Goiás

Jovem baleado em Anicuns após brincar de roleta russa está em estado grave no HUGOL

A arma usada pelo adolescente seria da mãe.
26/10/2018, 11h01

Um jovem de 17 anos foi baleado na cabeça enquanto brincava de “roleta russa” com um revólver calibre 32 que seria da mãe do adolescente. O episódio aconteceu nesta quinta-feira, (25/10), por volta das 17h, em Anicuns, a 83 km da capital.

De acordo com a Polícia Militar (PM), ao chegar na residência da vitima, três amigos disseram que o jovem estava manuseando a arma quando tirou as munições, deixando apenas uma e começou a brincar, até ser baleado.

Acionada pela prima da vítima, a Polícia Militar chamou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) que constatou o tiro na cabeça. O jovem foi encaminhado para um hospital de Anicuns, mas, como o estado de saúde era grave, ele foi transferido para o Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (HUGOL), em Goiânia.

A PM informou na ocorrência que a vítima apresentava convulsão no momento que chegaram ao local, os PMS ainda tiraram o revólver da mão do adolescente.

Os três adolescentes, amigos da vítima, que testemunharam o fato, foram levados para a delegacia de polícia civil de Anicuns, onde um escrivão registrou o caso e liberou os menores.  As investigações ocorreriam posteriormente. Eles também foram informados  que serão intimados para depor sobre o caso.

Em nota o Hugol informou que o paciente encontra-se na UTI, em estado grave e respirando com a ajuda de aparelhos.

Ainda de acordo com a PM, a arma ficou apreendida com duas munições intactas.

Outro caso

Essa semana outro caso chamou a atenção, um soldado da Polícia Militar (PM) passou a tarde bebendo com o colega, quando o PM de 31 anos começou a brincar com a arma e disparou acidentalmente contra o amigo, de 20 anos. Desesperado, o soldado atirou na própria cabeça quando viu o que havia feito. O caso aconteceu na Avenida Planíce, no Vila Itatiaia.

Imagens: Russia Beyond 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Entretenimento

'Ainda estou com futuro indefinido', diz Porchat sobre eventual saída da Record

Porchat comentou o sucesso do programa na Record TV.
26/10/2018, 11h44

Fábio Porchat declara que ainda está com o futuro indefinido. Ele participou do programa Tricotando, da Rede TV, nesta quinta-feira, (25/10). No dia 22 de outubro, a assessoria de imprensa da Record TV confirmou a saída de Porchat do quadro de apresentadores, após quase dois anos e meio no ar. A emissora também informou na ocasião que “busca um outro projeto para o horário”.

Agora, em entrevista a Franklin David, o humorista não descartou a possibilidade de continuar na emissora. “Ainda estou com futuro indefinido, não faço a menor ideia do que será meu ano que vem. Vou voltar a conversar com eles agora no final do ano, vamos ver como é que vai ser”, afirmou Porchat. O contrato dele vai até dezembro.

O humorista desmentiu boatos de que houve desentendimento entre ele e a emissora por causa de convidados que gostaria de chamar para participar do programa. “A minha questão com a Record é outra. A gente está se conversando e se falando, então, as coisas entre mim e eles, a gente está falando super bem. Depois que eu falei isso, a gente já conversou algumas vezes”, tentou explicar sem dizer o que o incomodava.

Fábio Porchat comemorou os resultados de sua produção. “O programa está funcionando, está dando certo, dando Ibope. Está engraçado, divertido e isso que é ótimo”, avaliou.

Ele também falou sobre o carinho e admiração que tem por Jô Soares, destacando que ele “sedimentou o talk show no Brasil”. No perfil oficial no Instagram, Porchat publicou uma foto em que aparece com Jô. “Meu jantar ontem foi em boa companhia”, escreveu na legenda da foto, com direito a coração.

O caso

Em setembro, o colunista Felipeh Campos afirmou que Fábio Porchat irá trocar a TV Record pela TV Globo. O apresentador estaria “cansado” das idas e vindas entre São Paulo e Rio de Janeiro para gravar o seu programa.

Imagens: area vip 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Economia

Goiás fecha o ano no vermelho com déficit de R$ 241 milhões de reais

O índice registrado é o menor nas últimas três décadas segundo o atual governador José Eliton (PSDB).
26/10/2018, 13h21

O Estado de Goiás deve fechar o ano de 2018 com um déficit de R$ 241 milhões de reais, as informações foram divulgadas na última quinta-feira (25/10) pelo Governador do Estado, José Eliton (PSDB).

 O Popular na manhã desta sexta-feira (26/10), o déficit é o menor registrado nos últimos anos em Goiás. No ano passado, a diferença entre receita e despesas registrou um déficit superior a R$ 500 milhões do total arrecadado no período, que, em percentual, representa 2,12%. Em 2018, a diferença do valor arrecadado em porcentagem é de 0,99% em relação ao ano passado.

Na reportagem, o governador José Eliton disse que o grande desafio do governador eleito, Ronaldo Caiado, vai ser com a previdência dos servidores do Estado.

Em 2018 saíram dos cofres públicos em Goiás R$ 2,3 bilhões de reais

Segundo José Eliton, em Goiás o aumento registrado foi de R$ 300 milhões de reais no déficit, durante esse ano, quando saiu dos cofres públicos do Estado R$ 2,3 bilhões reais, que representa um aumento de 118% nos últimos quatros anos, apenas para pagar aposentadorias e pensões.

Segundo a publicação, o governador afirmou que se o Estado tivesse R$ 2 bilhões de reais, teria mais condições de fazer investimento e ampliá-los sem maiores dificuldades, mas que isso precisa ser discutido no âmbito na nacional. Ainda conforme o governador, o Estado não têm muito o que fazer, pois, aumentou a alíquota e fez todas alterações possíveis nos anos anteriores.

Além da questão previdenciária, o atual governador informou que o outro detalhe com o qual o governador eleito Ronaldo Caiado (DEM) terá que ter bastante atenção é com a folha dos imperativos legais como: incrementos fiscais, data base e piso da educação, que tem bastante peso na economia do Estado. Isto por que segundo José Eliton as despesas nestas áreas passaram de R$ 9,8 bilhões de reais, em 2014 para R$ 13,2 bilhões em 2018.

Os números mostram que esse é o menor índice registrado nas últimas três décadas no Estado, e que a maioria das dívidas contraídas foram antes dos governos de Marconi Perillo (PSDB) em 1999 e 2010, segundo José Eliton.

Via: O Popular 
Imagens: Diário da Manhã 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Esportes

Tite brinca sobre Allan em lista: 'O Sylvinho me pressionou para convocá-lo'

O treinador disse que foi "pressionado" pelo auxiliar técnico, que o convenceu a dar uma primeira chance ao jogador.
26/10/2018, 13h34

O técnico Tite exibiu bom humor nesta sexta-feira ao comentar a convocação do volante Allan, do Napoli, para os amistosos que a seleção brasileira fará contra Uruguai e Camarões, respectivamente nos dias 16 e 20 de novembro, na Inglaterra. O treinador disse que foi “pressionado” pelo auxiliar Sylvinho, que convenceu o comandante a dar uma primeira chance ao jogador do time italiano após acompanhar de perto o futebol do atleta desde quando integrou a comissão técnica da Inter de Milão.

“Ele (Sylvinho) me pressionou para caramba. Deveria ter convocado antes”, afirmou, sorrindo, o treinador, em entrevista coletiva na sede da CBF, no Rio, onde em seguida deixou o seu novo auxiliar fixo na seleção justificar a presença do atleta de 27 anos, ex-Vasco e Udinese, nesta lista de 23 nomes chamados para defender a equipe nacional.

“Faz sete anos que ele está na Europa. Começou na Udinese. No Napoli, jogava com (o técnico Maurício) Sarri no (esquema) 4-3-3. Sempre fez essa função. Não vai ver número de gols e passes avantajados, mas é dinâmico. Sabe fazer, executar funções no meio de campo. Começou esta temporada com (Carlo) Ancelloti no 4-4-2. Ainda assim, ele continua fazendo o segundo homem de meio. No formato de três no meio, continua sendo o segundo. Ele está aqui por méritos”, disse Sylvinho.

Tite comenta oportunidade dada a Allan

Tite também comentou sobre a convocação de Allan e destacou que o jogador mereceu essa oportunidade em um momento no qual o principal foco de sua comissão técnica é a montagem da seleção que jogará a Copa América, no Brasil, no próximo ano.

“É oportunizar, mas montando uma estrutura básica para Copa América. Há atletas que seriam difícil ir à Copa América, ainda mais Copa do Mundo. Mas é fazer essa transição. No 4-3-3 ou no 4-4-2, o Allan alterna saída, como foi no jogo (do Napoli) contra o PSG (na última quarta-feira, pela Liga dos Campeões). Fez por merecer”, enfatizou o treinador, para em seguida lembrar que anteriormente não teve como “assegurar a convocação” do volante Jorginho, ex-Napoli e hoje no Chelsea, e isso motivou o atleta a optar por defender a seleção italiana.

Paulinho

Outra novidade da convocação da seleção nesta sexta-feira foi a volta de Paulinho, do Guangzhou Evergrande, da China, chamado para atuar pelo Brasil pela primeira vez após ter sido titular da equipe nacional na Copa do Mundo de 2018. E Tite defendeu o retorno do atleta e ao mesmo tempo avisou que Fernandinho, do Manchester City, vai voltar a ser chamado depois de ter ficado fora desta lista.

“O Paulo tem lastro muito grande com a seleção brasileira. Se reinventou mais agressivo. O Paulinho é mais rompedor. Não veio o Fernandinho, não que eu não quisesse. Ele vai retornar. São grandes virtudes morais e técnicas. Não sei para a Copa, mas pela qualidade técnica, pelo que vem jogando no City, pela qualidade moral. Não vai ser acidente de percurso que vai retirar”, disse, se referindo ao jogo no qual o atleta fez um gol contra na derrota por 2 a 1 para a Bélgica, na Rússia, nas quartas de final do Mundial.

Imagens: Globoesporte.com 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Foragido, cantor confessa em vídeos no WhatsApp que matou mulher, em Caldas Novas

"Não adianta arrepender mais", diz suspeito em vídeo, em tom de deboche.
26/10/2018, 13h46

Foragido depois de matar a mulher, Nayara Gama, de 25 anos, em Caldas Novas, Osmarildo da Gama Borges, conhecido como Kauan Cigano, de 28 anos, enviou vídeos em um grupo de ciganos no WhatsApp tentando justificar porque matou a jovem, fugiu e ainda levou o filho do casal, um bebê de 1 ano e três meses.

Nayara foi encontrada morta no último dia 19 de outubro em uma estrada da zona rural de Caldas Novas, em Goiás.

Ciganos de vários estados deram nove dias para Osmarildo se entregar, ao contrário, ele seria morto. Por isso, ele resolveu gravar os vídeos para culpar a vítima. Conforme contaram membros da comunidade da vítima para a reportagem, se o tempo determinado pelos ciganos se esgotar, um familiar próximo dele pode ser assassinado.

“Todo mundo sumiu porque na comunidade cigana o costume é a vingança”, comenta ao Portal Dia Online, o delegado responsável pelas investigações, Tibério Martins Cardoso. “Ele tem parente pelo interior e em outros estados”, relata o delegado.

No vídeo, o suspeito diz, em tom de deboche: “Não adianta arrepender mais.” Para o delegado, os vídeos mostram um homem com medo dos ciganos e não arrependido pelo crime.

“Do jeito que ele falou, está pedindo desculpas. Se qualquer cigano que tiver ligação com a família da jovem, vai querer vingar a morte em qualquer lugar do Brasil. Do jeito que uma cigana falou pra gente aqui na delegacia, eles levam isso muito a sério”, considera o delegado.

Dor

“Estou vivendo ainda por ‘mode’ meus netos”, diz a mãe de Nayara, Cirlene Gama Feitosa, de 47 anos, por telefone. “Ele matou minha caçulinha, minha menina, que nunca me abandonou. Ela me deu dois netos, que são minha força de vida.”

Nayara era a caçula de duas filhas e, para Cirlene, uma amiga. Emocionada,  conta para a reportagem que a violência era comum na vida do casal. “Ele batia muito nela. Na última vez, ele deixou o corpo dela marcado, ela foi na delegacia, mas voltou atrás com medo dele ser preso”, revela.

Cirlene conta que não consegue dormir pensando no terror que a filha passou ao ter uma arma descarregada em seu corpo. “Eu falava muito para ela: ‘Minha filha, esse homem vai fazer uma arte com você’. Ele matou minha filha, levou os documentos e jogou o corpinho dela na beira da estrada. Por falta dos documentos, a gente teve dificuldade até para enterrar. Ele não pensou na família. Ele judiou demais dela”, disse ao telefone.

Cantor e violento: o cigano que matou mulher em Caldas Novas

Osmarildo é conhecido nos botecos de Caldas Novas por cantar músicas sertanejas que escrevia para a mulher que ele matou. Por ali, seu nome é Kauan. O Kauan cigano, que atravessava as noites cantando modas de viola.

Meses antes de cometer o crime, o casal se separou e ele escreveu uma melancólica canção para Nayara.  “É uma música horrível. Um pavor”, conta uma familiar da vítima.

Quase ninguém gosta de comentar sobre o suspeito de matar a mulher e, quando falam, não querem ser expostos. Em um vídeo no YouTube, Osmarildo ameaça um homem com um revólver. Veja o vídeo aqui.

Além de ciumento, o cantor romântico, que postou vários vídeos no YouTube com mais de 40 mil acessos, proibia a mulher usar celular. “Ele era possessivo, deixava ela ligar para mim apenas pelo telefone dele”, lembra a mãe dela, Cirlene Gama.

Nayara foi assassinada, conta a família, depois que o marido espancou ela durante a madrugada anterior. O delegado suspeita que a criança viu tudo. A mesma criança que não conseguiu se despedir da mãe, outra vítima de feminicídio em Goiás.

“Minha filha morreu porque não queria entregar meu neto para o pai. Ela não conseguia ficar sem o filho”, lembra Cirlene, chorando.

Veja vídeo de confissão de suspeito:

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.