Goiás

Polícia descobre como quadrilha vendia peças roubadas na Vila Canaã

Peças de um Jeep Renegade roubado no Rio de Janeiro foram encontradas na loja.
18/10/2018, 16h22

O dono de uma loja de revenda de peças de automóveis e dois funcionários foram presos na manhã desta quinta-feira (18/10) durante a Operação Desmonte deflagrada pela Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (DERFRVA) por vender peças de veículos roubados pela internet, na Vila Canaã, em Goiânia.

Além dos mandados de prisão contra o dono da loja Wallison Ramos de Lima e os funcionários, Welington Jordan Oliveira, conhecido como Fedido, e Iago Rafael de Sousa Barbosa, a operação cumpriu também 4 mandados de busca e apreensão na região.

O resultado da ação policial foi apresentando durante entrevista coletiva, onde o delegado adjunto da DERFRVA, José Antônio de Podesta, contou que o “objetivo é prender e acabar com a venda ilegal de peças de veículos roubados e furtados”. De acordo com o delegado, na loja os policiais encontraram peças de quatro carros que tinham registram de furto e roubo.

Entres os materiais apreendidos durante a operação, o delegado colocou que muitos dos veículos foram identificados não apenas pelas outras peças, mas também através dos kits mulitmídias, que possibilitaram os policiais identificarem que o material pertencia a carros roubados.

Vendiam as peças pela internet

Dono de loja é preso por vender peças roubadas pela Internet na Vila Canaã
Foto: Divulgação/PC

Além de vender peças de carros roubados, o dono da loja fazia as vendas desses materiais também pela internet, vendendo as peças para todo país, através de site de vendas. O delegado contou também que na loja haviam peças de um Jeep Renegade com registro de roubo no Rio de Janeiro e foi encontrado na loja. Podesta contou durante a coletiva que “nós já tínhamos informação de que o carro poderia ser encontrado lá e durante a operação nós encontramos peças do veículo na loja”.

O delegado foi pontual ao colocar que na região tem lojas que trabalham de forma regular, mas que infelizmente tem outras que trabalham irregulares e compram peças de veículos roubados e completou ao dizer “muitas vezes eles compram peças de veículos normais né, de leilões, só que eles pegam as peças de carros roubados e vendem junto com as regulares de outro carro”.

Podesta disse também que o dono tem total condição de descobrir se as peças são roubadas e orienta “não sair comprando de qualquer pessoa que saia vendendo para ele”. O dono da loja foi encaminhado juntamente com os funcionários para a delegacia de capturas e agora ficam a disposição do poder judiciário.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Funcionários de farmácias de Rio Verde são presos por tráfico de drogas em Goiás

Uma farmacêutica, dois gerentes e três balconistas vendiam medicamentos controlados sem receita médica.
18/10/2018, 16h50

Os funcionários de uma rede de farmácias de Rio Verde, a 238 quilômetros de Goiânia, foram presos nesta quinta-feira (18/10), por vender medicamentos controlados sem receita médica.

O delegado Carlos Roberto Batista disse ao Portal Dia Online que a prisão se deu depois de uma vistoria feita pela vigilância sanitária. Segundo as informações repassadas pelo delegado do caso, a vigilância visitou pelo menos três lojas diferentes da mesma rede de farmácias para apurar os fatos.

“A vigilância recebeu uma denúncia anônima e esteve na rede de farmácias, nesta quinta-feira (18/10) onde constatou as irregularidades” contou o Carlos Roberto.

Com a confirmação dos fatos pela vigilância, ao todo, seis pessoas foram presas durante a ação. Entre os presos estão uma farmacêutica, dois gerentes e três balconistas que não tiveram os nomes divulgados.

Medicamentos controlados eram vendidos sem receita médica

De acordo com o delegado, os remédios vendidos na rede eram medicamentos controlados que só podem ser vendidos mediante a apresentação de receita médica. Carlos Roberto acrescentou que esses remédios estão na portaria da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) classificados como drogas lícitas.

Este não é o primeiro caso registrado na cidade. Já foi registrado um caso semelhante em uma outra rede de farmácias da cidade. O delegado disse que “mesmo tendo conhecimento de que era proibida a venda desses medicamentos, os funcionários usavam de má fé, para ganhar dinheiro com a venda dos medicamentos”.

Os presos durante a ação em Rio Verde foram encaminhados a Casa de Prisão Provisória de Rio Verde (CPP) e vão responder pelo crime de tráfico de drogas.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Bombeiros transportam para Hugol criança vítima de afogamento em Luziânia

Só nesta semana, este é o terceiro caso de afogamento de crianças em Goiás.
18/10/2018, 16h54

No início da tarde desta quinta-feira (18/10) o Corpo de Bombeiros de Goiás realizou o transporte de uma criança de 1 ano vítima de afogamento ocorrido em Luziânia, Entorno do Distrito Federal, para o Hospital de Urgências Governador Otávio Lage (Hugol), em Goiânia.

Segundo informações da corporação, menina, de 1 anos e 3 meses, recebeu os primeiros socorros de uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e encaminhada para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) localizada no Jardim do Ingá, em Luziânia.

Por conta da gravidade do quadro, a criança, que já estava entubada, precisou ser transferida para o Hugol pelo helicóptero dos Bombeiros, que levantou voo por volta das 14h30 e chegou em Goiânia às 15h30. Ainda não se sabe como teria ocorrido o afogamento. 

Casos de afogamento em Goiás

Só esta semana, este já é o terceiro caso de afogamento em Goiás. Todos com crianças. O primeiro afogamento ocorreu no Clube Jaó, em Goiânia, no último domingo (14/10). David Gabriel Barros Souza, de 6 anos, morreu após ficar cerca de 15 minutos no fundo da piscina.

O Corpo de Bombeiros de Goiás (CBMGO) foi acionado para atender a ocorrência e quando chegou ao local, o corpo do menino já havia sido retirado da piscina, mas apensar dos procedimentos de reanimação,  a criança morreu. A Polícia investiga o caso.

Já o outro caso ocorreu também em Luziânia. Gabriel Conceição de Almeida, de 5 anos, morreu após se afogar na piscina de casa, na terça-feira (16/10), na zona rural da cidade. A criança chegou a ser levada para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas não resistiu.

Segundo os bombeiros que atenderam a ocorrência, Gabriel apresentava um hematoma na testa, possivelmente causado por uma queda.  No dia do ocorrido, mãe e o padrasto da criança foram encaminhados para a 1ª Delegacia de Polícia de Luziânia, onde foram ouvidos e liberados em seguida. O caso também é investigado.

Via: Dia Online 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Saúde

Nutrição materno-infantil em Goiânia: a importância do controle de peso e aleitamento materno

O controle de peso durante a gestação é essencial para manter a saúde da mãe e do bebê. Para auxiliar mulheres que enfrentam algum problema, a nutrição materno-infantil em Goiânia conta com bancos de leite humano.
18/10/2018, 18h08

Durante a gestação, o cuidado com o peso é muito importante, tanto para as mulheres com sobrepeso quanto para as que possuem baixo peso. De acordo com Poliana Resende Mendonça, que trabalha com nutrição materno-infantil em Goiânia, complicações ao longo da gravidez ou durante o parto podem acontecer devido ao peso adquirido na gestação.

É preciso estar sempre alerta e manter controle sobre a alimentação. O início da gravidez, embora ainda não afete tanto a rotina da mulher, é uma das que mais precisam de atenção, considerando que é a fase mais crítica para abortos e má-formações. Fenômenos do tipo podem acontecer em decorrência de alguma doença ou mesmo de deficiências nutricionais da mãe.

Nutrição na gestação em Goiânia

Nutrição materno-infantil em Goiânia: a importância do controle de peso e aleitamento materno
Nutricionista materno-infantil Poliana Resende Mendonça

Segundo a nutricionista materno-infantil, esse ganho de peso pode variar de mulher para mulher. “Vai depender do estado nutricional antes da gestação, estilo de vida, doenças pré-existentes, tipo de gestação e funcionamento intestinal. Esse peso pode variar entre 7kg e 18kg.”

Poliana Resende Mendonça explica que o cuidado com a alimentação é essencial em qualquer momento da vida, mas durante este período é de importância ainda maior. “Alguns nutrientes são fundamentais para a formação do bebê e precisam estar em níveis adequados antes mesmo da fecundação. Ácido fólico, vitamina D, Magnésio, DHA (ácido graxo ômega 3), ferro e iodo são alguns que devemos estar atentos” afirma a nutricionista.

Para a especialista nutricional, um estilo de vida saudável aliado a uma dieta equilibrada são conceitos suficientes para garantir a nutrição necessária para mãe e bebê ao longo destes nove meses.

Ela ainda lembra que o período gestacional não é o momento ideal para começar o emagrecimento. O indicado é manter o controle de peso e uma dieta balanceada.

Nutrição materno-infantil em Goiânia

Nutrição materno-infantil em Goiânia: a importância do controle de peso e aleitamento materno
Foto: Reprodução/ Psychology Now

A nutrição materno-infantil em Goiânia recebe o apoio de bancos de leite humano. Funcionam com o objetivo de promover a proteção e apoio ao aleitamento materno. Desta forma, contam com qualificados profissionais que auxiliam as mães no período de amamentação quando há algum tipo de dificuldade, e ainda orientam sobre a saúde da criança.

Segundo Poliana Resende Mendonça, o leite materno, por ser espécie-específico, ou seja, produzido para o ser humano, confere inúmeras vantagens em relação às fórmulas artificiais. Apresenta características nutricionais ideais, sendo a quantidade e a qualidade de todos os nutrientes compatíveis com a necessidade e a fase dos bebês.

Possui ação imunomoduladora, transmitindo para o bebê anticorpos, citocinas, enzimas, lipídeos, nucleotídeos, peptídeos, hormônios e componentes do sistema complemento que contribuem para a capacidade de defesa do bebê, fortalecendo o sistema imunológico. Reduz infecções respiratórias e intestinais, diminuindo o índice de mortalidade infantil.

Além de todos os benefícios fisiológicos, o leite materno aumenta o vínculo entre mãe e filho. Todas as mudanças que acontecem após o nascimento são amenizadas com a presença da mãe: o toque, o cheiro, os olhares, a passagem do alimento, a temperatura corporal, as batidas do coração, favorecendo o desenvolvimento emocional da criança.

A amamentação também confere benefícios para a mãe: acelera a recuperação do parto, auxilia no processo de perda de peso, prolonga a anovulação, ou seja, a mãe permanece por mais tempo sem menstruar, reduz o risco de câncer de mama e o risco de doenças cardiovasculares.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que o aleitamento aconteça de forma exclusiva até os 6 meses e seja continuado até os 2 anos de idade ou mais, de acordo com a vontade da mãe e bebê, concomitante com a introdução de novos alimentos aos poucos. É responsabilidade de todas as pessoas que convivem com a nutriz ajudá-la, apoiá-la e, acima de tudo, respeitá-la.

Caso esteja precisando do apoio de um especialista em nutrição materno-infantil, pode entrar em contato com Poliana Resende Mendonça, por meio do Instagram @nutripoliresende ou pelo telefone (62) 99848- 8961.

Imagens: Poradnia Psychology Now 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

"Ele caiu de olhos abertos", diz pastor de igreja onde jovem morreu em Goiânia

Homem foi assassinado a tiros na frente do pastor da igreja, que preenchia documentos dele na manhã desta quinta-feira.
18/10/2018, 18h18

O pastor Cleudimar Antônio Serra, de 56 anos, não conseguiu almoçar nesta quinta-feira (18/10) depois que viu o corpo de Ednaldo de Souza Estevam, de 25 anos, caindo junto com a cadeira em que estava sentado enquanto o pastor assinava sua frequência a sua frente por volta de 11h45, no Jardim Guanabara I, em Goiânia.

“Eu assinava o ponto dele, com a cabeça baixa, quando apenas ouvi três ou quatro disparos”, conta Cleudimar, há 20 anos como pastor na igreja. “Eu ainda vi o corpo dele caindo para o lado, com os olhos abertos, do outro lado da mesa da recepção da igreja. Continuei sentado, peguei o telefone e ia ligar para o 193, mas percebi que ele estava morto. Em seguida liguei para a PM”, relata ao Portal Dia Online.

Ednaldo prestava serviço comunitário na igreja desde março de 2018 e não apresentava nenhum comportamento anormal. “A gente acompanha outras pessoas que cumprem pena e costumamos não saber o que eles fazem fora do horário da igreja. Ednaldo vinha às quinta-feiras para ajudar na limpeza do templo”, complementa o pastor.

O pastor, abalado, conta que quem convivia com o rapaz gostava dele. “Ele respeitava a gente, ouvia os conselhos, aceitava orações. Foi até em um Encontro da nossa igreja há alguns meses.”

Mesmo o susto que passou não desanima o pastor. “Vou continuar com o projeto, acompanhando, fazendo de tudo para ajudar. Tem gente que se converteu depois de trabalhar com a gente.”

A vítima da execução foi encaminhada à igreja pelo Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) para cumprir pena alternativa. “Na verdade, ele era obrigado a vir por causa da pena. Desde março ele estava sendo acompanhado às quinta-feiras. Ele passava o dia todo, limpava a igreja com muita atenção. Parecia gostar daqui.”

A reportagem procurou a Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH), mas  a delegada que esteve no local, Mirían Vidal não quis dar detalhes sobre as investigações. “Quem vai cuidar do caso é o delegado Marco Aurélio. Você precisa ligar para ele”, disse, antes de desligar.

Marco Aurélio foi procurado, mas não atendeu a reportagem.

Veja nota completa da igreja em Goiânia

“O Ministério Apostólico Luz Para os Povos lamenta muito o ocorrido no final da manhã desta quinta-feira, quando um homem conhecido por Ednaldo foi baleado dentro de uma igreja do nosso ministério, a Luz Para Os Povos do Jardim Guanabara I, na Avenida Vera Cruz.

Há certo tempo, a igreja faz um trabalho de recuperação com jovens e adultos, incluindo trabalho envolvendo alguns que cumprem penas alternativas. A vítima estava no projeto há quase 1 ano, e havia acabado de voltar do Encontro com Deus.

Os pastores responsáveis pela igreja, Cleudimar Antônio Serra e Maria José Serra, não têm conhecimento da causa do assassinato, mas acreditam que tenha sido algum acerto de contas.

Todos aguardam as investigações policiais. . Nosso sincero consolo aos familiares e membros da Luz Para Os Povos – Jardim Guanabara I.”

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.