24/abr/2018 10h04

Bandidos são presos por usar cartão de promotora para fazer compras

O prejuízo chegou a 40 mil reais.
crime - 24/abr/2018 10h04

João Carlos Ribeiro Leite fez amizade com um membro da família da promotora do Ministério Público pelas redes sociais e passou a participar das festividades e encontros.

Como tinha acesso a casa, passou a pegar o cartão da servidora pública para fazer compras e depois de usar, devolvia. “A vítima percebeu o que estava acontecendo depois que o valor da fatura começou a aumentar”, revela o delegado Ivaldo Mendonça.

João começou a usar o cartão em dezembro do ano passado e como vou que não estava sendo descoberto, propôs a Renato Dias Diniz, seu vizinho que tem uma loja de celulares que passasse o cartão no local para que eles ficassem com o dinheiro.

“A promotora percebeu que haviam compras em valores altos e nos procurou. Fomos aos estabelecimentos em que João utilizava o cartão e através de imagens de segurança conseguimos identificar os bandidos”, afirma o delegado.

João e Renato foram presos pelo crime de Furto Qualificado pelo abuso de confiança, fraude e concurso de pessoas, praticado de forma continuada.

Na oportunidade, foram apreendidos vários objetos adquiridos de forma fraudulenta, bem como as máquinas de cartão usadas no crime, máquinas de cartão, aparelhos eletrônicos e jogos de vídeo game.

Por: Flavia Moreno