Brasil

Suposto vídeo íntimo de candidato João Dória vaza na internet

Candidato João Dória está à frente das pesquisas ao governo de São Paulo.
23/10/2018, 15h57

A poucos dias do segundo turno das eleições, um video com o ex-prefeito e candidato ao Governo do Estado de São Paulo, João Dória (PSDB), viralizou em diversos grupos do WhatsApp, Twitter e Instagram.

O video mostra um homem cuja característica associam ao candidato em um quarto cercado por cinco mulheres.  Pelado, o homem está descontraído em um momento íntimo com o grupo de mulheres que tiram roupas em cima de uma cama.

As informações foram publicadas por vários sites. O suposto video com o  candidato do PSBD ao Governo de São Paulo, João Dória tem circulando nos grupos e vai contra o que o candidato do PSDB tem pregado durante a campanha eleitoral, sobre a família brasileira. Dória é casado.

Em nota, equipe de João Dória disse que vídeo é uma montagem

A equipe do candidato ao Governo de São Paulo João Dória (PSDB) por meio de nota responsabilizou o candidato Márcio França (PSB) pela divulgação do vídeo, onde o ex-prefeito de São Paulo, supostamente participa de uma orgia com cinco mulheres.

Segundo a nota enviada para a revista Veja, Dória disse que as imagens foram gravadas alguns dias depois do primeiro turno das eleições e que é uma montagem.

Pelo twitter, o apresentador do Sistema Brasileiro de Televisão (SBT) fez piada nas redes sociais. “Só temos esse trecho do vídeo do Dória porque ele abandonou a suruba no meio”, escreveu o humorista Danilo Gentili.

Enquanto isso, a campanha do candidato ao governo continua a todo vapor. Nas redes sociais do candidato João Dória, nenhuma menção oficial por parte de sua equipe, mas diversos comentários surgem de seguidores fazendo piadas.

A pouco menos de uma semana das eleições, pesquisa mostrava Doria com a preferência de 52,3% do eleitorado paulista, contra 47,7% de Marcio França, atual governador de São Paulo, entre os votos válidos.

Via: A Redação Veja 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

PC prende suspeitos de participarem de homicídios em Goiás

Um dos suspeitos de integrar o grupo e participar de homicídios foi encontrado em casa tetraplégico.
23/10/2018, 16h20

A Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO) deflagrou na última terça-feira (22/10) a Operação Occidendum que desarticulou uma associação criminosa suspeita de participar de assassinatos nas cidades de Guapó e Aragoiânia, em Goiás, apenas em 2018.

Os resultados da operação foram apresentados durante uma coletiva na sede da delegacia de Guapó. O delegado Arthur Fleury que os policiais cumpriram 14 mandados: quatro de prisão temporária e outros sete de prisão preventiva.

Foram cumpridos ainda três mandados de busca e apreensão. A operação cumpriu as ordens de prisão nas cidades de Guapó, Aragoiânia, Aparecida de Goiânia e Goiânia.

Foto: Divulgação/PC

Grupo tem ligação com pelo menos dois homicídios na região

Segundo o delegado responsável pelas prisões, os suspeitos presos na última segunda-feira (22/10) estão ligados a pelo menos dois homicídios, em Guapó e o outro em Aragoiânia. Arthur Fleury revelou ao Portal Dia Online que o grupo está ligado a estes dois assassinatos. O delgado contou que “essa foi a primeira fase da operação e ainda não foi finalizada. O número de casos em que o grupo está envolvido pode aumentar”.

Entre os homicídios investigados durante a operação da PC, estão o de Natanel Dos Santos Rodrigues, de 22 anos, que era entregador de uma lanchonete, em Guapó. Natanel foi atingido por quatro tiros durante uma entrega em seu trabalho. De acordo com as investigações, a vítima tinha envolvimento com tráfico de drogas e foi morta por disputa de território.

O outro assassinato em que o grupo tem ligação é o de Isaías Paulo dos Santos Santana, de 26 anos, que desapareceu no dia (23/04). O o corpo de Isaías só foi encontrado apenas no dia (05/05). Segundo as informações divulgadas assim como Natanael, Isaías também tinha envolvimento com o tráfico de drogas e foi morto a pauladas.

Durante o cumprimento dos mandados o delegado Arthur Fleury, foi surpreendido ao chegar em uma casa no Setor Oeste, em Goiânia e encontrar um dos integrantes do grupo paraplégico, em uma cadeira de rodas e usando fraldas geriátricas. O delegado concluiu ao dizer “como vou prender uma pessoa nessa situação e que a criminalidade não escolhe classe social”.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Economia

Serasa Goiânia: saiba como consultar se seu nome está sujo

Muitos consumidores demoram perceber que estão com o nome sujo na praça. O Serasa Goiânia disponibiliza algumas alternativas para a autoconsulta. Confira!
23/10/2018, 16h21

Não é preciso pesquisar muito para perceber que os brasileiros estão cada vez mais endividados. Muitos fazem parte dessas estatísticas e sequer possuem consciência disso, descobrindo apenas no momento em que vão fazer uma nova compra. Mas você sabe o que pode fazer para consultar se seu CPF está negativado, ou se seu nome está “sujo”, como muita gente diz por aí? A Serasa Goiânia possui alguns meios que possibilitam ao usuário ter esse tipo de informação.

Para verificar se os consumidores possuem dívidas em atraso, bancos e empresas utilizam de três principais bases de dados: a Serasa, que é administrada pela Serasa Experian, o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), que é administrado pela Câmara de Dirigentes Lojistas, e o o Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC), que é administrado pelo Boa Vista Serviços.

Embora tais informações sejam consultadas com maior facilidade por empresas, o consumidor também pode fazer isso pessoalmente e de forma gratuita, através do Serviço de Atendimento ao Consumidor da Serasa.

Saiba como fazer a consulta pelo Serasa Goiânia

O interessado deverá comparecer na unidade da Serasa Goiânia, que fica no Setor Oeste, portando o CPF e um documento com foto. Caso não possa comparecer, uma pessoa pode ser nomeada como representante, por meio de uma procuração específica e firma reconhecida em cartório.

Vale lembrar que também é possível fazer a consulta através de carta e via procuração. Para quem procura ainda mais facilidade, também é possível verificar o CPF pela internet, basta criar uma conta no site Serasa Consumidor ou instalar o aplicativo “SerasaConsumidor“.

Com a ajuda do app, além de descobrir se existe alguma dívida em seu nome, checando o débito pendente, também dá para acompanhar sua pontuação no “Serasa Score”, monitorar seu CPF contra fraudes em tempo real e até mesmo receber ofertas de créditos especialmente feitas para você. A autoconsulta poderá ser feita a qualquer momento pelo usuário, mesmo que não tenha uma carta-comunicado de debito. Para saber como utilizar estes métodos alternativos, confira as orientações no site, clicando aqui.

Como funciona o Serasa Score?

O Serasa Score é uma ferramenta que funciona mediante a pontuação. Pode ser acessado pelo site ou aplicativo, resultando do relacionamento entre consumidor e mercado, marcando pontuações que vão de zero a mil. Cada pessoa é pontuada segundo análise de diversos fatores, a exemplo de pagamento de contas em dia, histórico de dívidas negativadas, relacionamento financeiro com empresas e dados cadastrais atualizados.

O Score funciona de forma dinâmica e é avaliado no momento da consulta, considerando os dados que estão disponíveis na base de dados da Serasa Experian.

Para que você entenda melhor, vamos a exemplos. Caso você marque até 300 pontos, significa que há alto risco de inadimplência, o médio risco fica entre 300 e 700 pontos e o baixo risco é para aqueles que acumulam mais de 700. Na prática, quanto maior sua pontuação no Serasa Score, maiores as chances da pessoa ter acesso facilitado ao crédito.

Imagens: Juros Baixos 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Grupo denunciado pelo MP fraudava cartões de crédito para comprar e revender cerveja no interior 

Estelionatários fraudavam CNHs e pediam cartões de crédito pelo app da empresa Nubank usando celular de terceiros.
23/10/2018, 17h09

Quatro pessoas foram denunciadas pelo Ministério Público de Goiás (MP-GO) por fraudarem cartões de créditos da empresa Nubank em Padre Bernado, região Leste do estado. De acordo a apuração do MP, entre 2016 e 2017, Josemar Alves Soares passou a chefiar um esquema fraudulento com auxílio de Paula Aparecida Alves, Giovani da Silva Martins, servidor do Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran-GO),  e Bruno Menezes de Godoi. A denúncia foi feita pela promotora de Justiça Paula Moraes de Matos.

Esquema de fraude dos cartões de crédito

Segundo a investigação, o primeiro passo do grupo era conseguir os dados das vítimas, o que e era feito por meio do cadastro da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) no sistema do Detran, onde Giovani trabalha. Em seguida, ele repassava as possíveis vítimas para Josemar. O segundo passo era feito por Bruno e Paula, que por orientação de Giovani, cooptavam outros indivíduos, que lhes forneciam seus celulares, para download do aplicativo do Nubank, ou fotos 3×4 de si mesmas.

Por fim, com as fotos cooptadas pelos comparsas e com os dados em mãos, Josemar confeccionava CNHs falsas, usando os dados verdadeiros das vítimas (nome, filiação, data de nascimento, CPF, dentre outros), porém, com  as fotos 3×4 dos integrantes do grupo. Já com o documento falso pronto, Josemar solicitava cartões de crédito da Nubank pelo aplicativo da empresa.

Durante o pedido do cartão, a empresa pede o reconhecimento facial do cliente. E para burlar esse sistema, as pessoas cooptadas tiravam a “selfie” segurando as CNHs falsas, onde foram inseridas as fotos 3×4 fornecidas. Dessa forma, a empresa acreditava que os dados falsos lançados nas carteiras pertenciam aos indivíduos que tiravam as fotos.

Grupo usava cartões de crédito para comprar e revender cervejas

O MP-GO, apurou ainda que quando o pedido do cartão de crédito da Nubank era aprovado, o material chegava no endereço de Josemar, que usava o crédito total fornecido comprando cervejas para revender na cidade por valor igual ou inferior do mercado. Os envolvidos na ação criminosa recebiam parte dos lucros da venda das bebidas.

Josemar Alves Soares, Paula Aparecida Alves, Giovani da Silva Martins e Bruno Menezes de Godoi, mentores do esquema, foram denunciados por estelionato, associação criminosa, falsificação de documento público e lavagem de dinheiro. O MP ainda pediu continuidade nas investigações, já que pelo menos 30 pessoas também participaram dos crimes.

De acordo com a promotora, autora da denúncia, “essas pessoas foram divididas em dois outros grupos: aqueles que forneceram seus celulares e fotografias, que também serão denunciados por estelionato; e aqueles que, além de fornecer os celulares e fotografias, ainda cooptavam outras pessoas para a estratégia criminosa.”

O Dia Online tenta contato com o Detran e com assessoria da empresa Nubank.

Imagens: Exame.com 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

Márcio França responde acusação de Doria sobre suposto vídeo íntimo vazado

Em suas redes sociais Márcio França (PSB) respondeu a acusação de João Dória sobre o suposto vídeo íntimo do candidato ao governo de São Paulo.
23/10/2018, 17h58

Depois da divulgação de um vídeo em que um homem atribuído ao candidato ao governo do Estado de São Paulo, João Doria (PSDB), aparece em momentos íntimos, com várias mulheres em um quarto, a equipe do candidato do PSDB informou em nota que o vídeo é uma montagem e acusou o adversário Márcio França (PSB) de divulgar o material.

Com isso, o concorrente de Dória, Márcio França, que também concorre à vaga no segundo turno, utilizou suas redes sociais na tarde desta terça-feira (22/10), para classificar a acusação do candidato do PSDB como “lamentável” e “tão grave quanto a violência da qual ele foi vítima”.

O vídeo em que Doria supostamente se relaciona sexualmente com cinco mulheres viralizou em várias redes sociais. E é o assunto mais comentado do Twitter Brasil, chegando ao primeiro colocado trends topics.

No próximo domingo (28/10), os moradores de São Paulo irão às urnas, para escolher entre os dois candidatos, o próximo Governador do Estado e também o novo Presidente do Brasil.

A pouco menos de uma semana das eleições, pesquisa mostrava Doria com a preferência de 52,3% do eleitorado paulista, contra 47,7% de Marcio França, atual governador de São Paulo, entre os votos válidos.

Confira na íntegra o que Márcio França escreveu em sua página no Facebook

"É lamentável que Dória nos faça essa acusação", diz Márcio França sobre suposto vídeo íntimo vazado de Dória
Foto: Print/ Twitter Márcio França

“É lamentável que Dória nos faça essa acusação que chega a ser quase tão grave quanto a violência de que ele é vítima. Repudiamos tanto a declaração do candidato, quanto a divulgação desse tipo vídeo.São Paulo não merece esse constrangimento.Repudiamos qualquer tipo de ataque pessoal a quem quer que seja.Dória não deve medir os outros pela sua régua. Se ele não tem limites, eu tenho. Se, para ele, um adversário político é inimigo, para mim não é. Se, para ele, vale qualquer coisa numa campanha, para mim não.

Márcio França”

Por meio de sua conta do Twitter, João Doria, ao lado da mulher, comenta o vazamento do vídeo.

Via: Facebook 
Imagens: Facebook 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.