortizações a serem pagos para União, com o intuito de pagar a folha salarial dos servidores. Vale lembrar que alguns servidores do Estado, não receberam o salário de dezembro, e a proposta de Caiado foi fazer um parcelamento referente ao pagamento. Em contra partida, o governador anunciou durante a semana, que vai pagar 80% dos salários dos servidores do mês de janeiro até o dia (25/1) e os outros 20% no mais tardar até o dia (30/1).

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.