Brasil

Suspeito da morte de 'Gegê do Mangue' vai à polícia e não fica preso

26/10/2018, 17h00

Apontado como membro da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) e com a prisão preventiva decretada pelos assassinatos de dois líderes da facção, André Luis da Costa Lopes, o “Andrezinho da Baixada”, de 39 anos, se apresentou na noite da quinta-feira , 25, à Polícia Civil do Guarujá, no litoral do Estado de São Paulo. O suspeito, no entanto, não ficou preso. Por força da legislação eleitoral, o mandato de prisão que pesa contra ele não pode ser cumprido.

“Andrezinho” foi indiciado pelos assassinatos de Rogério Jeremias de Simone, o “Gegê do Mangue”, e Fabiano Alves de Souza, o “Paca”, mortos em Aquiraz, no Ceará, em fevereiro deste ano.

Ele se apresentou ao delegado do 2.º Distrito Policial, prestou depoimento e saiu pela porta da frente, acompanhado pelo advogado. Pela lei eleitoral, em razão do segundo turno das eleições, ninguém pode ser preso até as 17 horas do dia 30 de outubro, exceto em caso de flagrante delito. O teor do depoimento do suspeito não foi divulgado.

Depois de ser indiciado pelas mortes dos chefões do PCC, juntamente com um comparsa, Érick Machado Santos, o “Neguinho Rick da Baixada”, de 34 anos, “Andrezinho” desapareceu. O PCC teria liberado um “salve” em presídios de todo o país ordenando a morte da dupla.

A polícia chegou a acreditar que ele estava morto, até maio último, quando “Andrezinho” pediu à Justiça do Ceará o relaxamento da prisão. O pedido foi negado. Há informações de que a cúpula do PCC já teria “perdoado” André Lopes pelas mortes dos dois líderes.

“Gegê do Mangue” foi encontrado morto no dia 18 de fevereiro, em Aquiraz, na região metropolitana de Fortaleza, para onde teriam sido levados de helicóptero. No mesmo local, a área de uma reserva indígena, foi localizado o corpo de “Paca”.

Os dois foram executados a tiros e facadas. Quatro dias depois, também foi assassinado com tiros de fuzil, na capital paulista, Wagner da Silva, o “Waguinho”, considerado o braço direito de Gegê.

“Andrezinho” foi considerado pela polícia do Ceará um dos participantes diretos da execução dos líderes do PCC. Ele teria chegado ao Ceará no dia 13 de fevereiro e se hospedado em um hotel com mais três acusados.

No dia 15, ele e “Neguinho Rick da Baixada” deixaram o hotel sem pagar a última diária. O crime aconteceu menos de uma hora depois.

Além da dupla da Baixada Santista, a polícia cearense indiciou pelos crimes o piloto de helicóptero Felipe Ramos Morais, de 31 anos, preso em Goiás, em maio – ele teria levado as vítimas até a emboscada. Outro envolvido, Wagner Ferreira da Silva, 32 anos, o “Cabelo Duro”, foi morto no dia 23 de fevereiro em São Paulo.

“Andrezinho” figura como dono de uma chácara no município de Bertioga, no litoral paulista, avaliada em cerca de R$ 1 milhão. O imóvel foi bloqueado pela justiça por suspeita de origem ilícita. A chácara foi adquirida há três anos e passou por reformas, incluindo a construção de uma piscina.

Conforme vizinhos, André Luiz da Costa Lopes costumava dar festas no local. Depois dos assassinatos atribuídos a ele, a chácara tem permanecido vazia.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Esportes

Goiás busca reabilitação em confronto direto, no Olímpico

A derrota na última rodada, além de afastar o Goiás da disputa pelo título, o colocou em situação complicada na tabela.
26/10/2018, 17h36

Após a derrota sofrida diante do CRB, o Goiás tenta reencontrar o caminho das vitórias nesta sexta-feira, 26, às 21h30, no Estádio Olímpico. O adversário é o Avaí, quarto colocado, que está um ponto atrás da equipe alviverde. O jogo é válido pela 33° rodada da Série B.

O Esmeraldino, que ocupa a terceira colocação com 53 pontos, precisa da vitória para voltar à vice-liderança da competição. A derrota na última rodada, além de afastar o Goiás da disputa pelo título, o colocou em situação complicada na tabela.

São apenas dois pontos de vantagem para o quinto colocado. Dependendo do resultado no confronto entre Vila Nova e Londrina, a equipe alviverde pode sair do G-4.

O Avaí, que empatou com o Oeste no último sábado, também necessita de uma vitória para se manter entre os quatro primeiros da competição. A equipe catarinense busca retornar à Série A após rebaixamento no ano passado.

O técnico Geninho, velho conhecido da torcida esmeraldina, tem vários desfalques para o confronto desta noite. O lateral-esquedo Capa, o zagueiro Airton e centroavante Rodrigão cumprem suspensão por receber o terceiro cartão amarelo. Já o experiente Marquinhos, camisa 10 da equipe catarinense, será preservado pelo treinador.

Goiás pode ter mudanças na escalação

O Goiás tem apenas uma baixa para o duelo contra o Leão da Ilha. Liberado pelo departamento médico, a escalação do zagueiro Victor Ramos entre os titulares era certa, porém, o defensor voltou a sentir desconforto muscular. Com isso, Edcarlos deve ser mantido na equipe.

Durante a semana o técnico Ney Franco não descartou alterações na equipe titular. Contestado por parte da torcida, Alex Silva pode perder a vaga para Caique Sá na lateral-direita. Felipe Gedoz e Robinho também podem aparecer entre os titulares.

Goiás e Avaí entram em campo às 21h30, no Estádio olímpico.

Escalação provável

Goiás: Marcos; Caique Sá, David Duarte, Edcarlos, Ernandes; Gilberto, Giovanni e Renato Cajá (Felipe Gedoz); Michael, Rafinha (Robinho) e Lucão.

Técnico: Ney Franco

Avaí: Maurício Kozlinski; Guga, Marquinhos Silva, Betão e Igor Fernandes; Judson, Matheus Barbosa, Pedro Castro; Jones Carioca ( Renato Amorim), Renato e Getúlio.

Técnico: Geninho

Imagens: Esmeraldino 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Esportes

Sonhando com acesso Atlético Goianiense encara o Boa Esporte em Minas

Em caso de vitória do rubro-negro goiano time comandando pelo técnico Wagner Lopes, mantêm vivas as chances de acesso.
26/10/2018, 17h44

O Atlético Goianiense entra em campo neste sábado à tarde (27/10) buscando a segunda vitória consecutiva sobre o comando do técnico Wagner Lopes contra o Boa Esporte de Minais Gerais,  pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

O duelo entre as duas equipes é de opostos, uma vez que o clube mineiro é o lanterna do Campeonato, com 29 pontos conquistados e busca fugir do rebaixamento, enquanto os goianos ainda sonham com o acesso. O time do técnico Wagner Lopes ocupa hoje a 6ª posição com 48 pontos conquistados, atrás de Vila Nova que é o 5º e do Goiás que atualmente está na 3ª colocação.

Enquanto o rubro-negro goiano, não tem nenhum desfalque para o jogo diante do Boa Esporte, o clube mineiro não poderá contar com lateral Helder, machucado depois de tomar uma pancada no joelho no jogo contra o Guarani.

Mesmo com à ausência do lateral, o time mineiro conta com os retornos de William Barbio, que inclusive tem passagens pelo Atlético Goianiense, voltando depois de cumprir suspensão, por ter sido expulso no duelo contra o Vila Nova. E Djavan que volta depois de cumprir automática pelo terceiro cartão amarelo.

Vitória fora de casa pode manter Atlético Goianiense vivo na briga pelo acesso

Independente dos resultados dos outros jogos, se o rubro-negro goiano conquistar os três pontos, o time do técnico Wagner Lopes, chega aos 51 pontos e vivo na briga por uma vaga na série A do ano que vêm, mesmo faltando 5 rodadas para o final do campeonato.

Depois do confronto contra o Boa, o dragão volta a campo no próximo sábado (3/11), quando recebe o líder do Campeonato Fortaleza (CE), jogo que pode marcar a conquista do título do time comandado pelo ex-goleiro do São Paulo, Rogério Ceni. Enquanto isso, o clube mineiro viaja para Alagoas para encarar o CRB.

Escalação provável

Boa Esporte: Fabrício; Gabriel, Rodrigão, Rafael Jensen e Alisson; Djavan, Machado e Bruno Tubarão; William Barbio, Talyson e Manoel.

Técnico: Tuca Guimarães.

Atlético Goianiense: Alisson, Lucas Rocha, Oliveira e Jonathan; Pedro Bambu, Fernandes e João Paulo; Júlio César, Thiago Santos e Renato Kayzer.

Técnico: Wagner Lopes

O árbitro da partida será Savio Pereira Sampaio (DF), que terá como auxiliares Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e Ciro Chaban Junqueira (DF).

Imagens: Facebook 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Dia Gourmet

14 lugares para saborear as melhores cervejas artesanais em Goiânia

Lager, Ale, Lambic e tantos outros tipos e estilos. Os apaixonados pela cevada buscam cada vez mais por cervejas artesanais em Goiânia. Confira!
26/10/2018, 18h14

Já faz algum tempo que as cervejas especiais conquistaram seu espaço no mercado. Diversos bares e pubs já reservam um espacinho completamente dedicado para esse tipo de cerveja, que por sinal, possui um público bastante cativo. Isso porque aquela ideia de que cerveja é tudo igual já não faz mais sentido. É possível escolher entre diversas opções que não se diferenciam apenas na cor e no gosto, mas também no cuidado com o qual foram fabricadas. Se você é apaixonado pela produção artesanal, precisa conhecer os melhores lugares para apreciar cervejas artesanais em Goiânia!

Cervejas artesanais em Goiânia? Confira!

1 – Tabú Cervejas Especiais

cervejas artesanais em Goiânia
Foto: Reprodução

Em busca de boas cervejas artesanais em Goiânia? Então você precisa conhecer o Tabú. É um estilizado búrguerbar, com ambiente descontraído e moderno, funciona também como baladinha alternativa. Possui mesas externas e ótimos coquetéis, mas é claro, o destaque vai para sua carta de cervejas, que é variado e agrada todos os gostos.

Funcionamento: quarta e quinta, das 18h30 às 2h / sexta e sábado, das 18h30 às 3h / domingo, das 18h às 2h30

Telefone para contato: (62) 99649-0494

Endereço: R. 140, 127 – St. Marista, Goiânia – GO, 74170-060

2 – Hops Cervejas Especiais

cervejas artesanais em Goiânia
Foto: Reprodução

Um espacinho convidativo e intimista, conta sempre com boa música e diversos rótulos de cervejas artesanais e especiais. Vale a pena conferir e encontrar aquela que mais combina com seu paladar!

Funcionamento: terça e quinta, das 17h às 00h / sexta, das 17h às 2h / sábado, das 11h às 00h

Telefone para contato: (62) 3215-8162

Endereço: Rua 3, 955 – St. Oeste, Goiânia – GO, 74120-020

3 – Épica Cervejas Especiais

cervejas artesanais em Goiânia
Foto: Reprodução

Boa opção de cervejas artesanais em Goiânia, a Épica possui um ambiente que impressiona, tanto pela decoração quanto pelo clima agradável que o local consegue transmitir. Possui variados rótulos, incluindo cerca de 23 tipos de cervejas. Ainda é possível desfrutar de bons petiscos.

Funcionamento: terça a sexta, das 18h às 00h / sábado, das 16h às 2h

Telefone para contato: (62) 3097-5118

Endereço: Avenida Graça Aranha, Quadra 36, Lote 5 casa, 2 – Jardim Nova Era, Aparecida de Goiânia – GO, 74916-070

4 – Natur Bier

cervejas artesanais em Goiânia
Foto: Reprodução

A micro-cervejaria Natur Bier é totalmente artesanal. Segue tradições e experiências de família, descendentes de alemães. Produtora da própria cerveja, também oferece para seus clientes pratos tipicamente germânicos, em um ambiente rústico e tradicional.

Funcionamento: terça a sábado, das 16h às 00h / domingo, das 9h às 16h

Telefone para contato: (62) 3285-7541

Endereço: Av. C-205, 413 – Jardim America, Goiânia – GO, 74270-020

5 – Belgian Dash Pub

cervejas artesanais em Goiânia
Foto: Reprodução/ Facebook BDP

Localizado no Setor Sul e com fácil acesso, o Belgian Dash Pub é um dos melhores lugares para degustar boas cervejas artesanais em Goiânia. Além de variados rótulos, ainda oferece para seus clientes bons drinques e deliciosos petiscos. O ambiente conta com decoração rústica e  aquele climinha descontraído que todo mundo adora.

Funcionamento: segunda a quinta, das 15h às 00h / sexta, das 15h à 1h30 / sábado, das 11h às 1h30

Telefone para contato: (62) 3218-6792

Endereço: R. 91 A, 184 – St. Sul, Goiânia – GO, 74083-160

6 – Mönch Bier Pub Cervejas do Mundo

14 lugares para saborear as melhores cervejas artesanais em Goiânia
Foto: Reprodução

Este é um daqueles barzinhos musicais que sempre contam com uma atração diferente. Valorizando o bom e velho rock’n roll, o ambiente é incrível e atrativo. A carta de cervejas artesanais conta com opções nacionais e importadas. Também há promoção de chopp das 18h às 21h, onde a caneca sai por apenas R$ 5. Vale a pena!

Funcionamento: terça a quinta, das 18h às 2h / sexta e sábado, das 18h às 4h

Telefone para contato: (62) 99178-7448

Endereço: R. 144, 665 – St. Marista, Goiânia – GO, 74170-030

7 – Bräuhaus Escola da Cerveja

cervejas artesanais em Goiânia
Foto: Reprodução

Muito mais do que um simples pub, o amor pela cerveja fez com que os proprietários da Bräuhaus dessem início a uma verdadeira escola, ensinando os interessados a fabricaram essa delícia de forma artesanal.

Mas claro, o pub conta com os melhore rótulos nacionais e internacionais, insumos para a fabricação de cerveja caseira e vários souvenirs para os amantes de cervejas especiais. O ambiente conta com um espacinho rústico e é ideal para reunir os amigos!

Funcionamento: terça a sexta, das 16h às 00h / sábado, das 10h às 00h

Telefone para contato: (62) 3089-0200

Endereço: Quadra L-18, Lote 38, R. Rui Brasil Cavalcante, 639 – St. Oeste, Goiânia – GO, 74140-140

8 – Parada 21 bebidas

cervejas artesanais em Goiânia
Foto: Reprodução

Fundada em 2008, a Parada 21 é uma loja de bebidas que visa oferecer para seus clientes uma estrutura diferenciada, trabalhando sempre com as melhores marcas de chopps, cervejas especiais, tradicionais, vinhos, destilados e outros.

Funcionamento: segunda, das 14h às 22h / terça a sexta, das 12h às 23h / sábado, das 9h às 00h / domingo, das 9h às 22h

Telefone para contato: (62) 3954-7803

Endereço: Avenida C182 c, Rua C-165, 609 – quadra 366 lote 13 – Jardim America, Goiânia – GO, 74275-020

9 – Brejaria Terres Cerveja Artesanal

cervejas artesanais em Goiânia
Foto: Reprodução

Com ambiente bastante família, possui tendas ao ar livre, onde estão dispostas a maioria das mesas. Com diversas opções de pratos e petiscos, o cliente ainda pode escolher entre uma variada carta de cervejas fabricadas nacionalmente ou importadas. Para quem não dispensa um bom chopp o lugar também é uma boa opção!

Funcionamento: terça a quinta, das 17h às 00h / sexta, das 17h à 1h / sábado, das 14h à 1h / domingo, das 12h às 20h

Endereço: R. C-135, 375 – Jardim America, Goiânia – GO, 74275-040

10 – Território do Cervejeiro

cervejas artesanais em Goiânia
Foto: Reprodução

Para quem procura boas cervejas artesanais em Goiânia precisa conhecer o lugar! Prezando sempre em oferecer o melhor atendimento para seus clientes, o Território do Cervejeiro, como o próprio nome já supõe, é o lugar ideal para quem pretende experimentar os melhores rótulos nacionais e importados.

Funcionamento: segunda, das 14h às 00h / terça a sexta, atendimento 24 horas / sábado, das 00h às 14h

Telefone para contato: (62) 3932-7497

Endereço: Av. T-2, 1950 – St. Bueno, Goiânia – GO, 74215-010

11 – Velvet36 Rock’n Roll Bar

cervejas artesanais em Goiânia
Foto: Reprodução

O bar é ambientado no estilo rock’n roll e lembra muito os pubs norte americanos. Com pratos, hambúrgueres e petiscos saborosos, seu diferencial ainda vai para as cervejas artesanais, que possuem variadas opções.

Funcionamento: terça a domingo, das 17h30 às 23h30

Telefone para contato: (62) 3941-8549

Endereço: R. 36, 378 – St. Marista, Goiânia – GO, 74150-240

12 – Matuto Bar

cervejas artesanais em Goiânia
Foto: Reprodução

O Matuto Bar oferece muito mais do que boas cervejas artesanais em Goiânia, ou deliciosos petiscos. A intenção do bar é proporcionar experiências inesquecíveis para aqueles que o frequentam. Sempre com excelente atendimento, quem for até o local se depara com um ambiente rústico com varanda e mesinhas ao ar livre. Para quem gosta, também tem música ao vivo!

Funcionamento: segunda, das 18h às 00h / terça a sexta, das 18h à 1h / sábado, das 12h às 00h

Telefone para contato: (62) 3941-1708

Endereço: R. 242, 190 – Setor Leste Universitário, Goiânia – GO, 74603-190

13 – Bière Gourmet

cervejas artesanais em Goiânia
Foto: Reprodução/ Bière

Em um lugar bastante agradável e ambientação rústica, os clientes podem encontrar variadas opções de cervejas artesanais, sejam elas importadas ou nacionais. Também é uma boa opção para happy hour!

Funcionamento: segunda a domingo, das 15h à 1h

Telefone para contato: (62) 3636-3900

Endereço: Qd. C-2, Lote 01-E, Sala 08, Galeria Boulevard – Rua 46, S/N – Jardim Goiás, Goiânia – GO, 74805-440

14 – Chefe Knut

cervejas artesanais em Goiânia
Foto: Reprodução

Além do que há de melhor em cervejas artesanais em Goiânia, os clientes ainda podem contar com deliciosos pratos da gastronomia alemã. Boa parte de suas cervejas também são de origem germânica, garantindo qualidade e sabor excepcionais.

Funcionamento: terça a quinta, das 18h às 22h30 / sexta e sábado, das 18h às 00h / domingo, das 11h30 às 19h

Telefone para contato: (62) 3941-4468

Endereço: R. 139, 377 – St. Marista, Goiânia – GO, 74170-150

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Suspeito conta como ajudou matar mulher jogada de ponte, em Goiânia

Crime teria sido motivado por um causa de uma dívida de R$87 reais em drogas.
26/10/2018, 18h31

Dois suspeitos de matar e jogar o corpo de Rosângela Corrêa Lima, de 54 anos, no córrego Cascavel, no Jardim América, em Goiânia, foram identificados na noite de quinta-feira (25/10).

Dois maiores e um menor teriam participado do crime. Policiais militares cruzaram informações e solucionaram o crime menos de 24 horas depois de o corpo da vítima ser encontrado quarta-feira (24/10), quatro dias depois de ter desaparecido.

Para os PMs e, depois, para o delegado responsável pela investigação, Ernani Cazer, os dois informaram que armaram uma arapuca para Rosângela, que trabalhava como vigiadora de carros, por causa de uma dívida de R$84.

Os dois policiais que identificaram o grupo conheciam o trio – um foi preso, o segundo apreendido porque tem 15 anos e um terceiro fugiu.

“Eles falaram com informantes que deram dicas. Os policiais chegaram ao menor, que confessou sua participação e indicou os outros envolvidos”, disse.

Caio Rodrigues Morais Silva, de 18 anos, confessou em vídeo que uma dívida da vítima teria motivado o crime. “Outro conhecido como Maranhão está foragido”, complementa o delegado.

O delegado explica que os suspeitos chamaram a vítima para consumir droga em uma residência abandonada. “Quando ela chegou, eles cobraram dinheiro, mas ela não tinha e, por isso, a mataram”, diz. “Eles realmente planejaram o crime e não demostraram arrependimento.”

Segundo o delegado, a perícia constatou sangue no local do crime. “Ela estava de costas quando um deles acertou a paulada na cabeça dela. Quando a vítima tentou levantar, o Maranhão (que está foragido) enfiou uma faca em sua nuca.”

O adolescente foi encaminhado para a Delegacia de Polícia de Apuração de Atos Infracionais (DEPAI).

Assista ao vídeo:

View this post on Instagram

SUSPEITO CONTA COMO AJUDOU MATAR MULHER JOGADA DE PONTE, EM GOIÂNIA ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ Dois suspeitos de matar e jogar o corpo de Rosângela Corrêa Lima, de 54 anos, no córrego Cascavel, no Jardim América, em Goiânia, foram identificados na noite de quinta-feira (25/10). ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ Dois maiores e um menor teriam participado do crime. Policiais militares cruzaram informações e solucionaram o crime menos de 24 horas depois do corpo da vítima ser encontrado quarta-feira (24/10), quatro dias depois de ter desaparecido. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ Para os PMs e, depois, para o delegado responsável pela investigação, Ernani Cazer, os dois informaram que armaram uma arapuca para Rosângela, que trabalhava como vigiadora de carros, por causa de uma dívida de R$84. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ LEIA MAIS EM: diaonline.r7.com

A post shared by Dia Online (@portaldiaonline) on

Relembre o caso de mulher jogada de poste em carrinho de supermercado

Rosângela, que foi vista pela última vez no último sábado (20/10) por volta das 21h, foi encontrada enrolada em cobertores e sacos de lixo preto dentro de um carrinho de supermercado em uma vala no córrego Cascavel, debaixo da ponte da Avenida C-12, no Jardim América, em Goiânia. 

A Polícia suspeita que o corpo foi jogado de cima da ponte dentro do carrinho. “Ter encontrado o corpo foi um alívio para nós, amigos e familiares”, diz Mônica de Castro.

Mônica parece não acreditar que a amiga divertida foi assassinada com tanta crueldade. “Ela faz muita falta e por isso deixou todo mundo abalado desde o desaparecimento. A família está um pouco perdida também”, complementa Mônica.

O delegado responsável pela investigação, Ernane Cazer, adiantou informações com as quais pretende elucidar o assassinato. “Vamos ouvir a família inicialmente porque tem elementos e, por isso, temos expectativa de que sejam suficientes para afirmar a autoria. Como ela era usuária de drogas, vamos levantar quem andava com ela, por exemplo”, revela o delegado.

Segundo a família, o corpo dela sofreu pancadas de paulada e pelo menos uma facada na nuca. “Ela tem alguns hematomas no rosto”, conta o primo de Rosângela, Leonardo Guimarães Neto, 28 anos. Ele ainda classifica o crime como “horrível” e acredita que tenha sido um assalto. “Ela saiu de casa e não retornou. Foi assassinada e teve o celular roubado. Ela adorava confeitar, cozinhar”, lembra.

Mulher assassinada em Goiânia era usuária de drogas

Conforme uma vizinha contou ao Dia Online, a vítima, depois de não conseguir escapar do vício das drogas, passou a vigiar carros próximo a um bar da região do Jardim América. “Perdemos uma pessoa muito especial”, lamenta, sem se identificar.

Em uma postagem no Facebook, uma amiga agradeceu o apoio aos amigos e familiares após a confirmação da morte de Rosângela:

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.