Goiás

Serial killer é condenado a 21 anos de prisão por morte de recepcionista em Goiânia

Crime ocorreu em maio de 2014; Tiago Henrique já cumpre pena de mais de 600 anos de prisão por homicídios cometidos na capital.
20/09/2018, 17h12

Tiago Henrique Gomes da Rocha, conhecido como o serial killer de Goiânia, foi condenado a 21 anos de prisão pela morte da recepcionista Bruna Gleycielle de Souza Gonçalves, de 26 anos, na capital. O crime ocorreu em maio de 2014, no Jardim América, enquanto a mulher estava em um ponto de ônibus.

O vigilante passou por julgamento nesta quinta -feira (20/9) no Fórum Cível de Goiânia. A audiência foi presidida pelo juiz Pio Mascarenhas da Silva, titular da 1ª Vara Criminal da capital. Tiago compareceu ao fórum, mas não chegou a participar da audiência.

De acordo com o Conselho de Sentença, o vigilante foi condenado por homicídio qualificado pelo uso do recurso que dificultou a defesa da vítima. Na sentença, o magistrado define a pena como definitiva e que deve ser cumprida em regime fechado.

O crime

Serial killer é condenado a 21 anos de prisão por morte de recepcionista em Goiânia
Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal/Marlene Bernadete

Bruna Gleycielle de Souza Gonçalves, de 26 anos, deixou um filho pequeno. Ela trabalhava como recepcionista e foi assassinada enquanto esperava um ônibus para voltar para casa, em frente uma marmoraria, localizada na Av. T-9, Setor Jardim América. Bruna estava acompanhada por um amigo que não foi baleado.

Tiago, que estava de moto, chegou no ponto de ônibus, anunciou um assalto, mas antes de Bruna entregar o celular ele atirou contra o peito da jovem e fugiu em seguida.

Serial killer de Goiânia

Tiago Henrique foi preso no dia 14 de outubro de 2014. O homem trabalhava como vigilante e cometeu 39 homicídios em Goiânia, sendo a maioria das vítimas mulheres. Para chegar até Tiago, na época, foi montada na capital uma força-tarefa que contou com delegados, policiais, escrivães e investigadores.

Ao ser preso, o vigilante foi interrogado por oito delegados e durante os depoimentos, descreveu suas vítimas somente por números, “vítima número 1”, “número 2” até chegar a 39 mortes. Tiago já foi condenado por 29 assassinatos e até o momento acumula pena de 684 anos de prisão.

Imagens: Fatos Desconhecidos G1 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Prefeitura veta projeto de tempo de espera de ônibus, mas vereadores rejeitam

Vereadores estabelecem 20 minutos em dias normais e 30 minutos nas finais de semana e feriados.
20/09/2018, 17h28

Por 18 votos a um, o plenário da Câmara rejeitou na sessão de hoje (20/9) o veto do prefeito Iris Rezende, MDB, ao projeto do vereador Alysson Lima, PRB, que estabelece tempo de espera de ônibus para usuários do transporte coletivo de Goiânia. O projeto agora será publicado do Diário Oficial do Município, tornando-se numa nova lei municipal.

Dos cinco vetos do prefeito que foram apreciados pelos vereadores três foram mantidos e dois rejeitados pela maioria presentes na sessão de hoje. Um dos vetos rejeitado, por 19 a 3, diz respeito ao projeto do vereador Anderson Sales Bokão, PSDC, que obriga os estabelecimentos que comercializam alimentos prontos para consumo informarem sobre a presença de glutén, especialmente para a merenda escolar da rede municipal de ensino.

A pedido do autor, Carlin Café, PPS, foi mantido o veto ao projeto que libera aos veículos de transporte escolar transitar nas faixas de ônibus. Carlin disse que o prefeito vai baixar um decreto regulamentando essa medida, “daí não ter necessidade do projeto”.

Do vereador Jorge Kajuru, PRP, foi mantido igualmente veto parcial ao projeto que dispõe sobre sanções a empresas que for constatada a existência de trabalho escravo ou infantil. Por 18 votos, o plenário manteve o veto ao projeto de Zander Fábio, Patriota, que obriga estabelecimentos comerciais a dispor ao consumidor a relação das empresas credenciadas para prestação de assistência técnica autorizada.

Projeto de tempo de espera é do vereador Alysson

O vereador Alysson Lima comemorou a decisão do plenário na rejeição do veto ao seu projeto que estabelece tempo máximo de espera nos pontos de ônibus de Goiânia. “Temos o pior sistema de transporte público do País. Não temos pontualidade de horário. O usuário, em certos casos, espera até duas horas para embarcar. Essa nossa proposta fará justiça e modernidade ao sistema de transporte”, comentou o vereador.

Pela proposta, ficam estabelecidos os seguintes prazos de espera: até 20 minutos em dias normais; 30 minutos nas finais de semana e feriados; 40 minutos em dias de fortes chuvas e alagamentos. As empresas terão 90 dias para adaptarem=se às novas disposições, após publicação da lei.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Preso homem que ameaçou matar ex-namorada em Goianira; para fugir mulher pulou de carro em movimento

Crime ocorreu no dia 10 de setembro; Alencar se entregou à Polícia na última terça-feira (18/9).
20/09/2018, 17h49

Foi preso na última terça-feira (18/9) o homem suspeito de sequestrar a ameaçar de morte a ex-namorada em Goianira, Região Metropolitana. O crime ocorreu no dia 10 de setembro quando a mulher saia para o trabalho e ao ser ameaçada com uma arma na cabeça a jovem pulou do carro em movimento na GO-070. Ela sofreu ferimentos graves nos braços, barriga, costas e pernas.

Alencar Ciriaco Dias, de 34 anos,  já havia sido preso por violência doméstica contra a companheira em junho deste ano, mas foi solto ao passar pela audiência de custódia com a condição de cumprir medida protetiva a favor da jovem. A Polícia Civil comunicou o ocorrido ao Poder Judiciário, que expediu um mandado de prisão, cumprido no dia 18, quando ele se entregou à Polícia.

De acordo com a PC, Alencar negou ter descumprido as medidas protetivas e disse o relacionamento havia sido reatado. O homem confessou ter ameaçado a jovem por ciúmes, mas negou estar armado. O agressor foi encaminhado para o presídio da cidade.

A prisão de Alencar refere-se à investigação anterior, que já havia sido concluída. Em relação ao inquérito que investiga as novas agressões ocorridas no dia 10 de setembro, a Delegacia de Goianira, responsável pelo caso, só se pronunciará após a conclusão.

Mulher pula de carro em movimento

A vítima, de 28 anos, sofreu ferimentos graves ao pular do carro em movimento após ser ameaçada pelo ex-namorado.  Tudo começou quando a jovem saia de casa para trabalhar e no momento em que entrava no veículo, foi abordada pelo ex-namorado, armado, que a obrigou a dirigir até uma mata, onde ele disse que a mataria.

A mulher, que não teve a identidade revelada, contou à Polícia Civil (PC) que decidiu pular do carro quando Alencar apontou uma arma contra a cabeça dela, e mesmo dirigindo a quase 100 km/h, quando ele a mandou encostar o carro em um matagal, ela abriu a porta do veículo e se jogou.

Ela foi socorrida por um motorista que passava pelo local e encaminhada ao Hospital de Urgências de Goiânia (HUGO), onde passou uma cirurgia ortopédica. A mulher sofreu ferimentos graves nos braços, barriga, costas e pernas.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Educação

Apae oferece 180 vagas para cursos gratuitos de informática e excel em Anápolis

Confira abaixo todas as turmas disponíveis e como se inscrever.
20/09/2018, 19h01

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Anápolis oferta nesta quinta-feira (20/9) 180 vagas para cursos gratuitos de informática e excel. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas diretamente na Escola Maria Montessori, localizada na rua Zaqueu Crispim, Qd. 2, Lt. 2, no Setor Bouganville, das 13h às 17h. Os cursos são totalmente gratuitos e feitos de forma presencial.

Para se candidatar, é necessário ter mais que 14 anos, além de apresentar os documentos pessoais e comprovante de endereço atualizado. As 180 vagas para os cursos gratuitos são divididas em turmas de informática básica, excel intermediário e excel avançado. O horário das aulas, entre 8h às 22h, pode ser escolhido pelos candidatos.

Mesmo sendo abertos para toda a comunidade anapolina, alguns dos cursos exigem certificação, como por exemplo, para fazer o curso de excel intermediário é necessário apresentar o certificado de informática básica. Já para o curso de excel avançado, é necessário apresentar certificado do curso de excel intermediário.

Cursos gratuitos

Veja abaixo a lista completa de todos os cursos ofertados pela Apae Anápolis e suas turmas:

Informática básica – Turma 295

Requisito: qualquer pessoa que tenha idade a partir de 14 anos.

  • Inicio: 01/10/2018
  • Termino: 30/11/2018
  • Horário: 8h às 11h30
  • Dias: Segunda, Quarta e Sexta
  • Carga horária: 70h
  • Vagas: 20

Excel intermediário – Turma 296

Requisitos: qualquer pessoa que tenha idade a partir de 14 anos e curso de Informática Básica (mostrar declaração ou certificado no ato da inscrição)

  • Inicio: 25/9/2018
  • Termino: 11/10/2018
  • Horário: 8h às 11:30
  • Dias: Terça e Quinta
  • Carga horária: 20h
  • Vagas: 20

Excel avançado – Turma 297

Requisitos: qualquer pessoa que tenha idade a partir de 14 anos e curso de Informática Básica (mostrar declaração ou certificado no ato da inscrição)

  • Inicio: 30/10/2018
  • Termino: 13/12/2018
  • Horário: 8h às 11:30
  • Dias: Terça e Quinta
  • Carga horária: 40h
  • Vagas: 20

Informática básica – Turma 298

Requisito: qualquer pessoa que tenha idade a partir de 14 anos

  • Inicio: 15/10/2018
  • Termino: 30/11/2018
  • Horário: 13h30 às 17h
  • Dias: Segunda, Quarta e Sexta
  • Carga horária: 70h
  • Vagas: 20

Excel intermediário – Turma 299

Requisitos: qualquer pessoa que tenha idade a partir de 14 anos e curso de Informática Básica (mostar declaração ou certificado no ato da inscrição)

  • Inicio: 9/10/2018
  • Termino: 25/10/2018
  • Horário: 13h30 às 17h
  • Dias: Terça e Quinta
  • Carga horária: 20h
  • Vagas: 20

Excel avançado – Turma 300

Requisitos: qualquer pessoa que tenha idade a partir de 14 anos e curso de Informática Básica (mostrar declaração ou certificado no ato da inscrição)

  • Inicio: 30/10/2018
  • Termino: 13/12/2018
  • Horário: 13h30 às 17h
  • Dias: Terça e Quinta
  • Carga horária: 40h
  • Vagas: 20

Excel avançado – Turma 301

Requisitos: qualquer pessoa que tenha idade a partir de 14 anos e curso de Informática Básica (mostrar declaração ou certificado no ato da inscrição)

  • Inicio: 8/10/2018
  • Termino: 21/11/2018
  • Horário: 20h às 22h
  • Dias: Segunda à Quarta
  • Carga horária: 40h
  • Vagas: 20

Excel intermediário – Turma 302

Requisitos: qualquer pessoa que tenha idade a partir de 14 anos e curso de Informática Básica (mostrar declaração ou certificado no ato da inscrição)

  • Inicio: 04/10/2018
  • Termino: 22/11/2018
  • Horário: 18:30 às 21:30
  • Dias: Quinta
  • Carga horária: 20h
  • Vagas: 20

Excel avançado –  Turma 303

Requisitos: qualquer pessoa que tenha idade a partir de 14 anos e curso de Informática Básica (mostrar declaração ou certificado no ato da inscrição)

  • Inicio: 20/10/2018
  • Termino: 22/12/2018
  • Horário: 8h às 12h
  • Dias: Sábado
  • Carga horária: 40h
  • Vagas: 20
Imagens: Click Camboriú 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

PF faz operação contra fraude no seguro-desemprego

Mais de 300 empresas fictícias foram criadas, com mais de 9 mil benefícios de seguro-desemprego. Estima-se um prejuízo de mais de R$ 9 milhões.
21/09/2018, 09h08

A Polícia Federal (PF) deflagrou a operação Mendacium, em São Paulo e Taboão da Serra, para desarticular uma organização criminosa que pratica fraudes no recebimento do seguro-desemprego. Foram cumpridos ontem(20) quatro mandados de busca e apreensão. Duas pessoas foram presas em flagrante.

A polícia encontrou, com os acusados, mais de 1.600 documentos falsos ou em branco, como espelhos de carteiras de Identidade e de Trabalho, num escritório de contabilidade do bairro da Penha, na capital paulista. Foram apreendidos R$ 472 mil em espécie, além de equipamentos para a falsificação de documentos.

“O inquérito policial iniciou-se em Presidente Prudente/SP em outubro de 2017, quando um trabalhador desempregado procurou a PF para relatar que não havia conseguido retirar seu seguro-desemprego porque alguém já o havia recebido. Ao longo das investigações, verificou-se que o grupo agia majoritariamente na cidade de São Paulo. Cerca de 300 empresas fictícias foram criadas pelos investigados para possibilitar o recebimento de mais de 9.000 benefícios de seguro-desemprego fraudulentos. Segundo os autos, mais de R$ 9 milhões já foram sacados”, afirma a Polícia Federal, por meio de nota.

Os presos foram encaminhados ao sistema prisional estadual, onde ficam à disposição da Justiça Federal. Eles responderão pelos crimes de estelionato, organização criminosa e corrupção ativa.

Seguro-Desemprego

O Seguro-Desemprego, um dos mais importantes direitos dos trabalhadores brasileiros, é um benefício que oferece auxílio em dinheiro por um período determinado. Ele é pago de três a cinco parcelas de forma contínua ou alternada, de acordo com o tempo trabalhado.

Veja quem possui direito ao benefício:

  • Trabalhador formal e doméstico, em virtude da dispensa sem justa causa, inclusive dispensa indireta;
  • Trabalhador formal com contrato de trabalho suspenso em virtude de participação em curso ou programa de qualificação profissional oferecido pelo empregador;
  • Pescador profissional durante o período do defeso;
  • Trabalhador resgatado da condição semelhante à de escravo.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.