05/mar/2018 11h03

Base Nacional Comum Curricular tem semana de discussão em Goiás

Durante os dias 6 e 9 de março, as unidades que possuem Educação Infantil e Ensino Fundamental I e II vão discutir a implementação da Base Nacional Comum Curricular no Estado.
BNCC - 05/mar/2018 11h03

Escolas públicas de Goiás tem semana de discussão sobre a Base Nacional Comum Curricular. Durante os dias 6 e 9 de março, as unidades que possuem Educação Infantil e Ensino Fundamental I e II vão discutir a implementação da Base Nacional Comum Curricular no Estado. O evento ocorre com apoio da Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (Seduce Goiás).

Segundo o Superintendente de Ensino Fundamental, Luciano Lima, a meta é que a BNCC seja implementada até o final do ano. De acordo com Luciano, gestores, equipe pedagógica, professores e demais membros da comunidade escolar estão convidados a participar da discussão.

De acordo com a coordenadora Estadual de Currículo, Abadia de Lourdes da Cunha, o foco do evento será analisar as 10 competências básicas da BNCC. Ao final da Semana D, a orientação é que as unidades escolares registrem a discussão em forma de ata e enviem à plataforma on-line elaborada pelo Ministério da Educação.

BNCC

A Base Nacional Comum Curricular é um documento de caráter normativo que define o conjunto orgânico e progressivo de aprendizagens essenciais, que todos os alunos devem desenvolver ao longo das etapas e modalidades da Educação Básica. Conforme definido na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB, Lei nº 9.394/1996), a BNCC deve nortear os currículos dos sistemas e redes de ensino das Unidades Federativas, como também as propostas pedagógicas de todas as escolas públicas e privadas de Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio, em todo o Brasil.

A Base é uma referência obrigatória, mas não é o currículo. Seu papel será o de orientar a revisão e a elaboração dos currículos nos estados e nos municípios.

A BNCC foi homologada pelo ministro da Educação, Mendonça Filho, no dia 20 de dezembro de 2017.

Com informações da Seduce

Por: Juliana Nogueira