Mundo

Número de desaparecidos por incêndios na Califórnia chega a 631

16/11/2018, 17h20

ma semana depois do início de dois gigantescos incêndios que atingem a Califórnia, o número de pessoas desaparecidas por causa aumentou dramaticamente e subiu para 631 nesta sexta-feira, 16. O número de mortos no “Camp Fire”, o incêndio florestal mais letal da história do estado na costa oeste dos Estados Unidos, subiu para 63, depois que as autoridades encontraram mais sete corpos na quinta-feira (15). Outras três foram mortas pelo Woolsey Fire, no sul do estado.

O condado de Butte, no norte do estado, onde acontece o incêndio batizado como “Camp Fire”, que com 63 vítimas mortais já é o mais mortífero da história californiana, atualizou na noite desta quinta-feira, 15, a lista de pessoas desaparecidas para 631. O número é mais que o dobro do registrado pela manhã e quase cinco vezes maior que na quarta-feira, 14.

As outras três mortes aconteceram no incêndio que atinge o sul do estado, perto de Los Angeles, e onde as autoridades declararam que não há informação de nenhuma pessoa desaparecida.

A maioria dos desaparecidos vive em Paradise, cidade de 26 mil habitantes que foi destruída pelas chamas. O município fica aos pés da Sierra Nevada, em meio a um clima seco e ensolarado que no último meio século atraiu muitos aposentados. A maioria das pessoas que aparece na lista de desaparecidos tem mais de 60 anos.

Combate aos incêndios

Os bombeiros, por sua parte, conseguiram avançar e controlaram 40% do incêndio após alguns dias com os trabalhos praticamente estancados por conta das condições meteorológicas desfavoráveis.

De acordo com os cálculos mais recentes, o “Camp Fire” queimou um total de 10.321 edifícios (8.650 deles imóveis particulares) e afetou 56.655 hectares.

O governador da Califórnia, Jerry Brown, e o secretário de Interior americano, Ryan Zinke, visitaram nesta quarta a área afetada e prometeram auxílio estadual e federal para ajudar nas tarefas de recuperação.

No próximo sábado, o presidente Donald Trump deverá visitar o Estado para se reunir com pessoas afetadas pelas chamas.

Os efeitos do fogo alcançam a área da baía de São Francisco, de sete milhões de pessoas e a 280 quilômetros de distância do incêndio, onde desde a última semana está ativo um alerta pela má qualidade decorrente da fumaça. (Com agências)

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Em fase de revitalização, Parque Cascavel pode voltar a ser opção de lazer em Goiânia

Passando por um intenso processo de revitalização, o Parque Cascavel já foi uma das mais belas unidades de conservação de Goiânia. Saiba um pouco mais sobre o lugar!
16/11/2018, 17h25

Fazendo divisa com alguns bairros, entre eles o Parque Amazônia, Vila Rosa e Jardim Atlântico, o Parque Cascavel já foi um dos lugares mais queridos de Goiânia por quem buscava bons momentos de sossego. No entanto, já faz algum tempo que os moradores da região reclamam da falta de segurança e do descuido dos órgãos públicos com o parque.

Em reforma desde novembro do ano passado, a esperança é de que o lugar volte a ser tão bonito quanto era antes e comece a atrair mais visitantes. A conclusão das obras estava prevista para setembro deste ano, no entanto, não aconteceu. Recentemente, o lago do local precisou ser esvaziado para conter assoreamento, o que infelizmente, resultou na morte de vários peixes que viviam ali.

Em todo caso, a reforma continua e a população da cidade ainda espera ver um parque completamente revitalizado e que se transforme em mais uma opção de lazer para Goiânia.

Parque Cascavel: um pouquinho de sua história

Em fase de revitalização, Parque Cascavel pode voltar a ser opção de lazer em Goiânia

Criado pela Lei nº 7.884, de 1 de maio de 1999, o Parque Cascavel é uma importante unidade de conservação da cidade, com área de 385.808,70 metros quadrados. Sua área, no entanto, se transformou em um parque no ano de 2008, após parceria entre o setor o público e privado.

Junto a empresas construtoras, a Prefeitura de Goiânia apresentou um projeto de ocupação do fundo de vale do Córrego Cascavel. Foi assim que nasceu um dos parques mais bonitos da capital e que até pouco tempo, contava com diversas opções de lazer para a família goianiense.

Era possível encontrar um enorme lago e um charmoso bosque no parque. Sem contar que ainda tinha estação de ginástica e playground para a garotada se divertir. Entre seus elementos naturais, está a nascente do Córrego Cascavel, que atravessa a mata e vai ganhando forma até compor o lago do lugar.

Em fase de revitalização, Parque Cascavel pode voltar a ser opção de lazer em Goiânia
Foto: Reprodução/ G1

Os visitantes que resolviam aproveitar suas tardes por ali, podiam se deslumbrar com diversas plantas e árvores de nosso cerrado. Bons exemplos são: Ipê, Angico, Jatobá, Embaúba, Buriti, Mutamba, Pindaíba do Brejo, Marmelada, Pau D’óleo, dentre tantas outras.

Vale lembrar que alguns animais silvestres ainda podem ser encontrados no Parque Cascavel, como o macaco guariba, o mico estrela, morcegos e outros pequenos mamíferos e anfíbios.

Para fugir da rotina e esquecer a correria do dia a dia, o parque já foi um lugar bastante agradável e tranquilo. O número de visitantes nunca foi realmente alto, o que proporcionava bons momentos de lazer para aqueles que buscavam por calmaria.

Processos de revitalização

Em fase de revitalização, Parque Cascavel pode voltar a ser opção de lazer em Goiânia
Foto: Reprodução/ Goiânia no Coração do Brasil

Embora ainda receba uma ínfima parcela de visitantes, o parque se encontra em situação de reforma e por isso sua estrutura está ainda mais abalada. Uma das principais reclamações é a de que o lugar não tem vida e acaba amedrontando quem passa por ali.

Moradores da região comentam que poucas pessoas estão trabalhando no processo de reforma e parece que as obras nunca terão fim. Agora que entramos em um período de chuvas irregulares, a situação acaba ficando ainda mais complicada e o fim de tudo isso parece estar ainda mais longe.

Em outubro o lago precisou ser esvaziado para conter um assoreamento, problema que já acontece há pelo menos três anos. Na tentativa de resolver a situação, a Amma fez uma base de concreto e um muro de pedras, na intenção de impedir que terra e o lixo cheguem ao lago através do Córrego Cascavel.

Agora, torcemos para que o parque volte a ser tão belo e majestoso quanto antes, para que as pessoas possam voltar a frequentar o ambiente da forma mais sossegada possível.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Viatura do sistema prisional de Goiás cai em ribanceira e deixa quatro agentes feridos

Gleidson Farely de Almeida Nascimento foi jogado para fora do carro.
16/11/2018, 17h31

Quatro agentes da Administração Penitenciária de Goiás ficaram feridos após uma viatura capotar próximo a Engenho das Lajes, no Gama (DF), na tarde da última quinta-feira (15/11). Nenhum preso estava na viatura no momento do acidente.

A viatura havia levado um detento de Anápolis e voltava para Luziânia, na Região metropolitana, quando o condutor perdeu o controle. Gleidson Farely de Almeida Nascimento, de 30 anos, ficou gravemente ferido e foi transportado ao Instituto Hospital de Base (IHBDF) por um helicóptero.

Os outros três agentes foram levados ao hospital Regional do Gama (HRG). Maicon Bispo Tomás da Silva, de 35; Íris Wagner Souza Silva, 35 e  Jailton Barbo Ferreira, 42, machucaram a cabeça. Jailton foi levado sob suspeita de traumatismo craniano.

A viatura transitava pelo quilômetro 3 da DF-290 por volta de 18h. Inicialmente, a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) informou que o condutor perdeu o controle da direção e desceu um barranco.

Viaturas sem manutenção em Goiás

Para o atendimento, foram mobilizados cinco viaturas, num total de dezesseis militares.

Presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Estado de Goiás, Maxsuell Miranda das Neves, denuncia que o carro não estava apto para o transporte. “A situação preocupante é que as viaturas do sistema prisional estão sem manutenção. Faz 45 dias que as manutenções foram suspensas pela locadora. Isso é brincar com a vida humana. Os especialistas falam que é preciso fazer manutenção antes de viajar. Eles tratam a vida dos agentes como secundário”, esclarece.

A reportagem não conseguiu contato com Hospital Regional do Gama e com o Instituto Hospital de Base.

A DGAP informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que consegue responder à denúncia apenas na próxima segunda-feira (19/11).

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Suspeitos invadem secretaria cidadã com maçarico para roubar caixa eletrônico, em Goiânia

Bandidos amarraram o vigilante e levaram a arma dele.
16/11/2018, 17h37

É, meus amigos, os bandidos estão cada vez mais ousados. A ousadia deles às vezes nos surpreende e a história que vamos contar agora traz uma destas ações e aconteceu na manhã desta sexta-feira (16/11) na Secretaria da Cidadania do Estado de Goiás (SECCIDADA), quando três suspeitos invadiram a secretaria para roubar o caixa eletrônico na unidade.

Uma equipe do 38º Batalhão da Polícia Militar de Goiás (BPM) esteve no local para atender a ocorrência. O Tenente Daniel confirmou ao Portal Dia Online que a PM foi chamada pelo segurança da empresa Defensiva, que fazia a vigilância da (SECCIDADA).

Segundo o tenente, o segurança disse que pelo menos três suspeitos invadiram a agência, o amarraram, procurando o caixa eletrônico que fica dentro da secretaria. Ao encontrar o que procuravam, os suspeitos não explodiram o caixa eletrônico, como é de costume em algumas ações, os indivíduos serraram com um maçarico o caixa.

Em nota enviada ao Portal Dia Online a (SECCIDADA) confirmou o assalto ao anexo da secretaria. Na nota, informa também que três homens invadiram e renderam o guardar que trabalhava na unidade. Depois de estourar o caixa e ver que não tinha dinheiro, os assaltantes fugiram levando a arma do guarda.

Confira na íntegra a nota da Secretaria da Cidadania do Estado de Goiás (SECCIDADA)

“Sobre o assalto ao prédio anexo da Secretaria Cidadã no St Universitário (o principal está localizado na Praça Cívica), temos a informar:

O vigilante da empresa Defensiva, contratada para realizar a guarda do imóvel, foi rendido por três assaltantes por volta de 6h30 da manhã de hoje.

Os bandidos, após roubarem a arma do vigilante, prenderam-no no banheiro da unidade, com objetivo de arrombar um caixa eletrônico instalado no local. Após estourar o caixa e notar que não havia dinheiro no aparelho, deixaram o prédio após cerca de 30 minutos.

A Secretaria Cidadã pediu providências à Polícia Civil para apurar o caso.”

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Mais de 20 bairros de Goianira devem ficar sem água na próxima terça-feira

A normalização do serviço deve ocorrer, gradualmente, ao longo de quarta-feira (21/11).
16/11/2018, 18h09

Na próxima terça-feira, 20 de novembro, mais de 20 bairros da região Central de Goianira, na Região Metropolitana de Goiânia, devem ficar sem água devido a uma manutenção programada pela Enel Distribuição Goiás. O fornecimento de energia será interrompido e com isso o abastecimento de água também ficará comprometido. Segundo a Saneago, a normalização do serviço deve ocorrer, gradualmente, ao longo de quarta-feira (21/11).

O objetivo da ação é executar serviços de melhoria de rede de energia elétrica do município. O abastecimento de água e energia será restabelecido após a conclusão da manutenção. A Saneago pede a compreensão da população e alerta os moradores para o consumo moderado das reservas domiciliares de água tratada.

Bairros de Goianira que devem ficar sem água

Ao todo, 28 bairros da região Central de Goianira ficarão sem o fornecimento de água. Confira abaixo a lista e programe-se!

  • Centro
  • Vila Regina
  • Vila Rica
  • Linda Vista
  • Camélias
  • Mansões Regina
  • Parque Solimões
  • Porto Seguro
  • São Pedro
  • Verdes Mares I
  • Verdes Mares II
  • Setor Delta
  • Leo Lince I
  • Leo Lince II
  • Sobradinho
  • Setor Sul
  • Uirapuru
  • Soares Ville
  • Vila Altino
  • Vila Castilho
  • Jardim D’assis I
  • Jardim D’assis II
  • Vila Klerea
  • Padre Pelágio
  • Imperial I
  • Imperial II
  • São Judas Tadeu
  • Montagno

Dicas de armazenamento de água

Separamos algumas dicas para você economizar água e sempre ter uma reserva em caso de eventuais problemas com o fornecimento de água. Veja abaixo:

– Mantenha um balde no chuveiro para armazenar a água que corre até que atinja a temperatura adequada. Use essa água para lavar o banheiro, na descarga ou para regar as plantas;

– Reaproveite a água do segundo enxágue das máquinas de lavar roupa e louça e utilize para regar as plantas ou lavar as calçadas;

– Em dias de chuva, coloque baldes próximo a queda da calha ou biqueiras para reserva água limpa, que pode ser usada para lavar roupas, casa, vasilhas e até para tomar banho.

Via: Saneago 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.