Goiás

Vítima de 3 anos do líder da seita de Caiapônia entrou em pânico ao ouvir sua voz na TV

A menina de 3 anos teria sido a quarta vítima de abuso sexual praticado por Nilson Alves de Sousa, líder da seita de magia negra.

Por Ton Paulo
07/01/2019, 12h02

Conforme adiantado anteriormente pelo delegado responsável pela Operação Anjo da Guarda 2, Marlon Luz, o número de vítimas do líder da seita de Caiapônia, preso na última sexta-feira (4/1), pode ser bem maior do que o de três crianças confirmadas até agora. Na manhã desta segunda-feira (7/1), uma menina de três anos prestou depoimento acompanhada de familiares na delegacia de Caiapônia, a 330 quilômetros de Goiânia. A menina teria sido a quarta vítima de abuso sexual praticado por Nilson Alves de Sousa, de 49 anos, líder da seita de magia negra. Ela estava na casa da avó paterna e entrou em pânico ao ouvir a voz do homem em uma reportagem na TV.

Nilson foi preso na última sexta-feira, juntamente com Noêmia Cândida de Jesus, de 42 anos, em um acampamento sem-terra às margens da GO-221, entre Caiapônia e Palestina de Goiás. As investigações apontaram que Nilson abusou sexualmente de duas crianças de 7 e 10 anos, e uma adolescente de 13, netas de Noêmia. A própria avó levava as crianças para serem submetidas aos estupros.

Segundo ele, a vítima de 13 anos e a mãe foram ouvidas no fim de semana. A menina relatou, entre outras coisas, que foi abusada por sete dias seguidos, na frente de outra criança mais nova.

Delegado responsável pelo caso, Marlon Souza Luz, afirma que com a prisão, novas vítimas devem procurar a delegacia do município para registrar as denúncias.

A garota é a quarta possível vítima identificada até o momento, mas o delegado acredita que novos casos devem aparecer. “Acreditamos que muitas pessoas possam ter sido vítimas de Nilson e que além de acreditar, temem suas ações. Muitos dos frequentadores do local possuem alto poder aquisitivo e muitas vezes isso causa vergonha ainda maior. Sabemos que alguns pagavam em dinheiro e também trocavam favores. Quem tiver alguma denúncia precisa procurar a delegacia de Caiapônia”, completa Marlon, em entrevista a um jornal local.

De acordo com a polícia, a criança, irmã de outras duas vítimas, estaria na casa da avó paterna quando viu reportagem sobre a ação policial e ficou apavorada ao ouvir a voz do investigado. Na sequência, a avó veio a descobrir, por relatos da própria criança, que o investigado teria praticado masturbação na menina.

Depois de ter prestado depoimento, a garotinha deve ser encaminhada pelo Conselho Tutelar a Goiânia, onde deverá receber tratamento psicológico.

Líder da seita de Caiapônia convenceu avô das vítimas a assumir a culpa pelos abusos

De acordo com o delegado responsável, Nilson teria convencido um homem, o avô das vítimas, que é seguidor da seita, a confessar os crimes em seu lugar, em um vídeo obtido com exclusividade pela reportagem do Dia Online, assumindo toda a culpa com o objetivo de isentá-lo. Além do líder da seita de Caipônia, foi presa também a esposa do homem que tentou reivindicar a autoria dos abusos.

No vídeo (assista aqui) divulgado em primeira mão pela reportagem do Dia Online, um homem identificado somente como Francisco, vulgo Ceará, aparece confessando os crimes de estupro e narrando em detalhes como ele teria abusado das menores, e não o líder da seita.

Segundo o delegado responsável pelas investigações, Marlon Luz, o homem, que gravou o vídeo ao lado da esposa, Noêmia Cândida de Jesus, fez a gravação com a falsa confissão dias antes da prisão de Noêmia e Nilson, justamente com o objetivo de “confundir a opinião pública”  e tentar inocentar o verdadeiro abusador.

De acordo com o delegado, “os autos do inquérito policial indicam elementos de informação e de prova consistentes quanto a autoria do crime”. O delegado ainda relata que “o teor da confissão em vídeo demonstra total incongruência com as declarações das vítimas, que inclusive estavam sendo ameaçadas e coagidas a não revelarem os autores”.

O delegado revela, por fim, que Francisco, marido de Noêmia, em depoimento formal à Polícia Civil contou que havia sido convencido por Nilson a gravar o vídeo.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Victor Junqueira, que agrediu namorada em Goiânia, recebe ameaça de morte

Victor Junqueira, que agrediu namorada em Goiânia, está trancado em casa com medo de represália e de ser morto.
07/01/2019, 12h10

Victor Augusto do Amaral Junqueira, de 24 anos, que foi filmado agredindo a namorada, a advogada Luciana Sinzimbra, de 26, está recebendo ameaças de morte, conforme o advogado dele, Romero Ferraz, informou ao G1.  Após o vídeo que a própria vítima gravou ter sido divulgado, o jovem está “trancado em casa”, contou o defensor do caso.

Luciana teve um vídeo divulgado nas redes sociais no último dia 24, véspera de Natal. As imagens foram gravadas no dia 14 de dezembro e mostram ela sendo agredida pelo então namorado, Victor Junqueira, que é  filho do ex-prefeito de Anápolis, Eurípides Junqueira. As agressões ocorreram, de acordo com depoimento, depois que o casal voltava de uma confraternização do trabalho da mulher na madrugada de sexta-feira (14/12).

No registro policial consta que ao chegarem à casa da vítima, no Setor Marista, o namorado ficou furioso com a mulher porque esta decidiu não convidá-lo para subir até seu apartamento. “A declarante subiu para seu apartamento e, pouco tempo depois, o suposto autor chegou, fechou a porta do quarto e, já transtornado, perguntou porque ela o tinha deixado sozinho”.

O advogado afirma que Victor está trancado dentro de casa e não  sai sobre qualquer hipótese. “O jovem está com medo de represália, de matarem ele.Ele tem recebido algumas ameaças de morte por telefone”, disse Ferraz ao G1.

Justiça negou prisão de Victor, que agrediu namorada em Goiânia, por falta de requisitos legais

A Polícia Civil representou pela prisão preventiva do piloto por rumores de que ele poderia viajar para o exterior a qualquer momento, mas no entendimento do Poder Judiciário, “não havia requisitos legais para sua prisão”. A juíza responsável pelo caso, Ítala Colnaghi Bonassini da Silva, explicou que, por mais que a infração seja “repugnante”, elementos são “insuficientes” para a prisão.

Na decisão judicial, no entanto, foram definidas algumas regras que Victor Augusto terá de cumprir a partir de agora, entre elas, não poder se mudar da cidade sem comunicar o juízo previamente. As regras também determinam que o piloto está proibido de se ausentar da cidade por qualquer período de tempo sem que a Justiça autorize.

Ele também deve obedecer a todas as intimações e comunicações realizadas pelas autoridades judiciárias e policiais. Victor está obrigado ainda a comparecer em juízo a cada 20 dias para informar e justificar suas atividades.

Por último, a Justiça reforça na decisão que o piloto está proibido de se ausentar do País. Depois de intimado, ele teve o prazo de 24 horas para entregar seu passaporte no cartório do plantão criminal. Este fato também deveria ser informado imediatamente à Polícia Federal, para que seu nome seja inserido em uma lista do sistema de fronteiras, já que não é necessário passaporte para viajar para países do Mercosul.

Conforme o advogado, ele aguarda o andamento da investigação para poder desenvolver a tese de defesa em relação ao caso. “Estamos aguardando o oferecimento da denúncia para entender quais os limites que serão postos e daí nós vamos analisa e ver qual o caminho a seguir”, ressalta.

Via: G1 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Nova denúncia por abusos sexuais é preparada pelo MP, contra João de Deus

João de Deus vai ser ouvido mais uma vez por promotores sobre as denúncias de abusos sexuais.
07/01/2019, 13h31

Uma nova denúncia está sendo preparada pelo Ministério Público de Goiás, contra  Joāo de Deus por abusos sexuais. O médium vai ser ouvido mais uma vez por promotores sobre os crimes que integra o documento.  Desde o dia 16 de dezembro,  o líder espiritual está preso no Núcleo de Custódia de Aparecida de Goiânia, após se entregar a policia de Abadiânia. Ele nega as acusações.

Conforme a assessoria de imprensa da Polícia Civil, o inquérito ainda não foi finalizado, pois ainda aguardam os laudos das armas apreendidas na casa de João de Deus, em Abadiânia.  As pedras preciosas e dinheiro que também foram encontrados na residência do médium, foram encaminhados para avaliação de peritos da Caixa Econômica Federal. Outros resultados de laudos sobre a perícia feita na Casa Dom Inácio de Loyola,  também são aguardados.

Após denúncias contra João de Deus, defesa apresentou pedido de habeas corpus, mas foi negado pela justiça

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou o pedido de habeas corpus do médium João de Deus, no dia (19/12) do ano passado. O pedido foi protocolado pela defesa no mesmo dia, menos de 24 horas após a Justiça de Goiás indeferir o recurso.   A defesa do médium também havia pedido habeas corpus na segunda-feira (17/12) Todavia, foi negado na tarde do dia(18/12) pelo Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO).

Caso o habeas corpus fosse negado, a estratégia da defesa era pedir  medidas cautelares, em vez da prisão. Entre as opções cogitadas pelo defensor estariam prisão domiciliar, colocação de tornozeleira e a proibição dele exercer o ofício dele. Contudo, o médium João de Deus continua preso.

João de Deus passou mal em presídio

Com problemas de saúde, o médium João Teixeira de Farias, conhecido como João de Deus,  foi socorrido e levado para um hospital, após passar mal no dia (2/1),  no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia. Diante disso,  a equipe médica do presídio prestou atendimento e encaminhou o médium para  a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), para realização de exames.

Conforme a Diretoria-Geral de Administração Penitenciária de Goiás (DGAP), durante uma consulta de rotina nas celas,  foi identificado um sangramento na urina de João de Deus.  Com os resultados  dos exames,  os médicos constataram que, o líder religioso está com infecção urinária.

Um pedido liminar de prisão domiciliar humanitária apresentado  pela defesa do líder religioso, foi negado  pela procuradora-geral da República, Raque Dodge, no último  sábado (5/1).  A procuradora reiterou a manutenção de prisão preventiva do médium em resposta à solicitação do presidente do STF, o ministro Dias Tofolli, pedindo um parecer após a defesa alegar fragilidades na saúde de João de Deus.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Criança sofre descarga elétrica ao encostar em poste do Centro Cultural Oscar Niemeyer, em Goiânia

Criança teve as mãos queimadas após tomar choque em poste do CCON.
07/01/2019, 14h24

O passeio da família de Júlia Gracyella na tarde do último domingo (6/1), no Centro Cultural Oscar Niemeyer (CCON), em Goiânia, por pouco não se transformou em uma tragédia, após o filho de Júlia, um menino de 8 anos, sofrer uma descarga elétrica ao encostar em um poste do local.

A mãe da criança afirmou em outras entrevistas que durante o passeio no Centro Cultural, o filho estava andando de skate e ao se desequilibrar segurou em um poste do CCON, momento que sofreu o choque e teve as mãos queimadas. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgências (Samu) foi chamado e prestou os primeiros socorros ao menino.

A confeiteira contou em suas entrevistas, que ao ver filho tomando o choque, ficou muito assustada, e que o menino tremia muito, mas felizmente não aconteceu nada mais grave.

A confeiteira afirmou que ficou olhando o filho por poucos segundos grudado no poste e que o menino conseguiu se soltar do objeto. Júlia disse ainda que procurou a administração do CCON, mas não encontrou nenhum funcionário do centro.

Centro Cultural Oscar Niemeyer passa por reformas

O Centro Cultural Oscar Niemeyer (CCON) foi fechado para reforma em 2017, e a obra que era para ser entregue no final do ano demorou mais de um ano para ficar pronta, a reforma custou R$ 10 milhões aos cofres públicos. A reforma do CCON foi entregue pelo ex-governador José Eliton (PSDB) no dia 21 de dezembro de 2018 a população.

O menino sofreu a descarga elétrica menos de um mês depois do centro ser reaberto ao público. Vale ressaltar que o CCON, além de ser um espaço para eventos, o centro também tem pistas de patins e skate para prática das modalidades esportivas.

A Superintendência-Executiva de Cultura (Supex Cultura) da Secretária de Educação, Cultura e Esporte (Seduce) confirmou o caso ao Portal Dia Online por meio de nota. E afirmou que todos os processos emergenciais foram tomados e o poste em questão isolado pela vigilância.

Confira a nota

“Nesse último fim de semana ocorreu um incidente na esplanada do Centro Cultural Oscar Niemeyer (CCON), quando um dos frequentadores teria sofrido uma descarga elétrica em um dos postes. Sobre este incidente, a Superintendência-Executiva de Cultura (Supex Cultura) da Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (Seduce) tem a informar que:

– Os procedimentos emergenciais de atendimento à ocorrência foram feitos imediatamente pela empresa que cuida da vigilância do local.

– O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado, também imediatamente, e atendeu o caso.

– O poste onde teria ocorrido o incidente foi imediatamente isolado e encontra-se em isolamento até o presente momento.

– A Supex Cultura entrou em contato com a Agência Goiana de Transportes e Obras Públicas (Agetop), que é responsável pela obra, para acionar a empresa à frente da reforma em curso no CCON e identificar a possível origem do problema.

– A Supex Cultura também notificou a Enel sobre a ocorrência do fato.

– Estamos trabalhando para solucionar, no tempo mais breve possível, esse problema e outros ligados ao setor cultural de Goiás.

Superintendência-Executiva de Cultura da Seduce.

Via: Mais Goiás 
Imagens: Mais Goiás 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Entretenimento

Brechós em Goiânia: 8 excelentes opções para economizar

Os brechós em Goiânia oferecem opções de qualidade e com excelente custo benefício, ideais para quem pretende renovar o guarda-roupa sem gastar muito.
07/01/2019, 15h17

Os brechós representam uma excelente alternativa para quem pretende renovar o guarda-roupa sem gastar muito e, ao mesmo tempo, praticar o consumo sustentável. Isso porque essas lojinhas permitem que peças em bom estado sejam reutilizadas, sem perder a qualidade e o bom gosto. Os brechós em Goiânia são boa prova disso!

Muita gente acredita que lugares do tipo possuem apenas roupas “do século passado” e que não há possibilidade de encontrar algo realmente atrativo. Mas é aí que se enganam. Os brechós também buscam trabalhar com peças da moda e, para a surpresa de muitos, ainda é possível encontrar roupas de grife por precinhos bem em conta! Para isso, basta ter paciência para procurar.

Pensando nisso, nós aqui do Portal Dia Online fizemos ma listinha com os melhores da cidade para você visitar. Dá uma olhada!

Conheça os melhores brechós em Goiânia:

1 – Empório Armário Brechó e Suqueria

Brechós em goiânia: excelentes opções para economizar
Foto: Reprodução

Os brechós em Goiânia não decepcionam quando o assunto é bom atendimento e qualidade de produtos. Neste caso em especial, é possível encontrar um ambiente bastante agradável e aconchegante, com plantinhas por todos os lados, que garantem um ar mais natural ao ambiente.

As roupas encontradas por ali são de muito bom gosto, sem contar que o atendimento é sempre cordial e conquista qualquer um. Além do espacinho interno, os clientes ainda podem contar com uma área externa onde é possível aproveitar boas músicas e até uma cervejinha gelada!

Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 14h às 18h45 / sábado, das 9h45 às 13h45

Telefone: (62) 3241-9615

Endereço: Rua 15, Quadra 49, 357 – Sala 3 – St. Central, Goiânia – GO, 74030-030

2 – Brechó Goiano

Brechós em goiânia: excelentes opções para economizar
Foto: Reprodução/ Brechó Goiano

É possível encontrar excelente variedade de peças no brechó, desde roupas casuais até aquelas mais sofisticadas para festas. Sem contar que, além disso, ainda trabalham com artigos para decoração, a exemplo de móveis clássicos e outras antiguidades. O custo benefício é um dos melhores de Goiânia!

Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 9h às 18h / sábado, das 9h às 13h

Telefone: (62) 98466-1034

Endereço: Av. Anhanguera, 4295 – Leste Vila Nova, Goiânia – GO, 74043-011

3 – Bazar D’luxo

Brechós em goiânia: excelentes opções para economizar
Foto: Reprodução

Para quem está procurando por peças de grife mas não pretende gastar muito, este pode ser o local certo! O Bazar D’luxo é um dos brechós em Goiânia que trabalham com grifes multimarcas, tanto masculino quanto feminino. É possível encontrar roupas novas e usadas, sempre com muita qualidade e excelente custo benefício! Vale a pena conhecer!

Horário de funcionamento: segunda a sábado, das 8h30 às 18h / domingo, das 8h30 às 13h

Telefone: (62) 3223-3746

Endereço: Av. Goiás, n1234 – centro, Goiânia – GO, 74053-010

4 – Brechó das Amigas

Brechós em goiânia: excelentes opções para economizar
Foto: Reprodução

Localizado no Setor Marista, é possível encontrar boa variedade de roupas e acessórios, em um ambiente bastante confortável e acolhedor. É sem dúvida, um dos melhores brechós em Goiânia!

Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 10h às 18h

Telefone: (62) 3281-2071

Endereço: R. 142, 41 – St. Marista, Goiânia – GO, 74170-040

5 – Curiosidades Brechó

Brechós em goiânia: excelentes opções para economizar
Imagem ilustrativa. Foto: Reprodução / Portal Veneza

Muitos brechós em Goiânia se encontram no centro, como é o caso em questão. Localizado na Avenida Goiás, conta com um ambiente bastante simples mas é possível encontrar boa variedade de roupas e outros artigos.

Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 8h às 18h / sábado, das 8h30 às 13h

Telefone: (62) 3223-3746

Endereço: Av. Goiás, 1234 – St. Central, Goiânia – GO, 74063-010

6 – Redemoinho Brechó Infantil

Brechós em goiânia: excelentes opções para economizar
Foto: Reprodução/ Redemoinho Brechó Infantil

Para quem está em busca de boas opções para os pequenos, o Redemoinho Brechó pode ser uma das melhores escolhas na capital. No mercado desde 2013, a empresa nasceu com a proposta de oferecer para os pais produtos seminovos a preços justos e com qualidade, dando-lhes também a oportunidade de pôr a venda as peças que seus filhos não usam mais.

Com um ambiente amplo, seguro e confortável, é perfeito para aqueles que precisam de tempo para escolherem as melhores peças, sem contar que o atendimento é excelente. Vale a pena conhecer pois este é, sem dúvida, um dos melhores brechós em Goiânia para o público infantil.

Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 9h30 às 18h30 / sábado, das 9h às 13h

Telefone: (62) 3941-6526

Endereço: R. 42, 64 – St. Marista, Goiânia – GO, 74150-270

7 – Brechó Bagatela Roupas

Brechós em goiânia: excelentes opções para economizar
Foto: Reprodução/ Facebook Brechó Bagatela

Localizado no centro de Goiânia, o brechó trabalha com compra e venda de roupas femininas, masculinas e infantis, sem contar que ainda é possível encontrar calçados, bolsas, cintos e acessórios diversos no local. Vale a pena fazer uma visita!

Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 8h às 18h30 / sábado, das 8h às 14h

Telefone: (62) 3223-0557

Endereço: Rua 4, 703 – St. Central, Goiânia – GO, 74025-020

8 – Bazar da Couto

Brechós em goiânia: excelentes opções para economizar
Foto: Reprodução/ Facebook Bazar da Couto

No Bazar da Couto é possível encontrar de tudo um pouco, desde lindos e clássicos artigos para decoração, até roupas de grife usadas, com aquele precinho em conta que todo mundo adora. Ainda é possível encontrar sapatos, bolsas e outros acessórios.

Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 14h às 20h / sábado, das 8h às 14h

Telefone: (62) 3255-2134 / (62) 9 9999-9505

Endereço: Alameda Couto Magalhães, nº 970, Setor Pedro Ludovico, Goiânia – GO

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.