Política

TRE já substituiu 56 urnas em Goiás até o início da tarde

Até o momento, 11 casos de crimes eleitorais já foram registrados.
07/10/2018, 13h00

O Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE-GO) informou que, até o início da tarde deste domingo, 56 urnas foram trocadas, sendo 11 destas na cidade de Goiânia. Além disso, 11 pessoas foram presas.

O secretário de tecnologia da informação do TRE-GO, Dory Gonzaga, afirmou que o fechamento de algumas seções pode acontecer após as 17h, devido a atrasos. Ele afirmou também que o Tribunal chegou a ser acionado por um eleitor que alegava problema na urna, mas que ele estava, na verdade, confundido a ordem de votação.

O voto para governador vem antes do presidente, e o eleitor estava fazendo o contrário e, por isso, recebia um aviso de voto nulo. “É preciso prestar bastante atenção nesta ordem de votação”, diz Gonzaga.

Imagens: Exame.com 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Candidatos ao governo de Goiás votam neste domingo

Os candidatos falaram também sobre suas expectativas nestas eleições.

Por Ton Paulo
07/10/2018, 13h26

Os principais candidatos ao governo de Goiás votaram em suas respectivas zonas eleitorais na manhã deste domingo (7/10). Daniel Vilela (MDB), Kátia Maria (PT), Ronaldo Caiado (DEM) e Zé Eliton (PSDB) ainda falaram sobre suas expectativas quanto a essas eleições.

O candidato pelo DEM, Ronaldo Caiado, que liderou as pesquisas de intenção de voto e está sob a possibilidade de ser eleito no 1º turno, votou no município de Nova Crixás, acompanhado do deputado estadual Lincoln Tejota e do senador Wilder Morais.

Seu local de votação foi no Colégio Estadual Zizi Caiado. Caiado disse que “o sentimento da população no sentido de mudar o sistema de práticas da gestão público alavancou a campanha” do candidato.

Candidatos ao governo de Goiás votam neste domingo
Foto: Assessoria Ronaldo Caiado

Já Daniel Vilela, candidato pelo MDB, votou em Goiânia, na Escola Municipal João Clarimundo de Oliveira, no bairro Água Branca.

Ele estava acompanhado do ministro Alexandre Baldy e Heuler Cruvinel. Daniel declarou que “está entusiasmado”. “Fizemos uma campanha limpa e verdadeira, e acredito no segundo turno, uma vez que os institutos mostraram isso”, disse.

Candidatos ao governo de Goiás votam neste domingo
Foto: Assessoria Daniel Vilela

Kátia Maria, do PT, votou em Senador Canedo, e foi a pé, juntamente com a militância, de sua casa até o local de votação, o Colégio Estadual Pedro Ludovico Teixeira, no Jardim de Todos os Santos.

A candidata estava acompanhada do vice, Nivaldo Santos, e dos candidatos ao Senado Professora Geli e Luis Cesar Bueno. Kátia afirmou que sua campanha foi “ativa e propositiva” e que está com a consciência tranquila de que fez um bom trabalho.

Candidatos ao governo de Goiás votam neste domingo
Foto: Assessoria Kátia Maria

Já Zé Eliton votou no Colégio Marista, no Setor Sul, em Goiânia. Ao seu lado estava a primeira-dama do Estado, Fabrina Muller e de sua candidata a vice, Raquel Teixeira (PSDB).

Em entrevista à imprensa, o governador ressaltou que fez uma campanha respeitosa e pautada em propostas. Ele também se disse sereno e tranquilo, neste momento de “celebração da democracia”.

A reportagem do Dia Online não conseguiu contato com as assessorias dos candidatos Weslei Garcia (PSOL) e Alda Lúcia (PCO).

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Princípio de tumulto envolvendo o deputado Rubens Otoni é registrado em Anápolis

O deputado federal e candidato à reeleição pelo PT teria sido acusado por alguns populares de fazer boca de urna. A PM foi chamada para controlar a situação.

Por Ton Paulo
07/10/2018, 14h38

Um princípio de tumulto envolvendo o deputado federal e candidato à reeleição Rubens Otoni (PT) foi registrado neste domingo (7/10), no município de Anápolis. Segundo informações apuradas pelo Dia Online, algumas pessoas teriam acusado o deputado de fazer boca de urna. A situação foi controlada pela Polícia Militar.

De acordo com informações da PM, um promotor de justiça teve de comparecer à Escola Municipal Deputado José de Assis, no bairro de Lourdes, região Leste de Anápolis, devido à confusão iniciada no lugar.

Um grupo de pessoas estaria acusando Rubens Otoni de fazer boca de urna, hostilizando o candidato com palavras de ordem.

Como pode ser visto no vídeo que circula na internet, o parlamentar se mantém parado enquanto algumas pessoas o acusam. Segundo a PM, a situação foi controlada ainda no local.

Procurada pela reportagem do Dia Online, a assessoria de Rubens contou que alguns “agitadores” teriam se “incomodado com a presença da candidata ao Senado pelo PT, Professora Geli, que estaria acompanhada por dois delegados e pelo advogado Gilberto de Castro Dias”.

Ainda segundo a assessoria, o deputado não foi conduzido para a delegacia como foi divulgado por alguns veículos de comunicação.

Ao Dia Online, o deputado Rubens Otoni afirmou que a confusão ocorreu quando eleitores do candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, começaram a hostilizar a candidata Professora Geli, do PT.

O parlamentar afirmou ainda que esses mesmos eleitores “quiseram criar um factoide” com o tumulto. Além disso, Rubens afirmou que a confusão não teve a ver com ele, pois estaria apenas acompanhando a candidata.

Veja o vídeo do momento em que Rubens Otoni é hostilizado por populares:

Imagens: Portal 6 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Eleições 2018: Acompanhe em tempo real a apuração dos votos em Goiás

Acompanhe ao vivo a apuração das urnas em Goiás.
07/10/2018, 17h09

A corrida eleitoral teve início oficial no dia 16 de agosto. Os candidatos tiveram 50 dias para fazer a campanha eleitoral.

Em todo o Brasil, 147.376.205 (cento e quarenta e sete milhões, trezentos e setenta e seis mil, duzentos e cinco) eleitores puderam votar nas eleições deste ano. Em Goiás, 4.454.497 (quatro milhões, quatrocentos e cinquenta e quatro mil, quatrocentos e noventa e sete).

O eleitor votou na seguinte ordem na urna eletrônica:

  1. Deputado Federal;
  2. Deputado Estadual;
  3. primeira vaga de Senador;
  4. segunda vaga de Senador;
  5. Governador;
  6. Presidente da República.

Principais notícias

Confira os deputados federais eleitos por Goiás em 2018

Confira a lista dos deputados estaduais eleitos por Goiás em 2018

Urnas para eleitores do exterior já foram apuradas neste domingo

TRE já substituiu 56 urnas em Goiás até o início da tarde

TSE apura imagens e vídeo de eleitores com armas em cima de urnas

Em Goiás, 11 casos de crimes eleitorais já foram registrados neste domingo

Caiado deve ser eleito hoje no 1º turno, segundo Serpes

Apuração dos votos em Goiás em tempo real

Seções apuradas: 13995 de 13995 – 100%

Governo

Em vitória histórica, Ronaldo Caiado é eleito governador de Goiás

Ronaldo Caiado 59,73% – 1.773.185 votos

Daniel Vilela 16,14% – 479.180 votos

Zé Eliton 13,73% – 407.507 votos

Kátia Maria 9,16% – 271.807 votos

Weslei Garcia  0,88% – 26.020 votos

Marcelo Lira 0,22% – 6.534 votos

Alda Lucia 0,15% – 4.500 votos

Senado

Jorge Kajuru é eleito segundo senador por Goiás

Vanderlan Cardoso vence disputa ao Senado por Goiás

Vanderlan 31,35% – 1.729.637

Jorge Kajuru 28,23% – 1.557.415

Wilder Morais 14,43% – 796.387

Lúcia Vânia 9,42% – 519.691

Marconi Perillo 7,55% – 416.613

Agenor 3,56% – 196.614

Professora Geli 2,41% – 132.773

Luis César Bueno 1,84% – 101.743

Fabrício Rosa 0,83% – 45.833

Professora Magda Borges0 0,37% – 20.623

Santana Pires 0,00% –  0 voto

Professor Alessandro Aquino 0,00% –  0 voto

Presidência

Seções apuradas: 454480 de 454490 – 99%

Fernando Haddad e Jair Bolsonaro disputam 2º Turno

Jair Bolsonaro 46,03% – 49.275.358 votos

Fernando Haddad 29,28% – 31.341.839 votos votos

Ciro Gomes 12,45% – 11.404.853 votos

Geraldo Alckmin 1,25% – 751.678 votos

João Amoêdo 2,75% – 1.661.013 votos

Henrique Meirelles 1,25% – 751.678 votos

Cabo Daciolo 1,09% – 657.517 votos

Alvaro Dias 1,01% – 609.708 votos

Marina Silva 0,96% – 579.917 votos

Guilherme Boulos 0,55% – 334.567 votos

Vera Lúcia 0,05% – 29.974 votos

Eymael 0,04% – 21.960 votos

João Goulart Filho 0,03% – 17.536 votos

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

Eleições 2018: Urnas para eleitores do exterior já foram apuradas neste domingo

Segundo o TSE, em 18 países a votação se encerrou às 7h deste domingo (7).
07/10/2018, 18h17

O Tribunal Superior Eleitoral (STE) confirmou a veracidade de imagens que circulam na internet de boletins dos votos de pelo menos 500.527 eleitores brasileiros que vivem fora do Brasil nas eleições 2018. Os eleitores, no entanto, podem votar apenas para presidente.

Segundo o TSE, em 18 países a votação se encerrou às 7h deste domingo (7). Ainda segundo o órgão, quando a votação é concluída em uma seção eleitoral, o chefe daquela seção imprime o boletim e o fixa na porta.

Os resultados, contudo, vão ser divulgados no junto com a apuração dos votos no Brasil. Os 500.727 eleitores brasileiros votaram em 171 localidades eleitorais de 99 países.

O número é recorde e representa um salto de 41% em relação à eleição de 2014, resultado de uma campanha feita pelo Ministério das Relações Exteriores. Foram enviadas 744 urnas para 171 localidades, em 99 países – incluindo uma região de difícil acesso no Líbano.

Boletim urnaBoletim de urna em Wellington, Nova Zelândia

Nova Zelândia, Austrália, Japão, Coreia do Sul, China, Taiwan, Cingapura, Filipinas, Malásia, Hong Kong, Timor Leste, Indonésia, Vietnã, Tailândia, Índia e Nepal concluíram votação até a manhã deste domingo, 7. Omã e Emirados Árabes Unidos devem encerrar a votação por volta das 10h15, segundo o TSE.

Nos EUA são 160 mil eleitores que votam fora do Brasil nas eleições 2018

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), pelo menos 160 mil eleitores estão nos Estados Unidades. Os maiores colégios eleitores estão em Boston e Miami, seguidas por Tóquio, no Japão.

Acompanhe apuração em tempo real

Em 2014, 354.184 eleitores brasileiros estavam cadastrados para participar das eleições fora do Brasil. De acordo com o TSE, o crescimento de 41,37% se deve a uma parceria entre o tribunal e o Ministério das Relações Exteriores que possibilitou a adoção de medidas que facilitaram o cadastramento eleitoral de brasileiros residentes no exterior.

Eleições fora do Brasil: veja números da Suíça

O aumento no número de brasileiros aptos a votar foi registrado em praticamente todos os países. Na Europa, são mais de 170 mil pessoas, com destaque para os 39 mil eleitores inscritos em Portugal, 25 mil no Reino Unido, 19 mil na Suíça e 11 mil na França.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.