08/jan/2018 14h01

Defensoria Pública pede processo contra Ratinho após vídeo sobre homossexuais

Apresentador postou um vídeo em suas redes sociais na última quinta-feira (4/1), onde reclama do número de homossexuais em novelas da Globo.
polêmica - 08/jan/2018 14h01

A Defensoria Pública do Estado de São Paulo ofereceu uma denúncia administrativa contra o Ratinho na última quinta-feira (4/1), após o apresentador postar um vídeo no Instagram em que critica as novelas da Globo, por conter muitos homossexuais.

A Defensoria pede, através do seu Núcleo Especializado de Defesa da Diversidade e da Igualdade Racial, que a Secretaria de Estado de Justiça e Defesa da Cidadania instaure um processo administrativo e aplique multa ao apresentador por discriminação homofóbica.

Ratinho poderá ser multado em até 3.000 Ufesps (Unidades Fiscais do Estado de São Paulo) e o valor ainda poderá ser aumentado em até dez vezes. Como uma Ufesp equivale à  25,70 reais atualmente, 3.000 equivalem a 77.100 reais.

O vídeo

Na última quinta-feira (4/1), o apresentador do SBT publicou um vídeo na sua conta do Instagram contando que assistiu à minissérie de época Entre Irmãs e criticou a emissora responsável:

“Eu estava aqui vendo a novela da Globo, aquela coisa de cangaceiro e tal. Mas poxa, a Globo colocou viado até em filme de cangaceiro, gente? Naquele tempo não tinha viado não. Você acha que tinha viado naquele tempo? É muito viado: é viado às seis da tarde, é viado às oito da noite, é viado às nove da noite, é viado às dez da noite, é muito viado. Eu não sei o que está acontecendo, não tem tanto viado assim. Ou tem? Será?”, disse.“A Globo colocou viado até em filme de cangaceiro, gente? Naquele tempo não tinha viado, não. Você acha que tinha viado naquele tempo? É muito viado”.

Depois da repercussão, o apresentador chegou a postar um novo vídeo, afirmando que tudo não passava de uma brincadeira:

Por: Juliana Nogueira