12/mar/2018 10h03

Mais de dez toneladas de carne clandestina são apreendidas em Goiânia

Operação contra carne clandestina em Goiânia inspeciona cerca de 200 estabelecimentos.
Operação Contra a Carne Clandestina - 12/mar/2018 10h03

Operação Goiás contra a Carne Clandestina, realizada de 5 a 9 de março, em 205 estabelecimento de Goiânia, apreendeu mais de dez toneladas de produtos impróprios para consumo.

Os produtos apreendidos são: 791 quilos de aves, 6.133 quilos de bovinos, 1047 quilos suínos, 451 quilos de pescados, 1.659 quilos de embutidos, 347,8 quilos de lácteos, 14,4 litros de mel. O Procon Goiás apreendeu 761 quilos de produtos e o Procon Goiânia 600 quilos.

Três estabelecimentos, sendo dois açougues e um açougue de um supermercado, foram interditados e quase 99 autuados. Dez levaram advertência e apenas sete não tiveram irregularidades. “Observarmos a procedência dos produtos, validade, acondicionamento, temperatura”, explica o coordenador do Centro de Apoio Operacional do Consumidor do MP, Rômulo Corrêa de Paula. Ele relatou ainda que dos 1.200 estabelecimentos de venda de carnes na Capital, 205 foram visitados, 56 estavam fechados, 149 foram fiscalizados e 99 tinham irregularidades.

Uma pessoa foi presa, no Parque Industrial, por adulterar a data de validade dos produtos e situação sanitária do local. “Ele foi autuado pelo crime contra relações de consumo. Pagou fiança no valor de 2 mil reais”, revela o delegado do Consumidor Webert Duarte.

No total, foram aplicados 14 mil reais em multas.

Agrodefesa, Procons Goiás e Goiânia, Superintendência Estadual de Vigilância Sanitária, Vigilância Sanitária Municipal, Polícia Militar, Delegacia Estadual do Consumidor, Superintendência da Polícia Técnico-Científica e Guarda Civil Metropolitana participaram da operação.

Por: Flavia Moreno