13/mar/2018 11h03

Comerciante é preso suspeito de matar agiota que estava cobrando dívida

Comerciante disse que devia sete mil reais.
crime - 13/mar/2018 11h03

Policiais civis do GIH (Grupo de Investigações de Homicídios) de Aparecida de Goiânia prenderam temporariamente, na última sexta-feira, Magno Bandeira, de 34 anos, suspeito de matar Luzia de Fátima, de 58 anos, em novembro do ano passado no Jardim Tropical.

Segundo o delegado que investiga o caso, Klayter Camilo, a mulher foi morta com três tiros. “O autor foi preso e inicialmente negou qualquer envolvimento com o crime mas, confrontado com as provas já apuradas, confessou. Magno alegou que Luzia era agiota e o estava pressionando para receber uma dívida, chegando a ameaçá-lo, o que teria motivado o homicídio”, relatou.

Magno contou que devia cerca de sete mil reais para a agiota e que todo mês pagava mil reais de juros.

Por: Flavia Moreno