Goiás

Fábrica é condenada a indenizar mulher que encontrou plástico em bolacha recheada

Mulher receberá R$ 10 mil por danos morais.
05/09/2018, 19h44

Um fábrica foi condenada a indenizar mulher que encontrou plástico em bolacha recheada, em Porangatu, região Norte de Goiás. A decisão foi do juiz substituto Gabriel Lisboa Silva e Dias Ferreira, da comarca do município.

A empresa Marilan Alimentos S/A foi condenada a pagar R$ 10 mil a Daniele Brenda Fernandes Ferreira, por danos morais, depois que a mulher encontrou um pedaço de plástico em um bolacha recheada fabricada pela marca.

De acordo com o processo, Daniele comprou o produto denominado como Biscoito Marilan Distração, tendo como sabores baunilha e chocolate. Como de costume, a mulher verificou a data de validade do produto, que tava apta para consumo. Mas após morder um dos biscoitos, percebeu que dentro dele havia um pedaço de plástico, mais precisamente, um pedaço de copo descartável.

De imediato, Daniele conta que ligou para a Central de Atendimento ao Cliente da empresa, onde informou que havia encontrado um pedaço plástico em bolacha recheada.

No dia 26 de fevereiro de 2014, a solicitação dela foi ouvida e a atendente logo lhe prometeu que uma equipe iria ao local para buscar o alimento e, assim, realizar perícia no biscoito. A atendente informou ainda que a mulher seria presenteada com uma cesta de produtos por conta do que aconteceu.

Nos autos, Daniele disse que deixou claro à Central que queria saber o resultado da análise. Depois de alguns dias da solicitação, a secretária fez outras tentativas, porém, novamente, não foi atendida. Relatou ainda que no dia de registrar sua reclamação nenhum número de protocolo de atendimento foi fornecido, e que os atendentes sempre alegavam que tinha que esperar o prazo de 30 dias e, posteriormente, enviariam o laudo para a requerente.

Inconformada com a situação, Daniele buscou auxílio no Judiciário, e segundo informações do Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO), em virtude de ter sido tratada com desprezo, bem como por ter se sentido enganada com as promessas realizadas pela Central de Atendimento ao Cliente, que postergou uma possível solução amigável.

A empresa citada alegou que trata apenas de vício sanável e que por tal motivo Daniele deveria ter buscado algumas das condutas estabelecidas no artigo 18, do Código de Defesa do Consumidor.

Decisão: plástico em bolacha recheada

Ao analisar os autos, o magistrado entendeu que o acidente de consumo causou impactos na órbita dos atributos da pessoa humana, o que é caracterizado como lesão não-patrimonial ou dano moral.

De acordo como juiz, “a aquisição de produto de gênero alimentício contendo em seu interior corpo estranho, expondo o consumidor a risco concreto de lesão à sua saúde e segurança, ainda que não ocorra a ingestão de seu conteúdo, dá direito à compensação por dano moral, dada a ofensa ao direito fundamental à alimentação adequada, corolário do princípio da dignidade da pessoa humana.”

Via: TJ-GO 
Imagens: Virtual Saúde 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Até agora, 43 registros de candidatura em Goiás foram considerados inaptos

Todos os registros devem ser examinados até o dia 17 de setembro.
05/09/2018, 20h55

Até o momento, 43 registros de candidatura em Goiás foram considerados inaptos a participarem das eleições 2018. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (5/9) pelo Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE-GO), que recebeu 1.206 pedidos de registros de candidatura e até hoje julgou 534 desses requerimentos.

O TRE-GO explica que dos 43 registros inaptos, 36 são por renúncias e sete com indeferimentos, sendo um candidato ao cargo de deputado federal, e seis para deputado estadual.

São eles: Welle Mauany Batista Rocha (A Mudança É Agora II), candidata ao cargo de deputada federal, Alison Flavio de Oliveira Maia Medeiros (A Mudança É Agora V), Andressa Ketllyn Morais Ferreira (A Mudança É Agora V), Daniella Vaz Monteiro (Goiás Avança Mais – III), Edimar Rodrigues Pires (Goiás Avança Mais – III), Maria de Lurdes Ribeiro Gomes (Goiás Avança Mais – III), Paulo Roberto de Morais Cândido (Goiás Avança Mais – III), candidatos ao cargo de deputado estadual.

Até o último dia 29, o TRE havia registrado 1.134 pedidos de registro de candidatura recebidos pelo Tribunal Regional Eleitoral de Goiás. Destes, 17 requerimentos foram impugnados, sendo 13 apresentados pelo Ministério Público Eleitoral, e 12 com base na Lei da Ficha Limpa.

Os registros de candidatura, após serem submetidos à Justiça Eleitoral, podem ser impugnados (contestados) por candidato, partido político, coligação ou Ministério Público. O prazo para impugnação é de cinco dias a partir da publicação de edital dos pedidos realizados no Diário da Justiça Eletrônico.

Análise de registros de candidatura em Goiás

A justiça eleitoral prevê que até o próximo dia 9 sejam julgados 900 processos em Goiás. De acordo com o calendário eleitoral, o prazo final para examinação dos registros é dia 17 de setembro.

O TRE informa que os julgamentos e informações sobre as candidaturas às eleições 2018 podem ser acompanhadas pelo

Os resultados dos julgamentos e outras informações sobre as candidaturas às Eleições 2018 podem ser acompanhadas pelo Sistema de Divulgação de Candidaturas e de Prestação de Contas Eleitorais, o DivulgaCandContas.

Via: TRE 
Imagens: TSE 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Brasil

Polícia Rodoviária faz mega operação em todo o país em razão do feriado

Em Goiás, todo o efetivo da PRF, cerca de 300 policiais, estará empenhado na operação.

Por Ton Paulo
06/09/2018, 08h23

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) executa em todo o país, a partir desta quinta-feira (6/9), a Operação Independência. O objetivo é reforçar o policiamento e a fiscalização em pontos estratégicos como BR’s como meio de prevenção de acidentes neste feriado de 7 de setembro.

Segundo o assessor de PRF ao Dia Online, Jander Costa, a Operação Independência (nome em homenagem ao feriado da Independência do Brasil) vai acontecer até o dia 9/9, domingo, e as ações terão como objetivo primário reforçar o efetivo empregado nas ações de policiamento e fiscalização, com foco na prevenção e redução dos acidentes de trânsito, bem como aumentar a percepção de segurança nas rodovias federais e intensificar o combate à criminalidade no período da Operação.

Os condutores serão orientados a todo momento sobre a atenção que devem ter à sinalização da via, a obediência rígida ao Código de Trânsito Brasileiro e respeito à vida.

Redução de acidentes no feriado é o foco da operação

Conforme a PRF, as ações da Operação Independência terão como metas principais:

– Redução dos índices de embriaguez ao volante

– Redução da alta velocidade empregada por alguns condutores através dos diversos radares colocados em pontos estratégicos

– Utilização do cinto de segurança e cadeirinhas para crianças

– Uso do capacete por ocupantes de motocicletas

– Coibir as ultrapassagens proibidas ou indevidas

Haverá ainda restrição ao tráfego de veículos dotados de Autorização Especial de Trânsito – AET nas rodovias de pista simples:

Quinta-feira (6/9) – das 16h às 22h

Sexta-feira (7/9) – das 6h às 12h

Domingo (9/9) – das 16h às 22h

Dados de 2017

De acordo com os dados da PRF, no feriado do 7 de setembro de 2017, foram fiscalizados 7.213 veículos e 5.654 pessoas do dia 6 a 10 de setembro.

Quanto aos acidentes no mesmo período, foram 39 acidentes, 38 pessoas feridas, quatro pessoas Mortas, 41 pessoas ilesas 41 e 4353 autos de infração.

O número de testes de alcoolemia realizado (bafômetro) foi de 1813, com 43 autuações.

Em casos de emergência, o cidadão deve entrar em contato com a PRF através do telefone de emergência 191.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Educação

Resultado do concurso para professores da rede estadual de Goiás já está disponível

Devido ao processo eleitoral, as nomeações e posses devem ser realizadas três meses após o término das eleições.
06/09/2018, 09h22

O resultado final do concurso para contratação de 900 professores para a rede pública estadual foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) de hoje (6/9).

No Diário Oficial estão disponíveis as seguintes informações: código do cargo, cargo/especialidade/cidade de lotação, número de inscrição, nome do candidato, nota da prova objetiva, nota da avaliação de títulos, nota final, ordem de classificação e situação.

Os candidatos podem conferir a classificação no site (diariooficial.abc.go.gov.br) entre as páginas 2 e 8.

Devido ao processo eleitoral, as nomeações e posses devem ser realizadas três meses após o término das eleições.

O concurso

O concurso visa a contratação de Professor Nível 3 nas áreas de Matemática, Física, Química e Biologia. São 900 vagas no total.

As oportunidades oferecidas são para o quadro permanente do Magistério da SEDUCE, distribuídas da seguinte forma: 42 vagas para professor de Biologia; 233 para Física; 417 para Matemática; e 208 para Química, que serão distribuídas em 57 municípios de Goiás.

Os salários são de R$ 1.563,17 (20 horas semanais); R$ 2.344,76 (30 horas semanais); R$ 3.126,35 (40 horas semanais).

A jornada de trabalho poderá ocorrer em três turnos, durante os períodos matutino, vespertino e noturno, de acordo com as especificidades e as necessidades das escolas da rede pública da SEDUCE.

As inscrições ficaram abertas do dia 27 de abril até o dia 6 de junho.

As provas objetivas foram realizadas nas cidades de Goiânia, Aparecida de Goiânia, Anápolis, Brasília, Catalão, Formosa, Cidade de Goiás, Itumbiara, Iporá, Jataí, Luziânia e Porangatu no dia 24 de junho

Último concurso

O último concurso público da Seduce foi realizado em 2010 pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Foram oferecidas, na época, 5.581 vagas para as disciplinas de biologia, física, química, matemática, sociologia, história, filosofia, geografia, pedagogia, educação física, inglês, português, espanhol, intérprete de Libras, instrutor de Libras, artes visuais, música, dança e teatro.

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

URGENTE: Candidato ao governo de Goiás Daniel Vilela se envolve em acidente de avião; veja vídeo

Estavam no avião o candidato do MDB Daniela Vilela, deputados Wagner Siqueira e Bruno Peixoto e Pedro Chaves.

Por Ton Paulo
06/09/2018, 10h20

O candidato ao governo de Goiás Daniel Vilela (MDB) e sua comitiva se envolveram em um acidente de avião numa região rural de Itapaci, interior do Estado, na manhã desta quinta-feira (6/9). Durante a aterrissagem da aeronave, o trem de pouso do avião acabou quebrando devido aos buracos da entrada de chão e capotou. Felizmente, ninguém saiu ferido.

Segundo o deputado Wagner Ciqueira (MDB), que também estava no avião, a aeronave capotou na pista de chão durante a aterrissagem. Apesar do susto, ninguém ficou ferido. “Graças a Deus está tudo bem, foi só um susto”, declarou Daniel Vilela.

Além do candidato Daniel Vilela e do deputado Wagner Siqueira, estavam no avião o deputado Bruno Peixoto (MDB) e Pedro Chaves, primeiro suplente de Vanderlan

O candidato ainda declarou que a agenda de campanha seguirá normalmente.

Veja os vídeos do acidente e das declarações de Wagner Siqueira e Daniel Vilela:

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.