21/fev/2018 16h02

Startup goiana utiliza Inteligência Artificial como auxiliar na prevenção de erros médico

A tecnologia utilizada pela startup emite alertas ao médico, caso faltem evidências ou que elas não se enquadrem no protocolo adotado.
SAÚDE DO FUTURO - 21/fev/2018 16h02

De acordo com uma pesquisa realizada pela Universidade Federal de Minas Gerais, em 2015, 435 mil pessoas morreram durante procedimentos médicos.

Esse número é nove vezes maior que as mortes no trânsito durante o ano de 2017. As mortes causaram um rombo de R$ 15 bilhões, além de prejuízos emocionais.

Foi observado pela Universidade americana John Hopkins, que as mortes não são ocasionadas apenas por conta de erros dos médicos, mas também devido a falhas do Sistema de Saúde.

Buscando minimizar erros, a medicina por meio da Inteligência Artificial, ramo da Ciência Computacional, simula a capacidade do cérebro de reter e analisar informações.

Com isso a máquina reúne e cruza os dados e chega ao resultado rapidamente, fazendo que haja uma ampliação na capacidade de atendimento e recuperação de doenças.

Soluções

O uso da Inteligência Artificial em Goiás está ajudando a diagnosticar e tratar glaucomas, epilepsia, dengue, zica, ACV e infarto.

A tecnologia utilizada por uma startup emite alertas ao médico, caso faltem evidências ou que elas não se enquadrem no protocolo adotado.

Visando apresentação dessas e outras tecnologias voltadas à área médica, acontecerá nos dias 23 e 24 de fevereiro, o encontro Saúde do Futuro. 

O evento tem o intuito de mostrar o misto entre Medicina, Tecnologia e Inovação e como o Estado pode usar esses recursos. O evento será realizado no Instituto Gyntec, em Goiânia.

As atividades começam na quinta-feira (22/2), e terá como tema inicial a Medicina com Engenharia da Computação. Haverá apresentações de projetos em Biotecnologia e Inteligência Artificial.

Já na sexta-feira (23/2), o diretor de Inovação do Hospital Albert Einstein de São Paulo, Cláudio Terra, falará sobre pesquisas e projetos desenvolvidos pela instituição e o pesquisador da UFG, Anderson Soares, mostrará como a Inteligência Artificial pode contribuir com a saúde humana.

Após as palestras, os participantes poderão visitar as novas instalações da Associação Médica de Goiás, com inauguração prevista para segundo semestre deste ano.

As inscrições podem ser feitas clicando aqui.

Mais informações:

Datas: 22/2 quinta-feira, das 18h15 às 19h30 e 23/2 sexta-feira, das 08h00 às 12h30.

Local: HUB ACE Gyntec de Inovação – Av. Rua Pedro Paulo de Sousa, nº 4. Setor Goiânia 2.

Fonte: Assessoria de Imprensa