13/abr/2018 16h04

Ferrari revela causa do acidente que fraturou perna de mecânico

Chefe da equipe italiana explicou como funciona o procedimento para liberar o piloto durante um pit stop.
Fórmula 1 - 13/abr/2018 16h04

Durante o GP do Bahrein, aconteceu um acidente envolvendo o finlandês Kimi Raikkonen e o mecânico Francesco Ciagarini, que resultou em algumas fraturas na perna do membro da equipe italiana. Entretanto, a culpa do acidente foi revelado pela própria Ferrari e não foi de nenhum dos envolvidos.

De acordo com o chefe do time, Maurizio Arrivabene, o problema se deu em um sensor que determina se a roda foi ou não encaixada corretamente. Aparentemente a falha foi na roda traseira esquerda, que justamente não saiu, o que levou ao acidente.

Segundo a revista “Autosport”, o sistema trabalha checando se a roda está presa e se a pistola foi usada por um determinado tempo. Neste caso, como o pneu jamais foi removido e a pistola foi usada em uma tentativa de realizar a troca, o sistema entendeu que a roda havia sido substituída, dando a luz verde para o finlandês seguir adiante e arrancar com o carro.

“A equipe ficou sentida que uma pessoa tenha se machucado. Então é do nosso interesse rever todo o procedimento. Temos um procedimento para que os pit stops sejam feitos da maneira mais segura possível durante as corridas. Neste caso, temos três fatores: controle humano (a equipe de pit stop), mecânico (a pistola pneumática) e um dispositivo eletrônico (que determina quando a roda foi encaixada)”, detalhou Arrivabene.

Veja nas imagens:

Por: Felipe André