31/mar/2018 17h03

Atirador de escola na Flórida recebe cartas com ofertas, cantadas e apoio

Nikolas Cruz, de 19 anos, já recebeu quase 200 cartas.
CARTAS - 31/mar/2018 17h03

Nikolas Cruz, o jovem de 19 anos que entrou em uma escola da Flórida e matou 17 pessoas, a maioria ex-colegas, tem recebido na prisão, onde está desde 14 de fevereiro, correspondência de vários locais dos Estados Unidos e até da Europa, revela a CNN.

A estação norte-americana, que cita informações divulgadas pelas autoridades, indica que o detido recebe cartas escritas à mão e digitadas no computador, cartões com desenhos, imagens com caráter sexual e até fotografias de adolescentes em roupa interior.

A maior parte destas cartas que Nikolas recebe na cadeia, e são já quase duas centenas, são de apoio ao atirador, que entrou no liceu Marjory Stoneman Douglas, em Parkland, com uma arma de fogo e atirou contra alunos e professores.

A CNN teve acesso a algumas cópias de correspondência, como esta da imagem abaixo, mas só pode publicar excertos. “Tenho pena por você, os meios de comunicação social lhe mostraram sem ter em conta o que você passou ao longo dos anos”, escreveu uma estudante alemã de 20 anos, que disse que queria ser amiga de Cruz.

Uma outra jovem, de 19 anos, natural da Flórida, onde ocorreu o tiroteio, enviou duas fotografias dela e perguntou se podiam ser amigos por correspondência. “Me diz como você está”, pediu. As imagens sugestivas, porém, não são apenas de adolescentes, há fotografias de mulheres mais velhas em poses sensuais.

O defensor público responsável pelo caso de Nikolas Cruz, Howard Finkelstein, afirmou que nunca testemunhou este nível de interesse por um acusado, existindo pessoas que até se ofereceram para pagar as suas despesas. “Nem de perto nem de longe”, desabafou.

Finkelstein explicou à CNN que algumas pessoas pensam que podem ajudar “uma pobre alma” e outras “são atraídas pelo perigo” por elas próprias terem “crescido no seio de violência”.

Os ‘fãs’ de Nikolas, no entanto, ficarão desapontados em saber que ele só recebe o que as autoridades permitem que veja. Finkelstein revelou que só fala sobre cartas com conteúdo espiritual. Cruz, explica o advogado, não pode receber cartas enquanto estiver sendo vigiado por ser um potencial suicida e não garante que vá recebê-las mesmo depois disso.

Fonte: Mundo ao Minuto