Goiás

Ministro Alexandre Baldy participa de evento em Luziânia e anuncia investimento milionário

A cerimônia teve início às 9h, no Centro de Convenções da cidade, e, após o evento, o ministro deve retornar direto para Brasília.

Por Ton Paulo
26/11/2018, 10h40

O goiano Alexandre Baldy (PP), titular do Ministério das Cidades, participa na manhã desta segunda-feira (26/11) de um evento no município de Luziânia, entorno do DF, para anunciar o investimento de R$ 65 milhões de reais em uma obra de esgotamento sanitário na região. A cerimônia teve início às 9h, no Centro de Convenções da cidade, e, após o evento, o ministro deve retornar direto para Brasília.

Segundo informações de sua assessoria, o investimento de R$ 65 milhões foi anunciado pelo ministro para a execução do Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) da Região Jardim Ingá I, execução da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Palmital e Saneamento Integrado da Região Jardim Ingá II – Sendo uma escola, todos em Luziânia.

Ainda de acordo com a assessoria de Baldy, o planejamento da obra, assim como do investimento milionário, já estava em curso há algum tempo após solicitação do município.

O prefeito de Luziânia, Cristóvão Tormin (PSD), está presente no evento.

 Alexandre Baldy completa um ano à frente do Ministério das Cidades; ministro veio à Goiânia em abril

Na última quinta-feira (22/11) Alexandre Baldy completou um ano à frente do Ministério das Cidades. Ações importantes para a população como entrega de casas, saneamento, retomada de mais de 50 mil obras, investimentos no trânsito e mobilidade urbana marcam os atos do ministro à frente do Ministério. Em 12 meses, por dia no Brasil, foram entregues cerca de 1.200 unidades habitacionais e 73 diariamente em Goiás.

Em abril deste ano, o ministro Baldy veio a Goiânia e visitou uma obra. O prefeito de Goiânia, Iris Rezende (MDB), e o ministro das Cidades, vistoriaram na quarta-feira (4/4), as obras do BRT Norte/Sul e a Marginal Botafogo.

Inicialmente, nas proximidades do Terminal Recanto do Bosque, localizado na Avenida Mangalô, no setor Morada do Sol, os gestores acompanharam a construção do BRT, retomado no fim de março.

Entretanto, a reforma emergencial da Marginal Botafogo segue a passos lentos.  Com cerca de 30% das obras concluídas, a chegada das chuvas antes do esperado elevaram preocupação dos engenheiros e especialistas. Os trabalhos devem seguir até dezembro quando está previsto o fim dos trabalhos.

O Córrego Botafogo, dentro do perímetro que compõe a Marginal de mesmo nome, está recebendo uma camada de concreto para eliminar pontos de assoreamento nos períodos de chuva. De acordo com a Prefeitura Municipal, placas e blocos de concretos foram instalados no local para sinalizar o trecho parcialmente interditado, que vai nos dois sentidos da Avenida Independência à  Araguaia.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Marconi Perillo muda para São Paulo e arruma novo emprego

Governador eleito de São Paulo, João Dória (PSDB) articulou a contratação de Marconi.
26/11/2018, 10h47

O ex-governador de Goiás Marconi Perillo (PSDB), derrotado nas eleições deste ano na corrida para o Senado, está fora da política. No entanto, Marconi conseguiu um novo emprego na Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), que pertence à família de Benjamin Steinbruch. Perillo já está trabalhando como consultor da companhia há 15 dias.

Em julho deste ano, o ex-governador do Estado criou, ao lado de sua mulher Valéria Perillo, a MV Consultoria, que foi contratada pela CSN para prestar serviços. A contratação de Marconi, segundo as informações divulgadas, foi articulada pelo governador eleito de São Paulo, João Dória (PSDB).

No início do mês, o Diário Central de Goiânia levantou a possibilidade do ex-governador assumir um cargo na empresa. Segundo a publicação do veículo, uma conversa entre um empresário e um politico durante um voo, no final de outubro, trouxe o tema à baila.

Marconi Perillo chegou a ser preso na Operação Cash Delivery

Como a legislação eleitoral não permite a prisão de investigados durante o processo eleitoral, Marconi Perillo, compareceu na quarta-feira (10/10) na sede da PF, em Goiânia para prestar depoimento sobre o seu envolvimento na Operação Cash Delivery, deflagrada uma semana antes das eleições de 2018.

Durante o depoimento, o ex-governador foi preso preventivamente e passou a noite na sede da PF, em Goiânia. Marconi Perillo recebeu o habeas corpus no dia seguinte, e atualmente responde o processo em liberdade.

Operação Cash Delivery

A Operação Cash Delivery foi desencadeada a partir de investigação depois de delação de executivos da Odebrecht, que alcança empresários, agentes públicos e doleiros pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.

Ao todo, foram cumpridos 14 mandados de busca e apreensão e cinco de prisão temporária, expedidos pela 11ª Vara da Justiça Federal de Goiás, nas cidades de Goiânia, Aparecida de Goiânia, Pirenópolis e Aruanã, Campinas e São Paulo.

Durante a ação, foram apreendidos R$ 940.260 na casa de Márcio Garcia de Moura, policial militar e motorista de Jayme Rincón. Outros R$ 79 mil foram apreendidos na casa de Jayme, além de 2,4 mil euros, 80 libras esterlinas, 101 dólares e 15 pesos argentinos.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Segurança é preso com arma de brinquedo e vendendo drogas em festa de adolescentes, em Goiânia

Na festa, que ocorreu num estabelecimento localizado na Vila Adélia, em Goiânia, havia cerca de 100 pessoas, a maioria adolescentes.

Por Ton Paulo
26/11/2018, 11h47

Um homem que trabalhava como segurança numa festa de adolescentes realizada num centro esportivo na noite do último domingo (25/11), em Goiânia, foi preso suspeito de traficar drogas durante o evento. Na festa, que ocorreu num estabelecimento localizado na Vila Adélia e que foi alugado para o evento, havia cerca de 100 pessoas, a maioria adolescentes.

A festa aconteceu no Invictus Centro Esportivo, na Alameda Alberto Nepomuceno, Vila Adélia, em Goiânia, na noite de ontem. Segundo o responsável pelo local, que alegou não ter conhecimento do ocorrido, o ambiente foi alugado para o organizador da festa formalmente. “Foi feito um contrato e eu aluguei o estabelecimento para essa festa”, conta.

Segundo informações da Polícia Civil (PC), a Polícia Militar (PM) chegou ao estabelecimento após uma denúncia. Ao interrogar um presente na festa, Asaf Deyvidsson, maior de idade, a polícia descobriu que ele portava drogas e havia conseguido o entorpecente com Alessandro Alves Santos, chefe da segurança e responsável pelos outros guardas.

Ao ser abordado, o suspeito negou o crime, mas mesmo assim foi preso. Com o homem, que possuía um mandado de prisão em aberto por corrupção de menor, foi apreendida uma arma de brinquedo e uma porção de cocaína, além de dinheiro.

Segurança foi autuado por tráfico de drogas, após prisão em Goiânia

De acordo com um funcionário que trabalhou na festa, no bar, a prisão ocorreu já no final do evento, por volta das 23h50. O funcionário, que se identificou somente como Nikson, afirmou que não sabia quem era o organizador da festa, que o havia contratado. “Depois da festa, todo mundo sumiu. Não sei quem é o cara que me contratou”, disse.

O funcionário ainda conta que a prisão do segurança foi feita na entrada do local.

Alessandro foi autuado por tráfico de drogas, e Asaf vai responder pelo artigo 28, que é o consumo de entorpecentes.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Período de matrículas na rede estadual de Goiás termina sexta-feira

É importantíssimo ter em mãos o endereço para localizar a escola mais próxima da casa do aluno.
26/11/2018, 13h08

Os pais que pretendem matricular os filhos pela primeira vez na rede estadual de Goiás tem até a próxima sexta-feira (30/11) para solicitar a vaga pelo site. Além dos novos alunos, os estudantes que já fazem parte da rede estadual também podem renovar a matrícula até o final do mês na própria escola.

O Superintendente Executivo de Educação da Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer de Goiás (SEDUCE) Marcelo Ferreira Oliveira, informou ao Portal Dia Online que tanto as novas matrículas como a renovação dos alunos da casa, vão se encerrar na próxima sexta-feira (30/11).

“O processo é completo, tanto para novas matrículas como para renovação a data limite é dia 30 de novembro. Para renovar a matricula, é preciso comparecer a secretaria da escola e solicitar a renovação, o mesmo vale para transferências e basta os pais informarem o nome da escola, para qual querem mandar os filhos”, afirmou Marcelo Ferreira.

Em 2019 o ano eletivo vai começar no dia 21 de janeiro e o primeiro semestre vai até o dia 28 de junho, durante esse período vão ser 107 dias de aulas. O segundo semestre tem o início marcado para o dia 1ª de agosto e vai ter 96 dias de aula, com o encerramento marcado para o dia 18 de dezembro. Com 107 dias letivos no primeiro semestre e 96 no segundo, os alunos vão comparecer à escola em 203 dias de aulas.

Renovação das matrículas da rede estadual de Goiás completou 70%

O superintende informou à reportagem que o processo de renovação das matrículas nas escolas, foram 70% concluídos. Para os pais que querem matricular os filhos na rede estadual de ensino, é preciso acessar o site www.matricula.go.gov.br.

“Os pais devem informar durante o processo de solicitação da vaga, nome completo do responsável e cpf, nome completo do aluno e do cpf. É importantíssimo, estar com o endereço em mãos, para identificar as escolas próximas a casa e indicar três instituições de ensino, em que o aluno gostaria de estudar em 2019”, completa Marcelo Ferreira.

Segundo o superintendente da SEDUCE, as solicitações estão dentro do previsto e até o momento não foi registrado nenhum problema de fluxo no site da secretaria. De acordo com Marcelo Ferreira, até o momento cerca de 100 mil alunos já solicitaram  a vaga, na rede estadual e está dentro do previsto pela secretaria.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

Queda de avião em Minas Gerais mata quatro pessoas

Dez bombeiros de Pirapora (MG) foram deslocados para atender à ocorrência.
26/11/2018, 13h18

Um jato executivo caiu na manhã de hoje (26), em uma fazenda em Jequitaí, no norte de Minas Gerais. Segundo o Corpo de Bombeiros, as quatro pessoas que estavam a bordo do avião morreram no acidente.

A aeronave caiu por volta das 8h, quando a aeronave se preparava para pousar na Fazenda Fortaleza Santa Terezinha, pertencente ao empresário e dono do jato Adolfo Geo, que estava a bordo, acompanhado por sua esposa, Margarida Janete Geo, pelo piloto e pelo co-piloto.

De acordo com o Registro Aeronáutico Brasileiro, o avião prefixo PP-OEG é um Cessna, modelo Citation M2, com capacidade para até oito pessoas. Está registrada em nome do Grupo ARG, que atua em setores como agronegócio, construção pesada e infraestrutura, além de comércio internacional e óleo e gás. Ainda de acordo com o registro, a situação do jato está regular.

Por telefone, funcionários da empresa confirmaram que Adolfo Geo é um dos sócios da ARG, mas não souberam informar a situação da aeronave e detalhes do acidente.

Dez bombeiros de Pirapora (MG) foram deslocados para atender à ocorrência. O atendimento mobilizou quatro viaturas e uma aeronave do Corpo de Bombeiros. Peritos da Polícia Civil também já se encontram no local.

Em nota, o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes (Cenipa) informou que investigadores do Terceiro Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa III) já foram acionados para ir ao local coletar indícios e ouvir relatos de testemunhas do acidente. A investigação do Cenipa visa a prevenir que novos acidentes com as mesmas características ocorram.

Imagens: Agência Brasil 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.