05/mar/2018 08h03

Comissão discute hoje situação do plano de saúde dos servidores da prefeitura de Goiânia

Os prestadores alegam que há constantes atrasos no pagamento.
audiência pública - 05/mar/2018 08h03

Os vereadores Elias Vaz (PSB) e Sabrina Garcez (PMB) promovem audiência pública nesta segunda-feira (5/3), às 14 horas, na sala de comissões da Câmara Municipal, para discutir a situação do Instituto de Assistência à Saúde e Social dos Servidores Municipais de Goiânia (IMAS).

Entre os principais pontos de discussão, estão a criação de um hospital do funcionário público municipal e a gestão do Instituto pelos próprios servidores.

Outro tema abordado será a possibilidade de convênio com o Ipasgo, anunciada pelo próprio prefeito Iris Rezende na semana passada. “Queremos saber a opinião dos servidores. Defendemos que eles sejam ouvidos para só depois a prefeitura tomar alguma decisão”, afirma Elias Vaz.

Foram convidados para a audiência pública representantes de vários sindicatos que representam os servidores municipais, do IMAS, da Controladoria Geral, da Secretaria de Finanças e o prefeito.

“O Instituto tem milhares de associados, atende a uma parcela  grande da população. É preciso fazer uma discussão ampla para encontramos saídas. O que não pode acontecer é o servidor pagar o plano e ficar sem atendimento”, destaca o vereador.

Na semana passada, hospitais e laboratórios resolveram suspender por cinco dias o atendimento aos usuários, com exceção dos casos de urgência e emergência. Seria uma forma de pressionar o Instituto a pagar as dívidas.

Os prestadores alegam que há constantes atrasos no pagamento. A prefeitura informou à imprensa que existem atualmente dois mil prestadores de serviço cadastrados ao IMAS e 84 mil usuários.

Fonte: Assessoria de Imprensa