Entretenimento

Disney libera agenda completa de filmes até 2021; Frozen 2 e Malévola 2 estão entre eles

Fazendo a alegria de crianças e adultos, a Disney resolveu liberar sua agenda de filmes até 2021. E se você é um fã de animação, vai pular de alegria quando descobrir quais sucessos estão por vir!

Por Ton Paulo
28/08/2018, 08h53

A queridinha das crianças – e dos adultos! – decidiu liberar a agenda completa de filmes que serão lançados até o ano de 2021. A Disney anunciou que filmes de sucesso mundial como Frozen 2, Toy Story 4, e vários outros chegam ao cinema em breve!

É melhor já ir preparando o coração, e o bolso também! Afinal, boas estreias é que não vão faltar.

Confira abaixo quais são os filmes previstos para serem lançados pela Disney até 2021, assim como as datas:

O Quebra-Nozes e Os Quatro Reinos: 1º de novembro de 2018, com Keira Knightley e direção de Lasse Hallstrom;

O Retorno de Mary Poppins: 20 de dezembro de 2018, com Emily Blunt e direção de Rob Marshall;

WiFi Ralph – Quebrando a Internet: 3 de janeiro de 2019, com John C. Reilly e direção de Phil Johnston e Rich Moore;

Vidro: 17 de janeiro de 2019, com Bruce Willis e direção de M. Night Shyamalan;

Capitã Marvel: 7 de março de 2019, com Brie Larson e direção de Anna Boden;

Dumbo: 28 de março de 2019, com Collin Farrell e direção de Tim Burton;

Vingadores 4: 2 de maio de 2019, com Robert Downey Jr. e direção dos irmãos Russo;

Aladdin: 23 de maio de 2019, com Will Smith e direção de Guy Ritchie;

Toy Story 4: 20 de junho de 2019, com Tom Hanks e direção de John Lasseter;

O Rei Leão: 18 de julho de 2019, com Donald Glover e direção de Jon Favreau;

Artemis Fowl: 8 de agosto de 2019, com atores e direção indefinidos;

Jungle Cruise: 3 de outubro de 2019, com atores e direção indefinidos;

Star Wars: Episódio IX: 19 de dezembro de 2019, com John Boyega e direção de J.J. Abrams;

Frozen 2: 2 de janeiro de 2020, com atores e direção indefinidos;

Mulan: 26 de março de 2020, com atores e direção indefinidos;

Malévola 2: 28 de maio de 2020, com Angelina Jolie e direção indefinidos;

Gigantic: 7 de janeiro de 2021, com atores e direção indefinidos;

Indiana Jones 5: 8 de julho de 2021, com Harrison Ford e direção de Steven Spielberg.

Imagens: Digital Spy 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Aluno-soldado da PM é denunciado por dupla tentativa de homicídio em Goiânia

Mesmo rendido e sem esboçar reação, a vítima foi agredida fisicamente pelo policial, que ainda atirou nele, atingindo a região frontal de seu crânio.
28/08/2018, 09h46

O promotor Marcelo Faria da Costa Lima denunciou o aluno-soldado Bruno Correa de Araújo por dupla tentativa de homicídio qualificado (motivo fútil) e lesão corporal agravada por motivo fútil. Os crimes aconteceram na madrugada do dia 11 de agosto, por volta das 5h20, em um posto de combustíveis no Parque Amazônia, em Goiânia. Bruno atirou na cabeça de Jonatas da Silva Camelo, Sílvio César da Costa Júnior e Heberson de Sousa.

Segundo apontado na peça criminal, Sílvio e Heberson haviam finalizado um show em uma festa particular em Aparecida de Goiânia e foram, em companhia de Jonatas e da namorada de Sílvio, ao posto de combustíveis, onde estavam bebendo, fumando narguilé e tocando violão.

Por volta de 5 horas da amanhã, Bruno de Araújo apareceu no local e aproximou-se do grupo, contudo, como ele aparentava estar embriagado ou sob efeito de substância entorpecente, as vítimas incomodaram-se com sua presença e não lhe deram atenção.

Inconformado, Bruno Correa tentou fazer uso do narguilé, sem que lhe fosse oferecido, mas foi repreendido pelos presentes. Entretanto, relata a denúncia, o comportamento inconveniente do dele não cessou, tendo em vista que ele passou, de modo rude e grosseiro, a insistir em fumar, chegando a tomar o narguilé bruscamente das mãos de Jonatas.

Aluno-soldado não o atingiu mais por erro de pontaria

Então, teve início uma discussão acalorada entre eles, momento em que Bruno sacou uma pistola .40 pertencente à Polícia Militar de Goiás e, após desferir uma violenta coronhada contra a cabeça da vítima Heberson, determinou que todos se deitassem no chão. Neste momento, Jonatas saiu correndo e foi perseguido por Bruno, que efetuou vários disparos em sua direção, os quais não o atingiram por erro de pontaria.

Diante desta conduta, as demais vítimas correram em direção oposta. Momentos depois, elas voltaram ao posto de combustíveis, onde haviam deixado a namorada da vítima Sílvio, deparando-se novamente com Bruno, ainda com arma em punho e gritando para que se deitassem no chão. Amedrontados, Heberson e Sílvio mais uma vez correram, sendo perseguidos pelo acusado, que ordenava que eles parassem.

Em dado momento, Sílvio atendeu à determinação do acusado, parou de correr e deitou-se no chão. Mesmo rendido e sem esboçar reação, ele foi agredido fisicamente por Bruno, que ainda atirou nele, atingindo a região frontal de seu crânio.

Um taxista que passava pelo local prestou socorro a Sílvio, levando-o até o Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), onde ele recebeu pronto atendimento médico. Atualmente, Sílvio encontra-se ainda internado na UTI do Hugo em estado grave, com risco real de morte.

De acordo com Marcelo Faria, é importante “ressaltar que a motivação dos crimes foi fútil, consistente no mero inconformismo do acusado com a atitude das vítimas em não lhe permitir o uso de narguilé”. O promotor requereu ainda a manutenção da prisão preventiva de Bruno.

Via: MP-GO 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Política

Denunciado pela PGR, Jovair Arantes diz que "confia no Poder Judiciário"

O parlamentar foi denunciado pela procuradora-geral por seu suposto envolvimento nas irregularidades investigadas na Operação Registro Espúrio.

Por Ton Paulo
28/08/2018, 09h51

O deputado federal Jovair Arantes (PTB) se manifestou em nota sobre a denúncia oferecida contra ele na última segunda-feira (27/8) pela Procuradoria-Geral da República (PGR) .

A denúncia foi feita pela procuradora-geral, Raquel Dodge, contra Jovair por suposto envolvimento nas irregularidades investigadas na Operação Registro Espúrio. Deflagrada pela Polícia Federal (PF), a operação investiga há mais de um ano fraudes na concessão de registros sindicais no Ministério do Trabalho.

O deputado é acusado de fazer parte do chamado núcleo político do esquema no ministério, responsável por indicar e manter pessoas ligadas ao grupo em funções comissionadas na pasta. Este núcleo também determinaria a manipulação dos processos de registro sindical para captar vantagens indevidas.

Além de Jovair Arantes, também foram denunciados pela PGR o ex-ministro da pasta, Helton Yomura, o presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, e sua filha, a deputada federal Cristiane Brasil (PTB). Paulinho da Força, deputado e presidente nacional do Solidariedade, que comanda o Ministério junto do PTB, também foi citado. No total, foram denunciadas 26 pessoas (confira lista abaixo).

O sobrinhos de Jovair, Leonardo Arantes, ex-secretário-executivo do Ministério, e Rogério Arantes, ex-diretor do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), também foram denunciados.

Os dois estão presos em decorrência da operação, acusados de integrar o núcleo administrativo, que avaliava quais processos seriam priorizados na pasta.

Confira a íntegra da nota divulgada pela assessoria do deputado federal Jovair Arantes:

“NOTA À IMPRENSA

É com enorme perplexidade que o deputado federal JOVAIR ARANTES recebe a notícia de que, na data de hoje, a Procuradoria-Geral da República ofereceu denúncia em seu desfavor, sobretudo porque, nos seus mais de 30 anos de vida política, sempre direcionou seus esforços à consecução dos interesses públicos.

De todo modo, considerando que o acesso à denúncia ainda não foi assegurado à sua defesa, o deputado se reserva ao direito de se manifestar, tão somente, depois de conhecer o inteiro teor das acusações equivocadamente delineadas contra si, mantendo-se confiante de que o Poder Judiciário reconhecerá que, no que diz respeito a JOVAIR ARANTES, não há que se falar em qualquer desvio que macule a sua reputação.”

Imagens: Veja 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Saneago é flagrada jogando esgoto em nascente de córrego em Goiânia; veja vídeo

Esses lançamentos, como atestaram os técnicos da Defesa Civil, causam turbidez da água e forte odor.
28/08/2018, 12h08

O promotor de Justiça Élvio Vicente da Silva e o superintendente de Defesa Civil, Juliano Cardoso, vistoriaram, e flagaram a Saneago, na última semana, jogando esgoto na nascente do Córrego Pipa, no Setor Vila Sul, e sua extensão e em trechos do Córrego Almeida, também em Aparecida de Goiânia.

Conforme descrito no relatório da inspeção, o MP constatou graves danos ambientais, pela extrema poluição dos mananciais, por lançamento de esgoto pela Saneago e a atual concessionária, a BRK.

Élvio Vicente adianta que os registros fotográficos e as entrevistas feitas com os moradores da região serão anexadas ao processo que o promotor vai mover, visando à responsabilização dos danos, inclusive com indenização a ser paga pelos poluidores. A ação terá por objetivo também a realização de intervenções para reverter e cessar os danos.

Poluição

O promotor constatou degradação ambiental pela ocupação ilegal em área de preservação permanente, na região da nascente do Pipa, situação já questionada judicialmente. Também foram verificados, em ambos os mananciais, desmatamento, erosão, aterramento com entulhos, assoreamento do curso hídrico e poluição, principalmente por pontos de lançamento de esgoto pela Saneago, que é a responsável pelo saneamento da cidade, listando, inclusive, pontos de visitação e os emissários de efluentes diretamente no córrego.

Esses lançamentos, como atestaram os técnicos da Defesa Civil, causam turbidez da água e forte odor de fezes.

Efeitos de esgoto poluindo córrego pela Saneago

As doenças relacionadas à ausência de tratamento de esgoto afetam pessoas de todas as idades, mas as crianças são as mais prejudicadas com o problema. De acordo com a pesquisa “Saneamento e Saúde”, do Instituto Trata Brasil “as respostas das mães relativas a seus filhos caçulas indicam que as principais vítimas da falta de esgoto são as crianças de 1 a 6 anos, que morrem 32% mais quando não dispõem de esgoto coletado”. Ainda segundo a pesquisa, outra vítima preferencial da falta de esgoto são as grávidas, pois a falta de coleta e tratamento de esgoto aumenta 30% a chance de terem filhos nascidos mortos.

Em nota ao Portal Dia Online, a Saneago informa:

“A Saneago informa que já acionou a subdelegatária, responsável pelo serviço de esgotamento sanitário em Aparecida de Goiânia, para verificar a situação e tomar as devidas providências.”

Via: MP-GO 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.

Goiás

Sacolas de plástico podem estar com os dias contados nos comércios de Goiânia

Projeto de vereadora propõe a substituição das sacolas de plástico por sacolas de material biodegradável nos comércios de Goiânia.

Por Ton Paulo
28/08/2018, 12h12

Está em tramitação na Câmara Municipal de Goiânia um Projeto de Lei que propõe a extinção de sacolas de plástico nos estabelecimentos comerciais da capital. Os produtos seriam, de acordo com o projeto, substituídos por sacolas de papel e material biodegradável.

Apresentado na última quinta-feira (23/8) pela vereadora Sabrina Garcêz (PTB), o projeto, que já tramita na Câmara, determina a substituição gradativa de sacolas plásticas, normalmente usadas em supermercados, padarias, bares e outros comércios, por sacolas biodegradáveis (manufaturadas com material passível de degradação por microorganismos).

Segundo Sabrina em entrevista ao Dia Online, a proposta principal do projeto é a conscientização da população quanto aos problemas ambientais que são oriundos diretamente da produção desenfreada de detritos. “Nós temos um problema gravíssimo de aterros sanitários em Goiânia. Estamos produzindo mais e mais lixo, e os aterros não são suficientes. Temos que parar de produzir tanto lixo”, explica.

Ainda de acordo com o projeto da vereadora, a substituição, que já existe em alguns municípios goianos, levaria cerca de três anos, mas é inaplicável sem o apoio da indústria. “Essa é uma proposta que tem que ser comprada pelo setor produtivo, que vai gastar menos com o material biodegradável do que com as sacolas de plástico”.

Sacolas de plástico são as vilãs do meio ambiente

Entre 500 bilhões e 1 trilhão de sacolas plásticas são consumidas em todo o mundo anualmente. No Brasil, cerca de 1,5 milhão de sacolinhas são distribuídas por hora.

A decomposição de um material no meio ambiente é muito complexa, e pode demorar muitos anos para ser concluída. O papel, por exemplo, leva pelo menos três meses para se decompor, enquanto as latas de alumínio demoram entre 100 e 500 anos. As sacolas plásticas, muito utilizadas em supermercados e lojas em geral, levam de 100 a 400 anos para se decompor.

Por conta de sua ampla utilização, as sacolas plásticas têm sido alvo de preocupação por parte dos ambientalistas e demais pessoas que se preocupam com a preservação do meio ambiente. Os mercados da cidade de São Paulo, por exemplo, aderiram à utilização das sacolas de plástico feitas com materiais renováveis (que levam, em média, dois anos para se decompor).

O custo para produzir essas sacolas, entretanto, é mais elevado do que as sacolas convencionais. Por isso, o consumidor precisa pagar por elas ou optar por levar sacolas ecológicas e reutilizáveis, feitas de tecido ou plástico mais resistente.

Via: Fragmaq 
Imagens: UOL 

COMENTÁRIOS

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do portal e são de total responsabilidade de seus autores.