13/fev/2018 10h02

Médico da Clínica do Esporte e da reserva da PM morre durante assalto em Goiânia

Antônio Carlos de Castro era ortopedista e traumatologia e tenente da reserva da Polícia Militar.
ortopedista - 13/fev/2018 10h02

Um médico, sócio da Clínica do Esporte, morreu durante um assalto na noite desta segunda-feira (12/2), em Goiânia.

O crime aconteceu na Avenida B, no Jardim Santo Antônio. Três homens armados que estavam em um carro abordaram o médico, que teria acelerado o veículo quando percebeu a ação dos bandidos.

Segundo a Polícia Militar, equipes fazem buscas pelos suspeitos.

Antônio Carlos de Castro era ortopedista e referência em traumatologia em Goiás, principalmente no meio esportivo. Ele era também tenente da reserva da Polícia Militar de Goiás.

De acordo com informações de amigos da família, a mãe do médico, que já tem 87 anos, morava sozinha e recebeu a notícia da morte do filho por volta das 23h.

A Associação Médica de Goiás fez uma publicação em suas redes sociais informando sobre a morte de Antônio.

“LUTO! A Associação Médica de Goiás informa o falecimento do ortopedista e traumatologista Antônio Carlos de Castro, cirurgião de joelho, ex-presidente da SBOT-GO. É um momento triste para a Medicina goiana. Aos familiares, amigos e colegas de especialidade, nossa solidariedade e sinceros sentimentos.”

Na manhã desta terça-feira (13/2), o Goiás Esporte Clube publicou uma nota lamentando a morte do médico.

“O Goiás Esporte Clube lamenta profundamente o falecimento do Dr. Antônio Carlos de Castro, torcedor esmeraldino e sócio da Clínica do Esporte, parceiro oficial do clube alviverde. Ele foi vítima de um latrocínio em Goiânia, cujo objetivo dos assaltantes era levar o carro do médico. O Goiás se solidariza com familiares e amigos do Dr. Antônio Carlos.”

Em nota, o Conselho Regional de Medicina de Goiás cobrou agilidade nas investigações.

“O Cremego se solidariza com a família, amigos e toda a classe médica e repudia tamanha violência, cobrando a imediata apuração do caso e punição dos responsáveis. É necessário que as autoridades competentes ajam com rigor para proteger a sociedade e evitar que dramas como esse se repitam”. 

A Polícia Militar também se manisfetou por meio de uma nota:

“É com tristeza e muito pesar que a Polícia Militar do Estado de Goiás informa o falecimento do Ten QOS Antônio Carlos de Castro, médico da reserva, pai da Ten QOS Laura de Castro, neurologista. O velório está sendo realizado nesta manhã no Cemitério Parque Memorial de Goiânia, sala 05. O sepultamento está previsto para às 13h, no mesmo local.” 

Por: Thyélen Lorruama