12/mar/2018 08h03

Correios entram em greve em todo o Brasil nesta segunda-feira

A paralisação é motivada por mudanças no plano de saúde dos funcionários que envolvem retirada de cobertura e cobrança de mensalidades.
paralisação - 12/mar/2018 08h03

Funcionários dos Correios estão em greve por tempo indeterminado a partir desta segunda-feira (12/3).

De acordo com Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect), as reivindicações dos trabalhadores incluem a contratação de novos funcionários por meio de concurso público, que não acontece desde 2011, maior segurança e fim dos planos de demissão, entre outras.

Em nota à imprensa, os Correios relataram as dificuldades da empresa: “a forma de custeio do plano de saúde dos Correios segue, agora, para julgamento pelo TST. A empresa aguarda uma decisão conclusiva por parte daquele tribunal para tomar as medidas necessárias, mas ressalta que já não consegue sustentar as condições do plano, concedidas no auge do monopólio, quando os Correios tinham capacidade financeira para arcar com esses custos.”

Na última terça-feira (6/3), os Correios começaram a cobrar uma taxa extra de R$ 3 para encomendas com destino ao Rio de Janeiro. O motivo seria a elevação dos custos da entrega por causa da violência no município. Na sexta-feira (9/3) entretanto, após decisão da Justiça Federal, a estatal suspendeu a cobrança.

Os Correios também tentaram aumentar o preço do frete para um de seus principais clientes, o site Mercado Livre, mas foram barrados por liminar na semana passada.

Ainda em nota, os Correios informaram que “a greve é um direito do trabalhador. No entanto, um movimento dessa natureza, neste momento, serve apenas para agravar ainda mais a situação delicada pela qual passam os Correios e afeta não apenas a empresa, mas também os próprios empregados”.

*Com informações da Exame

Por: Juliana Nogueira