Brasil

Paraguai expulsa segundo traficante brasileiro, agora do PCC

22/11/2018, 17h40

O Paraguai expulsou, na manhã desta quinta-feira, 22, o criminoso brasileiro Rovilho Alekis Barbosa, o “Bilão”, apontado como importante liderança do Primeiro Comando da Capital (PCC). Barbosa foi entregue à Polícia Federal brasileira no aeroporto binacional de Itaipu, em Hernandarias, na fronteira, e levado para exames na sede da Polícia Federal em Foz do Iguaçu (PR). É o segundo narcotraficante ligado à facções criminosas brasileiras expulso esta semana do país vizinho.

Na segunda-feira, 19, o governo paraguaio mandou de volta para o Brasil o líder do Comando Vermelho, Marcelo Pinheiro Veiga, o Marcelo ‘piloto’.

Nos dois casos, a decisão partiu diretamente do presidente paraguaio, Mario Abdo Benítez e foi comunicada à Embaixada do Brasil. Conforme o ministro do Interior, Juan Ernesto Villamayor, a extradição do criminoso havia sido pedido pela Justiça Criminal de Maringá (PR), onde havia sido condenado a 24 anos de prisão por tráfico e lavagem de dinheiro.

“Bilão” foi preso em março de 2017, no prédio em que estava morando, em Ciudad del Este, na fronteira entre os dois países. Ele portava documentos falsos, armas e tinha em seu poder mais de US$ 60 mil, além de dois automóveis.

Conforme a investigação, o dinheiro seria usado para pagar propina a policiais da região. Ele chegou a ter deferida uma ordem de soltura, mas a decisão foi anulada. “Bilão” estava preso na Penitenciária Nacional de Tacumbú, em Assunção, de onde ainda comandaria o tráfico de drogas na fronteira.

O processo de extradição tramitava na justiça paraguaia, mas o presidente não aguardou a decisão final. De acordo com Villamayor, pelo menos 20 criminosos, incluindo outros brasileiros, estão na lista de expulsões. “Vamos expulsar sempre que o país de origem estiver de acordo em recebê-los e processá-los”, afirmou em entrevista.

Ele afirmou que a prioridade envolve criminosos ligados a facções como o Comando Vermelho e o PCC em razão do risco que representam, mas outros processos de expulsão de criminosos estão em análise. “Estes foram primeiro porque são de alta periculosidade, mas cuidamos também de casos de menor risco, que tem menos repercussão”, disse.

Conforme o ministro, em 2018, as autoridades paraguaias receberam 177 solicitações de cooperação jurídica envolvendo presos, das quais 127 foram atendidas.

A expulsão de Marcelo “Piloto” foi acelerada depois que ele foi apontado como o autor do assassinato da jovem paraguaia Lidia Meza Burgos, de 18 anos, durante visita íntima na prisão.

O motivo do crime seria retardar ou evitar o processo de extradição. Também teria pesado o fato de “Piloto” ter denunciado pagamento de propina a autoridades policiais paraguaias. Havia ainda informação de que estava em andamento num grande plano para invasão do presídio e resgate do brasileiro.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Após prisão de marido, adolescente de 15 anos assume tráfico de drogas em Goiás

Jovem "herdou" o comando do tráfico após a prisão do marido, que é investigado por estupro de vulnerável.
22/11/2018, 18h05

Aos 15 anos, ela decidiu dar continuidade ao tráfico de drogas, comandando pelo marido, de 23 anos. A adolescente foi apreendida na quarta-feira (21/11) em Piracanjuba, interior de Goiás.

Titular da Delegacia de Piracanjuba, o delegado Leylton Barros explica que, após a prisão do marido dela, a moça “herdou” o comando do crime na cidade.“Foi pedida a internação da menor por ela ter continuado com a mercancia da droga. Há filmagens, oitivas de testemunhas, provas de praxe que embasaram o pedido de apreensão”, afirmou o delegado ao G1.

O casal morava juntos há mais de 2 anos quando ele foi preso, em flagrante, no dia 20 de julho, na casa em que eles viviam. Ela também foi apreendida, mas foi solta em seguida.

O jovem, revela o delegado,  se aproveitava que ela era menor de idade e a colocava para guardar as drogas. “O papel dela era guardar a drogas consigo, pois caso o casal fosse surpreendido o marido não seria preso e ela, por ser menor, se livraria mais fácil. No dia da prisão do marido, foram apreendidas 100 pedras de crack escondidas dentro do sutiã da menor”, disse o delegado.

Na época, os policiais também apreenderam dinheiro, joias e celulares com o casal. Para Leylton Barros, objetos apreendidos podem ter sido recebidos de usuários como pagamento pela droga.

Adolescente pode ter sido vítima de estupro de vulnerável, em Goiás

Além dos crimes de tráfico de drogas, associação ao tráfico, fornecimento de bebida alcoólica para menor de idade e corrupção de menores, o rapaz responde por estupro. Detido no presídio de Piracanjuba, ele deve se relacionava com a jovem antes dos 14 anos, o que configura estupro. O delegado Leylton apura em um inquérito policial esta possibilidade, o que pode engrossar a pena dele diante do Judiciário.

No Direito Penal brasileiro, estupro de vulnerável é um tipo penal criado com a lei 12015 de agosto de 2009, que substituiu o antigo artigo 224 do Código Penal, que por sua vez tratava da presunção de violência. Com o novo crime, a presunção de violência passa a ser, em tese, absoluta, e não mais relativa.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Saúde

Mais de 15 bairros em Goiânia apontam alto índice de infestação de dengue

Este ano, 26.483 casos já foram registrados na capital; 15 pessoas morreram.
22/11/2018, 18h32

De acordo com último Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa), Goiânia apresenta atualmente um índice de infestação de 3,23% de dengue, mais de 2% acima do previsto pelo Ministério da Saúde, que é de 1%. A cada 100 casas visitadas, três apresentaram focos do mosquitos transmissor, Aedes aegypti. Este ano, 26.483 casos já foram registrados na capital e 15 pessoas morreram com a doença.

Ao todo, 17 bairros da capital estão em alerta por apresentarem maior número de focos e casos; são eles: Aeroviário, Leste Universitário, Vila Moraes, Vila Romana, Vila Yate, Jardim Bela Vista, Sudoeste, Real Conquista, Capuava, Conjunto Vera Cruz, Vila Finsocial, São Carlos, Jardim Goiás, Vila São João, setor Sul, Santa Genoveva e Vale dos Sonhos.

“O aumento se dá principalmente pelo início do período chuvoso associado às altas temperaturas. Nestas condições e com a maior disponibilidade de criadouros aumenta também a proliferação do mosquito”, explica a superintendente de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde da Capital (SMS), Flúvia Amorim.

Até o dia 27 de outubro deste ano, foram registrados 1,025 casos a cada 1000 habitantes em Goiás. O número divulgado apenas na região Centro-Oeste foi de 80.170, ou seja, 36,3% do total registrado em todo território nacional.

Goiânia já teve 2.097.449 imóveis verificados

O LIRAa foi realizado entre os dias 5 e 9 de novembro. Na ação, mais de 30.000 imóveis foram verificados. O resultado mostrou que Goiânia apresenta atualmente um índice de infestação de 3,23%, valor  acima do previsto pelo Ministério da Saúde, que é 1%. Além dos casos de dengue, foram computados no município, em 2018, um caso de chikungunya e 356 casos de Zika vírus, também transmitidos pelo Aedes aegypti.

Com a chegada do verão, a SMS intensifica o trabalho de combate nos bairros onde o LIRAa revelou valores mais altos. São desenvolvidas, pelos 430 agentes, ações como: visita casa a casa; atendimento de denúncias; visita Ponto Estratégico; bloqueio nos casos de dengue; fiscalização; visita nas casas abandonadas e agendamento de imóveis pela imobiliária.

O objetivo da ação é identificar locais com focos de dengue, eliminar ou proteger criadouros. Desde o início do ano, 2.097.449 imóveis foram verificados em toda a cidade.

Imagens: Correio do Povo 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Economia

Shoppings de Goiânia e Aparecida funcionarão por mais tempo na Black Friday; veja horários

Programe-se e aproveite!
22/11/2018, 21h14

Nesta sexta-feira, 23 de novembro, ocorre no comércio de todo o país a mega promoção Black Friday, uma das datas mais aguardadas pelos consumidores e comerciantes. Pensando nisso, os lojistas, tanto de comércios de rua como de shoppings estenderam o horário de atendimento. Em Goiânia e Aparecida de Goiânia os grandes centros comerciais funcionarão quase 24 horas.

Horário dos shoppings durante a Black Friday

Confira abaixo os horários de funcionamento durante esta sexta-feira e aproveite!

Promoções de sexta-feira a domingo, durante a  “maior liquidação do ano”. Compras acima de R$ 200 garantem estacionamento gratuito. 23/11 – lojas abertas das 8h30 às 22h; 24/11 – lojas abertas das 8h30 às 22h; 25/11 – lojas abertas das 8h30 às 20h; Praça de alimentação: das 10h às 22h30.

  • Shopping Cerrado

Promoções seguem até domingo (25/11). Os comerciantes que desejarem poderão estender o atendimento. Compras acima R$ 250 garantem ingressos para a Estação Turma da Mônica. 23/11 – lojas abertas das 7h às 23h; 24/11 – lojas abertas das 7h às 23h e 25/11 – lojas abertas das 11h às 21h.

Promoções também seguem até o próximo dia 25. Unidade oferece descontos de até 80%, inclusive na praça de alimentação. Durante a Black Friday, na sexta-feira, o shopping abrirá às 9h.

  • Passeio das Águas

Promoções de 21 a 25 de novembro, com até 80% de desconto nos produtos. Compras acima de R$ 350 garantem ingresso para concorrer a um carro. 23/11 – lojas abertas das 10h às 00h; 24/11 – lojas abertas das 10h às 22h e 25/11 – lojas abertas das 14h às 20h.

  • Shopping Flamboyant

Shopping Flamboyant  funcionará das 10h às 23h e os comerciantes prometem descontos de até 90%. Quem comprar acima de R$ 500 pode trocar as notas fiscais por cupons para o sorteio de um Jaguar E-Pace.

  • Portal Shopping e Portal Sul Shopping

Com descontos de até 70%, as lojas do Portal Shopping funcionarão das 7h às 00h.

  • Aparecida Shopping

Também com descontos de até 70%, os clientes poderão aproveitar estacionamento gratuito; as lojas estarão abertas das 9h às 23h. A Black Friday do Aparecida Shopping conta ainda com show sertanejo ao vivo na praça de alimentação, às 19h30.

  • Buriti shopping

No Buriti Shopping, nesta sexta-feira (23/11), as lojas de eletrodomésticos e eletrônicos abrem das 7h às 00h e as demais lojas das 10h às 22h. Nos dias 24 e 25 o funcionamento será das 14 às 20h. A praça de alimentação continua em horário normal de funcionamento.

Imagens: G1 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Entretenimento

Saiu o primeiro trailer da versão realista de "O Rei Leão", da Disney

Filme estreia em julho de 2019.
22/11/2018, 23h12

A Disney divulgou nesta quinta-feira (22) o primeiro trailer da versão realista do clássico “O Rei Leão”.

O filme usa a mesma tecnologia fotorealista mostrada no recente “Mogli – O Menino Lobo” e possui o mesmo diretor, Jon Favreau.

O elenco de vozes conta com Donald Glover interpretando Simba, Beyoncé no papel de Nala, John Oliver como Zazu, Seth Rogen como Pumba, Billy Eichner como Timão e James Earl Jones como Mufasa.

Hans Zimmer, que foi o compositor do desenho, volta ao cargo que lhe rendeu o Oscar de Melhor Trilha Sonora pelo trabalho no filme de 1994. O longa segue a mesma história do original mas terá cenas adicionais com novas canções.

A estreia nos cinemas acontece em 19 DE JULHO DE 2019.

Assista ao trailer de “O Rei Leão” a seguir:

Veja também o primeiro pôster divulgado pelo diretor no Twitter:

Imagens: YouTube 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.