24/abr/2018 14h04

Com vassoura no plenário, vereadora critica declaração de Iris

A parlamentar criticou declaração do prefeito de Goiânia sobre plano de redução de gastos com limpeza em que convoca a população a varrer as ruas.
crítica ao prefeito - 24/abr/2018 14h04

Em resposta  à declaração do prefeito Iris Rezende (MDB) de que o goianiense deveria varrer a rua, a vereadora Sabrina Garcêz (PTB) subiu à tribuna da Câmara Municipal de Goiânia com uma vassoura durante a sessão plenária na manhã desta terça-feira (24/4).

A proposta inusitada do prefeito foi feita nesta segunda-feira (23/4), em entrevista à rádio CBN, enquanto ele justificava a situação financeira do município. O emedebista sugeriu campanha para redução dos gastos com a limpeza urbana de Goiânia, pedindo “que a pessoa, ao varrer a loja, a casa, varra o passeio, colete o lixo. Onde a rua for estreita, varra a metade da rua também. Para diminuir o gasto. Cinco minutos a mais que o empregado ou dona de casa tire já vai ajudar”, explicou.

“Eu fui convocada, então, eu trouxe até uma vassoura para ajudar o prefeito Iris, se é isso que vai ajudar a prefeitura economizar”, protestou Sabrina, segurando a vassoura.

A parlamentar aproveitou o discurso e questionou aos vereadores da base a respeito da declaração do prefeito Iris Rezende. “Quero saber se os vereadores da base já compraram suas vassouras. Eu não sei em que década o prefeito vive, mas o principal problema da cidade é a varrição? Então, por que ele demitiu os funcionários da Comurg?”, questionou a parlamentar.

Sabrina ressaltou ainda que a falta de gestão é generalizada, com problemas graves e urgentes, como o caos em que se encontra a saúde no município.”Enquanto as pessoas estão morrendo, o prefeito está preocupado em convocar as pessoas para varrer as ruas da cidade”, diz.

Fonte: Assessoria de Imprensa