07/maio/2018

Setor Aeroporto está entre os cinco bairros preferidos para morar

Na história de Goiânia, o aeroporto que virou bairro é hoje uma das mais tradicionais regiões da cidade.  A área teve suas primeiras casas construídas em 1955, no entorno da pista de pouso, que já operava desde 1937. Situado entre os bairros Oeste, Campinas e Centro, o Setor Aeroporto é superdotado de infraestrutura, localização centralizada e fácil acesso.

Embora nos últimos anos tenha se tornado referência em hospitais e clínicas,  ele também está entre lugares preferidos do goianiense para morar. É o que demonstrou uma pesquisa pesquisa realizada pela Core Intelligence, consultoria de inteligência de mercado de Belo Horizonte, realizada no final de 2017 com mais de 1.000 goianienses com intenção de comprar um imóvel para uso residencial nos próximos dois anos.  Eles apontaram que o Setor Aeroporto está entre os cinco lugares eleitos para se viver. O bairro teve 10,6% do votos. O primeiro lugar foi o Setor Bueno com 16,2% da preferência.

Entre as vantagens apontadas, a facilidade de acesso a outras regiões foi o benefício que recebeu a melhor avaliação dos entrevistados: 62% deram nota máxima para este atributo.  Está a um quilômetro do Setor Oeste, a dois quilômetros do Centro, a três de Campinas, e a 3,8 do Bueno. De acordo com levantamentos de tráfego, em cinco minutos, por exemplo, chega-se no Lago das Rosas de carro; em 10, o motorista chega na Praça do Sol; 15 minutos são suficientes para estacionar no Shopping Bougainville ou no Shopping Cerrado. Proximidade a transporte público, infraestrutura e potencial de valorização foram outros fatores citados.

Apesar do Setor Aeroporto ser uma região de forte comércio e serviços, principalmente em função de grandes hospitais, clínicas e lojas de automóveis, esse quadrilátero do bairro é extremamente residencial e charmoso, impõe uma quebra de paradigmas do senso comum acerca do setor.

“O setor vai muito além de sua área comercial. Preserva uma parte mais tranquila e, ao mesmo tempo, oferece avenidas de bom fluxo, possui escolas tradicionais e uma rede ampla de serviços”, complementa Marcelo Borges, diretor de incorporação da Terral Incorporadora. São escolas, supermercados, padarias, farmácias, restaurantes, além de oferecer importantes eixos viários que favorecem a mobilidade, como a Avenida República do Líbano, Fernando Pires, Independência, entre outras.

Novo ciclo

De olho neste potencial, Terral Incorporadora, Toctao Engenharia e Somos Desenvolvimento Imobiliário se uniram para levar modernização ao bairro, que estava há quase 10 anos sem receber nenhum lançamento. O projeto recebeu o nome de New Way, e conta com plantas de 64, 87 e 102 m² e foi lançado no último sábado e movimentou o stand e seus decorados.

O empreendimento chega como um marco de modernidade na região, uma vez que tem um projeto mais atualizado e sintonizado com as atuais necessidades do consumidor.  A implantação do projeto residencial no bairro recebeu aprovação por 81% dos entrevistados.

“Além de atender ao público que mora nos bairros adjacentes, mais distantes, e que deseja fazer upgrade para uma região mais centralizada, o empreendimento também atende aos profissionais que já trabalham no bairro e querem morar mais perto de sua rotina para ter mais qualidade de vida”,  observa Marcelo Borges.

O New Way será  construído na Rua 28, próximo ao Colégio Agostiniano, o empreendimento ficará dentro do quadrilátero mais residencial do bairro, entre a Av. Dr. Ismerino S. Carvalho (antiga Avenida Z), as Ruas 6A e 29A e a Avenida Fernando Pires, onde há predomínio de casas e, inclusive, de várias charmosas praças.

“O projeto terá estética e tecnologia, incluindo desde a identificação biométrica na portaria até tomadas  USB nos apartamentos, torneiras com fechamento automático, além projetos que favoreçam a iluminação e ventilação”, complementa Bruno Alvarenga, da Toctao Engenharia.

O prédio, que terá 39 pavimentos, será o mais alto do bairro, e terá uma fachada com arquitetura contemporânea, moderna. O empreendimento será dotado de tecnologias atuais, acabamentos nobres e toda a infraestrutura de lazer que os antigos prédios da região não possuem.

A área de lazer virá com os equipamentos que se tornaram indispensáveis nos residenciais atualizados, com academia, salão de festas, espaço gourmet com churrasqueira e forno de pizza, piscina aquecida com raia de 25 metros, entre outros itens. “Estamos desenvolvendo um projeto com os mesmos atributos dos nossos empreendimentos em setores considerados nobres”, conclui Marcelo Borges. No total, serão 198 apartamentos.