13/mar/2018 15h03

Comissão de Obras pede interdição integral da Marginal Botafogo

Proposto pela vereadora Sabrina Garcês (PMB), o requerimento de interdição foi aprovado e segue para análise do prefeito Íris Rezende.
interdição integral - 13/mar/2018 15h03

Aconteceu na manhã dessa terça-feira (13/3), a reunião da Comissão de Obras da Câmara Municipal de Goiânia que teve como tema de discussão, a interdição da Marginal Botafogo.

A Comissão aprovou, por quatro votos a dois, a interdição integral do trecho entre a Av. Independência até o Cepal do Setor Sul.

Trecho onde será feita a interdição. Foto: Reprodução/Apple Maps

De acordo com a vereadora Sabrina Garcêz, autora do requerimento de interdição, o fechamento é necessário para evitar que ocorra uma tragédia na via. “A marginal hoje ainda sim é um risco a vida das pessoas”, comentou a vereadora.

Além de Sabrina Garcêz (PMD), votaram a favor da interdição, Priscilla Tejota (PSD), Sargento Novandir (Podemos) e Jair Diamantino (PSDC). Os vereadores Zander Fábio (PEN) e Tiãozinho Porto (PROS) se manifestaram contra a interdição total.

Segundo Tiãozinho do Porto, líder do MBD na Câmara, os argumentos utilizados pelos técnicos da prefeitura garantem que a interdição parcial é o suciente para manter a segurança de todos. “Se não houvesse segurança, eles não fariam isso, não colocariam seus nomes na obra”, destacou o vereador.

O presidente da Comissão de Obras, Elias Vaz (PSB), afirmou que o requerimento pedido por Sabrina é fundamental. “Ela se baseou num parecer técnico. Já chega de paliativos. Felizmente, a situação ainda não terminou em tragédia”, afirmou.

O requerimento, aprovado pela Comissão de Obras, segue diretamente para análise do prefeito Íris Rezende (MDB).

Por: Jefferson Santos