11/fev/2018 09h02

Nicole Kidman se une a Meryl Streep em programa para capacitar roteiristas mulheres

Kidman segue uma política própria de fazer um filme por ano que seja dirigido por uma mulher.
ROTEIRISTAS MULHERES - 11/fev/2018 09h02

Nicole Kidman vai apoiar o The Writers Lab (Laboratório dos Escritores, em tradução livre), programa fundado em 2015 por Meryl Streep, destinado a transformar roteiros de mulheres acima de 40 anos em produções de cinema e televisão.

A atitude da atriz de Moulin Rouge e Big Little Lies vai seguir o exemplo de outras apoiadoras como Oprah Winfrey. No último SAG Awards, no qual Kidman foi premiada por seu desempenho em Big Little Lies, a artista saudou as oportunidades para atrizes com mais de 40 anos e clamou à indústria que receba mais mulheres assim.

Ao decidir apoiar o The Writers Lab, ela disse: “Que ideia maravilhosa — um espaço para que as mulheres trabalhem umas com as outras para desenvolver as histórias que querem contar. Eu já sou uma fã.”

O Writers Lab 2018, que será realizado de 25 a 29 de setembro, terá um grupo de roteiristas mulheres em um retiro de desenvolvimento de roteiro de quatro dias com as mentoras Pamela Gray, Mary Jane Skalski e Pat Verducci agendadas para participar.

No programa, organizado pelo New York Women in Film and Television e pelo IRIS, mulheres selecionadas são orientadas por famosas da indústria que as ajudam a dar o pontapé inicial nas suas produções e a aprimorar sua visão criativa.

“Estamos muito empolgados de que a Nicole Kidman se junte a Meryl Streep em apoio ao The Writers Lab. Ela é verdadeiramente uma campeã ds contadoras de histórias e tem sido particularmente uma defensora das mulheres com mais de 40 anos. Neste momento crítico para as mulheres na indústria, é encorajador ver poderosas como Meryl e Nicole tomarem medidas decisivas para combater o preconceito com a idade e o sexismo, ajudando a fornecer uma plataforma para que essas vozes sejam ouvidas. É uma honra ter seu apoio”, disse Terry Lawler, diretor executivo da New York Women in Film and Television, em um comunicado.

Kidman segue uma política própria de fazer um filme por ano que seja dirigido por uma mulher. Anteriormente, ela havia demonstrado seu apoio a cineastas mulheres: “Apenas 4% de mulheres dirigiram filmes em 2016”, comentou a atriz na coletiva de imprensa de O Estranho que Nós Amamos no Festival de Cannes 2017.

“Por sorte, temos Jane Campion e Sofia Coppola aqui. Nós, como mulheres, temos que dar suporte a elas como diretoras. Todos dizem que hoje as coisas são diferentes, mas não são. Basta olhar as estatísticas”, disse a atriz.

Em breve, Streep vai se unir a Kidman no elenco da segunda temporada de Big Little Lies.

Fonte: Adoro Cinema