12/mar/2018 09h03

Saiba como foi a primeira pamonhada comunitária do “Horta para Todos”

Próximo evento, que celebrará nova colheita, será no Residencial Orlando de Morais.
Jardim Guanabara - 12/mar/2018 09h03

Os participantes da “Pamonhada Comunitária” no Jardim Guanabara chegaram cedo para iniciarem a preparação do tradicional prato goiano.

Desde às 8 horas, todos os presentes se envolveram no processo de produção, mostrando que o Horta para Todos realmente conseguiu cumprir sua proposta de integrar a comunidade em momentos de convivência e confraternização.

A ideia do trabalho colaborativo por meio das hortas urbanas foi idealizado pela primeira-dama da capital, Dona Iris de Araújo, que fez a entrega oficial da colheita neste sábado (10/3).

Dia Online
Foto: Divulgação

A pasta responsável pela execução dos trabalhos foi a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Ciência e Tecnologia (Sedetec), por meio da Diretoria de Abastecimento e Agricultura Familiar.

O diretor que ficou na linha de frente, coordenando todas as atividades do Horta para Todos, Rodrigo Miranda, comemora hoje o sucesso da iniciativa.

“Nós tivemos grande participação popular em todas as etapas do cultivo do milho. Neste sábado, colhemos o resultado de um trabalho feito com muita dedicação e que renderá não só pamonhas. Haverá também preparação de curau, chica doida e angu”, disse o diretor, informando ainda que todas as outras 13 hortas espalhadas pela cidade também resultarão em Pamonhadas Comunitárias. “A próxima será no Setor Orlando de Morais, provavelmente daqui 15 ou 20 dias”.

Para o titular da Sedetec, Ricardo De Val Borges, que esteve presente no evento, essa é mais uma oportunidade de reunir de forma amistosa os moradores de uma mesma região e ainda realizar ações assistenciais pela comunidade.

“Cerca de quatro mil pamonhas estão sendo feitas aqui com destino a casas de famílias carentes que também poderão usufruir os benefícios desse importante projeto. Nós estamos fornecendo alimentos saudáveis para essas pessoas, preparados com o que há de melhor no Horta para Todos: a união e cooperação dos envolvidos”, destacou o secretário.

Outro ponto positivo do projeto é avaliado pelo presidente da Associação dos Moradores do Jardim Guanabara. Reinaldo-Ná Barbosa, 55 anos, relata que o espaço ocupado pela horta era um local onde os moradores descartavam irregularmente grandes toneladas de lixo.

“Esses hábitos incorretos geravam inúmeros problemas de saúde pública, pois deixavam o ambiente cheio de insetos e ratos, fato que era extremamente incômodo para todos que vivem aqui. Pedimos esse projeto aqui para a região e hoje nos orgulhamos de ver toda essa transformação no nosso bairro”, ressaltou Reinaldo..

“Agradecemos o empenho da Prefeitura de Goiânia por trazer essa iniciativa para o Jardim Guanabara, a qual já beneficiou centenas de pessoas que moram aqui”, afirmou Reinaldo, complementando também que, antes da lavoura de milho, o terreno recebeu cultivo de hortaliças. “Nós pudemos doar alfaces, jiló, quiabo, entre tantos outros alimentos, que abasteceram as famílias mais necessitadas da comunidade”.

Fonte: Prefeitura de Goiânia