Política

Raquel Dodge pede mais 60 dias para investigação sobre Aécio

A procuradora-geral da República solicitou a Gilmar Mendes a prorrogação do prazo por considerar que existem diligências pendentes e necessárias ao encerramento das investigações.
16/11/2018, 13h47

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, solicitou ao ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), a prorrogação do inquérito que investiga o senador Aécio Neves (PSDB-MG) por suposto recebimento em 2014 de valores indevidos pela Construtora Norberto Odebrecht, do grupo Odebrecht, para a sua campanha eleitoral. Datado de 12 de novembro, o parecer de Raquel Dodge pede mais 60 dias para a conclusão do inquérito.

De acordo com delatores, os pagamentos teriam sido feitos de forma dissimulada por meio de contratos fictícios firmados com a empresa PVR Propaganda e Marketing Ltda.

Aécio nega as acusações. O advogado Alberto Zacharias Toron, que defende o tucano, disse que o inquérito segue o ritmo normal e o “aprofundamento das investigações vai comprovar a absoluta correção de todos os atos do senador Aécio Neves, assim como da prestação de contas da campanha presidencial de 2014”.

Raquel Dodge solicitou a Gilmar Mendes a prorrogação do prazo por considerar que existem diligências pendentes e necessárias ao encerramento das investigações. Ela afirma que é necessária a realização de uma perícia no documento original do contrato firmado entre a Construtora Norberto Odebrecht e a empresa PVR Propaganda e Marketing Ltda com a data retroativa de 15 de janeiro de 2014.

“A perícia deverá analisar os dados referente a data de criação/modificação dos arquivos (metadados), entre outras informações que possam comprovar que o contrato foi elaborado em data posterior apenas para ‘cobrir’ pagamento de propina ao senador Aécio Neves”, escreveu Raquel. Por fim, a procuradora-geral da República manifestou-se contra o pedido de arquivamento e o pedido de declínio de competência, ambos feitos pela defesa de Aécio Neves.

Imagens: Agência Brasil 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

Temporal causa mortes e estragos em BH; adolescente está desaparecida

Segundo a Defesa Civil estadual, ontem foi o dia em que mais choveu na capital mineira desde o início do ano.
16/11/2018, 14h00

O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais encontrou, na manhã de hoje (16), o corpo de um homem que pode ter se afogado ao tentar atravessar o córrego que corta uma ocupação de sem-teto na região da Mata do Izidoro, no bairro Jaqueline, região Norte de Belo Horizonte, após o forte temporal que atingiu a capital na noite desta quinta-feira (15). Segundo a Defesa Civil estadual, ontem foi o dia em que mais choveu na capital mineira desde o início do ano.

A identidade da vítima não foi confirmada e a Polícia Civil ainda vai apurar se a morte foi causada pelas chuvas. Segundo testemunhas, o homem cujo corpo foi encontrado em um córrego da rua Aroeira, na ocupação Vitória, aparentava estar embriagado e pode ter sido arrastado pelas águas ao tentar atravessar a enxurrada.

Uma mulher de cerca de 40 anos e sua filha morreram afogadas ontem dentro do próprio carro, que foi levado pela enxurrada junto com outros veículos em uma rua do distrito de Venda Nova.

A adolescente Anna Luísa Fernandes de Paiva Maria, de 16 anos, está desaparecida desde a noite de ontem. Ela teria caído em um bueiro destampado ao descer do carro em que estava com o namorado, tendo sido arrastada pela força das águas.

A Defesa Civil estadual informou que os danos causados pela chuva ainda estão sendo contabilizados. Mais de 50 pedidos de ajuda foram atendidos durante o temporal, incluindo casas destelhadas e queda de muros. As avenidas Vilarinho e Álvaro Camargo, na região de Venda Nova, tiveram os pontos mais atingidos, mas o maior volume de chuva (103,6mm) foi registrado no bairro da Pampulha.

O volume de água acumulado levou a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (Cbtu) a interditar a operação em parte da linha azul do metrô, que desde a noite de ontem  funciona parcialmente. A Estação Vilarinho, de integração entre ônibus e metrô, amanheceu fechada, sem previsão de retomada das operações.

Imagens: Em.com.br 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Mundo

Justiça americana manda Casa Branca devolver credencial de jornalista da CNN

A credencial foi suspensa na semana passada depois de o jornalista contestar Trump numa entrevista coletiva.
16/11/2018, 14h16

Um juiz federal do distrito de Colúmbia determinou nesta sexta-feira, 16, que o governo do presidente Donald Trump devolva imediatamente a credencial do correspondente da CNN na Casa Branca, Jim Acosta. A credencial foi suspensa na semana passada depois de o jornalista contestar Trump numa entrevista coletiva.

O juiz Timothy Kelly, indicado ao cargo pelo próprio Trump, acatou um pedido da CNN, que nesta semana entrou com um processo contra o presidente dos Estados Unidos e outros cinco membros do governo.

Acosta era frequentemente criticado por Trump e pela porta-voz Sarah Sanders por suas perguntas consideradas “duras” em entrevistas. O presidente critica a CNN desde que assumiu o cargo e a acusa, sem provas, de difundir notícias falsas.

O processo é considerado uma escalada no ambiente de tensão entre Trump e os veículos de comunicação nos EUA, que inclui discursos do presidente contra o que considera “notícias falsas” quando está em desacordo com o que foi publicado e críticas a jornalistas.

À Justiça, a CNN argumentou que a decisão de suspender a credencial de Acosta viola a 1ª Emenda à Constituição americana, que assegura a liberdade de imprensa. A rede de TV argumentou ainda que os funcionários do gabinete de Trump e o presidente violaram também a 5ª Emenda, que assegura o devido processo legal – por retirarem a credencial sem aviso prévio. Fonte: Associated Press.

Imagens: Nossa Política 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Entretenimento

Fim de semana em Goiânia: confira o que rola na capital

Quer curtir o que há de melhor neste fim de semana em Goiânia? Então confira a listinha que preparamos para você! Tem um evento para gosto!
16/11/2018, 14h41

Depois de tanto esperar, finalmente o fim de semana em Goiânia chegou! E com ele a oportunidade de participar daquele rolê que é a sua cara! Portanto, se você não pretende ficar em casa durante estes dias de folga, confira a listinha especial que preparamos para você!

Tem um evento para cada gosto! Shows, feirinha, exposição de arte e até festival gastronômico pelos bares da cidade! Ficou curioso? Então dê uma olhada e chame os amigos para aproveitarem com você!

Veja o que fazer neste fim de semana em Goiânia!

1 – Ir ao show da banda Branda no Teatro Sesc

fim de semana em Goiânia

Se o fim de semana em Goiânia começa hoje para você, já fica a dica! O Teatro Sesc receberá abanda Branda em seus palcos no dia 16 de novembro (sexta). O show está marcado para ter início às 20 horas. O trio irá apresentar para o público seu álbum de estreia, intitulado “A Beleza Própria da Inocência”.

Com canções que prezam por melodias estimulantes e bases harmônicas bem trabalhadas, o show promete ser envolvente  do início ao fim. A banda, que é formada por integrantes da mesma família, se apresentará no Teatro Sesc em forma de quarteto, com a presença do guitarrista convidado Brunno Veiga.

Para conferir mais detalhes, acesse nossa agenda cultural!

2 – Ir ao show do Marcos Almeida no Teatro Goiânia

fim de semana em Goiânia

Marcos Almeida está de volta em Goiânia para sua última temporada da turnê “Eu Sarau”. O cantor, que ainda é um instrumentista completo, se apresentará no Teatro Sesi no dia 17 de setembro (sábado), a partir das 20 horas e promete encantar o público.

Para acompanhar sua linda voz durante o show, o músico ainda tocará diversos instrumentos, a exemplo de guitarra, bombo, violão e piano. Marcos já está se apresentando solo com a turnê há três anos.

O show é marcado por momentos de muita versatilidade e descontração. O cantor sempre interage com a plateia, faz leituras poéticas e ainda se permite revelar os segredos das inspirações de suas canções mais populares.

Para conferir mais detalhes, acesse nossa agenda cultural!

3 – Prestigiar exposição individual e gratuita da artista Eloisa Lobo

fim de semana em Goiânia
Foto: Reprodução/ O Popular

Quer aproveitar o fim de semana em Goiânia com estilo? A Época Galeria de Arte está recebendo, desde o dia 14 de novembro (até o dia 30), a exposição “Espetáculo”, com autoria da artista goiana Eloisa Lobo.

Em suas obras, retrata todo o universo lúdico e emocionante do circo em uma mistura com as atrocidades do mundo real. Esse mix é de encher os olhos e provocar momentos realmente reflexivos. A exposição pode ser visitada das 9h às 18h na galeria e tem entrada gratuita. Vale a pena conferir!

4 – Ir até a “Feira das Mina”

Fim de semana em Goiânia: confira o que rola na capital
Foto: Reprodução

Com nome bastante sugestivo, esta é a primeira feirinha organizada para prestigiar os empreendimentos femininos em Goiânia. O público poderá contar com diversos produtos destinados aos mais diferentes públicos.

Terão banquinhas de maquiagem, brechó, arte, tarot, acessórios e vai rolar até um flash tattoo. E para quem gosta de uma cervejinha gelada, também terá um bar atendendo a galera.

Tudo acontece no Ideologia 62 (Serrinha), no dia 18 de novembro (domingo), das 16h às 22h e tem entrada gratuita. O fim de semana em Goiânia promete!

 5 – Participar do festival “Bar em Bar”

fim de semana em Goiânia
Foto: Reprodução/ Ellen Lima

Com o tema “Viva a melhor porção da vida”, o festival “Bar em Bar” chega em Goiânia com sua 12ª edição. A ideia é valorizar a gastronomia dos bares brasileiros em sua mais completa diversidade.

Diversos estabelecimentos da cidade participam do evento e a proposta é que cada  um deles criasse um prato diferente daqueles já oferecidos no cardápio, fomentando a criatividade de nossos chefs. O festival é uma realização da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) e começa hoje (sexta) e vai até o dia 2 de dezembro (domingo).

Confira os bares participantes clicando aqui!

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Esportes

Morre em Pelotas o criador da camisa canarinho, Aldyr Schlee

Schlee foi escritor, jornalista, desenhista e professor.
16/11/2018, 14h48

Após a derrota do Brasil para o Uruguai, em pleno Maracanã, o uniforme branco da seleção brasileira caiu em desgraça. Foi substituído, a partir das eliminatórias da Copa do Mundo de 1954, pelo fardamento que reproduzia as cores da Bandeira do Brasil: camiseta amarela com detalhes nas mangas e na gola em verde e calção azul com listras brancas nas laterais.

O novo uniforme foi escolhido em concurso nacional, vencido pelo gaúcho Aldyr Garcia Schlee, desenhista de 18 anos. Nascido em Jaguarão, na fronteira com o Uruguai, e morador de Pelotas, Schlee se inspirou na camisa da celeste olímpica, como é conhecida a seleção uruguaia, e na combinação de cores do Esporte Clube Pelotas – calções azuis e camiseta amarela.

O autor da camisa canarinho morreu na noite de quinta-feira (15), vítima de um câncer de pele, diagnosticado em 2012. Completaria 84 anos no próximo dia 22 de novembro. A prefeitura de Pelotas decretou luto oficial de três dias.

Schlee foi escritor, jornalista, desenhista e professor. Doutor em Ciências Humanas, foi professor por 30 anos de direito internacional da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e participou da criação do curso de jornalismo da Universidade Católica de Pelotas (UCPel).

Em 1963 ganhou o Prêmio Esso de Jornalismo pela reportagem sobre o xisto betuminoso (rocha a partir da qual é possível produzir petróleo de xisto) no Rio Grande do Sul. Autor e tradutor de quase 30 livros, Schlee recebeu duas vezes o prêmio da Bienal de Literatura e outros seis vezes do Açorianos.

Nos últimos anos, Schlee vivia em Capão do Leão, cidade próxima a Pelotas. Tinha três filhos e três netos. O corpo está sendo velado em Pelotas, onde será enterrado, no fim desta tarde.

Imagens: Folhapress 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.